FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

13. A GAROTA CERTA


Fic: DELETADO


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Todos na casa estavam de saída para a igreja. Hermione em seguida das damas de honras entraram no carro. No carro da frente seus pais e os pais de Victor conversavam.


 


         Não muito longe dali Harry, estava dentro do carro decidido a ir embora e esquecer de vez Hermione. Por ironia do destino o carro quebrou.


         -Senhor sinto muito, mas não da para seguirmos a viagem, o carro quebrou.


         Harry respirou fundo colocou uma das mãos no rosto. Um ganido do lado de fora do carro o chamou atenção. Ele abrira o vidro para ver o que era. Era um cachorro pastor que o olhava todo feliz. Desceu do carro e fora acariciá-lo.


         -Oh fofão, o que faz aqui? Enquanto passava a mão no cachorro uma lembrança relacionada com Hermione veio a sua mente.


 


         “PORQUE VOCE NÃO DIZ ISSO A UMA PESSOA HARYRY, É BEM GRATIFICANTE”.


 


         Ainda passando a mão no cachorro, ele sorriu.


 


         -Eu te amo, obrigado amigão. Caminhou para o lado do carro e chamou o motorista. – Eu vou voltar.


         -Mas senhor eu já disse que o carro esta quebrado.


         -Eu vou voltar correndo mesmo.


 


E antes que o motorista desse conta Harry sairá correndo o mais rápido possível.Correrá um bom tanto e quando estava perdendo o fôlego lembrou que era bruxo.


         - Como eu sou estúpido. Conjurou uma vassoura e voou rapidamente para a casa dos pais de Victor.


 


         Lá na igreja, quase pronta para entrar, Hermione arrumava o véu. Sua mãe ajudava-a.


         -Então essa foi a sua escolha minha filha.


         Ela analisava o pequeno véu que cobria seu rosto.


         -Com ele eu sei que poderei ser feliz, ele me ama de verdade e não esta comigo por medo.


         Acabando de arrumar o vestido da filha, Sra Granger parou frente a ela.


         -Eu desejo do fundo do meu coração para você esta felicidade, da qual eu sinto que você demorara a conquistar...


         Hermione olhou para a mãe com os olhos cheios de lagrimas, mas segurou firme. Então Sra Granger deu um beijo no rosto de sua filha e caminhou para o seu lugar.


 


         Harry voara até a casa porem já não havia mais ninguém por lá. Descera da vassoura e perguntara a direção qual deveria tomar. A vassoura quebrou devido ao forte vento que estava.


         - A igreja fica 2 km a frente senhor Potter. Mas nesse horário ou o senhor vai de carro ou a nado, impossível voar com um vento desses.


         Harry olhara para os lados e avistara uma velha vassoura de serviço da casa. Pegara ela e saira correndo


         -Obrigado e não se preocupe eu vou ficar bem.


 


Harry montara na vassoura e enfrentara aquele vento cortante em seu rosto. Logo podia ver a igreja do qual o funcionário falará. Tentava pousar, mas não conseguia, o vento estava muito forte.


         Descera em um local onde estava ventando menos, e parou para analisar como passaria pela corrente de ar e impediria Hermione de se casar.


         Pensou consigo mesmo:


 


“Não é uma corrente fraca de ar como essa que vai me impedir”


 


         Montou novamente na vassoura e avançou sobre a corrente de ar. Que o fez voar tão alto como jamais havia voado antes. Seu rosto estava com alguns cortes.


 


         Não muito longe dali


 


        “ESTAMOS AQUI HOJE, PARA UNIR ESTE HOMEM E ESTA MULHER... ESTA É UMA SELEBRAÇÃO DO AMOR. PARA VICTOR É A LEMBRAÇA DE VER O AMOR DE SEUS PAIS NA INFANCIA E PARA HERMIONE É COMO A SENSSAÇÃO DE GANHAR UM LIVRO NOVO”...


 


         Hermione olhou para o Padre quando ele disse isso.


 


         “ SE ALGUNS DOS PRESENTES AQUI TEM ALGO PARA DIZER QUE ESSE CASAMENTO NÃO DEVE ACONTECER....


 


         Harry estava voando bem próximo a porta da igreja não conseguia controlar mais a vassoura ia bater  com tudo...


 


         QUE FALE AGORA OU CALE-SE PARA SEMPRE...


 


         Dito e feito Harry batera na porta e cairá dentro da igreja parando a cerimônia de casamento. Hermione olhou para trás e viu o amigo caído no chão.


         -Harry? Olhou confusa. Segurando o vestido correu para ele. – Harry, Harry. – Ela o sacudia e ele se quer se movia.


         Então ele fizera um gemido muito estranho. Ela dera um tapa em sua cabeça.


         -Harry!Você ta bem?


         Ainda no chão gemendo de dor ele tentava dizer algumas palavras.


         - Hum... Eu acho que sim.


         Ela o olhava


         - O que esta fazendo aqui Harry? Disse Brava.


         Ele se esforçava para levantar do chão.


         - Eu preciso te dizer uma coisa... Depois de muito esforço ele conseguira se levantar... – Hermione. Ele olhava para ela... – Seu cabelo ta horrível.


         -Ta é? Disse colocando a mão no cabelo.


         - E a faixa... É um horror... Esse cabelo parece mais um ninho de periquitos.         


         Agora ambos estavam de pé e frente a frente um com o outro. A multidão se aproximava deles


         - É...


         - Escuta... Hermione, eu sempre me orgulhei de ser sincero com todo mundo. Mas há muito tempo eu venho mentindo para uma pessoa. Ele olhava firmemente em seus olhos. – Para mim mesmo. – Porque a verdade é assustadora...


         Eles se olhavam profundamente parecia que se esqueceram das pessoas à volta.


         - Há 10 anos eu me deitei com a garota errada, e ela acabou sendo a certa... Ele olhava firmemente para ela, ambos estavam com os olhos cheio de lagrimas. - Eu te amo Hermione. Eu sempre amei e sempre vou amar.


         Hermione ficara surpresa, era a primeira vez que Harry dissera que amava alguém, essa palavra era uma palavra que ele sempre se negou a dizer.


         -Harry James Potter... Você é a pior madrinha da historia da humanidade.


         Dizendo isso ela pulou em seu pescoço e eles deram um beijo apaixonado do qual muitas pessoas ficaram surpresas. Exceto os pais de Hermione e suas amigas. Apesar de Gina não estar acreditando naquilo.


         A mãe de Victor parecia furiosa ao lado da mãe de Hermione, que estava sorrindo de orelha a orelha. Eles pararam de se beijar quando perceberam que estavam cercados por algumas pessoas que não gostaram daquela cena.


         Victor caminhou na direção deles e parou.


         - Eu... Eu... Eu sinto muito Victor, de verdade. Ela tirara o anel e colocara em sua mão. – Eu não espero que um dia você me perdoe, mas eu quero que saiba que você é o homem perfeito. Só não é perfeito para mim


         Victor estava parado não conseguia dizer nada, parecia que ele ia chorar. Ele levantou o rosto e a encarou.


         -Tudo bem... Deu um beijo na bochecha de Hermione. – Adeus Hermione...


         Ele olhou para Harry e sua tia que não falava bem o idioma deles começou a falar.


         - O que ela disse? Perguntou Harry.


         - Que eu devia te bater...


         -É... Eu acho Just... Victor deu um soco no rosto de Harry e ele caiu no chão novamente.


         Algumas pessoas foram acudir Harry, incluindo pai de Hermione e as damas de honra.


 


         Algum tempo depois em Londres...


 


         “HERMIONE ACEITA HARRY JAMES POTTER PARA SEMPRE COMO SEU LEGITIMO ESPOSO”


         - Aceito.


         “E HARRY VOCE ACEITA HERMIONE JANE GRANGER PARA SEMPRE COMO SUA LEGITIMA ESPOSA?”


         -Aceito.


         “EU VOS DECLARO MARIDO E MULHER. AGORA FINALMENTE HARRY VOCE PODE BEIJAR A NOIVA”.


 


         Eles deram um beijo romântico e todos bateram palmas. Logo em seguida caminhavam no meio dos convidados seguidos pelas madrinhas e as damas de Honras.


         Hermione jogará o buque de rosas e Luna pegara. Logo atrás dela vinha Ron. Ela olhou para trás e encarou o ruivo.


         -Quem sabe isso é um sinal Ron Weasley.


         O rapaz nada disse apenas laçou seu braço e continuaram a caminhar logo atrás de Harry e Hermione.


 


 


         Já no seu apartamento, eles estavam deitados na cama saboreando champanhe. Harry acendera o abajur.


         - Que, que você esta fazendo? Perguntou confusa.


         -Vendo se dessa vez eu peguei a garota certa.


         -Pegou com certeza. Disse firmemente antes de beijá-lo, em seguida esticou o braço e apagou o abajur.


         Depois de procurar por tantos anos os dois se encontraram e começaram uma vida juntos pela qual ambos não desistiriam tão fácil...


 


 


N/A: A FANFIC ACABOU MINHA GNT; X... Por enquanto não vou começar um projeto novo. Mas assim que eu começar aviso vocês. Agradeço a todos que acompanharam essa fanfic, quase 2 meses.Obrigada de todo o coração e espero que tenha gostado da minha adaptação do filme. Até breve.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 11/10/2011

Muito lindo o final parabens.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.