FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. A gravidez


Fic: Eu Grávida Como JL CAP 9 ON


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Obrigada pelos comentarios e que bom que estejam gostando. Continuem deixando comentarios por favor. E prometo colar todas as semanas um capitulo novo ou uma parte deles. Obrigada 

Pov. Sirius Black 

- Venci mais uma vez – exclamei aborrecido – Pontas, estamos jogando aqui. PONTAS?

- Não adianta Six, ele esta com a cabeça lá em cima com a Lílian – disse Marlene com uma voz de sabe-tudo. E eu pude perceber como o meu rosto fica lindo assim, quando o recuperar vou fazer isso varias vezes.

- Pontas, olha lá – falei com um falso tom de surpresa – não é a Lily se agarrando com o Snape? 

Eu sou o maximo. O pontas acordou do seu transe, pegou a varinha e berrou:

- Eu vou matar aquele projeto de bruxo. Quem ele pensa que é para agarrar e abusar da inocência da MINHA RUIVINHA? – eu e minha dupla começamos a rir, quando o idiota de óculos procurava o Ranhoso e a ficha dele finalmente caiu – ERA MENTIRA SEU CÃO SARNENTO. EU VOU TE MATAR

E o doido apontou a varinha pra mim e tentou me azarar, a Lena lançou um “Expelliarmus” a tempo "OBRIGADO MERLIN". Mas mesmo assim ele não desistiu e começou a correr atrás de mim pelo salão comunal. Quando ele estava chegando perto escutarmos o Remo berrando por ajuda e começamos a ir para quarto. 

- Eu só não te bato agora Almofadinhas porque este corpo é da Lena – GOSTEI DISSO – espera só você ter o seu de volta – MERDA. 

Pov. Marlene Mckinnon 


Quando finalmente entramos no quarto. Encontramos Alice chorando desesperadamente, o Remo com uma cara de preocupado e a Lily apagada em cima da cama. 

- O QUE VOCÊ FEZ COM A MEU LÍRIO, ALUADO? EU VOU TE MATAR

Antes do James conseguir dar um passo, eu e o Sirius o seguramos e o Remo com medo de apanhar começou a explicar super rápido o que aconteceu

- Fica calmo Pontas, ela só esta em estado de choque. Eu não a matei, torturei ou abusei da inocência da ruiva. Agora algum de você pode leva-la para a enfermaria porque com Alice chorando assim eu não consigo. 

Eu fui para o lado da Lice que me abraçou e fica susurrando que a culpa era toda dela, enquanto o James levantava a Lily, colocando no seu colo e saindo correndo

- Por que ela ficou assim? – eu perguntei. Qual é? Ela é minha amiga, estava preocupada, não tinha nenhuma curiosidade por trás dessa simples pergunta. Nenhuma. 

- Bom, descobrimos qual é o efeito da porção – falou o maroto certinho com um sorriso enorme

- E qual é Remo/Aluado? – perguntamos eu e a minha dupla na mesma hora. Nada de curiosidade, continua sendo apenas preocupação.

- A Lily está grávida

PQP A Lílian vai matar um hoje. Espera se a ruiva está grávida

- EU VOU SER TIA/TIO – berramos novamente juntos, eu e o Six logo começamos a fazer a dançinha da vitoria pelo quarto. 

Pov. James Potter


Estávamos perto da enfermaria quando ela finalmente acordou e pude ver seus lindos olhos verdes vivos em encarando. Percebi que talvez, quase improvável, ela não seja apenas um desafio, apenas uma amiga que eu queira beijar muito.

“Apenas isso, porque eu não estou apaixonado. Um maroto não se apaixona. Nunca”

- Lílian esta tudo bem? Já estamos quase na enfermaria

- Potter me coloca no chão a-g-o-r-a – exclamou com uma voz bem fraquinha – por favor

Eu queria muito nos meus braços, mas aquelas lábios volumosos vermelhos e lindos pedindo. “FOCO JAMES, FOCO”

- Eu não vou te colocar no chão só porque és orgulhosa demais para aceitar minha ajuda

Pela primeira vez na minha vida, a Lily apenas ficou me encarando com aquelas esmeraldas lindas sem querer me matar e pude percebe que havia vencido aquela discussão civilizada 
“SOU DEMAIS” 

Depois de a colocar na cama a Madame Pomfrey me expulsou da ala hospitalar e foi consultar o meu Lírio. E fiquei esperando do lado de fora. Espero que não demore muito. 

Pov. Lílian Evans 

Depois de receber uma bronca da Madame Pomfrey por estar me alimentando mal, principalmente no meu estado atual “ELA ADORA LEMBRAR DISSO”. Alguém finalmente me explicou todo esse pesadelo

- Então senhorita Evans, a poção fará você ter uma pseudo gravidez. Ela é mais rápida que uma normal, no qual um mês de gestação comum passará em 15 dias. Porém todos os sintomas serão mais fortes, ou seja, muito enjôos, fome, desejos, dores do parto – DORES DO PARTO? ELA SÓ PODE ESTAR BRINCANDO – Na primeira semana de janeiro nascerá. Seu filho ou filha será uma espécie de boneco muito real, que vai crescer em uma velocidade maior. Todo mês será correspondente a um ano. No fim do ano letivo, o trabalho e o efeito da porção se encerrados, e todos os sentimentos que criar pela “criança” também serão terminados. Alguma duvida? 

“Onde eu posso me matar?” 

Essa era a verdadeira resposta que eu queria dar, mas apenas balancei a cabeça. Meus olhos ardiam, as lagrimas silenciosas escorriam pelo meu rosto. Eu ainda não acredito nisso. Eu? Grávida. Vou ter um bebê. Tudo bem, que não é real, mas não era isso que eu sentia, meu corpo estava mudando. QUE MERDA.

O professor não tinha o direito de fazer isso. Me força a ser mãe de um boneco muito real, segundo a Madame Pomfrey. 


Quando fui liberada da ala hospitalar, encontrei o Potter. Pela primeira vez na minha vida eu fiquei feliz em ver o maroto. E abracei. 

- Lily? 

Ele estava em choque pela minha ação, para falar a verdade eu também. Mas logo, ele correspondeu o abraço, e como um passe de mágica me senti segura. 

“ Eu só posso estar ficando louca . Ele é o Potter, irresponsável, arrogante, idiota, imaturo, egocêntrico e com brancos fortes e musculosos, pelo jeito que dá para perceber com um senhor tanquinho. AH ESTOU DEFINITIVAMENTE LOUCA”

Quando me acalmei, larguei o Potter. Tudo bem, eu confesso, eu não queria ter largado. Mas eu tinha problemas a resolver, como contar ao maroto que ele vai ser pai.

“Que DROGA! Como eu vou contar algo que nem acredito?!”


 


Pov. James Potter

Estava realmente preocupado com a ruivinha. O abraço pareceu tão certo, como se ela tivesse sido feito para estar ali, feita para mim, um escanche perfeito. Quando ela se separou, me senti vazio. 

“Estranho”

Olhei mais uma vez aquelas esmeraldas que estavam me analisando, parecendo travar uma briga interna

- Potter eu descobri qual é o nosso trabalho de poções – ela sussurrou – vamos para algum lugar para que eu possa pensar em como te contar? 

- Que tão, uma volta no lago? – “Diz sim, diz sim. Vou conseguir um quase encontro”

- Tudo bem – CONSEGUI – lá tem poucas pessoas para escutar

“Tenho um quase encontro com a ruiva, vou consegui meu desafio. 
DROGA. Lá vem merda, a Lily disse que descobriu o efeito da poção. Porque só ela? Isso é preconceito. Será que o professor esta se vingando de mim? Pela aquela vez que coloquei bomba de posta na cadeira dele ou por ter jogado um tal de pó de mico nas roupas no início do ano, ainda tem também aquelas vezes com os marotos. 
Ferrei-me”


 


No lago..

Já era a segunda volta que nós dávamos e a Lily não falava nada. Como eu não sou um cervo muito paciente parei de andar e segurei o seu braço

- Então Lílian? O que você queria falar comigo? E sobre o trabalho? – abri um pequeno sorriso maroto - Ou era apenas uma desculpa para sair comigo? – agora eu abri meu melhor sorriso sedutor que deixava 99,9% das mulheres babando

- Claro Potter, isso é tudo um plano para te agarrar – debochou a Evans – Eu descobri sobre a droga do trabalho. Parabéns Potter você vai ser papai.

“Que merda é essa?”


 


Pov. Sirius Black 



Depois de eu e a Lena decidirmos nome, time de futebol, possíveis pretendentes, dias da semana que iremos ficar como nosso afilhado. Porque é obvio que vai ser Homem. 



Começamos a elaborar o plano de vingança para nosso amado professor Slughorn.
O Rabicho queria atacar pela comida, como e mesmo que aquele ato falou. LEMBREI. “Vocês já perceberam o tamanho da barriga daquele professor? A melhor maneira de atacar um gordinho é pela comida” Tive que concorda com ele, isso seria uma ideia digna de Sirius Black participar. 



Já Alice queria escrever cartas, para o diretor, o ministro, o profeta diário “Quanto mais publicidade melhor”. É obvia que a ideia foi vetada. Até parece que eu vou deixar o mundo mágico saber que estou no corpo de uma mulher. Tudo bem que é mulher muito gostosa, mas continua sendo uma mulher. 


“Merlin me livre, dessa humilhação”



Remo apesar de querer matar o professor, não deu nenhuma ideia e ainda por cima só iria participar se não fosse pego, não iria sacrificar seu distintivo ridículo de monitor – chefe.


“Com certeza a vergonha dos marotos, além de certinho e CDF, virou monitor chefe. E o fim. Não se preocupem minhas fãs, eu não morri quando eu descobri, porém pude ver a Luz me chamando”


Estava esperando meu companheiro de bagunça, o Pontas, chegar. 
“Que deve estar muito brabo em descobri que vai ser pai e ter que se tornar responsável”


 


Pov. James Potter 

Não, não, definitivamente não. Acho que fiquei surdo. É isso. Fiquei surdo e não escutei direito.

- Lílian agora fala sério, qual é o trabalho de poções? – perguntei aflito

“Eu não posso ser pai, Merlin faz algo, eu viro um maroto comportado igual o aluado, para de azarar o Ranhoso, tudo bem eu sei que não vou parar, mas prometo tentar”

- Ta achando que eu perderia meu tempo precioso para contar uma mentira Potter? – berrou a ruiva

- Lily eu não acredito – ela esta começando a ficar vermelha isso nunca foi um bom sinal – É impossível. Merlin. Ruiva você tem alguma noção como e que se fazem os bebês? Precisa ter uma relação física entre um homem e uma mulher, daí o homem coloca ..

- É obvio que eu sei seu Idiota – cortou o meu lírio que estava muito vermelha – Mas isso é efeito de poção. Se calasse a boca e me deixa explicar

- Que saber Evans? Se isso for verdade o problema é todo seu. Eu não tenho nada a ver com isso.

E deixei a ruiva em choque para trás e corri. Eu não queria ter falado aquelas coisas, mas eu não estou pronto para ser pai, não quero ser e se eu não quero, não irei ser.

“Cadê o Ranhoso quando eu preciso extravasar?”


 


Pov. Marlene Mckinnon

Estava entrando num estado profundo de tédio. Quando um raio vermelho passou correndo e agarrou o Six.

- Lena, eu odeio o retardado do Potter – disse à ruiva que chamava o Sirius de Lena.

“Ela bebeu e esqueceu que estamos trocado de corpos?” 

- Lily que vergonha nem se lembra do drama da amiga? Eu sou a Lena – debochei da cara dela, um fato quase impossível, porque a Lílian geralmente não erra. 

Mas quando vi o estado da minha melhor amiga fiquei preocupada. Os olhos estavam inchados, as lagrimas pareciam já pertence aquele rosto como rio e sem tirar a pálida

– o que aconteceu com você? Foi algum idiota sonsariano?- exclamei com raiva

- Se for isso Lena, pode deixar que o mato o FDP – exclamou o Six, com uma cara assassina. 

Então a ruiva começou a explicar desde a enfermaria até a conversa no lago com o Potter. O Sirius logo saiu atrás do amigo e eu a levei para o dormitório masculino, já que não podia entrar mais no feminino. Prometendo que ia matar o maroto de óculos.

“ Quem ele pensa que é ? Para deixar a minha amiga grávida e não querer assumir? “


 


Pov. Remo Lupin

Amanhã vai ser lua cheia novamente, teria que contar tudo para Alice sobre isso. Não tinha escolha. Ela vai querer desistir do trabalho e lá se foram meus pontos extras.

- Lupin? O professor Dumbledore esta chamando você e a Fins na sua sala – disse o monitor da Lufa-lufa – ele gosta de sapos de chocolate

- Ele gosta de sapos de chocolate? – perguntou a morena confusa

Eu apenas a ignorei e rumei à diretoria. Falei a senha (sapo de chocolates) e a Lice comentou:

- Custava explicar? Não era tão difícil assim 

- Concordo senhorita. Sentem – o diretor apontou as duas cadeiras a sua frente e nós nos sentamos – Eu vou direto ao assunto – ele deu sorriso bondoso “lá vem problema” – Amanhã é lua cheia, estou certo que os dois aceitam seguir algumas normas de segurança

Eu concordei com a cabeça e finalmente a ficha caiu. Alice sabe que eu sou um monstro? Deve ter ficado na minha cara meu espanto porque ela comentou:

- Eu sei desde o 5° ano, eu escutei o Snape contar para a Lily

- A Lílian sabe também? – exclamei surpreso. A ruiva era a minha melhor amiga e nunca sentiu nojo de mim, na verdade ela sempre me ajudava.

- Desde 3° ano ela desconfiava, mas só teve certeza no 5° por causa do Snape. E antes que pergunte nem eu e muito menos ela sentimos nojo, desprezo, ou medo de você, lobinho. 

Eu passei o resto da reunião com diretor pasmo. Em quanto ele explicava que as correntes sumiriam ás 6h da noite e voltariam no outro dia de manhã. Com isso a Alice teria que me busca todo dia na ala hospitalar.

Quando finalmente fomos liberados, eu tive que perguntar para essa menina se ela tinha algum problema. Ninguém ficaria a vontade de ser acorrentado com um monstro. 

- Eu não acho você um monstro, e sim lobo bem bonzinho – disse ela sorrindo – mas caso você fosse um monstro e tenho até medo do que os sonsarianos seriam. 

E começamos a rir.


 


Pov. Pedro Pettigrew

- Então Rabicho, vai estar com o Lord das Trevas ou contra nós? – exclamou um fiel servo do Lord

- Com, com o o L-lord das Trevas

Minhas pernas tremiam, meu coração quase saia pela boca. Mas eu queria o poder, alguém forte para defender e mostrar para os marotos que eu sim melhor que eles, não apenas sua sombra. 

- Ótimo Rabicho, a próxima reunião você provará sua lealdade. Nós encontremos na Floresta negra daqui um mês e traga informações úteis.

Pov. James Potter

Esse era 14° sonsariano que eu azarava e a minha cabeça ainda fervia.

“Eu pai? Isso só pode estar muito errado, daqui a pouco o inferno congela, os elfos domésticos ficam livres, Snape vira lindo e maroto”. 

Já sei, como azarar os outros não deu certo, vou atrás de alguma garota gostosa para me distrair.

15 minutos depois...

DESISTO. Cadê as meninas lindas desse colégio? Sumiram, evaporam, fugiram. Tem que ter sobrando uma, a ruiva de olhos verde é uma bem gostosa “ESQUEÇE A LILY, JAMES”. Vou achar outra garota.

Droga lá vem o cão sarnento me incomodar.


 


Pov. Sirius Black 

- Pontas o que estas fazendo aqui sentado o meio do corredor? – perguntei. Meu companheiro de marotice estava me encarado desesperado. 

“NÃO ME AGARRA, POR FAVOR”

- Almofadinhas a onde estão as mulheres gostosas desse colégio? 

Eu comecei a rir. Dali onde estávamos podíamos observa varias gostosas. Mas o Pontas, sendo um maroto, nunca ficamos com as ex-s. Porém ainda sobram umas 2 gatas (que nenhum de nós ficou. COMO ISSO ACONTECEU?) 

- Qual o problema com aquelas – apontei para as duas loiras, com curvas definidas, um de olhos azuis e a outra cor de mel. Ou seja, lindas. 

“Vou falar com elas”

- Normais Almofadinhas, normais – comentou, revirando os olhos

- NORMAIS? – eu ri – Tubo bem se você não quer, tem quem quero – apontei para mim.

E sai correndo até as belas damas loiras. Escutei o Pontas me chamando, mas estava quase lá e não ia dividir aquelas beldades. 

- Olá gatinhas – dei o melhor sorriso – e ai? O que acham de dar uma volta com o papai aqui? Vou fazer todos os seus sonhos se tornarem realidades – beijei na mão da loira da direita e me virei para a da esquerda – seus olhos são lindos. Adoraria me afundar neles.

Rá agora eu vou conseguir sair com as duas gostosas. Coitadas ainda estão em estado de choque por saírem comigo, Sirius Lindo Black. Vou levar elas para dar um passeio num armário de vassouras.


 


- Olá garotas – falou um ofegante Pontas “Ele que não tente roubar nenhuma delas, já estou imaginando nós três no armário sem roupas HUUM” – Lena, tudo bem. Ganhasse a aposta 

“APOSTA? Que aposta? Meu amigo enlouqueceu. Espera, Lena? PQP. Eu sou a Lena. MERDA”

- Eu disse que ia ganhar James – me virei para as meninas que estavam ainda pasmas – desculpa, mas aposta e aposta. Vamos?

Saímos correndo de lá. “Se a Lena me descobre sou maroto morto”

- Almofadinhas essa foi por pouco, será que elas acreditaram nessa de aposta – concordei com a cabeça – Sem duvidas foi a cena mais estranha que eu já vi.



O idiota começou a rir. Mas eu não ia deixar barato.

- Como vai o novo papai? – perguntei ao retardado, ainda estava querendo o matar pelo o que ele falou para ruivinha

- Cala boca Almofadinhas. Isso é problema dela, eu não tenho nada a ver com isso.

Eu dei o melhor soco que esse corpo poderia fornecer nesse idiota. A ruiva baixinha é a minha irmãzinha caçula desde o fim do 5° ano. Ele não pode falar assim dela.


 


Flashback

Estava voltando do encontro com a minha prima Bellatrix, um encontro bem quente dentro de umas salas vazias do 3° andar. Porém esse foi o ultimo, a Bella iria se torna uma comensal da morte e eu não. Recusei a proposta no ano passado e mandei aquele idiota tomar aonde o sol não toca. Sabe o que o cara de cobra fez? RIU e comentou que apreciava a coragem, mas na próxima vez ele me matava. IDIOTA.

Quando entrei no salão comunal vi a ruiva do Pontas chorando. Eu odeio ver mulher chorando e acabei indo até a baixinha.

- Evans o que houve?

Ela me olhou com aqueles olhos verdes – vivo que ficavam enorme com contraste vermelho feito pelas lagrimas. Ela me mostrou a língua e como eu não fui embora começou a falar: 

- Não tem nada aqui que te interessa Black. Você não vai conseguir pontos com a Lena ficando aqui então levanta essa bunda daí e vai para aquilo que você chama de dormitório. E me deixa em paz. Se for chamar o trasgo do seu amigo, saiba que eu mato os dois.

Cara, eu amo essa ruiva. Eu ia provocá-la para ver berrando em plenos pulmões. Quando vi o profeta diário noturno aberto. Na manchete mostrava mais um ataque contra trouxas e a mãe da Evans foi uma das vitimas. 

- Vem aqui Lílian 

Eu abracei. Ela escondeu o rosto no meu peito, molhando a minha camiseta com sua lagrimas. Ficamos assim um bom tempo e acabei adotando a baixinha.

Fim Flashback


 


- Seu quatro olhos, o problema e seu também – quando ele ia responder dei outro soco

- Meu nariz Sirius, você o quebrou – sangue saia pelo nariz do maroto

- Bem feito, você vai ser pai. ASSUMA. Qual é a dificuldade? Você adora crianças e ama a ruiva, nem tente dizer ao contrario porque eu não vou acreditar

- Eu não sei Almofadinhas, parece que não caiu a ficha ainda. Não sei o que fazer, o que pensar ou sentir. Parece que vou explodir – comentou desesperado

- Imagine a ruiva, Pontas? Você só vai dar apoio, ela que vai ficar gorda, sentir dor, enjôo 

- Estou sendo um Idiota, né? – ainda bem que ele sabe – cadê a Lily? Vou pedir desculpa

Antes deu responder ele saiu correndo, mas eu berrei a tempo

- Leva flores


 


Pov. Marlene Mckinnon 

A Lily finalmente dormiu. Eu descia para esperar os marotos e a Lice, quando uma guria apareceu para falar comigo

- Six, meu amor, vamos dar uma volta lá no 3° andar? – exclamou a vaca.

- Não obrigado

- Sabe Six, lá tem umas salas vazias – UI QUE NOJO – Eu estava pensando em levar uns brinquedinhos juntos – de dentro da mochila ela tirou uma algema vermelha com plumas e um chicote preto – Vem Six, larga a mocreia da Mckinnon e vamos nós diverti horrores – começou a beijar meu pescoço SOCORRO - eu vou fazer você ofegar – ela mordeu a minha orelha, eu comecei a empurrar, mas a vagabunda, sentou no meu colo e me prendeu as minhas mãos naquela algema MERDA – pedir por mais 

Ela tentou me beijar, mas graças ao quadribol, o corpo perfeito do Sirius, que eu obvio já me aproveitei, era bem forte e conseguir fugir dali. E a doida começou a correr atrás de mim.

“ SOS ”


 


Pov. Alice Fins 

Eu e Remo estávamos entrando na torre e vimos a Lena usando uma algema de SexyShop, cheia de marcas de batom vermelho pelo corpo, a camisa estava toda destruída faltando alguns pedaços, deixando a barriga linda do Six de fora. Sendo perseguida por uma garota de mini saia preta e um espartilho vermelho berrando: 

"SIX VEM AQUI MEU AMOR."

- Sirius, o que é isso? – perguntei. 

A Lena me olhou com alivio nos olhos e veio se esconder atrás de mim. Segurei a vontade de rir e comentei

– Sabe Six, a Lena não vai gostar disso

- Vamos subir que eu te conto tudo lá em cima. Tchau garota doida.

E subiu para os dormitórios. Remo proibiu de a guria subir atrás. E eu cai na gargalhada.


 


Pov. James Potter 

Quando eu entrei no nosso dormitório, encontrei os acorrentados conversando com a Lena e minha ruivinha dormindo na minha cama com um pequeno sorriso no rosto. Meu coração perdeu uma batida, ela estava tão linda.

“Deu James Potter estas louco? Desde quando você fica babando alguém dormindo? NUNCA”

- O que estas fazendo aqui seu trasgo? – exclamou a Lena querendo me matar com os olhos.

- Além de esse ser meu quarto? – debochei – Eu vim para pedir desculpa para a Lílian

Fui até o lado da cama e deixei ali uma carta e buque de Lírios 

- Agora pode deixar que eu vá sair dar uma volta.

E deixei o quarto e fui atrás de uma erva especial.


 


Pov. Lílian Evans
Quando acordei, estava sozinha no quarto e um pouco enjoada, mas nada de muito forte. Ao meu lado se encontrava um buque lindo de lírios brancos e uma carta para mim



“ Minha ruivinha, 



Antes que reclame dos pronomes possessivos, eu quero pedir desculpas. Desculpa por hoje mais cedo. Eu falei da boca para fora, eu sei que não é uma explicação, mas eu me senti preso. E como sou um maroto, não gosto de ser forçado a fazer nada.



Eu sei sou um idiota, trasgo, retardado, egocêntrico. 



Mas me acalmei e pensei – isso não é difícil caso esteja pensando nisso. Até que a ideia é legal. Ser pai. Ter mini eu ou mini você.



Sei que e meio tarde, mas se precisar de qualquer coisa, em qualquer horário pode me chamar Você não vai estar sozinha nunca



Desculpa 
J.P”


 


Mal acabei de ler a carta e o maroto entrou no quarto

- Oi, que bom que acordasse. Já ia chamar madame Pomfrey , mas a Alice disse que é normal – acho que ainda estou dormindo desde quando o Potter é educado e preocupado? – Eu trouxe uma erva para você 

- E-erva? – DROGA, minha voz saiu tremida e baixa. Ele não ia tentar me drogar, ia? O Potter abriu um belo sorriso maroto, que fez meu estomago encher de borboletas “Isso são os hormônios da gravidez, apenas isso”

- Sim, é uma erva que ajuda no enjôo. Só que eu não consegui muita, mas deve dar para uns 11 dias – o sorriso lindo sofreu uma falha e sumiu - Então Lily me perdoa? – concordei e ele continuo mais animado – E que tal uma trégua? 

Eu apenas acenei, peguei a erva e fui fazer o Chá. Mas antes de sair virei para trás e comentei:

- Ultima chance Potter, e obrigada pela erva 

Esse deu um sorriso e quando percebi estava sorrindo também. Estranho.


 


Fim do Capitulo 3

Espero que gostem, cometem  

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Angeline G. McFellou em 23/08/2011

rsrrsrsrs James é uma comédia.

Ele morre de amores mais não adimite.

Ele foi muito sem comentarios quanod soube da graidez mais pelo menos ele voltou a si. (ou o cachorro tarado trouxe el de volta).

e ele e a Lily fizeram as pazes isso é lindo.

rsrs Amei o capítulo (principalmene a Lena sendo perseguida por uma fã doida do Six), curiosa pela continuação, att assim que der, por favor.

Beijos...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por patrícia m prongs em 22/08/2011

ówwwwn,amando aqui. Tipo,muita raiva do James,quando ele enxotou a Lily,nossa.

Mas continua amando,beijos e posta

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.