FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Flash Backs


Fic: Vida Marota - (Décimo primeiro capítulo!!!) [Em Breve Capa Nova]


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Cap.1- Flash Backs

Numa bela tarde, céu alaranjado e com poucas nuvens, se encontravam todos os aluno fora de Hogworts conversando animadamente no gramado tomando Sol, exeto quatro alunos permaneciam em seus quartos.Era um jovem alto de cabelos negros caídos pelo rosto e olhos como a noite,seu nome era Sirius Black. outro também era moreno só que era um pouco mais baixo e os cabelos rebeldes, olhos castanhos escuros e usava óculos circulares,muito charmoso, nome? Tiago Potter. Havia um gordinho, mais baixo que Tiago, cabelos acinzentados, olhos arregaldos chamado Pedro Pettigrew e um garoto com a aparência intelectual, cabelos castanhos claros, olhos cor-de-mel e um pouco mais baixo que Sirius.
Os quartenários estavam em seus dormitórios, cada um sentado na sua cama.
-Gente, por que a nós não estamos lá fora mesmo? - Pedro apontara para a janela. - O céu tá lindo!
-Por que é justo nesses dias que é divertido fazer grandes traquinagens!!!- Sirius respondera como se fosse um belo discurso.-Pois é o nosso dever trazer infelicidades aos alunos da sonserina ou qualquer um que ache que é melhor que nós, que por observação isso é impossível!
-Então...?-disse Pedro esperançoso.
-Então o quê?
-Então vamos descer, ué! Vamos fazer marotices!!!!
-Não dá!!! –gritou Tiago.
-Por que não??? – berrou Pedro angustiado.
-Pedro, você não notou que nesses últimos dias estamos sem idéias? – Remo respondeu calmamente a Pedro ainda fitando a parede com posters de times de quadribol e de algumas lindas bruxas vestidas de colegial.
-Tem razão...Nossas idéias estão acabando... – Pedro abaixara a cabeça.
-Até eu, Tiago Potter, estou com falta de criatividade!
-Bem, na falta de marotices cate uma garota! – Sirius levantou-se e foi em direção a porta, mas foi impedido por Tiago que puxara sua camisa que estava ligeiramente aberta e o empurrara de volta a cama – Ora, Pontas!Vamos! - disse Sirius ainda em pé e encarando Tiago que também fitava os posters.
-Não.
-Por que não? Virou gay?
-Não virei gay.
-Então vamos!!!
-Não.Vamos ficar e pensar em algo, amanhã já será o último dia de aula!Precisamos de algo grande para acabar com o Ranhoso! – brigou Tiago.
-Ah...Ok... - Sirius sentou se em sua cama q eu era ao lado da de Tiago e resmungou algo.Houve um grande silêncio.Todos pensativos.Após cinco minutos Sirius voltara a falar, pois desprezava o silêncio no quarto:
-Sabe, no que eu tava pensando?
-Sei.- Lupin o secou.
-O quê?
-Estava pensando em cortar minha concentração.
-Além disso!Eu tava pensando de quando entrei em Hogworts!!!
-Aé!? – disse Tiago fazendo uma cara de interessado.
-É!!! – respondeu Sirius ainda mais empolgado.
-DANE -SE!!!
-Bem, já que Aluado e Pontas perderam suas criatividades como vou lhes contar como foi minha primeira detenção!
-Almofadinhas... – Tiago o chamou.
-Sim?
-Ninguém quer ouvir!
-Eu quero! – sorriu timidamente Pedro, todos secaram, houve uma pequena pausa e Tiago continuou:
-Como eu disse, ninguém quer ouvir.
-Mas eu quero contaaaaaaaaaaaa... – choramingou Sirius.
-Não! – berra Tiago.
- Pontas, deixe o menino ser feliz! – brigou Remo. – Afinal, não tem mais nada pra fazer mesmo.
-Esta bem...
-Oba!!! – sorriu Sirius. - Bem, hem hem, tudo começou....

*começo do flash back*
Em uma sala de pedras cheia de carteiras enfileiradas havia um garotinho moreno, de aparência uns onze anos, lindo, sentado em uma das carteiras, de braços cruzados e estampado em seu rosto uma belo sorriso maroto.A sua frente estava uma jovem professora, cabelos castanhos, oclínhos no nariz, e muito magra. Ela encarava o garoto que parecia engolindo os risos:
-Então, Sr.Black, o que tem a dizer ao seu favor?
-O que tenho a dizer? – o garotos riu de novo e disse se segurando.-Isso só é o começo, profa McGonagall.
-Sei sei...Ah!Você terá hoje um companheiro de detenção, por favor, entre Sr. Potter.
-Com licença... – um garoto moreno, baixinho, que também tinha a aparência de uns onze anos, caminhou entre as carteiras e perguntou de modo elegante – Aonde devo me sentar?
-Ao lado do Sr.Black, por favor.
Tiago se sentou, Sirius o observou, olhando-o aos pé a cabeça logo após fitou a professora, o mesmo fez Tiago só que com um pequeno sorrisinho no canto direito da boca.A professora que estava corrigindo alguns papéis, provavelmente teste, pausou e os encarou nos olhos, viu aqueles dois rostos lindos e perfeitos sorrirem para ela com um sorrisinho simpático.Quem não os conheciam acharia que são uns santos, mas a professora sabia que tudo aquilo era armação para enganá-la.
-Vocês dois não me enganam com essa carinha de anjo,não!Já fui até alvo de algumas traquinagens...
-Professora, se eu fosse a senhora, levava tudo na esportiva! – sorriu Tiago.
-Sabe, como é professora, na falta de alunos... – concordou Sirius.
A professora amarrou a cara e voltou a corrigir as provas. Após alguns minutos alguém escancara a porta. Era o zelador Filch que correu em direção a mesa da professora falou com um ar preocupado:
-Profa McGonagall, o profo Dumbledore quer vê-la agora em sua sala!É urgente.
-J-já estou indo!- a professora pulou da cadeira, e caminhou apressadamente até a porta até Filch pigarro, ela se virou:
-Professora, não quer que eu fique aqui na sala cuidando desses dois?
-Acho melhor o senhor também me acompanhar!
-Por quê?
-Senhor ainda não sabe o que esses dois são capazes!
-Mas eles precisam de detenções!Precisam de alguém responsável para certificar que eles não saíram daqui!!!
-Tem razão...Então os faça limpar todas as carteiras desta sala sem magia. – a profa se retirou.
-Pode deixar! – acenou Sirius com um grande sorriso estampado, virou-se para Filch que pôs as mãos na cintura e os encarou por um bom tempo.
Toda aquela cena era muito idiota, Sirius sorrindo como um débil para o zelador que o encarara com uma cara de bunda, Tiago que observava só teve uma reação:
-AFF!Vão ficar assim até o resto da noite!?
-Tem razão! - concordou Filch como se estivesse saído de um transe. – Vocês ouviram a professora! - o zelador pegou no armário dois panos e entregou na mão dos meninos.-Vamos!Comecem!
Começaram a limpar juntos da primeira carteira da direita para a esquerda.Sirius que ainda continuara com o sorriso bobo no rosto começou a tagarelar de novo:
-Então, você é da família dos Potter?
-Sou sim.
-Seu primeiro nome é...?
-Tiago.
-Hum...O meu é Sirius Black!!! - estende a mão, mas Tiago só o olhou estupefato para ele como se tivesse falado um palavrão, ele comferiu a roupa e depois o rosto, boquiaberto. Sirius abaixou a mão e sorriu. – De onde eu vim as pessoas apertam as mãos quando se conhecem!
-Ah, desculpe, é que...hum...bem...me disseram que todos os Black são da sonserina...
-Todos exeto eu! – Sirius abriu um largo sorriso e apontou para si. – É, todo mundo se espanta!Na verdade não tenho muito haver com eles!
-Ahh...
-E você?Fala ae por que você ta aqui. – Sirius tenta mudar de assunto.
-É por que eu coloquei um diabrete dentro da roupa da professora. – riu Tiago.
-Huahuahhuahuahauhahuahuahau.... – gargalhou Sirius de modo que parecesse um latido. – Ótima idéia, já vi que é uma pessoa bem criativa!
-Valeu, mano.Mas e você?
-Eu?Ah nada de mais, só o básico...
-Bomba de bosta!!! – os dois gritaram em uníssono.
-Hey, pirralhos! O que estão tramando? – perguntou Filch que estava sentado na mesa da McGonagall lendo o Profeta Diário. – Não quero ouvi-los conversando!
-O. K. – sorriu Sirius.
-Esse negócio de dar uma de bonzinho com o Filch não dá certo, muito menos com a McGonagall. – susurrou Tiago a Sirius.
-Tem razão mano, é melhor tirar esse sorriso idiota da minha cara...Bem, pelo menos quase funcionou até você me cortar.
-É que eu já não agüentava mais ver aquela cena.
-Entendo.Também me sinto assim quando eu fico de vela... – os dois passaram para a outra fileira de carteiras.
-Sério?Eu também.
Os dois ficaram conversando até o final da limpeza, os dois notaram que tinham MUITO em comum e Tiago o convido para dormir junto com Remo Lupin e Pedro Pettigrew no seu quarto já que Sirius disse que só tem gente panaca em seu dormitório.E assim começou uma grande (e estranha) amizade.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.