FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

33. Quem?Quando?


Fic: Novos Tempos --- BREVE CAP 37


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-Filha?? – Falou a menina- Tia Lílian?

Os três à porta se olhavam sem entender nada, o quê ela estava dizendo.

-Filha tem certeza que você está bem? – Falou Lílian se aproximando da menina. – Por que você estava gritando? - Ela respirou e continuou – E Por quê me chamou de tia?

A menina olhava aflita, parecia perdida em meio a tudo isso, não sabia o quê dizer, nem como começar, só poderia ser um sonho, um pesadelo e dos grandes, ela se beliscou para ver se acordava, mas nada apenas dor, só poderia ser mentira isso não poderia ser real, foi quando sua voz saiu fraca porém audível.

-Sou eu tia Lílian, o Allan.

Lílian que se aproximava parou e arregalou os olhos.

-Oquê você disse, Nicole? – Perguntou incrédula

-Eu não sou a Nicole, tia Lílian. – Falou mais alto. – Sou o Allan, não sei oquê aconteceu , eu fui dormir ontem e acordei hoje assim, nesse corpo. – Falou levantando.

Lílian ficou parada, não movia um dedo, os olhos pareciam vidrados.

-Filha, para de brincadeira. – Falou imóvel. – Como assim você é o Allan, você é Nicole Evans Potter, minha filhinha.

-Não, eu sou Allan Alphonse Black, filho de Lisa Lisses Black e Sirius Alphonse Black, irmão de Alicia Alphonse Lisses Black, Afilhado de Remo Joseph Lupin e Anna Lupin. – Falou olhando para ela. – Te juro tia Lílian, sei que deve estar assustada, mas acredite eu sou mais. – Falou com olhando-a nos olhos, foi quando sem aviso Lílian desmaiou, Tiago, Harry e Nicole correram para acudi-la, colocaram-na na cama de Nicole, quando Tiago chamou a menina.

-Nicole, Allan, seja lá quem for. – Falou sério olhando-a. – Como isso ocorreu?.

-Eu não sei, como eu disse eu fui dormir em minha casa ontem e hoje sou a Nick. – Respondeu encarando

Tiago olhou por um momento demorado, suspirou e disse:

-Vou à casa do Sirius ver como está o corpo dele, talvez seja a Nick lá, e bem isso vai causar um transtorno. – Falou se levantando e seguindo a porta. –

Vocês fiquem aqui, que eu já volto. – Falou saindo.

Parecia que o tempo estava parado, ninguém soltava uma palavra, podia-se ouvir Lílian respirando na cama, foi quando Harry levantou e seguiu até a janela, ficou olhando para fora sem soltar uma palavra, Nicole permaneceu no chão, quando percebeu que o moreno olhava-a.

-Oquê você está olhando. –Resmungou a ruiva.

Harry apenas riu, aquele só podia ser Allan mesmo com sua simpatia de sempre.

-Nada, apenas estava aqui pensando. – Falou olhando-a. – Como o gostoso Allan, se sente no corpo de uma mulher.

-Vai se ferrar. – Resmungou a ruiva.

Isso fez Harry rir mais ainda e a ruiva ficar mais brava, mais alguns muitos minutos se passaram até que ouviu-se passos e muitas vozes subindo a escada, logo entraram no quarto um Allan vermelho, uma Alicia sorridente , uma Lisa chorosa e dois homens, Sirius e Tiago conversando pareciam muito entretidos em suas hipóteses, mas logo pararam.

-Remo logo estará aqui. – Falou Sirius. – Ele irá examinar os dois.

-Talvez ele saiba um jeito de ajuda-los. – Completou um Tiago mais tranqüilo.

-Por que, eu e Sirius não sabemos nada que possa ter causado tal coisa. – Falou um Tiago já quase rindo. – Por que se soubéssemos. – Falou pausado. - Teriamos utilizado isso no Malfoy.

Agora quatro pessoas na sala riam muito alto.

-PAREM JÁ! – Ouvi-se um grito. – PAREM COM ISSO, MEU FILHO ESTÁ...

-Está no corpo de uma mulher. – Completou Harry rindo.

-Já falei para, parar Potter. – Gritou Nicole jogando uma almofada no amigo, que desviou.

-Rá.Rá..Rá, arremessa igual mulher. – Falou rindo mais ainda, quando foi acertado por outra almofada.

-Pare com isso Harry. – Era Allan que gritava agora. – Isso não é engraçado.

-Que isso Nick, ops..Allan. – Falou uma morena. – Isso deve passar logo.- Mas logo caiu na gargalhada.

-Vocês parem com isso. – Era Lílian que agora acordava. – Tiago, e a Nicole?

-Aqui mãe. – Respondeu um rapaz moreno e alto. – Estou aqui. – O rapaz agora chorava

Lílian foi até o rapaz e o abraçou, pedindo para que ele não chorasse que eles iam dar um jeito logo, que ela ia volta a ser a Nick, e o Allan a ser Allan, passos foram ouvidos subindo a escada, e alguns segundos depois apareceram Edward e Remo, ambos entraram no quarto.

-Puta, mais um. – Resmungou Nicole.

-Era verdade, mesmo. – Foi a única coisa a ser dita pelo menino antes de começar a rir.

-Edward, pare por favor. – Pediu o pai do rapaz. – Você, venha comigo. –

Falou apontando para Nicole que o seguiu até o banheiro.
Passaram-se meia hora desde que eles haviam entrado no banheiro, o clima do lado de fora não era dos melhores um silencio sepulcral havia se estabelecido, Tiago e Sirius tinham saído para um chamado do ministerio, a alguns minutos Lílian estava quieta sentada num canto com Allan, Lisa estava ao lado da porta de prontidão, Harry,Alicia e Edward estavam sentados na cama conversando, barulhos na janela assustaram todos, mas era apenas Apolo bicando a janela para entrar, Harry logo abriu a mesma e permitiu que a ave, voa-se para dentro do quarto pousando no ombro de Alicia que acariciava sua cabeça.

-Traidor. – Falou Harry.

-A Harry deixa disso. – Respondeu Alicia. – Ele gosta de mim, ué.

-Igual ao dono. – Completou Edward rindo, logo teve que desviar de uma
almofada.

Edward só não foi mais atacado, pois a porta se abriu e de lá saíram Lupin e Nicole, ele chamou Allan que o seguiu também, passaram-se mais uma meia hora, Sirius e Tiago já estavam de volta e com eles Anna, quando Lupin saiu uma espectativa pairou sobre ele, apenas sinalizou negativamente.

-Não foi usado magia neles. – Falou olhando a todos. – Foi algo natural, sem presença de magias ou poções, é algo...natural - Pausou e continuou. – Que a própria alma escolheu, não sei como, mas não houve força, elas apenas trocaram.

-Como assim natural, isso não é natural. – Reclamou Lílian

-Lílian, não sei como dizer isso mas. – Falou Lupin sério. – Mas as almas dos dois, se “encaixaram” perfeitamente no corpo um do outro.

-E isso quer dizer que...-Lílian imaginava a resposta mas tinha medo.

-Que talvez, nunca mais voltem ao normal. – Um silêncio prevaleceu. – Que só nos resta esperar até que volte ao normal.

Após a sentença de Remo,Lílian e Lisa começaram a chorar, Nicole e Alan cairam sentados no chão sem reação, até Ed,Alicia e Harry que até pouco riam pareciam pertubados, Anna tentava em vão consolar as amigas, Tiago e Sirius pareciam normais mas podia-se ver que estavam , também pertubados, a noticia pegou a todos de surpresa, Tiago deu a idéia de todos descerem para tomar café, pensar em algo de barriga vazia não era bom, além que fome faz mal, eles desceram devagar, foram um-a-um entrando na cozinha onde forma se sentando e Sirius, Tiago e Remo foram preparar o café.Todos a mesa permaneceram em silêncio até que o café foi servido, comeram em silêncio, ao acabarem os meninos e as meninas saíram para os terrenos onde se sentaram na grama e ali ficaram.

-Muito sinistro isso. – Comentou Edward. – Nunca ouvi falar disso.

-É. – Completou Alicia.

-Gente que desanimo. – Tentou Harry. – Isso vai passar.

-Pra você é fácil dizer, irmão. – Respondeu Allan.

-É Harry, você não ta assim. - Completou Nicole.

-Tá, sei que não estou. – Retrucou. – Mas pelo menos poderíamos sair dessa fossa aqui, que tal ir ao centro? – Perguntou convidativo.

-Por mim tudo bem. – Respondeu Alicia.

-Idem, para mim. – Respondeu também Edward. – Mas e os dois?
Allan e Nicole se entre olharam.

-Acho que ao vou. – Respondeu Allan.

-É, nem eu. – Completou Nicole

-Vamos, assim vocês se esquecem disso. – Insistiu Harry.

-Tá Harry, eu vou – Respondeu desistente Allan.

Todos olharam para Nicole.

-Tá,ta,entendi eu vou também – Resmugou. – Saco.

-Nicole, isso não é jeito de uma menina como você falar. – Brincou Alicia. – Olhe os modos.

-Alicia. – Retrucou mal humorada Nicole. – Vai te catar vai.

Todos inclusive Allan, riram.

-Vamos logo, antes que fique mais tarde. - Interferiu Edward. – Aqui as onze e meia.

Nicole seguiu Alicia até a casa dela, enquanto Edward foi a sua e Allan foi com Harry a casa dos Potter, as onze eles encontraram no lugar combinado, de onde partiram à pé para o centro da cidade, eles conversam bastante no caminho, o centro era uma região cheia de gente andando de lá para cá, com cinemas,shoppings,lojas,teatros,boliches e muito mais coisas, a principio eles resolveram seguir ao Shopping, onde passeavam olhando as lojas trouxas.

-Nossa olha só essa roupa que coisa esquisita Nicole. – Falou Alicia apontando a uma vestido roxo, cheio de babados.

-É verdade. – Responde Allan ao lado de Alicia. – Nunca usaria isso.

Era uma cena bizarra de se assistir, Harry e Edward riam, enquanto que Nicole ficava emburada.Mas oque aconteceu a seguir foi a gota para ela.

-Oi ruivinha linda, eu vi que você tava aí sozinha. – Falou uma voz masculina se aproximando.

Nicole olhou para o lado e viu um rapaz se aproximando dela.

-Que tal eu te fazer compania? – Insinuou a ela.
Nicole olhou aquilo sem ação, oque esse doente esta pensando.

-Então ruiva? – Perguntou mais próximo.

-Desculpe, mas eu tenho namorado. – Respondeu com a cara mais meiga que pode.

-Eu disse que tal eu te fazer compania. – Falou mais ríspido segurando o braço dela.

-E, eu disse Não. – Respondeu desafiadora.

-Você não tem escolha. – Falou nervoso.

Mas antes que ela pudesse responder o rapaz havia caído a alguns metros de
distancia, e Allan estava ao lado dela, com o braço estendido.

-Tira a mão da minha namorada. – Falou o moreno abraçando ela.

O rapaz saiu esbravejado, com o nariz sangrando.

-Sempre quis fazer isso. – Disse Allan abraçado a Nicole.

Os dois se encararam, parecia que o mundo havia parado, uma sensação engraçada estava no corpo dos dois, as bocas se aproximavam...

-Hã, hã... – Alguem pigarreou.

-Sei que vocês se amam. – Falou uma voz feminina. – Mas no meio do shopping já é de mais.

Olharem varias pessoas olhavam par eles interessados, algumas senhoras olhavam e diziam “Como é bom ser jovem”, algumas meninas riam, o corredor praticamente parou para olha-los, eles logo se soltaram saíram disparados pelo corredor, com os três amigos no calcanhar.
Eles resolveram seguir a um restaurante comer algum coisa, pois a fome já estava batendo, escolheram um restaurante onde muitos jovens comiam, era barato e a comida era boa, Harry e Nicole pediram o prato super-gigante de carne com arroz e uma Coca-grande, Edward quis o prato normal de macarrão ao alho e um como de suco de uva, Allan e Alicia pegaram o prato pequeno de arroz, frango e salada e um suco de laranja, os pedidos anotados o garçom saiu.

-Allan, porque você pegou esse prato, isso vai me engordar. – Reclamava Allan

-Vai nada, Nick,se eu não comer direito posso desmaiar. – Respondeu Nicole

-Isso vai me engordar isso sim. – Continuou reclamando. – E eu cuidava tão bem do meu corpo.

-Olha quem fala. – Respondeu Nicole. – Fica colocando essa porcaria verde, vai me envenenar com todo esse verde.

-Vou nada, só como coisas saudaveis. – Retrucou Allan.

-Vamos parar. – Falou Edward serio.

Ambos olharam para Edward, mas não retrucaram.

-Esquecendo isso. – Começou Harry sorrindo. – Oque foi aquilo, hein, Nicole que gato aquee menino hein.

Todos da mesa começaram a rir e Nicole começou a ficar vermelha.

-Potter. – Esbravejou ela.

-Mais lindo foi o Allan, abraçando a Nick. – Sorriu Alicia, foi a vez de Allan enrubreçer.

-Não é oque vocês estão pensando. – Retrucou Allan.

-E oque a gente está pensando, Allan? – Perguntou Alicia

-Ahh, vocês sabem. – Desviou Allan. – Esqueçe.

Edward,Harry e Alicia riram, foi quando o garçom chegou com os pratos e os serviu, eles ficaram ali comendo em silêncio, quando acabaram eles saíram do restaurante, eles aproveitaram para tomar um sorvete, Allan não queria que Nicole toma-se, por que ela já havia comido demais, mas percebeu que era inútil, após o sorvete foram a um cinema que tinha dentro do shopping, assistiram a um filme sobre a vida de Merlin, o que para eles foi engraçado a maior parte do tempo, era engraçado ver como os trouxas viam a magia, após o filme decidiram voltar para casa.

-O dia até que foi bom. – Falou Nicole.

-É, foi bom, assim passeamos um pouco. – Completou Alicia

-Não vejo a hora de toar um banho. – Falou Harry, se abanando.

-Somos dois. – Falou Edward

-Eu quero uma cama. – Resmungou Allan coçando olhos.

Eles conversavam animados, caminhando tranqüilos quando foram surpreendidos por dois vultos negros, que logo atacaram, Alicia e Harry que vinham na frente defenderam os primeiro ataques, isso parecia ter enfurecido os vultos que agora atacavam com mais intensidade, tntarm derrubar os dois, porem perceberam que não seria fácil quando foram cercados pelos cinco, os dois tentaram aparatar mas foram impedidos pelo grupo que agora conjurava cordas e os amarrava.

-Mais dois. – Falou Harry rindo.

-Acharam que iriam brincar. – Falou Edward. – Mas viraram brinquedos.

-Temos que leva-los. - Resmungou Allan. – Esses caras dão trabalho.

-Vou chamar os nossos pais, para eles levarem esses dois. – Edward falou desparecendo.

-Oque fazemos agor......- Allan havia começado mas não terminou a fase, um raio vermelho o acertou e cheio nas costas.

-Maldito. – Gritaram Nicole, Harry e Alicia viraram com raiva, um vulto apenas riu alto e desapareceu.

-Nicole...-Os três correram para Allan.

-Ela não tá respirando. – Gritou Nicole abraçada a Allan.

Harry caiu de joelhos, Alicia ajoelhou a seu lado e o abraçou.

-Não me deixa – Gritava Nicole. – Por favor!!!! – Agora ela chorava . – Nick, por favor volta, eu não vou viver sem você!!!!!

Tomado pelo impulso ela o beijou, o tempo parou naquele instantes.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.