FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Guardiã de Thanatus


Fic: Queria poder não te Amar


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Guardiã de Thanatus



"Que jamais cresça em meu peito um coração que confie num juramento ou numa afeição." William Shakespeare

==========================================================

Dor, medo, angústia e esperança


Seus sentidos estavam entorpecidos devido à dor que sentia correr por seu corpo, os remédios que os medibruxos lhe aplicavam não faziam efeito.

Sentia a medo corroendo pelo que aqueles seres que haviam atacado ela e seus amigos poderiam fazer para o mundo e talvez ninguém pudesse impedi-los.

Conseguia sentir a angústia de sua mãe e de seu padrinho, e a sua própria por não conseguir abrir seus olhos e dizer a eles que não morreria, mesmo sem saber se isso era de fato verdade.

Sentiu a inconsciência chegando rápido, mas a suas esperanças se renovarem a se vê novamente naquele jardim em que conversou com Lilian e visualizou sua cabeleira ruiva se aproximando.

Não se preocupe Sophya eu estarei aqui para protegê-la – Falou uma voz infantil no seu ouvido.

Quem e você?Porque você esta dentro da minha cabeça, eu nunca a vi antes – perguntou à jovem Grifinória olhando para bela menina sentada a seu lado vendo Lilian vir em sua direção.

Eu sou sua missão Guardiã e chegou o momento de você despertar seu poder – explicou a garotinha antes de beijar o rosto de Sophya e desaparecer.

*******************************************************************

Ainda se sentia atordoado como as coisas tinham ocorrido naquela noite, mesmo após ter passados horas que havia levando Sophya desacordada em seus braços para a Ala Hospitalar juntamente com Snape, Hagrid e Pomfrey que transportava os outros feridos. Não conseguia esquecer a expressão que viu de dever cumprido no rosto da Grifinória, segundos antes de seu jovem coração para de bater e ele assistir a cópia de Hermione Granger morrer em seus braços.

Mesmo com o socorro rápido que Pomfrey ministrou a garota, fazendo com que a mesma retornasse do mundo dos mortos, não conseguia esquecer aquela sensação de perda que sentiu, quando a enfermeira retirou aquele corpo enregelado de seus braços e colocou em uma maca para que ela pudesse traze a garota de volta.

Fazia quase vinte quatro horas que ele estava no Saint Mungus, durante esse tempo passou por momentos muito difíceis, somente não sabia dizer qual foi o mais difícil se quando viu Hermione chega destruída acompanhada de Malfoy e sua esposa Gina afirmando que o filho deles estava ali por causa dela, ou se quando seu filho, Sirius, Derrick e Sophya começaram a gritar e tiveram uma parada cardíaca ao mesmo tempo.

Inicio de Flash Back

O momento de avisa os seus amigos do que havia acontecido com seus filhos foi o mais difícil, por ter chegado primeiro teve que conversa com os medibruxos e fazer a ficha das crianças, não demorou muito para que os Weasley’s, Remus e Tonks Lupin, e por ultimo Hermione e Draco Malfoy chegarem ao hospital, a única que não tinha chegado ainda era sua esposa Gina Potter.

Contou tudo que ocorreu, mas omitiu o fato de Sophya ser a que inspirava mais cuidados, estava terminado de explica para Remus o que o Medibruxo havia lhe dito, quando uma cabeleira ruiva irrompeu a sala de espera e foi em direção de Hermione que se encontrava sentada entre Malfoy e Tonks com quem conversava.

Sangue ruim maldita foi por causa daquele lixo da sua filha que o meu James está entre a vida e a Morte – Gritou Gina tentando bater na ex-colega de casa.

Olha a Língua Weasley – Avisou Draco enquanto tomava a frente da amiga, que se levantou em salto ao vê sua inimiga – Pense bem no que você vai fazer, porque acredito que seu pai sendo o ministro, e ideal que sua filha saiba que chamar alguém de sangue ruim e passível de Askaban, se for acompanhada de agressão física – Explicou o Sonserino com um sorriso sarcástico – Não que eu me importasse que você fizesse uma visita a os dementadores.

È Potter agora Malfoy – Rebateu a ruiva lançando um olhar de vitorioso sobre Hermione – realmente havia me esquecido que é do perfil da Granger procurar homens para defende-la – Afirmou Gina com escárnio, fazendo que o brilho maquiavélico passasse pelos olhos de Hermione.

Ao contrario de você Potter – Iniciou a morena com um sorriso digno de uma Malfoy – as pessoas me protegem porque gostam de mim, não por interesse ou por pena – afirmou Hermione se aproximando bem da ruiva, fazendo com que todos na sala segurassem as respirações – Pena que o homem que você mais quer, nunca deixou de ser meu, Mas pode continua com ele, não gosto de resto dos outros – Finalizou a mãe de Sophya olhando para Harry que juntamente com Draco havia sidos os únicos que tinham conseguido compreender a mulher.

ORA SUA VAGABUNDA – Gritou Gina voando em direção a Hermione que ficou parada onde estava, esperando o ataque da ruiva, no entanto esse não veio porque Ronny Weasley segurou a irmã.

Gina você enlouqueceu? Como e que tendo seu filho lutando pela vida, você fica procurando briga com a Hermione, que não fez nada a você – Indagou o Ruivo enquanto a mulher de Harry se debatia.

MAS E POR CAUSA DA FILHA DESSA MALDITA, QUE MEU JAMES ESTA NESSE HOSPITAL – Grunhiu a ruiva tentado se solta do irmão

Gina por Merlin cale a boca, você não sabe o que esta falando – Pediu Harry – primeiro a Sophya esta bem pior que nosso filho por tentar protegê-lo e segundo se você se preocupasse tanto com ele como afirma,teria chegado aqui há mais tempo e estaria querendo saber de sua saúde e não brigando com as pessoas – finalizou o moreno encarando a esposa friamente.

Você continua protegendo ela Harry – Perguntou a ruiva possessa – o que essa mulher tem que todos os homens caem a seus pés?

Gina minha filha, por Merlin deixe de ser tão ciumenta, a Hermione nunca fez nada contra você – pediu a Srª Weasley levando a filha com ela.

Mione me desculpe, não sei por que a Gina fez isso – Pediu o moreno encarando a mulher que ainda habitava seu coração e tentando controlar os ciúmes que o corroia ao vê-la abraçada ao ex Sonserino.

Já esperava algo do tipo vindo de sua esposa Potter, não necessito de suas desculpas e irei pedir novamente, não me chame por apelidos, não somos mais amigos a esse ponto – Pediu a morena de afastando em direção a Tonks que continuava sentada no sofá juntamente com Eleanor Longbottom mãe de Amber.

Harry já se encaminhava em direção de Hermione, quando o medibruxo que estava atendendo as crianças reapareceu na sala de espera,segundo ele os mesmos estavam estáveis, Amber já havia acordado e passava bem só possuía algumas escoriações e um braço quebrado, as demais estavam em coma induzido devido a os ferimentos que havia sofrido, no entanto a situação de Sophya era mais delicada, ela tinha recebido uma carga muito grande de feitiços e seu corpo estava rejeitando qualquer tipo de poção, devido a essa sobrecarga, o moreno se surpreendeu com o olhar de pânico que viu Hermione troca com Malfoy.

O medibruxo permitiu a entrada de um dos pais no quarto e como Gina ainda não tinha retornado com a senhora Weasley, ele entrou na Ala isolada de enfermaria que tinha sido disponibilizada para as crianças que estavam separadas uma das outras por um tipo de biombo de vidro, ao vê se único filho rodeado de medidores de sinais, e respirando com auxilio de um tipo de balão de oxigênio bem parecido com os utilizados pelos trouxas, sentiu o pânico invadi-lo, pois naquele momento tinha se dado conta de quão tão próximo teve de perde a pessoa mais importante de sua vida e junto com esse pânico um sentimento de gratidão pela garota que via através daquele vidro, que mesmo não tendo idade e poder suficiente nem mesmo para se defender sozinha, quase havia sacrificado a vida para salva a do irmão e dos amigos.

Contundo seu momento de paz acabou, quando viu os objetos que estavam em volta de James começarem a flutuar assim como o mesmo, segundos depois o filho abriu os olhos e este foi deixando de ser azul esverdeado, para verde escuro e por fim negro, mas não foi somente a Iris que ficou negra toda extensão dos olhos ganharam essa cor bizarra que lembrava o olhar que era atribuído a os demônios em seguida lagrimas começaram a rolar do rosto do menino. Acompanhadas de gritos que ele percebeu que vinha também dos outros quartos.

Todo o Saint Mungus começou a tremer após isso, Harry percebia o pânico que se instalava no hospital e não conseguia compreender de onde via isso, derrepente uma nevoa tomou conta da Ala e foi como se o tempo tivesse parado, pois todos os gritos pararam de ser escutados por ele e seus olhos observaram uma garota de cabelos encaracolados loiros, olhos azuis metálicos que trazia um tipo de cão pela coleira e usava um vestido negro e um colar vermelho sangue em formato de uma foice deitada no pescoço que contrastava com sua pele muito branca, a mesma olhou pra Harry e lhe sorriu e se encaminhou para a cama de Sophya, chegou próximo ao ouvido da garota falou algo e desapareceu e o tempo voltou a correr, pois escutou o grito de Hermione ao vê que o aparelho que media os batimentos do coração de Sophya e Sirius mostrar uma linha continua e sua surpresa foi maior quando viu que o de James estava da mesma forma.
Fim de Flash Back


A última coisa da qual o moreno se recordava, antes de ser levado para a sala de espera, foi uma estanha luz negra encobrindo o filho e repelindo qualquer pessoa que tentasse se aproximar.

**********************************************************************
Na Floresta Branca no país de Alfheim, sobre o domínio de Freyr, ocorria uma reunião muito peculiar, já havia mais de trinta anos que uma convocação como aquela não ocorria, naquela Floresta que abrigava família real do mundo Élfico, estavam reunidos os representantes das criaturas que lutavam pelo equilíbrio do mundo mágico, Ninfas, Elfos, Centauros, Faunos, ou seja, a maioria das divindades ligadas natureza.

Irmãos do mundo mágico e chegado o momento, a sacerdotisa do Averno despertou - afirmou Camila a rainha dos Elfos brancos.

Como isso ocorreu Camila? Lilian tinha sido a última, tudo levava a crer que o poder morreria com ela – Indagou Sila a princesa das Ninfas

Não podemos ir contra os desígnios da magia Sila, também acreditava que com a morte de Lilian esse poder estaria esquecido, lei do engano, mas agora devemos tomar decisões rápidas, a nova sacerdotisa não tem idade suficiente para lidar com o poder que lhe foi concebido – afirmou a Elfa

Então porque devemos nos preocupar com ela agora, afinal se ela não pode lidar com os poderes, não ira usá-los – fala Árion um dos filhos de Netuno.

Porque meu caro Árion ao contrario do que você pensa ela corre perigo – respondeu de forma seria Argos o rei dos Centauros – Os céus estão prevendo grandes transformações e todas estão ligadas a vida de uma garota muito jovem ainda – finalizou o centauro contemplando as estrelas.

Então devemos trazê-la para nosso país alteza dessa forma ela poderá treinar seus poderes – afirmou Orion olhando para Camila.

Não será tão fácil meu caro Orion a historia dela e ligada de forma irremediável a do mundo bruxo,dessa forma agora ela não poderá fugir do que lhe espera ,temos que tomar outra decisão – Afirmou Ácis sacerdote de Apolo e do oráculo de Delfos.

Acredito que tenha a solução minha mãe? – afirmou Atalanta a princesa dos Elfos

Pois então fale princesa, pois o tempo corre muito rápido e a cada segundo a vida da garota corre perigo – declarou Argos deixando todos preocupados

Já que a sacerdotisa não pode se ausenta de seu mundo e precisa ser preparada para a batalha que esta prestes a acontecer, proponho que eu vá ate a Inglaterra e procure a garota e a treine.

Mas você não pode ir sozinha Princesa – afirmou Árion – afinal a viajem daqui ate o mundo dos bruxos ingleses e muito perigosa e cheia de ardil

Não se preocupe mestre Árion, eu irei com Atalanta dessa forma se algo acontecer com algum de nos o outro conseguira chegar a salvo – Afirmou Arthos o elfo mais poderoso, afinal ele possuía sangue tanto de elfos brancos quantos negros e guardava as melhores qualidades das duas espécies

Então ao nascer dessa manhã, Atalanta e Arthos irão atrás da sacerdotisa e a missão maior de vocês e protegê-la e dessa forma todo o mundo mágico – Declarou Camila mesmo temendo pela vida de sua filha.

**********************************************************************

Horas tinham se passado e Hermione assim como Draco, Tonks, Remus e Harry esperavam noticias de seus filhos, pois depois daquele recaída eles não haviam recebido nenhuma informação, foi surpreendida pelo aparecimento no meio da sala de espera do hospital bruxo de uma jovem de cabelos loiros mais claros do que o de Draco, o mesmo passava de sua cintura, olhos azuis quase brancos, em suas costas trazia um arco, era uma visão tão etérea que ninguém teve duvidas de se tratar de uma Elfa, já o rapaz que acompanhava a garota não dava sinais de pertence à mesma raça que ela, cabelos tão negros que brilhavam quando a luz caia sobre eles, olhos também azuis, mas esses beiravam a os negros, forte com o corpo definido fato que se percebia pela camisa de manga comprida justa que ele vestia e um tipo de calça jeans. Ele passaria por trouxa sem nenhum tipo de dificuldade, a única coisa que denunciava sua descendência mágica era a forma mais pontiaguda de suas orelhas, que eram encobertas pelos cabelos.

Quem são vocês e o que querem aqui? – a morena viu Harry gritar e aponta a varinha para os recém chegados e pode vê um sorriso muito parecido com o de Draco nos lábios do rapaz que tomou a frente da Elfa.

Não sabia que os bruxos recepcionavam as pessoas que vinham ajudá-los dessa forma – Troçou o rapaz – Mas posso te dizer algo bruxo e melhor você baixa essa vareta de pau se não quiser perde o seu braço juntamente com ela.

Arthos por Circe não piore as coisas, nos desculpem a forma como aparecemos no meio de vocês – Pediu a Elfa, sorrindo para Hermione que sem saber bem o porquê retribui o sorriso – meu nome e Atalanta e esse Arthos, nos somos representantes dos Elfos brancos e viemos em busca da sacerdotisa – Finalizou olhando para Harry que baixava a varinha.

Acredito que você tenha se perdido no caminho Atalanta, esse aqui e o hospital bruxo e não tem nenhuma sacerdotisa internada aqui- Afirmou Harry exasperado com a risada que veio rapaz que ate momentos atrás estava sobre a mira de sua varinha.

Não acredito que você seja filho da Lily garoto, com toda a certeza você não puxou a inteligência dela, mas como você e a copia do Potter e capaz da burrice vim daquele grifinório arrogante – Falou Arthos sorrindo de lado e Hermione viu como Remus se surpreendeu em ouvir aquilo – estamos procurando uma garota de cerca de doze anos, que tenha sido “Beijada por Thanatus” recentemente, acho que você já entendeu não foi Lupino? – Afirmou o Elfo olhando para o lobisomem

Dá para vocês serem mais específicos, se eu não me engano Thanatus e uma denominação dada principalmente pelos gregos a o Anjo da morte – Iniciou Lupin a explicação – segundo eles esse anjo tem a figura de uma bela criança vestida de negro, essa imagem ajuda a os que são beijados pela morte não tenham medo dela, mas todos sabem que aqueles beijados por Thanatus não retornam do mundo dos mortos – Finalizou o professor.

Em partes o senhor tem razão professor Lupin, mas existem sim aqueles que são beijados pela criança eterna e sobrevivem, mas não devemos tratar desse assunto aqui o local não e seguro e nós precisamos achar a garota – Afirmou Atalanta já indo em direção a enfermaria sentia que a energia da garota vinha de lá.

Eu sei quem e essa garota Atalanta – Iniciou o moreno que só agora havia conseguido volta a falar – essa Thanatus possui uma cola em forma de foice não é? – Perguntou Harry Potter se lembrado da estranha garota que viu ao lado de Sophya.

Sim ela possui o símbolo do ceifador no pescoço, então você a viu filho de Lilian Evans, e como eu imaginei a garota e descendente da última sacerdotisa – Afirmou a princesa e alguns instantes todos prenderam sua respiração.

O que você esta querendo dizer com isso Atalanta – Perguntou Arthos, afinal ele sabia que Potter só tinha um filho.

Posso responder todas as perguntas que vocês me fizerem, mas esse hospital não e um local seguro para essa conversa – Declarou à jovem – será que podemos conversam em Hogwarts.

Não podemos sair daqui, se esse local não e seguro para se ter uma mera conversa, quanto mais para proteger meus afilhados e as outras crianças – Declarou Draco olhando pra amiga que concordou com um aceno de cabeça.

Podemos resolver isso senhor Malfoy – Afirmou Arthos sorrindo – Eu ficarei para proteger tanto a sacerdotisa quanto as outras crianças, posso garantir que ninguém passara por mim, enquanto isso vocês vão para a escola de magia.

Não sei por que confio em você garoto – retrucou de forma ríspida Draco – mas gostaria de saber como você conhece todos nos? – Indagou o loiro com curiosidade.

Apesar de você ser um ótimo Oclumente Draco, existe coisas que você não consegue esconder de todos, principalmente de seres como eu, vão em paz – Mandou Arthos agora serio – sua princesa Sonserina e seu afilhado estarão protegidos.

**********************************************************************

Então vocês deixaram a garota escapar – Indagou um espectro furioso

Mestres não tinham como trazê-la, afinal a sangue ruim de alguma forma tomou o corpo da garota e a protegeu de nossos feitiços – Declarou Belatrix encarando os olhos vermelhos do espetro, os demais estavam com o rosto deitado no chão com medo – mas segundo nossa fonte no Saint Mungus a garota esta entre a vida e a morte, o que significa que não ira demorar muito pra que Thanatus a visite, somente depois nos poderemos raptá-la e trazer o senhor de volta – Finalizou a comensal

Espero que isso ocorra logo Bela – Afirmou a sombra – o alinhamento dos planetas esta se aproximando e se não tivemos essa maldita sacerdotisa, não poderei volta e ainda corro o risco de perde a minha alma para sempre.

Isso não ira ocorrer mestre – afirmou Belatrix – quando tiver certeza que ela recebeu a marca da sua iniciação a trarei ao senhor.

Harry Potter não sabe o que o espera, terei minha vingança e todos que ele ama ou um dia amou irão pagar muito caro por isso – afirmou o espectro gargalhando fazendo com que todos os comensais reunidos sentissem um frio de pavor passa por suas espinhas.

**********************************************************************

Acredito que aqui podemos conversa com a privacidade que você queria Atalanta – afirmou Harry sentado na mesa de diretor, já que Minerva ainda não havia retornado.

Sim filho de Lily, aqui e um local excelente para a conversa que teremos, porque o que será revelado aqui pode trazer a salvação ou a destruição de todo mundo mágico – declarou a princesa Elfa.

Atalanta isso tudo tem haver com os poderes tão especiais que a Lilian possuía não e verdade – perguntou o quadro do diretor Alvo Dumbledore.

Sim professor, ao contrario do que todos de meu povo acreditavam o poder da sacerdotisa do Averno, não morreu com a Lilian e por isso o equilíbrio de todo mundo mágico corre perigo- respondeu à jovem olhando para todos que estava ali e detendo seu olhar em Hermione e esta pode lê algo com um pedido de desculpa que ela não entendeu naquele momento.

Vocês poderiam-me dizer ate onde sabem sobre o Averno? – Indagou a Elfa

Ao contrario da primeira vez, foi à própria Hermione que respondeu a essa pergunta – a Lenda que eu conheço que trata sobre a historia do averno e esta:

Há séculos atrás após a chegada de Perséfone ser levada por Hades ao Tártaro, sua mãe Ceres a deusa da fertilidade revoltou-se por causa do rapto de sua única filha, começou a deixar todas as terras inférteis e matar todos os animais que nela viviam, mas ninguém tinha a coragem necessária de conta a essa infortunada mãe quem era o rapto de sua filha, já que todos temiam o deus do mundo inferior.

Foi depois de muito vaga e chegar às margens do rio Cíano, onde o maldoso Deus havia feito uma fenda na terra e levado a jovem que ela veio, a saber, o destino de sua amada filha, foi à antiga Ninfa Aretusa que lhe contou a história:

Não culpes a terra, deusa – Exclamou. – Ela se abriu de má vontade para dar passagem a tua filha. Posso contar-te qual foi seu destino, pois a vi. Esta não e minha terra natal; venho de Elis. Era uma ninfa dos bosques e comprazia-me a caça. Exaltavam minha beleza, mas eu não cuidava disso, e antes me vangloriava de minhas proezas venatórias. Certo dia, estava voltado do bosque, quando vi um regato que corria sem ruído. Aproximei-me, toquei a água com o pé. Entrei ate ficar com água pelo joelho, não satisfeita tirei minhas vestes e entrei no rio. Enquanto lá estava, ouvi um murmúrio indistinto, vindo do fundo do rio, e apressei-me em fugir para a margem próxima

Por que foges, Aretusa – disse a voz – Sou Alfeu, o deus deste rio.

Corri por muito tempo, e ele continuava a me perseguir, ate que já quase sem forças pedi ajuda de Diana:

Ajuda-me Deusa!Ajuda tua devota!

Tornei-me uma fonte, mas ainda sobre essa forma Alfeu me reconheceu-me e tentou misturar sua corrente com a minha. Diana abriu o solo e eu, tentando escapar a perseguição, mergulhei na caverna e, através da entranhas da terra, vi sua Perséfone a triste, mas já não refletia susto em sua fisionomia. Seu aspecto era o deu uma rainha: a rainha do Érebo; a poderosa monarca do reino dos mortos.

Depois disso Ceres, foi pedir ajuda a Zeus, mas este disse a jovem não tivesse provado nada do mundo dos mortos poderia retorna para sua mãe, no entanto Hades foi esperto e deu uma Romã a Perséfone e a mesma provou algumas poucas sementes, devido a isso Zeus fez um trato com Ceres e seu irmão, metade do ano Perséfone fica com a mãe e a outra com o marido no mundo dos mortos, a época que a rainha do averno permanece nesse mundo ficou conhecida como Primavera e Verão e quando ela esta com Hades Outono e Inverno. Perséfone em agradecimento a antiga Ninfa Aretusa que ajudou sua mãe a encontrá-la, fez com que ela retornasse a sua antiga forma e deu-lhe o cargo de sacerdotisa do Averno. Ela seria a responsável por guardar a passagem que Perséfone usava para chegar ao mundo dos vivos.


Não me surpreende que você ache que isso tudo e uma lenda Hermione, afinal de conta os seres do mundo mágico fizeram questão que todos pesassem dessa forma certo Princesa Atalanta – Afirmou o quadro de Alvo Dumbledore – Mas a historia esta incompleta, termine de conta minha cara Elfa – Pediu o ex diretor.

A historia continua, pois Aretusa foi à primeira sacerdotisa, após ela vieram outras e essa incumbência tornou-se um legado de família, primeiro somente Ninfas poderiam ser guardiãs, mas com o passar dos séculos em que os seres mágicos deveriam esconder cada vez mais sua existência dos seres humanos, foi escolhida uma bruxa que possuísse uma ligação sanguínea com a primeira sacerdotisa, e foi assim que o Averno se tornou responsabilidade dos bruxos – Declarou à jovem olhando pela janela a floresta proibida – Mas após a queda do Império Romano do Ocidente a situação se tornou muito difícil, porque alguns bruxos com sede de poder se aliaram com os religiosos trouxas, sem que estes soubessem quem eles eram e começaram a perseguir essa mulheres,com a desculpa de esta perseguido seguidores do demônio, mas a verdade é que eles queriam descobrir e dominar a linhagem das sacerdotisa e usá-las para seus próprios interesses , durante séculos inocentes morreram, mas alguma bruxas ligada a essa proteção também pereceram, ate que por volta do século XII a ultima grande guardiã caiu e todo mundo mágico acreditou que o poder havia se perdido, já que Rowena Raveclaw não possuía nenhum descendente, e toda essa historia se tornou mais uma lenda do mundo da magia.

Contudo o que ninguém sabia e que Rowena, havia tido uma filha, mas para protegê-la havia selado seus poderes, a criança ao ter seus poderes selados pode viver entre os trouxas sem nenhum problema, segundo os Elfos mais antigos, antes de tomar essa decisão Rowena recebeu a visita de uma Sibila que profetizou, “Durante muitos séculos o poder do Averno ficara adormecido, enquanto o mundo dos trouxas e dos bruxos se torna próximo, mas quando o descendente daquele ao qual seu coração sempre esteve preso retorna, o sangue de bruxo que corre nas veias de sua filha despertara, não será a primeira que irá conseguir vencê-lo, mas a filha de seu filho” e tão qual a Sibila profetizou quando Tom Marvolo Riddle tentou tomar o mundo bruxo, a sacerdotisa do Averno retornou, acho que todos sabem quem era a maior inimiga do que se intitula Lord Voldemort- Indagou Atalanta olhando em direção a Harry.

Lilian Evans – Falou Draco, já que o Potter havia perdido o dom da fala.

Mas o que não consigo compreender e por que a sacerdotisa e alguém tão importante para o equilíbrio do mundo bruxo, afinal ela somente toma conta da entrada do mundo dos mortos, não e mesmo – Indagou o professor de DCAT.

Pensei que ninguém iria me perguntar isso – declarou a Princesa dando um sorriso que não demonstrava qualquer tipo de alegria – Nisso reside o problema, a guardiã não somente guarda a entrada do Averno, mas domina dois de seus principais moradores, Thanatus e Cérbero são controlados por ela, já que e por aquele mesmo local que os espíritos entram no mundo dos mortos.

PERAI, você esta dizendo que uma mera bruxa, tem o poder de controlar o Anjo da Morte e o guardião da entrada do Hades –Gritou Draco se exaltando – E que ninguém fez nada para proteger essa bruxa, que pode levar nosso mundo a destruição?

Não sabíamos que Lilian tinha deixando uma descendente Draco, porque ate onde constava ela só possuía um neto, que não poderia tomar seu lugar como guardião, já que era um homem, no entanto creio que existem fatos que não sabemos afinal a sucessora de Lily, tem de pertencer a sua família e como o Harry mesmo falou, ela já foi beijada por Thanatus o que confirma essa ligação – Explicou Atalanta deixando Malfoy extremamente assustado – será que agora você poderia me dizer quem é a garota que eu devo treinar Harry, pois não irá demorar para que ela desperte e eu preciso esta próxima quando isso ocorre – Pediu a princesa encarando Harry Potter que parecia esta passeando por outro mundo bem longe daquela sala.

Vamos Harry, você precisa nos dizer quem é essa garota – reforçou Remus

Sophya – falou tão baixo que somente Atalanta ouviu – eu estava com James quando percebi o tempo para e uma bela garotinha loira aparecer no corredor da enfermaria, ela sorriu pra mim e se encaminhou para a cama da Sophya, foi a Sisi que ela beijou antes de desaparecer – Gritou Harry dessa vez, para que ele mesmo ouvisse aquilo que ate agora não parecia ser verdade.

Mas Harry, não poder ser a Sophya, afinal ela e filha da Mione com o...... – derrepente Remus parou de falar e se virou bruscamente para Hermione – Quem e o pai da Sophya e do Sirius Hermione – Perguntou o professor de DCAT e viu o sangue sumir do rosto de sua ex-aluna.

Não interessa de quem minha afilhada e filha Lupin. O que interessa e que ela não pode ser essa sacerdotisa por que a Sisi não possui um nível de magia tão alto – Respondeu Draco se colocando a Frente de Hermione – A Sisi quase morreu ao nascer por sua debilidade a seus poderes mágicos – finalizou o loiro abraçando a mulher que amava enquanto essa se recostava em seu ombro.

Hermione a Sophya e minha filha – Perguntou Harry ignorando o que Draco havia dito – Vamos me diga o Sirius e a Sophya são meus filhos não são – Gritou Harry fazendo com que alguns objetos a seu redor flutuassem – Me responda Granger.

Acho melhor sairmos, essa conversa tem que ser entre eles dois – Sugeriu Atalanta, pois já sabia que ao conta a história, Hermione teria que revelar seu maior segredo.

Eu não vou deixar a Hermi aqui sozinha com esse maluco – Declarou Draco Veementemente.

Por favor, Draco, me deixe conversar com o Potter – Pediu Hermione se soltando do amigo.

Mas Hermi... – falava Malfoy mais foi impedido pelo olhar da amiga – Tudo bem eu espero lá fora, mas qualquer coisa me grita e você Potter não ouse machuca a Hermis – Declarou Malfoy saindo da sala juntamente com Atalanta e Remus.

Agora somos somente eu e você Hermione – afirmou Harry – agora eu exijo que você me diga eu sou o pai da Sophya e do Sirius

Sim e não Potter – respondeu a Morena com a voz carregada de rancor – sim você e o pai biológico dos meus filhos infelizmente – declarou com uma careta – e não você não e o pai deles de fato, já que eles foram criados e educados pelo Draco, a quem com toda a certeza você sabe eles consideram como pai, principalmente a Sisi – Finalizou com um brilho de vingança no olhar, pois sabia através de Sirius que Harry se sentia muito mal pelo ódio declarado de Sophya por ele.

COMO VOCÊ PODE FAZER ISSO COMIGO HERMIONE - gritou o moreno indo em direção da ex-melhor amiga – graças a você não pude vê meus filhos crescerem

Graças a mim? Tem certeza Potter – Indagou à morena levantando uma sobrancelha de forma indagadora – hum acho que não fui eu que dois meses depois de a suposta pessoa que amava ir embora, estava recebendo no Altar a filha do ministro da Magia, foi Potter.

A Gina estava grávida Hermione, ela tinha engravidado de mim após uma noite em que nos bebemos demais e acabamos na minha cama – explicou Harry e se surpreendeu ao perceber o brilho de rancor nos olhos chocolates.

Não quero saber dos detalhes de sua vida intima Potter, só pretendo avisá-lo, não ouse contar a meus filhos que corre sangue Potter em suas veias, eles foram e sempre continuarão sendo somente Granger – Afirmou Hermione encarando o homem a sua frente.

ELES SÃO MEUS FILHOS TAMBÉM- gritou o moreno pegando Hermione pelo os ombros e a puxando pra sim - ELES TEM O DIREITO DE SABER QUEM E O PAI DELES.

Ouse falar para eles Potter e eu sumirei no mundo novamente e dessa vez nunca mais você vai me vê – Afirmou Hermione tentando se solta do moreno.

Tente me afasta de meus filhos de novo Hermione e eu te acho ate no inferno se for preciso, eles são Potter’s você querendo ou não e pode ter certeza que eles saberão disso – afirmou Harry de forma fria.

A Sophya te odeia Potter, como você acha que ela ira reagir quando souber que você e o pai dela – perguntou a inominável com um sorriso cruel bailando em seu rosto ao vê o olhar desolado que Harry Potter lhe lançou.

Saberei ganhar a admiração da minha filha Hermione – declarou Harry

Talvez você não consiga nem mesmo falar com eles depois que eu contar o porquê de eu ter indo embora Harry Potter, o Sirius pode te adora, mas para ele eu sempre estarei em primeiro lugar – Rebateu a morena fazendo com que o Auror soltasse seu braço.

Você não seria capaz de fazer isso Mione, dessa forma você só magoaria nossos filhos - afirmou Harry e sorriu ao vê a mulher a sua frente treme.

Tudo bem Potter, você poderá dizer a Sophya e ao Sirius que é seu pai biológico, mas somente quando eu achar conveniente, meus filhos passaram por muitas coisas nas ultimas semanas, e ainda tem essa maldita historia de Guardiã, quero que eles descansem antes de saber das novidades – afirmou com escárnio à morena.

Ok Hermione, será do seu jeito, mas já que estamos recordando o passado. Posso saber por que você foi embora daquele modo – Indagou Harry puxando novamente a mulher para seus braços – não me deixou uma carta si quer, o que aconteceu? Afinal você sempre disse que me amava – Finalizou olhando dentro dos olhos dela.

Pela primeira ele viu a expressão da mulher a sua frente se modifica se antes era carregada da mais pura ironia a de agora transparecia um sentimento de ódio?

Você disse certo Potter eu um dia disse que te amava, pois realmente sentia isso por você – respondeu a morena encarando os olhos esmeraldas que um dia foram a razão da sua vida

Não venha me dizer Hermione, que não senti mais nada por mim – Indagou Harry com ironia – sentimentos não podem ser mudados dessa forma Mione.

Você tem razão em parte Potter, sentimentos não desaparecem– Afirmou Hermione, provocando um sorriso no homem que a encarava - Mas com toda a certeza podem ser mudados. È ódio e simplesmente o único sentimento que você me inspirar nos últimos doze anos – Afirmou a mulher se encaminhado para a porta – e não se esqueça você pode ter sido o homem que gerou meus filhos, mas o Draco e o pai que eles sempre tiveram e continuarão tendo se depender de mim – finalizou saindo da sala e caminhando em direção ao amigo.

Vamos Draco, minha conversa com o Potter já esta acabada – falou a morena saindo em direção aos jardins que levavam a os portões da escola.

Hermione – alguém chamou e a mulher e virou – me desculpe por fazer com que você revelasse seu segredo – Pediu a princesa Elfa.

Você não tem porque se desculpa Atalanta, se não fosse por você minha filha continuaria correndo perigo, eu jamais imaginaria o porquê, Obrigada por vir, estarei te esperando no Saint Mungus.

**********************************************************************
Eu não consigo entender porque toda a vez que me atacam tenho que acordar com essa dor de cabeça por Morgana, só espero que dessa vez ao abrir meus olhos eles não estejam vermelhos já que eles tem tendência de mudarem de cor depois que eu sofro algum acidente– reclamou Sophya que havia despertado há poucos instantes

Pela primeira vez desde que cheguei aqui, vejo alguém interessante – declarou uma voz desconhecida a seu lado, fazendo com a garota olhasse em sua direção.

Não se preocupe guardiã seus olhos continuam da cor do símbolo da casa de Salazar – declarou o homem que ela via a seu lado – mas porque eu não vejo medo em seus olhos minha cara, afinal você acordou com um estranho a seu lado.

Eu tenho medo de poucas coisas Arthos – respondeu Sophya sorrindo do susto que o Elfo tomou ao ser chamado pelo nome – e você não e uma delas, sabia que virias só que não imaginei que tão rápido.

Então você e mesmo a garota certa Sophya – confirmou o Elfo – será um prazer ensinar o que sei a alguém como você.

Não tenha tanta certeza disso meu caro Elfo, as pessoas sempre dizem que devido a meu humor tão negro, sou alguém difícil de treinar – Declarou a garota se recostando na almofada da cama para ficar no mesmo nível dos olhos de Arthos

Poderia ser minha cara Grifinória se você não fosse, tão parecida comigo – Declarou o Elfo sorrindo enquanto pensava “ Você pequena guardiã e tão bela quanto a Lilia, mas com toda a certeza sua personalidade e quase completamente daquele grifinorio arrogante do seu avó Potter”

Gente eu sei que já tem uma galera querendo me lança milhões de Crucios, mas tenham pena dessa autora, pré vestibulanda e trabalhadora kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Falando serio estava mesmo sem tempo de atualizar já que esses últimos meses foram muito corridos, mas graças a Merlin estou de férias, ou seja, na primeira quinzena de janeiro outro capitulo a fic esta s encaminhando para a reta final, mas já tenho uma idéia para a segunda fase depende de vocês!

Kissu espero que o capitulo tenha ficado bom
Feliz 2009 atrasado!!
Sayonara

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.