FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. A Proposta


Fic: A Poção Polissuco


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Ele caminhou pela Alameda Tranco de Pedra até encontrar uma casa aparentemente trouxa e parecida com as da rua de Hermione.
-Nª408, é aqui.
Ele se aproximou da porta e bateu 3 vezes, alguém espiou pela janela rapidamente enquanto uma garota de fortes cabelos cor chiclete abriu a porta.
-O que este loiro azedo esta fazendo aqui? – Disse Tonks surpresa puxando a varinha.
-Ninfadora!! Saia já da porta, disse uma mulher mal arrumada.
Ela puxou Draco com um solavanco para dentro de casa, fazendo com que Tonks fosse obrigada a sair da frente.
-Mas .. – Falaram Tonks e Draco em uníssono
-Oh deixe-me olhar para você! – Disse a mulher seriamente – Eu estava a sua espera, demorou muito mais do que eu imaginei, ela me disse que você ia demorar, mas eu não acreditei.
Por um momento Draco pensou estar diante de sua já conhecida tia Bellatriz, mas quando se aproximou percebeu que a mulher tinha uma aparência amável.
- Eu sou a sua tia, Andrômeda, e está é sua prima, Ninfadora.
-Mãe será que você nunca vai me chamar de Tonks?!O que esse loiro faz aqui? – Disse Tonks irritada
-Ninfadora olhe os modos, ele é o seu primo.
-E Bellatriz é minha tia e matou o meu TIO! – Disse Tonks furiosamente e saiu do cômodo deixando-os dois a sós.
Andrômeda parecia que ia chorar desconsoladamente por um momento, mas ela se segurou.
-Eu sei que você é diferente Draco
-Como você pode ter tanta certeza? – Disse com desdém
-Sua mãe me falava tudo sobre você, eu te conheço melhor do que você pensa.
-Mas você e minha mãe não se falavam há anos...
-Isso é o que você pensa.
-Venha nós temos muito para conversar.
Disse ela fazendo sinal para que ele fosse até a sala que era incrivelmente organizada.
-Desculpe-me, você esta com fome?
-Não, eu comi no Nôitibus.
-Draco você não pode mais andar de Nôitibus é muito arriscado, eu já sei tudo que aconteceu.Dumbledore me mandou uma carta, mas nem precisava, quando soube da morte de minha irmã percebi que o que nós temíamos finalmente havia se concretizado.
-Eu não estou entendendo desde quando você tem contato com a minha mãe?
-É melhor você perguntar por quanto tempo eu não tive.. Por que nos éramos como mão e varinha.
-Ela nunca mencionou o seu nome. – Disse ele friamente
-Nem podia, eu mandava-lhe cartas fingindo ser Bellatriz, ia até sua casa sob efeito da poção polissuco.Já fui todas as damas da sociedade que você possa ter visto na mansão Malfoy.
-O que mais minha mãe me escondeu por todo esse tempo?
-Draco cada coisa ao seu tempo, ela pediu para que lhe entrega-se isso – Disse ela entregando uma caixa que acabara de se materializar em suas mãos.
-Ah ótimo, outra caixa.
Ele abriu e encontrou muitos galeões e um anel com uma serpente verde.
-Coloque o anel ele é mágico
-O que ele tem de especial? Perguntou analisando o anel
-Ele te dará proteção e outras coisas que você irá descobrir com o tempo.
Draco Malfoy gostava de enigmas, sempre tinha tudo na mão e isso às vezes fazia com que tudo perde-se a graça.
-Amanhã nós iremos ao Beco Diagonal, acho melhor você se transformar na minha Tonks, eu sinto informar mas Lúcius já denunciou sua traição a Voldemorte e o ministério também o procura.
-E minha mãe?
-Como assim Draco, você sabe o que aconteceu com ela. – Disse Andrômeda com sofrimento
-E minha mãe, ninguém fez nada para saber quem a matou??Não me diga que eles acham que fui eu.POR QUE SE ELES ACHAM ISSO... – Draco de repente perderá completamente o controle
-Se acalme. Eles quem?Ninguém acha isso Draco.
-E como o caso está sucedendo?Eu não vi nada no Profeta sobre o assunto.
-Eles pensam que foi roubo.
-COMO É QUE É? ISSO É UM ABSURDO!!!
-PARA DE GRITAR GAROTO!!!! –Gritou Tonks que acabara de entrar na sala
-E ele não vai a lugar NENHUM no meu corpo.
Draco Bufou.
-Lúcius deu um depoimento dizendo que a casa foi invadida e que o invasor havia enfeitiçado você, sua mãe ao tentar impedir foi morta, e seu pai quando chegou viu a cena toda, mas antes que puxa-se a varinha fora petrificado, o ladrão seqüestrou você e por isso você esta desaparecido.o Malfoy pediu sigilo, disse que temia que o seqüestrador se sentir-se pressionado e te mata-se. – disse Tonks de uma vez
-Ele ainda sai como HEROI?? – Disse Draco levantando-se abruptamente enquanto Andrômeda fez sinal para que sentasse
-Aposto que ele esta bancando o pai desamparado no ministério, colocando todo mundo atrás de mim. E deve ter pago caro para que a noticia não vazar-se
-Até que ele não é burro – disse Tonks
Draco lançou um olhar petrificante a garota, que se calou momentaneamente.
-Típico do Lúcius Malfoy. Ele é tão previsível. – Disse Draco ignorando o comentário da garota.
-Pois é, você entendeu tudo, mas creio que mais cedo ou mais tarde a notícia que você foi “seqüestrado” vai vazar. – Disse Andrômeda
-Quero ver como ele vai lidar quando eu aparecer são e salvo e contar toda a verdade.
-Você não pode fazer isso Draco, ele o matara e ainda dirá que você estava sobre imperius e tentou mata-lo.
-Ele sempre dá um jeito de se safar. – Disse uma Tonks irritada
Draco ficou calado, como ele queria se vingar...
-E Hogwarts?Você disse que Dumbledore havia mandado uma carta, eu pedir para que ele persuadir-se o Ministério, mas vendo que meu pai fez todo esse esquema acho que ele não fez nada, ele nunca faz nada quando se trata de mim.
-Não diga isso, Dumbledore anda muito ocupado, mas ele já pensou em algo.
-É mesmo, o que seria?
-Ele me disse apenas que já havia pensado em algo, mas não podia dizer pelo correio coruja, é perigoso, ele virá aqui assim que eu lhe avisar da sua presença.
-E como você fará isso?Não pode avisá-lo que estou aqui, a carta pode ser interceptada!!!- Disse o garoto temeroso
-Não seja tolo. – Disse Tonks
-Chamarei para um chá! – Disse Andrômeda ligando a rede flú.


Não demorou muito e um Alvo Dumbledore muito cansado apareceu na sala.
-Olá Andrômeda, Ninfadora, Draco!Espero que a oferta do chá ainda esteja de pé! – Disse ele sorrindo amigavelmente enquanto se sentava
-Mas é Claro – Disse a mulher pedindo à filha que fosse buscar, Tonks ficou irritada, não queria perder a conversar.
“Será que essa garota só tem essa cara de irritada?E olhe que ela é metamorfomaga... Por que a mão de Dumbledore está podre?” Pensou fitando o Mago, este ao perceber escondeu sua mão sobre a veste.
-Draco eu sinto muito por tudo o que aconteceu. Eu nunca havia entendido por que Narcisa havia se casado com Lúcius ela sempre fora apaixonada por...
-Dumbledore! – Interrompeu Andrômeda irritada.
-Own sinto muito, detenhamo-nos ao que interessa.
-Espere apaixonada por quem?Eu conheço?
-Não você não deve conhecê-lo, mas de qualquer forma isso não tem importância agora, achei que estivesse preocupado com as outras coisas.
Draco tentou ler a mente de Dumbledore apenas por curiosidade, mas não conseguiu, ele ainda não era um bom legilimente e com certeza Dumbledore era um ótimo Oclumênte.
-Você tem toda a razão professor, disse Draco tentando manter o respeito, hipocritamente, depois de tentar entrar na mente do Mago.
- Oh obrigada Tonks pelo chá, parece muito bom, sim, mas vamos ao que importa.
-Eu fiquei preocupado quando percebi que não estava mais na casa da Senhorita Granger, eu havia protegido o lugar, mas pensei que você finalmente viria para cá, e não me enganei.
Draco ficou pensando em como ele sabia de Hermione, se sentiu envergonhado.
-Não precisa se envergonhar, nem se preocupar Hermione é uma menina inteligente e não contará para as pessoas às coisas que naturalmente vocês devem ter conversado sobre sua família.
“Eu decididamente tenho que treinar mais a minha oclumência” Pensou irritado, tentando manter a mente limpa.
-Então, eu não permitir que a estória do seu seqüestro vazasse ainda para que você não tomar-se alguma atitude impensada. Mas agora que podemos conversar quero dizer-lhe o que planejei. – Dumbledore olhou para Andrômeda e ela entendeu
-Ninfadora você se importa de ir buscar mais chá?! – Disse
Ninfadora percebeu que não queriam a sua presença e saiu chateada sem se importar com o chá.
-A noticia do seqüestro sairá, tentarei acusar o Malfoy, mas acho difícil conseguir, com a minha influencia posso conseguir uma coisa mais verdadeira do que um simples invasor...
Enquanto isto você terá que se proteger é muito perigoso aparecer agora, seja em Hogwarts, seja na rua, no Beco Diagonal, seja onde for.
-Sim então você, além de querer que eu não volte a hogwarts, quer que eu fique aqui escondido feito um trouxa?
-Não!É perigoso permanecer aqui, eu preciso ficar de olho em você, tenho certeza que se ficar aqui, uma hora ou outra irá se cansar e vai querer ir atrás de vingança!
Draco admitiu irritado:
-Então o que você tem planejou? - Falou com o desdém de sempre
Dumbledore ignorou o mau jeito de Malfoy e prosseguiu:
-Você voltará a Hogwarts.
-Mas você acabou de dizer que eu não podia!!
-Você não pode!! Mas o Gustavo Dellacour pode.
-Quem é Gustavo Dellacour?
-Será você!!
-Mas, mas.. como assim?
-Alvo!Você não faria isso.. Gustavo Dellacour não, arranje outro! – Falou a mulher preocupada
- Ninguém melhor do que Gustavo Dellacour, é jovem e é um grande bruxo, o auror mais jovem que eu já conheci, Gustavo está com um problema e me procurou recentemente para pedir ajuda.
-Prossiga Professor.
-Sua família se mudou para a Inglaterra e quer colocá-lo em Hogwarts, porém ele foi contratado para uma missão pela, MSB, Ministério de Segurança da Bruxaria.Ele não pode revelar isso a sua família pois eles não sabem de suas missões secretas, acham que Gustavo ganhou o titulo de Auror por ser apenas inteligente, e que ele é um futuro auror, mas não um auror em si, os comensais não podem saber que ele esta em uma missão.Ele precisa “estar” em Hogwarts, recebi sua carta e percebi que você não poderia voltar a Hogwarts, pelo menos não como você.Então eu e Gustavo decidimos tudo, você manterá sigilo sobre ele, e ele sobre você.
-E ele está em que ano?
-Pela idade ele deveria está no 7ª ano, mas você tem que cursar o 6ª e ele ainda pretende cursar o 7ª ano.Então você ficará no 6ª em seu lugar, e ele poderá voltar para concluir o 7ª, nenhum dos dois terá prejuízo.
“Por um instante Draco sentiu inveja da inteligência desse tal de Gustavo, trabalha para a MSB? E as pessoas ainda fica falando do Potter... ”
-Então Draco aqui está uma carta do Sr. Dellacour ele espera que vocês sejam amigos.
-Eu vou precisar ir para a casa dele fingir ser ele??
-Basta! – Disse a sua tia irritada – Ele não pode ir para a casa do Sr. Dellacour.
-Não, ele quer sair de lá apenas quando for à hora de ir para Hogwarts, se acalme estamos fazendo isso apenas apara a proteção de Draco.
Ele olhou o envelope e notou a letra bem desenhada de Gustavo, Andrômeda pareceu admirar o envelope também.
-Gostaria de lembrar que apesar de você estar no corpo dele, deverá tentar agir como ele afinal você estará disfarçado. E ele pretende cursar o ano seguinte então faça jus ao corpo que ele está lhe fornecendo Sr. Malfoy. Oh já está na minha hora Andrômeda. Agradeço pelo chá.
-Espere.. E a casa? Eu vou para a sonserina? E a poção??
- O Sr. Dellacour experimentou o chapéu seletor enquanto foi em uma visita á Hogwarts com sua família, para a surpresa desta, ele não foi para a Corvinal, como esperado, mas para a Grifinória, o que não foi nenhuma surpresa nem para ele, nem para mim. Trarei o material do próprio Gustavo no dia, então não use o material como desculpa para se aventurar no Beco Diagonal.Severo se encarregará das poções.No dia do embarque eu virei buscá-lo até lá tenha consciência e não se arrisque, mantenha cautela.

Depois de um aceno, com a mão boa, Alvo Dumbledore desaparatou.

-Draco levarei você ao seu quarto!
-Obrigado.





Ao meu Usurpador!!
Não se ofenda Draco estou brincando.

Dumbledore deve ter explicado tudo, o que me poupa o trabalho de fazê-lo novamente.
Devo dizer que apesar de não nós conhecermos fiquei admirado quando Alvo contou-me a sua historia, deve está sendo uma barra enfrentar tudo isso sozinho.
Sei que deve estar ansiando por vingança, mas a paciência é uma virtude que poucos compreendem e você também vai perceber que quem rir por ultimo rir melhor.
Talvez goste de saber que eu e você cuidaremos pessoalmente do caso do seu pai na hora certa.
Agora vou falar algumas coisas sobre mim. Eu te desafio Draco Malfoy a interpretar esse personagem. Você vai ter a chance de ser alguém diferente, aproveite esses momentos se aproxime de novas pessoas faça novos amigos.
Acho que o fato de eu ser um Grifinório já diz algumas coisas.
Eu penso bastante nos outros, sou meio narcisista, mas não me considero melhor do que qualquer trouxa.Eu não sou tão estudioso quanto devo parecer, só presto atenção nas aulas e reviso a matéria antes dos exames, nada demais.Sou simpático com qualquer pessoa que fale comigo e gosto bastante de esporte era artilheiro no meu antigo colégio, creio que você deveria tentar essa posição.Como você ver sou um cara normal.

A propósito eu já arrumei uma forma de nos comunicarmos sempre que preciso em Hogwarts quando você chegar lá irá entender, se precisar me mandar uma carta enderece a Danilo!Não podemos correr riscos.

Desejo boa sorte
Manteremos contato
Danilo

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.