FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

13. A aposta reveladora


Fic: 2ne1 - o começo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 - ARGH, COMO ELE PODE SER TÃO IDIOTA! INSENSÍVEL, IMATURO, RIDÍCULO! - disse Bom batendo com o travesseiro na cama, furiosa.


 - O que ele fez dessa vez? - perguntou Anne tirando lentamente o travesseiro das mãos da amiga. Bom gruniu (?) e se jogou de cara contra a cama. Anne se sentou do seu lado e começou a acariciar o cabelo da pobre menina raivosa. - Vamos Bom. Conte-me. - Bom respirou fundo e se sentou se escorando na amiga.


 - Ele estava agarrando a Penélope Crowl algumas horas depois de me dizer que não queria que eu ficasse dando em cima de alguém como Philip Tonrbolt. - ela disse ficando vermelha de raiva novamente.


 - Calma Bom. Com certeza tem uma explicação. - Anne disse.


 - Tem Anne. Tem uma explicação. E é essa: eu e ele não temos NADA, nada além de amizade. Mas eu sou muito burra pra admitir isso! - ela disse deitando no colo de Anne.


 - Então você gosta dele? - Anne disse tentando arrancar uma confissão da amiga.


 - Não! Sim! - ela respirou fundo - Eu não sei.


 - Olha Bom, se você gosta dele, o melhor a fazer é conversar com ele.


 - Ah, Anne. Eu não sei direito. Eu não gooooooosto dele, tipo, "Ai meu Merlin, James, casa comigo e seja pai dos meus filhos!", entende? - Bom disse se sentando de frente pra amiga.


 - Entendo. - Anne riu.


~~~~~~


 - Argh! A Bom é inacreditável!!! Eu vou acabar pirando de vez! - disse James entrando no dormitório frustrado, fazendo Austin rir.


 - O que aconteceu, cara? - Austin disse guardando o livro que estava lendo e se sentando na cama. James se jogou na cama ao lado, ficando de barriga pra cima.


 - Ela estava toda caidinha pelo idiota do Philip Tonrbolt, eu avisei pra ela que ele é encrenca e ela ficou brava. Pra completar, quando eu estava indo pros jardins, a nojenta da Crowl me agarrou do nada. Quando eu finalmente consegui me soltar dela, a Bom estava vendo tudo, me deu um tapa e saiu correndo. E eu não fiz nada. NADA! - James disse socando um travesseiro. Austin riu novamente.


 - Por que vocês simplesmente não admitem que gostam um do outro e acabam com essa guerra? – Austin perguntou.


 - Não dá! Simplesmente não dá! A Bom é complicada. Eu nunca fiquei com uma garota complicada. Ela não faz meu tipo. – James disse dando de ombros. Austin começou a gargalhar alto. – Que foi? – James perguntou tacando o travesseiro no amigo.


 - Simplesmente não dá porque você não gosta de garotas complicadas? James a única coisa que você fez desde que fomos pra sala da Minerva junto com elas no primeiro dia de aula é falar na Bom! “Hoje a Bom falou comigo” “A Bom riu da minha piada” “Eu briguei com a Bom de novo, mas a culpa não foi minha porque eu sou muito legal pra admitir!” – Austin disse gesticulando com as mãos e imitando a voz de James.


 - Eu não falo desse jeito. – James revirou os olhos.


 - Esse não é o ponto. – Austin respondeu mal-humorado.


 - Então qual é o ponto se ela acha que está sempre certa e a gente acaba sempre brigando? – Austin respirou fundo e se levantou, pegando o livro que havia guardado.


 - Olha, James. Se você ainda não percebeu, eu não digo mais nada. – Austin disse se deitando na cama e voltando a ler o livro.


 - Hum, olha quem fala! – James disse pegando um livro sobre quadribol e começando a folheá-lo. Alguns segundos se passaram sem nenhum dos dois dizer palavra alguma.


 - Tá, o que você quis dizer com isso? – Austin disse fechando o livro e se sentando de frente pra cama de James. James imitou o amigo.


 - O que você acha que eu quis dizer com isso? – James disse encarando o amigo, Austin fez cara de dúvida e James revirou os olhos. – A Dara! Quando você vai deixar de ser frouxo e admitir que gosta dela - o que, aliás, está na cara?


 - O quê? Eu não... – começou Austin.


 - Você sim. E todo mundo já reparou, menos a pobre da Dara. – James disse voltando a pegar o livro e a se deitar na cama deixando um Austin com cara de quem comeu não gostou.


 - Então vamos fazer uma aposta. – Austin disse fazendo James levantar uma sombracelha e fechar o livro, ainda deitado.


 - Uma aposta? – James perguntou.


 - Sim, uma aposta. – Austin respondeu. James se sentou rapidamente, ficando de frente pro loiro.


 - Estou ouvindo. – o moreno disse fazendo uma cara séria. Austin sabia que James nunca recusava uma aposta.


 - É o seguinte, se você contar pra Bom que gosta dela, conto pra Dara que eu gosto dela. – Austin sorriu satisfeito.


 - Tá, mas só se tiver um preço a ser pago.


 - Que seria...


 - Se eu contar primeiro, você vai ter que correr por todos os corredores de Hogwarts usando somente... – James sorriu maligno – A cueca “Eu amo a mamãe”. – Austin arregalou os olhos, mas logo sorriu.


 - E se eu contar primeiro, você vai ter que fazer uma tatuagem trouxa na bunda escrito “Eu <3 Austin”. – James e estendeu a mão, Austin logo a apertou.


 - Fechado. – Austin disse e ambos sorriram.


~~~~~~


 - Dara? – Minzy perguntou sacudindo a mão em frente ao rosto da Dara, que sonhava acordada.


 - Eu? – Dara disse despertando de seus sonhos e olhando Minzy.


 - Você fez o dever de Hebologia? Eu sou péssima e não estou entendendo nada! – Dara afirmou com a cabeça e pegou um pedaço de pergaminho e a entregou. – Obrigada! Mas, me diz com o que você estava sonhando? – Minzy perguntou e Dara sorriu. – Quero dizer, com quem você estava sonhando? – Minzy sorriu.


- Com quem você acha? – Dara deu um sorriso fraco. Minzy a abraçou.


 - Ah, amiga. Não fica assim! Tenho certeza que ele gosta de você! – ela sorriu compreensiva e Dara a abraçou de volta.


 


^^^^^^^^^^^^^^


N/A.: É isso galeritcha! Esse foi o capitulo (micro-capitulo TT-TT)! Foi o máximo que mnha criatividade me permitiu hoje! Então quem vocês acham que vai contar primeiro? James ou Austin?


BJBJBJPANDA!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.