FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. O diário de Anne


Fic: 2ne1 - o começo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A.:Então pessoas, eu estava pesnsando em como acelerar a história de um jeito legal e simples. Então eu vo fazer o seguinte: vou postar o ponto de vista da Anne nos próximos dois anos, ou seja, a Anne vai contar do jeito dela como aconteceu as coisas nos próximos dois capítulos. Quando ela terminar de contar, eu vou começar a postar a história normalmente, já que a história iria ficar um pouco chata se eu fosse contar os próximos dois anos. Então na versão da Anne, eles já vão estar no 3° ano e a Anne vai ter ganho um diário de presente de aniversário, onde ela vai contar o que aconteceu nesses tempo que passou em Hogwarts.


~~~~~~~~


17 de abril, quarta-feira.


Oii diário!


É, eu não sei como se começa a escrever um diário. Eu acho que eu tenho que te contar um pouco de mim, né?


Meu nome é Anne Monic Bell, tenho, oficialmente, 14 anos e estou no meu terceiro ano em Hogwarts. Afinal, sou uma bruxa.


 Não sou muito ligada com a minha família por vários motivos, um deles é que eu não conheço minha mãe e meu pai morreu durante uma das nossas "viagens" de barco pelo mares quando eu tinha 10 anos, foi um acidente horrível, eu sobrevivi, mas ele não teve a mesma sorte. Morei no barco do meu pai a minha vida toda, mas não me lembro muito bem da minha infância, nem do acidente. Minha mãe fugiu quando eu tinha 1 ano, então não me lembro dela. Meu pai costumava me dizer que eu era muito parecida com ela. Descobri que era bruxa uma semana depois do acidente, depois de naufragar até uma ilha perto da Irlanda. Fiquei hospedada em um casebre durante 6 meses.


 No dia do meu aniversário, eu recebi uma carta estranha dizendo que eu teria que ir pra uma escola chamada Hogwarts. Fiquei assustada e fugi. Cinco meses depois, dia 31 de agosto, recebi a 10ª carta, dizendo que estava aceita e que entendiam o momento no qual eu estava passando, disseram na carta que iriam me ajudar, que iriam me dar um lar. Eu não tinha nada a perder. Na mesma noite, embarquei em um barco, escondida, e vim para a Inglaterra. Aqui, eu encontrei um cara enorme, Hagrid, que me levou até a estação, mas como meus livros ainda não haviam sido comprados, eu pedi a ele que me levasse para comprar e para que, no outro dia, eu embarcasse para Hogwarts, eu também precisava esfriar a cabeça, me habiatuar com uma terceira língua, já que falo espanhol desde que nasci e tive que aprender a falar o máximo o possível em irlandês. A única coisa que restou de meu pai, foi um baú, com moedas douradas, várias delas e algumas roupas antigas. Acredito que as roupas eram da minha mãe, mas isso não importa agora.


 Como já disse antes, estou no meu terceiro ano em Hogwarts, conheci pessoas novas, fiz amizades pra uma vida inteira. E, chegamos ao ponto. Desde que pisei em Hogwarts, minha vida deixou de ser só minha. Com amigos que estavam sempre ao meu lado, Bom, Dara, CL, Minzy, Logan, Hugo, James e Austin. Minhas melhores lembranças, meu suporte perante muitas coisas, meus amigos. E é sobre eles que eu vou falar. Vou contar aqui, o que aconteceu de mais interessante, tirando o fato de eu conhecê-los pela primeira vez no salão principal, nesses últimos dois anos.


Pra começar, eu vou ter que contar sobre os "romances" entre o nosso grupo, pra ser mais específica, entre James e Bom. Bom me mataria se lesse isso, mas é a mais pura verdade. Juro sonelemente não contar nenhuma mentira se quer neste diário!


Tudo começou com um briga entre os dois logo no primeiro ano. Ele "sequestrou" o tão precioso diário dela, assim que ela descobriu, ficou extremamente brava e jurou que se vingaria. Então, ela recuperou o diário, mas, com a minha brilhante ajuda, roubou TODAS as roupas dele e disse que devolveria uma-por-uma até que ele pedisse desculpas pra ela. Bem, ele pediu, mas ela continuou com a brincadeira e ele apelou, não pediu mais deculpas e os dois nem sequer se falavam durante quase um mês. Quando Bom finalmente decidiu desistir dessa brincadeira, o James, junto com a Minzy, a Dara e a CL, explodiu a cozinha, mas isso é só um detalhe. De qualquer forma, eles se desculparam e Bom devolveu as roupas que restaram pra ele. Desde esse dia, eles têm vivido em um clima de "eu gosto de você" e "eu não te suporto" que eu e os outros apelidamos de relacionamento bipolar. Eles não admitiram nada ainda, mas eu tenho certeza de que no último Natal eles estavam de mãos dadas a maior parte do tempo. Não sei o que isso quer dizer, mas, de acordo com a Bom, eles são "só amigos e aquilo não foi nada demais!"


O próximo casal "intriga" da minha lista é, senhoras e senhores, uma possível causa de amor-não-correspondido-que-na-verdade-é-correspondido-em-segredo, sim, eu estou falando da minha querida amiga Dara. Várias vezes, desde o ano passado, eu peguei ela sonhando acordada, enquanto escrevia "poemas" que ela não deixa ninguém ver. E, em todas essas vezes, o nome do senhor Austin Malfoy foi mencionado, citado, comentado, especulado, infiltrado, levemente tocado, ou realmente estava presente. Em TODOS! O que me faz pensar que, ou a Dara tem algum tipo de deficiencia mental que faz os olhos dela brilharem e começar a babar (discaradamente), ou é um caso de amor não-revelado juto com uma pitada de não-correspondido, porém, de acordo com minhas fontes (quando digo fonte, eu quero dizer eu mesma atrás de uma árvore), Austin parece fazer a mesma coisa (com excessão da baba e dos poemas) que ela quando o nome dela é mencionado, citado, comentado, especulado, infiltrado, levemente tocado, ou ela realmente estava por perto. Então isso se torna um caso de amor-não-correspondido-que-na-verdade-é-correspondido-em-segredo, ou seja, parece que os dois se gostam mas não movem um dedo pra mudar essa situação.


Ops, a Minerva tá me encarando feio. Depois eu continuo com as histórias.


Beijos,


Anne M. Bell

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.