FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Isso é amor, Hermione


Fic: A nova Cinderela **TERMINADA**


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Harry foi para o salão comunal da grifinória confuso, estava chateado por ela ter escondido aquilo dele, ao mesmo tempo em que se sentia feliz por ser Hermione a garota do baile. De uns tempos pra cá se sentia diferente em relação aos seus sentimentos pela amiga. Mas ainda não conseguira identificar o que isso significava.

Passou rapidamente pelo salão comunal sem responder ao chamado de Rony. Entrou no dormitório furiosamente, ainda não conseguia acreditar que a sua amiga, a qual considerava bastante, havia mentido para ele. Decepcionado, talvez não fosse a palavra certa para explicar o que estava sentindo, era como se estivesse sido traído e isso ele não admitia, sem levar em consideração os motivos que a levou a fazer isso.

Foi nesse momento que uma luz despertou nele. Talvez ele mesmo estivesse sendo injusto com ela, afinal nem deixara se explicar, já saíra tomando conclusões precipitadas, o que com certeza havia a magoado. E agora, o que faria? Não poderia perder a amizade dela. Mas será que era só a amizade mesmo que ele estava com medo de perder?

Naquele instante, várias lembranças fizeram-no perceber uma coisa: Quem estava sempre com ele, ajudando-o quando precisava? Quem o conhecia melhor do que ninguém? Quem o compreendia apenas com um olhar ou um gesto de carinho? Quem o apoiava incondicionalmente, nas horas mais difíceis de sua vida? Para todas as perguntas uma única resposta... Hermione Granger! “Ai, meu Merlim! Eu não acredito que estou apaixonado pela Mione!”
*********************************
Após a revelação de Cho, Hermione correu para o lugar em que ela se sentia mais segura para aliviar seu sofrimento por Harry ter sido tão injusto com ela, não lhe dando a chance para se defender, igualando-a à Cho, chamando-a de mentirosa. E isso para ela era inadmissível, era a maior ofensa que poderia receber, afinal ela não estava brincando com os sentimentos dele, na verdade, ela nunca achou que a “Cinderela” tivesse mexido tanto com Harry, mas quando descobriu que ele estava procurando-a, resolveu contar-lhe na mesma hora, mas sem achar o momento ideal acabou sendo revelada de forma maliciosa pela Cho.

Chegando ao sétimo andar, dirigiu-se para a sala precisa, trancando-a com um feitiço para que ninguém pudesse entrar, e assim poder chorar sossegada. “Como ele pôde me acusar assim, sem dar-me espaços para explicações, logo ele que me conhece como ninguém!”, dizia baixinho, enquanto apertava uma almofada que encontrou na sala precisa, que agora tinha o aspecto de um quarto.

“Se ele me negou a chance de explicar-me, não serei eu que irei atrás dessa chance.” Jurou Hermione naquele momento, não choraria novamente por quem não merecia sequer sua amizade. Ficou o resto do dia na sala precisa, ate que teve coragem de voltar para seu dormitório.

***********************************

Os dias que anteciparam o jogo de quadribol entre Grifinória e Corvinal foram bem dolorosos tanto pra Harry quanto pra Hermione. Todas as vezes que ele tentava se aproximar para falar com ela e pedir desculpas pela injustiça cometida, a mesma saia sem dar a menor chance para ele. Hermione agora era a ultima a entrar na sala de aula e a primeira a sair, para não dar-lhe espaço. Seu tempo livre era gasto na biblioteca ou fugindo dele, estava magoada demais para dar uma chance de se explicar.

Na manhã do jogo, Harry não se sentia animado para a partida. “Ela disse que nunca perderia um jogo meu! Será que ela vem?” Tomou apenas um pouco do seu suco de abóbora e podia ouvir a voz dela na sua mente, aconselhando-o a comer antes da partida. Como Hermione fazia falta na sua vida...

Caminhou desanimadamente através do salão principal, indo em direção ao campo de quadribol, mas antes deu uma olhada para o lugar vazio que Hermione deixara ao seu lado na mesa da grifinória. Toda a equipe já estava preparando-se para entrar em campo, Harry montou na sua Firebolt e deu o impulso necessário para voar.

Numa olhada rápida pela arquibancada notou a quantidade de alunos que Hogwarts possuía. Não que não tivesse tantos alunos antes, mas agora que procurava Hermione, parecia-lhe que esse número havia aumentado vertiginosamente.

E uma onda de decepção invadiu-lhe o peito. Ela não parecia estar lá e isso com certeza o afetaria. O jogo finalmente dera-se inicio e os jogadores estavam bem animados, afinal essa vitória garantiria a taça das casas para a Grifinória.

Harry procurava desanimadamente pelo pomo de ouro, até que ele vira um balaço indo em direção as arquibancadas. Olhou na sua direção e qual não foi sua surpresa em ver que o balaço, atingiria ninguém menos que àquela que tanto o ignorava nesses últimos sofridos dias, atingiria se ela não tivesse desviado. Então, um sorriso imenso britou em seus lábios, afinal ela estava ali como prometera.

Entretanto, sua felicidade pouco durou, pois instantes depois, Hermione começou a deixar as arquibancadas. “Daqui pra o castelo é uma grande distância, não teria como ela fugir de mim.” Afirma Harry. Teria que abandonar um importante jogo para recuperar pelo menos a amizade de Hermione. E nem precisou pensar duas vezes, ela era mais importante que qualquer coisa na sua vida.

Guiou sua Firebolt na direção de Hermione, que a esta altura já estava fora das arquibancadas. Ouvia os chamados de seus companheiros de time, mas não deu importância, continuou atrás dela. Não demorou para alcançar Hermione, adiantou-se na vassoura e ficou na sua frente. Nesse momento, Hermione deu um salto de susto.

_Harry! O que faz aqui? - perguntou naturalmente, por um momento esqueceu da briga com o amigo.

_Eu precisava falar com você! Não poderia desperdiçar essa oportunidade – ele desceu da vassoura – Você não está sendo justa comigo, ainda não me deu chances para me expli... – sendo interrompido por Hermione.

_E VOCÊ ACHA QUE FOI JUSTO COMIGO? Comparando-me com aquelazinha? Chamando-me de mentirosa, sem dar uma chance de me explicar? Não Harry, eu não estou sendo injusta com você! VOCÊ FOI INJUSTO COMIGO!

_Hermione, me desculpe, mas foi difícil para mim pensar que você estava me enganando! Ponha-se no meu lugar. – Harry suplicou.

_Sim, eu te entendo! Mas não precisava daquelas ofensas. Eu ia te contar, estava esperando o momento certo. Jamais imaginei que você fosse se sentir atraído pela “Cinderela”. Afinal, nós somos as mesmas pessoas e você nunca se sentiria atraído por mim – dizia Hermione, não contendo mais as lagrimas, que já rolavam livremente pelo seu rosto, assim como no de Harry.

_Quem te disse isso? Já faz algum tempo que eu me sinto atraído por você! – revelou Harry, corando e fazendo Hermione corar também – Eu só não soube identificar antes o que era.

_E você já sabe o que é agora?

_É amor, Hermione!

_Pára! Não brinque mais com os meus sentimentos! – implorou Hermione aos prantos.

_Não vou parar até ter a certeza de que você acredita em mim – Harry aproximou-se e tocou-lhe a face com carinho.

_Por que você faz isso comigo? Não vê que isso só vai me fazer sofrer mais?

_Eu não me perdoaria se ao menos não tentasse te reconquistar. Minha vida não teria o mesmo sentido sem você! Eu preciso muito de você ao eu lado, me apoiando, me entendendo e principalmente me amando. Você me amaria Hermione?

_Ah, Harry! Eu já te amo tanto! – e sem nada mais esperar, Harry rompe a distância que ainda existia entre eles e a beija, um beijo calmo, porém intenso, que transmitia todo o amor que eles sentiam.

Foram interrompidos pelos barulhos vindos do campo! Só agora ela se deu conta do jogo que deveria estar acontecendo perto deles.

_Harry! – fala Hermione assustada.

_O que houve? – peguntou preocupado.

_Você não deveria estar ocupado procurando o pomo? Você perdeu o jogo por minha causa?

_Nada é mais importante que você! - e a beijou novamente.

Depois de um tempo, Harry a pediu em namoro e ela aceitou, então as pessoas começaram deixar o campo de quadribol e eles ficaram sabendo que mesmo Harry não tendo pegado o pomo, a Grifinória ganhou de 200 a 190, mas a comemoração deles, não foi com o pessoal de casa, foi na sala precisa, num jantar super romântico, que ele fez questão de preparar pra Hermione, com direitos a muitos beijos e vários “Eu te amo”.

FIM!!!!


N/A: ¬¬ Hum... Pink e Bárbara e provavelmente as pessoas que estiverem lendo estarão cantando: Aleluiaaa, aleluiaaa, aleluiiiiaaaaa!! : )) Depois de tanto tempo sem atualizar, finalmenteeee fizemos o ultimo cap!! Confessamos que foi meio difícil, hehhehehehe, fazer fic em conjunto é complicado, mas conseguimos... Pedimos desculpas pela demora, além das desculpas caso a fic naum esteja legalz!! Fizemos com muito carinho, demos muitasss risadas enquanto a produzíamos (vcs n fazem idéia da quantidade de coisa q a gente inventava, mas era trágico demais, hauahuahuaha, e naum usamos, é claro!). Bom... Então é isso, fic terminada, espero que vcs tenham curtido!! Milhões de desculpas pela demora!! : )) Foi um imenso prazer fazer essa fic em conjunto p vcs!! Obrigada!! Beijus de Bárbara Jane Potter e Pink_Potter : )

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Máfia GrangerMalfoy em 03/07/2013

Deee maiiiis 
ammeiii muiitãoo :D' 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.