FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Não... Não Aceito


Fic: Falling Angels


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 11 - Não... Não Aceito

Quando Harry, Ron, Ginny e Luna desceram, encontraram uma Mione diferente da noite passada; ela estava cantando e dançava por toda a cozinha, preparando o café da manhã.

- Bom dia. - disse Harry, chamando a atenção de Mione. Essa se virou para eles e sorriu, desejando bom dia.

- Que felicidade é essa? - perguntou Ginny, já tendo uma boa idéia do que se tratava.

- Acordei feliz, não posso? - ela respondeu, servindo várias porções de ovos mexidos em vários pratos.

- Bom dia. - desejou Sirius entrando na cozinha com os cabelos pingando e somente de calça, acabando de sair do banho. As garotas olharam para o corpo do Maroto e olharam para Mione, que sorria ao ver que elas olhavam para ele. Sabia que ele era só seu.

- Bom dia. - ela desejou para ele, com o maior sorriso que tinha. - Quer café?

- Por favor. - ele deu a volta no balcão e se postou ao lado da morena, que serviu o café e lhe entregou a caneca. As mãos se tocaram brevemente e ele não pode deixar de sorrir.

- Porque não ofereceu café pra nós? - perguntou Ron, bocejando.

- Ora, peça para sua namorada.

- Mas você não é namorada do Sirius e ofereceu café pra ele. - rebateu Ron, achando que tinha vencido a primeira discussão com Mione. Ela pensou assim também, mas Sirius respondeu por ela.

- E quem disse que Mione não é? - ele perguntou, sorvendo um pouco do café quente da caneca.

- Sirius, namorados se beijam quando se encontram. Se você está namorando a Mione, teria que ter a beijado quando chegou. - respondeu Ron, não analisando o que o outro tinha lhe dito.

- Se esse é o problema. - ele colocou a caneca no balcão e puxou a morena pela cintura, dando um beijo arrebatador. Harry e Ron não estavam acreditando no que estavam vendo.

- Sirius? O que pensa que está fazendo? - Harry disse, mais alto do que queria.

- Ora, se por causa de um café tenho que beijar a Hermione, vou passar a beber café o dia inteiro. - ele disse, e piscou para ela, que somente riu e voltou a preparar o café da manhã.

------------------------------------------------------------------------------------------


- Hermione, você não acha que deve contar para os garotos? - perguntou Ginny, sentada ao lado de Mione e Luna; estavam na praia, e os rapazes estavam na água nadando um pouco, enquanto elas se bronzeavam.

- Hoje resolvemos não esconder nada, mas acho melhor que eles percebam. - ela declarou, levantando os óculos escuros que usava, deixando as amigas verem que até seus olhos sorriam.

- Você realmente está apaixonada, não? - perguntou Luna, olhando na direção de Sirius.

- Sim, mas tenho medo. - a morena declarou, colocando os óculos outra vez e olhando para os três na água. - Por mais que ele fale que está apaixonado, sabemos como seu passado é suspeito. Tenho medo de me jogar de cabeça nesse relacionamento e acabar me machucando.

- Esse medo vai acabar atrapalhando vocês. - disse Ginny, sorrindo para Harry, que vinha em sua direção. - Aproveita que estão todos sorridentes e felizes, aproveita que eles podem não se importar, e fique perto do Sirius.

- Vamos ver o que ele vai fazer. - ela respondeu, sorrindo para os garotos, que se aproximavam, jogando água nelas.

- Falavam sobre o que? - perguntou Ron, sentando atrás de Luna, fazendo com que ela ficasse entre suas pernas.

- O tempo bom de hoje. - respondeu Luna, olhando de relance para Sirius; Harry estava sentado atrás de Ginny do mesmo jeito que Ron, porém, Sirius estava parado em pé, ao lado de Mione, decidindo o que fazer. A morena olhou para ele, sorrindo de um jeito que ele soube imediatamente o que fazer. Harry e Ron olharam para Sirius, quando ele sentou-se do mesmo jeito que eles, só que atrás de Mione.

Hermione era só sorrisos, mas aquela felicidade teria um fim rápido. Os rapazes mais jovens se olharam, surpresos e depois olharam para o casal, esperando uma resposta para aqueles atos.

- Sirius, o que está fazendo? - quis saber o moreno mais novo.

- Sentando. - ele sorriu, e, de leve, mexeu nos cabelos de Hermione.

- Mas por que está sentado aí? - perguntou o ruivo. Ginny e Luna riam baixo.

- Porque não acho justo Mione ficar sozinha. - ele respondeu, passando a mão de leve nas marcas quase sem cor nas costas dela.

- Sei... - respondeu Harry, sem estar conformado com a resposta. As peças iam se juntando em sua cabeça.

------------------------------------------------------------------------------------------


A noite foi chegando e o sol parecia que iria embora em minutos. Os casais ficaram vendo o sol se pôr, um momento lindo para um beijo apaixonado. Harry puxou Ginny para si e a beijou, Ron fez o mesmo com Luna. Sirius ficou olhando para os olhos de Mione, e ela parecia nervosa em relação ao que ele estava para fazer.

- Posso? - ele perguntou, pegando o rosto dela entre suas mãos. Ela somente sorriu. Sirius inclinou a cabeça e roçou de leve seus lábios aos dela, para logo depois os capturar em um beijo carinhoso.

- Mas o que está acontecendo aqui? - a voz de Harry fez os outros dois casais pararem o beijo e o olharem. Ron não estava entendo nada.

- Harry, realmente ainda não juntou as peças? - perguntou Ginny, olhando para Sirius e Hermione. Esses estavam sentados, olhando Harry tentar entender o que a ruiva perguntara.

- Mas ela é tão mais nova. - ele disse, mais para si do que para os outros. Sirius se levantou e foi até ele, que parecia não estar querendo levar essa situação com muita facilidade.

- A idade realmente importa?

- Não... - ele disse, deixando todos com sorrisos estampados nos lábios. - Não aceito isso.

Essas últimas palavras fizeram todos olharem Harry como se ele falasse que Voldemort estava de volta. Ele parecia estar com muita raiva da situação.

- Harry, como assim não aceita? - perguntou Mione, se levantando e indo até eles.

- Não aceito. Você tem idade para ser filha dele, Mione. - Harry dizia, como se explicasse algo para uma criança.

- E desde quando isso importa? - perguntou Sirius, começando a se sentir ofendido.

- Ora, Sirius, nem comece. Você sabe muito bem que isso não vai dar certo. - o moreno mais novo começou a falar, olhando fundo nos olhos do padrinho. - Você nunca teve um relacionamento sério, nunca gostou de ninguém. Vai acabar machucando a Hermione.

- Quem disse que vou machucá-la? - o homem de olhos cinzentos disse, um pouco mais nervoso. - Quem te garante que não quero ficar com ela para sempre? - Harry desatou a rir, um riso nervoso.

- Não me faça rir, Sirius. Sabe bem que é só mais uma aventura, como todas as mulheres que passaram em sua vida. - Harry disse olhando agora para Hermione. - Porque escondeu de mim?

-Não queríamos esconder, mas não sabíamos como vocês iam reagir. Principalmente você. - a morena disse, em tom de desculpas. Estava mesmo querendo terminar aquela conversa incômoda.

- E pelo visto, o que eu acho realmente não importa, porque, mesmo sabendo que eu não ia gostar nada, vocês estão juntos.

- E você pretende nos separar? - perguntou Mione, começando a perder a paciência.

- Não, mas também não diga que não te avisei. - disse Harry, se virando e puxando Ginny para a escada do penhasco. Ron olhava para os dois sem dizer nada, mas, antes de se virar e ir embora, sorriu para eles e disse:

- Não liguem, sabem como ele reage com mudanças. - e saiu, puxando Luna para junto dos outros dois.

- Bom, poderia ser pior. - disse Sirius, se virando para olhar Mione. Porém, viu que ela olhava, triste, na direção de Harry, que subia a escada no penhasco.

- Queria que ele entendesse. - ela pegou a canga do chão e se virou na direção oposta da casa. - Vou dar uma volta. - ela começou a andar, e sentiu que ele vinha junto. - Sozinha.

Sirius ficou a vendo se afastar. Sabia que a opinião de Harry importava muito, e sabia que, se não conversasse com seu afilhado e o fizesse ver que estava mudado, poderia perder Mione.

------------------------------------------------------------------------------------------


Já era mais de meia-noite quando Mione voltou, passando pela sala da lareira onde estavam Ron, Luna, Harry e Ginny sem os olhar, subindo direto para seu quarto, querendo ficar sozinha.

- Você deveria falar com ela. - disse a ruiva, apoiada no ombro do namorado.

- Não vou. Ela já é bem grandinha. Sabe que vai sair dessa machucada. - ele se levantou, e olhou para a namorada. - Será que sou o único que estou vendo que ela vai sair ferida nisso?

- Não, Harry. - Ron também se levantou da poltrona que estava, e parou na frente do amigo. - Mas você é o único que parece não se importar dela estar feliz com ele, ou não percebeu o sorriso no rosto dela essa manhã? - o ruivo disse saindo, da sala, sendo seguido por Luna.

- Até você está contra mim, não? – perguntou, olhando para a ruiva, que olhava para ele com uma expressão brava.

- Será que não percebeu que esse assunto não é sobre você? - ela se dirigiu à porta de saída da sala. - Será que poderia ficar feliz pelos outros ao menos uma vez? - e saiu, sem esperar a resposta dele.

"Mas será que ninguém está vendo que ele vai machucar ela?", ele se perguntou olhando para a porta.

"Talvez ele tenha mudado. Você poderia conversar com ele. Descobrir quais são suas intenções com ela."

Travava uma briga interna contra si. Claro que queria ver Mione e Sirius felizes, mas nunca achou que seriam juntos; Mione era uma irmã para ele, e Sirius ocupara o lugar de seu pai. Aquilo era estranho demais.

"Pra você pode parecer estranho, para eles é amor.", respondeu pela última vez sua mente, o fazendo decidir conversar sério com o padrinho.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.