FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. after all...


Fic: what the hell. - capítulo 13 on!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Não dormi, não que aquilo fosse novidade, mas eu havia literalmente passado a noite toda olhando estática para a tela do notebook. Às quatro da manhã, meu celular tocou, era Sirius.


- Alô. – Eu disse.


- Vá dormir. – Ele falou.


- Como você sabia...


- Luz do quarto está acesa.


- Ele respondeu meu e-mail.


-Keith?


- É.


Sirius ficou calado por um tempo.


- Quais as chances de eu chegar até seu quarto sem ninguém ouvir? – Ele me disse.


- Envolve o uso de uma escada e da minha janela.


- Eu estou indo.


- Obrigada.


Corri e abri minha janela, daí cinco minutos Sirius havia subido à minha janela.


- Oi Joey. – Falei.


- Oi Dawson. – Ele me respondeu. – O que ele diz no e-mail?


- Não li. – Respondi.


- Como? – Sirius não acreditou.


- Eu não... Eu estou com medo da resposta dele. – Respondi. – Você lê primeiro? E me diz se é melhor eu ler ou deletar de uma vez?


Eu fiz minha cara de ”por favor, por favozinho” e é claro que Sirius cedeu. Ele sentou na cadeira e eu na cama, e esperei ele ler.


- Hm. – Ele disse.


- E aí? – Perguntei.


- Resumindo? Ele disse que com a correria do livro é impossível vocês conversarem pessoalmente, mas que vocês podem conversar por e-mail.


Eu fiquei em silêncio por um tempo. Depois me inclinei para perto da tela do notebook e li o e-mail. Terminei de ler e continuei em silêncio.


- E agora? – Eu finalmente falei.


- E agora você meio que tem um pai. – Sirius falou.


- Não sei se surto ou comemoro. – Falei.


- Espera. – Sirius sugeriu.


E era somente isso que eu podia fazer.


- Agora dorme, ok? – Sirius disse enquanto caminhava em direção á janela.


- Vou tentar. – Respondi. – Boa noite.


- Boa noite. – Ele se despediu e saiu pela janela.


É claro que eu não consegui dormir. É claro que eu menti para Addie na manhã seguinte dizendo que eu estava com enxaqueca e que não iria à aula.


Finalmente consegui dormir, mas acordei com meu celular tocando.


- Oi. – Eu disse.


“Estava dormindo?” Luke me perguntou do outro lado da linha.


- Não. – Menti enquanto procurava que horas eram em algum relógio.


 “Queria saber se é para eu te buscar em casa ou na escola.”


- Em casa. – Respondi.


“Daí meia hora passo aí então”


- Ok. – Respondi.


Eu desliguei o telefone rapidamente, tomei um banho rápido, prendi meu cabelo em um rabo, vesti a primeira calça jeans que vi, uma camisa branca e calcei minhas sapatilhas pretas. Apenas deu tempo de eu passar um corretivo na tentativa de disfarçar minhas olheiras, além de rímel e blush. E então ouvi a buzina, Luke havia chegado. Peguei minha bolsa e coloquei meus óculos de grau, já que nem tempo de colocar minhas lentes eu tive.


Entrei no carro, Luke me esperava com um sorriso.


- O que? – Eu perguntei enquanto ele me olhava sem dizer nada.


- Você estava dormindo. – Ele me disse.


- Claro que eu estava... E não almocei. – Falei.


- Mc Donalds? – Ele me perguntou.


- Chique. – Respondi com um sorriso.


Enquanto ele dirigia até o conversamos conversa de elevador. Ao chegarmos no drive thru ele fez meu pedido, um cheddar com batata e coca-cola grande, muito ketchup e mostarda.


- Ainda é isso, não é? – Ele me perguntou ao fazer o pedido e eu sorri em resposta.


Depois que pegamos meu “almoço” ele me perguntou para onde iríamos, e eu respondi qualquer lugar. Então Luke ficou dirigindo sem rumo pela cidade, até que parou perto de um parque onde costumávamos ir. Enquanto isso eu contava todo o drama familiar no qual estava envolvida. Claro que ele roubava algumas batatas e goles do meu refrigerante, mas eu nem me importava. Depois de contar tudo, inclusive o e-mail que havia me deixado acordada toda a noite, Luke deu um grande suspiro.


- Você realmente quer conhecer ele? – Ele me perguntou.


- Não sei. Acho que mudaria muita coisa na minha vida e, convenhamos, nunca tive motivos para agradecer como e onde eu estava.  – Eu respondi.


- E se tudo ficar pior? – Ele me perguntou.


- E se tudo ficar melhor? – Eu perguntei lembrando do total apoio que Sirius me dava.


Luke ficou em silêncio.


- Você tem que pensar bem. – Ele me falou.


- Eu já pensei. – Respondi enquanto me sentia reprimida.


- Quero dizer, não é só sua vida. É a sua vida, a vida da Maggie...


- Claro, a Maggie. – Falei. – Porque não basta ela ter a atenção da Addie, também tem que tirar de mim a possível atenção do Keith.


- Não é isso, é que você sabe como Maggie é. – Luke tentou me explicar.


- É, sei. E ela é assim porque Addie e eu deixamos. Não é justo Luke, eu tenho a mesma idade que ela e eu sofri todas as coisas que ela sofreu sendo filha sem pai. Nunca fiz nada errado pensando em todas as coisas que Addie sofreria a mais por não ter apoio, enquanto ela... – Parei de falar pensando que Luke talvez não entendesse como eu gostaria que ele entendesse.


- Eu fico com medo dele ser um babaca. – Luke me disse. – E eu não quero que nem você, nem Maggie nem Addie se machuquem nessa história.


- Eu sei. – Respondi, mesmo não tendo tanta certeza.


Luke me abraçou.


- Eu sinto sua falta, sabia? – Ele me disse.


- Ah. – Respondi, desdenhando.


- Claro que sinto. A pouco tempo atrás nós éramos inseparáveis. – Ele me disse.


- E então você mudou de cidade e me abandonou. – Eu respondi saindo do abraço.


- E você ligou? – Ele me perguntou.


- Não. Mas você ligou para Maggie. Você devia ter ligado para mim também. – Respondi.


- Não fique com ciúmes! – Luke me respondeu.


- Isso não é ciúme. Eu só queria que as pessoas nos tratassem da mesma maneira. – Eu falei.


- Como? Vocês duas são tão diferentes. – Ele me disse e eu não pude negar.


Ele ficou um tempo me olhando em silêncio, até que sorriu e passo a mão pelos meus cabelos. Então ele sorriu e acelerou o carro, fazendo o caminho de volta para minha casa.


- Eu preciso resolver umas coisas ainda hoje... – Ele começou a dizer. – Mas eu te ligo mais tarde, tudo bem?


- Claro. – Eu respondi.


Então ele estacionou na porta da minha casa.


- Obrigada. – Falei, mesmo que tudo que ele havia me dito havia me deixado mais confusa.


Ele sorriu em resposta, deu um beijo na minha testa e então eu desci do carro.


Subi direto para o meu quarto, antes que Maggie fizesse algum comentário ou perguntasse alguma coisa sobre minha ausência. E qual foi a minha surpresa ao ver Sirius dormindo em minha cama.


- Sirius? – Eu chamei por ele, que não acordou.


Caminhei até ele e o cutuquei.


- Quinze minutos. – Ele falou, ou pelo menos foi o que eu entendi.


- Não dá, eu preciso deitar na minha cama. – Respondi.


Então Sirius abriu os olhos.


- Bom dia, Belo Adormecido. – Falei sorrindo.


- Essa é a princesa que acorda com um beijo? – Ele me perguntou.


- É.


- Então você errou os fatos. – Sirius brincou.


- Verdade, você não é “belo”. – Respondi.


- Há Há. – Sirius falou.


- Porque você estava dormindo na minha cama? – Perguntei.


Sirius se levantou da cama.


 - Estava de procurando, você não atendeu o celular.


Peguei meu celular e vi duas ligações dele.


- Eu saí com Luke. – Falei.


- Ah, então estava muito ocupada para prestar atenção no celular, certo? – Sirius brincou novamente.


- Cale a boca. – Falei. – E me diga por que me ligou.


- Eu não posso fazer os dois ao mesmo tempo.


- Cale a boca sobre Luke e me diga por que você me ligou.


- Você não foi à aula. Razão o suficiente. – Ele me disse.


- Não dormi, menti para Addie dizendo que estava com enxaqueca. – Expliquei.


- Bem, vá amanhã ok? Preciso de ajuda com as coisas do jornal, sem você lá... – Ele começou dizendo e depois parou.


- Diga. – Falei.


- Não. – Ele disse enquanto caminhava até minha janela. – Até amanhã.


- Até. – Respondi e caminhei para meu computador.


Eu ainda não estava pronta para responder aquele e-mail e talvez se eu o lesse novamente passasse novamente a noite toda acordada, então desliguei meu computador, peguei um livro e me concentrei nele, até ficar com sono e dormir.


 


No dia seguinte eu acordei com a tristeza de saber que eu seria obrigada a ir à aula aquele dia. Eu sabia que, como pessoa responsável eu não poderia faltar na aula novamente nem se minha mãe estivesse em coma. Tomei um banho gelado para despertar e não tive nem coragem de secar meu cabelo. Vesti a mesma roupa que eu havia vestido no dia anterior quando me encontrei com Luke. Nem me importei ao ver uma mancha de mostarda na manga da camisa. Não liguei para as provocações de Maggie e a deixei esperando Addie sozinha dentro de casa, já que havia combinado com Sirius que o esperaria lá fora.


A aula passou arrastada, eu com a cabeça em meu pai e na minha conversa com Luke. Finalmente a aula acabou e fomos para a sede do jornal, onde Sirius me passou todos os problemas que devíamos resolver. A matéria que Dorcas havia escrito estava pobre em conteúdo, o time de basquete havia perdido os últimos jogos, então não era muito conveniente escrever uma matéria sobre isso, muito menos colocar fotos. Só a matéria de Remus sobre tecnologia tinha conteúdo. E pior: Sirius e eu estávamos sem o que escrever. E, em meio a tudo isso, o simples fato de Remus tentar se aproximar de mim estava me deixando mais louca e mal humorada. Então eu tive uma brilhante idéia.


- Nós precisamos de um evento. – Falei.


- Isso é óbvio. – Sirius me disse.


- Não, nós precisamos fazer um evento. – Expliquei.


- Como, por exemplo? – Lily me perguntou.


- Algum show, festa, algo que a escola possa nos ajudar. – Eu falei.


- Algo para ajudar o time de basquete a pagar as viagens agora que nós perdemos os nossos patrocinadores. – James falou.


- Certo, mas o que? – Perguntei.


- Um desfile. – Dorcas disse. – Nós recolhemos doações de roupas, algumas a gente reforma e faz um desfile.


- Essa é uma idéia genial. – Eu respondi. – Todos de acordo?


Lily foi a primeira a levantar a mão, seguida de James e Sirius. Remus foi o último a concordar.


- Ótimo. Sirius, vamos falar com a diretora. – Eu falei. – Na volta James pode ir falar com o treinador e com o time e por fim a gente faz os cartazes explicando porque essa semana não vai ter jornal por isso.


- Então vamos. – Sirius disse.


É claro que a diretora concordou. Claro que o treinador concordou e em meia hora os cartazes já estavam prontos e distribuídos. Então fomos para casa, eu coloquei algumas coisas da escola em dia, já que toda essa mudança na minha vida estava afetando muito minha dedicação acadêmica. Então fui ler o livro que a professora de literatura havia passado e logo dormi.

_____________________________________________________________________________ 

Eu sei, eu prometi uma festa. Mas na tentativa de correr com a postagem do capítulo eu tive que fazer algumas adaptações! Espero que vocês me perdoem, prometo que vou tentar escrever o próximo capítulo em uma semana no máximo, e posto assim que tiver comentários! E sim, o próximo vai ter quase festa, e depois desse vai ter festa! E pra quem gosta do Luke, ele vai aparecer mais. xxxx

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Marauder Blood em 10/02/2012

Ai que legal sua fic velho!! Ganhou nova leitora! Ja marquei e vou acompanhar :) Não demora pra posta ta? *mimi* Beijos <3

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.