FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Uma pequena discussão!


Fic: 2ne1 - o começo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 8


 2 dias depois...


 No dormitório masculino da Sonserina, um loiro tentava acordar um moreno.


- James, acorda. Acorda. James! JAMES! – Austin gritava tentando acordar o amigo, mas de nada adiantava. – James, anda cara! Acorda! – Ele não moveu um dedo. Austin foi até o banheiro pra tomar banho, depois ele voltou já arrumado, mas não de uma forma normal de se vestir em um domingo, ele estava com uma blusa preta e uma jaqueta vermelha e a calça vermelha com dois riscos brancos nas laterais e segurava um apito. – James – ele disse chegando perto do amigo que estava deitado de barriga pra baixo. – se você não levantar nesse instante, você não vai gostar do resultado. Todos já se levantaram e foram tomar café da manhã. Eu não vou perder o café da manhã hoje, James. Última chance, ou levanta agora ou não me mate pelo jeito que eu vou te acordar. – Nenhum sinal de James acordando. – Ok. Você quem pediu. – Austin puxou o fôlego e apitou bem perto da orelha de James. – ANDA! LEVANTA! TA NA HORA! VAMOS, VAMOS! ESTA ATRASADO! VINTE FLEXÕES E TRINTA ABDOMINAIS! – James se levantou com o barulho do apito e, cego de sono, foi fazendo o que Austin pedia, achando que era um técnico ou sei lá o quê. – ANDA, JAMES! COMO VOCÊ ESPERA CHEGAR NAS FINAIS ASSIM!


 - Finais? – James parou de fazer os exercícios e sentou-se no chão encarando Austin. – Cara, você é doente. – James disse olhando Austin vestido de treinador e rindo da cara dele.


 - James, você não pratica nenhum esporte. Como você pode ser tão tapado desse jeito? – Austin disse se matando de rir.


 - Eu pratico sim. Desde os seis anos eu luto caratê e desde os oito, jogo quadribol com meus primos. – James disse indo para o banheiro tomar banho. Austin foi até a sua cama e pegou um caderno.


 - Sério? Você não parece do tipo que faz artes marcias. – Austin disse riscando a frase “Acordar James vestido de técnico.” Do caderno que tinha o título: Acordando James Potter, as 1.001 maneiras.


 - É sério. Não acredito que você não sabia disso. – James disse de dentro do banheiro e o barulho do chuveiro aberto podia ser ouvido.


 - E aí? Já decidiu o que vai fazer pra pedir desculpas “devidamente” pra Bom? – Austin perguntou a James que saia do banheiro de calça de moletom preta, sem camisa e secando o cabelo com a toalha.


 - Não sei ainda. Mas, pelo visto, você também não pensou em nada ainda. – James respondeu vestindo uma blusa qualquer que estava em cima de sua cama (uma das peças que Bom havia devolvido).


 - Ao contrário de você, eu já pensei em várias formas, só não sei qual seria a melhor. – ele concluiu.


 - Me diga a que você acha que é a que mais tem chances de dar certo. – James se jogou na cama e ficou encarando o teto.


 - Bem... Você não vai gostar. – Austin começou.


~~~~


  No dormitório feminino da Grifinória, CL acordou primeiro, como sempre, e foi acordando as meninas, uma por uma. Bom parecia distraída demais aquela manhã, não parava de pensar se o que estava fazendo com James era o certo. Afinal, ele nem havia conseguido abrir o diário. Mas ela só queria um pedido de desculpas, ela merecia isso.


 - Bom? Você está bem? – Minzy interrompia os seus pensamentos.


 - Estou, sim. – Bom sorriu e as quatro foram tomar café da manhã no salão principal. Bom via apenas 2 dos amigos sentados. Onde estão os outros dois? Depois, do café da manhã, as cinco (com Anne) foram para os jardins olhar o lago. James e Austin entraram nos jardins e ficaram parados a uma distancia considerável de onde as cinco estavam. Alguns alunos estavam de bobeira passeando pelo jardim.


 - Caros colegas, - James começou aumentando o tom de voz para todos ouvirem, chamando atenção das cinco.


 - O que eles estão aprontando? – CL perguntou a Bom.


 - Eu não tenho idéia. – Bom respondeu encarando James e Austin.


 - Como vocês devem se lembrar, há dois dias atrás eu tive alguns problemas com as minhas roupas. – ele encarou Bom, que segurou o riso ao se lembrar da cena. Vários alunos deram umas risadinhas. – Mas, eu espero que todos vocês estejam ouvindo com atenção: Bom Park se encontra presente.


 - Não pra você, Potter. – Bom gritou sentada no gramado e alguns alunos riram. James caminhou até mais perto de onde as cinco estavam,  mas ainda estava longe de Bom.


 - Ah, você está ai. – James se aproximou mais um pouco.


 - O que foi, James? – Bom perguntou.


 - Eu estou aqui, de frente a todos os meus colegas de Hogwarts para dizer da melhor maneira possível: EU SINTO MUITO POR TER ROUBADO O SEU DIÁRIO, BOM! – James finalizou dando mais um passo.


 - Agora você vem pedir desculpas? – Bom levantou o tom de voz e deu um passo em direção a James.


 -Sim, a menos que você queira me chantagear para eu ter que fazer algo mais, esse é o meu grande pedido de desculpas. Satisfeita? – James deu um passo a frente e aumentou o tom de voz.


 - Satisfeita? Ah, mas eu estou pulando de alegria, não esta vendo? –Bom já estava quase gritando, ela deu um passo a frente.


 - Me diz, PELO AMOR DE MERLIN, como você espera que eu vá me desculpar com você? Por favor, ME DIZ DE UMA VEZ! – James deu mais um passo, os dois já estavam quase frente-a-frente e ele já estava começando a gritar.


 - EU SÓ QUERIA QUE VOCÊ VIESSE ATÉ MIM E PEDISSE DESCULPAS DE VERDADE, NÃO DA BOCA-PRA-FORA, JAMES! – Bom gritava e deu mais um passo.


 - MAS PRA ALGUÉM SE DESCULPAR É PRECISO TER FEITO ALGO ERRADO, BOM! EU NEM ABRI O DIÁRIO! – James também gritava. Ele e Bom estava de frente, um para outro e, praticamente, toda a Hogwarts estava lá assistindo aquela cena.


 - ENTÃO VOCÊ ACHA QUE NÃO FEZ NADA, NÃO É MESMO? – Bom gritava.


 - É, ISSO É EXATAMENTE O QUE EU PENSO. E QUER SABER? CANSEI! QUEM TEM QUE ME PEDIR DESCULPAS É VOCÊ! – James.


 - AH, JURA? E POR QUE EU FARIA ISSO? – Bom. CL tentou puxar ela para ela parar de gritar, mas foi ignorada.


 - Porque eu já cansei de pedir desculpas e de correr atrás do perdão de alguém que esta me tratando como um lixo. – James disse encarando Bom, ela desviou o olhar.


 - James...


 - Não, chega. – James deu alguns passos para trás. – Vê se cresce, Park. – James saiu do jardim e entrou pelas portas de Hogwarts. Bom abria e fechava a boca várias vezes, tentando encontrar algo para dizer, mas, sem sucesso, abaixou a cabeça e ficou parada. Dara se aproximou, mas não sabia o que dizer, então abraçou Bom e as cinco adentraram no castelo. No caminho para o dormitório, Bom pôde ver James passando apressadamente em direção as masmorras.


  Ela não chorava, não reclamava, nem se quer se movia, estava parada, deitada na cama, repassando mentalmente aqueles últimos dias: Ela entrou em Hogwarts, conheceu pessoas novas, descobriu que seu diário havia sido roubado, descobriu que o culpado era James, brigou com James, várias vezes, recuperou o diário, roubou as roupas dele, e ela estava alimentando um ódio que, simplesmente, não existia. Diversão? Talvez. Talvez ela estivesse pensando que ele também acharia engraçado e que todos iriam rir disso um dia. Quem sabe, foi apenas um teste? Não se sabe dizer. Mas, se era um teste, qual era o objetivo? Qual seria o resultado? Mais brigas? E por que eles estavam brigando?


 - CL? – Bom se manifestou e a amiga, que se encontrava lendo um livro, foi até ela.


 - Sim? – CL respondeu, animada pelo fato da amiga ter apresentado algum sinal de vida, pois estava parada ali há duas horas.


 - Você acha que eu fui infantil? Quer dizer, com essa história de vingança e de obrigar ele a pedir desculpas? – CL começou a responder, mas Bom a interrompeu – Você sabe, se eu estivesse escutado o James desde o início, iria ter percebido que ele vem me pedindo desculpas todos os dias. Mas eu não consegui “ouvi-lo”, eu queria que ele me ouvisse, mas eu não estava dizendo nada, quer dizer, eu deveria ter dito algo? Não havia muito o que dizer, ele roubou o diário, mas ele não conseguiu abrir... – CL concordava com a cabeça sorrindo. – O que significa que ele tentou, então, se ele tivesse conseguido abrir, ele teria lido? Ou ele teria devolvido sem ler? Mas eu não posso ficar pesando no que teria acontecido ao invés, de pensar no que realmente aconteceu. – Bom parou de falar e encarou CL. – Você me entende?


 - De verdade?


 - Sim.


 - Não. Mas isso não importa, desde que você não tenha enlouquecido de vez, eu concordo com tudo o que você disser. – CL respondeu dando um sorriso confiante.


 - O ponto é que Eu estava errada, e o James estava certo: eu fui infantil.


 


 


N/A.: Heeey!!!


Ai que emoção! Consegui escrever o cap 8! FINALMENTE! Eu devo ter escrito três vezes esse cap!


Bom, consegui e postei!!!


 Quero responder os comentários:


Anne Monic Bell: Anne, como sempre, eu te adoro. Vc esta sempre lendo a fic e me dando ótimas ideis! Das partes do cap q eu já te mostrei, acho que eu so usei uma ou duas! KKKK!


Obrigada por ler a fic, e eu sinto muito por você ter desistido da sua! Eu realmente gostaria de saber o que iria acontecer... Mas, de qualquer forma, a Anne sempre vai estar por ai (e a Mellany tbm).


Nyumiu: Que bom que você esta gostando da fic! E Bem-vinda! Eu fico feliz que mais pessoas estejam lendo a fic. Sinto muito por suas dores. E, como eu sempre digo: seja mal, seja livre, seja feliz, e passe por cima daqueles que te impedem.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anne Monic Bell em 14/02/2012

HeyHey!! 
Nossa, a Bom realmente parece chateada, mas ela devia ter percebido que foi muito dura com James.
A hora que eles ficaram gritando um com o outro cara a cara, eu pensei que o James ia beijar ela. Sei lá, tive essa impressão. :S 
Ps:Nyumiu, eu seeeeei quem sãaaao os casaaaaais !! Ou pelo menos já tenho umas dicas ;)
Awwwn, eu também te adorooo! Muuuuito! Amiga, eu não te dou ótimas ideias, elas já estão ai com você, às vezes você só precisa de um pouquinho de ajuda para encontrá-las. Ah, bem, fico feliz de saber que você gostava C: Sim, e Anne disse que Marlene sempre será a melhor amiga dela, ete agradece por tê-las apresentado. 
Beijos 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nyumiu em 13/02/2012

Obrigada pelas belas palavras!!!
 -
Com relação ao capítulo, ta na cara que a Bom ta vendo o James com
outros olhos.
Agora é esperar para ver com quem as outras meninas ficarão *o*

Belo capítulo!!!! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.