FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

23. telling the family.


Fic: Essência - HG


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Gina se acordou naquela manhã com um alivio no coração e um peso (um tanto psicológico) na barriga. Antes parecia que tudo estava pesando dentro de seu coração, mas depois de ter dito a Harry, o peso havia descido. Gina esticou os braços para poder espreguiçar o corpo e sentiu falta de algo sobre a cama:


- Harry! – ela disse baixinho, abrindo os olhos.- Harry? – o tom de voz aumentou.


Ela se sentou na cama e olhou para os lados.


- Oi Gina! – gritou ele da cozinha.


Gina respirou aliviada.


- Aconteceu alguma coisa? – ele apareceu na porta.


- Pensei que tinha fugido!


Harry olhou com censura nos olhos, mas um sorriso maroto nos lábios para Gina.


- Porque me deu a terceira noticia mais perfeita da minha vida?


Gina riu.


- Porque terceira?


Ele foi até ela e se sentou ao lado dela.


- A primeira foi quando você aceitou casar comigo. A segunda foi que meu pai esta bem agora, e salvo. E a terceira... – ele pousou a mão pela primeira vez na barriga levemente volumosa de Gina. – Que eu vou ganhar um filho.


Gina sorriu para Harry, tudo estava como antes: calmo, romântico e feliz.


- Quero jantar com a sua mãe hoje – informou Harry.


- Hum... Algum motivo especial?


Harry riu.


- Uma parte de mim nasceu ontem a noite. Eu dava bola apenas para a gente, e um tanto para mim. Agora temos mais uma coisinha para se preocupar e dar amor. É como se um amor diferente nascesse em mim.


Gina passou a mão no rosto do marido.


- Vocês.. – ela estava com a mão sobre a dele, que estava pousada em sua barriga – São o meu maior presente.


 


 


- EU NÃO ACREDITO! – gritou Alice


Gina sorriu.


- O que aconteceu? – Tom saiu correndo do escritório do restaurante.


- A GINA VAI SER MAMÃE!


- Co-com-mo assim? – Tom já tinha lágrimas nos olhos.


- Quer que eu te explique com detalhes? – perguntou Alice, com um tom nervoso e feliz.


- Você vai adotar uma criança? – perguntou Tom, mesmo sabendo a resposta.


- Não Tom! – gritou Alice – Tem uma coisinha crescendo dentro da barriga dela, cabeção!


Tom sorriu e chorou ao mesmo tempo.


- Não chame meu filho de coisinha! – protestou Gina, abraçando o chefe.


- Gina, felicidade a vocês três. Meus parabéns!


Alice também chorava desesperadamente.


- Alice, se acalme!


- Ah Gina... – ela se jogou nos braços da amiga.


A buzina do carro de Harry surgiu.


- Meu marido me espera! – informou ela, tentando conter as lágrimas da amiga.


- Vou ficar ok! Vai lá com o papai. Diz para ele que depois eu mando um presentinho para ele.


- Para ele? – perguntou Gina, apanhando o casaco e a bolsa.


- Claro. Ele vai precisar de muita pomada para dor. Sabe, ele vai ser que se agachar muito para brincar com o bebê.


Gina achou graça na brincadeira de Alice e foi até o carro sorrindo. Entrando dentro do carro, ela ainda ria.


- Qual é o motivo da risada? – perguntou Harry, se juntando a risada da esposa.


- Alice e seu senso de humor fora do comum.


Harry colocou o sinto, Gina também.


- Ela disse que vai lhe dar uma pomada para dor muscular...


- Por que?


- Sabe, você vai se agachar muito atrás do bebê.


- Essa Alice... – ele arrancou o carro em meio a muitas risadas.


 


 


Chegando a casa de Molly, Gina logo descobriu que os pais de Harry também estavam ali: O carro de Lily estava a frente da casa.


- É uma espécie de reunião?


- Quero dizer a eles sobre o bebê – ele tirou o sinto e encarou Gina. – Claro, se você querer contar a eles agora.


- Sua mãe já sabe, mais ou menos. E a mamãe também.


- Como assim?


- Eu fui no médico sobre a virose, e ele disse que achava que eu estava grávida e marcou o raio-x. Então sua mãe já chorou de emoção. Liguei para a mamãe esses dias, com dúvidas sobre quando ela descobriu que estava grávida, mas não disse nada de mais, mas ela desconfiou! Porem, eu achei que o direito de saber primeiro era seu... Então foi para você que eu contei quando eu tive a confirmação.


Gina não havia percebido, mas Harry chorava.


- Querido... – Ela limpava as lágrimas do rosto dele com os dedos – Fiz algo errado? Desculpe mas a sua mãe insistiu em me acompanhar na consulta do médico...


- Não querida, você não fez nada errado.


Quando ela conseguiu secar o rosto de Harry por completo, os dois ficaram mais alguns minutos apenas se olhando.


- Você não sabe o quanto eu estou feliz querida... – confessou ela, e a ruiva entendeu o motivo das lágrimas dele.


O sorriso nos lábios dos dois se iniciou, permanecendo ali.


- Eu também querido.


 


 


O almoço estava impecável. Gina e toda sua família, junto a Harry e sua família. Era o momento perfeito para falar a todos. A família estava reunida na sala de estar de Gina...


- Bem, depois desse almoço maravilhoso e desse café, eu gostaria de fazer um anuncio a todos vocês.


Eles ficaram em silencio.


- Vamos aumentar a família.


- Como assim? – perguntou Tiago.


- Gina esta esperando o nosso primeiro filho – Harry se levantou ao lado de Gina.


- Oh Céus! – exclamou Molly.


Em questão de instantes Molly e Lily estavam em prantos, uma abraçando a outra. Tiago e Arthur cumprimentavam Harry.


- Querida – dizia Lily, a abraçando. – Estou tão contente.


Gina sorria.


- Filha...


Gina abraçou a mãe, que tinha lágrimas até na gola da blusa.


- Meu bebê – sussurrou alguém abraçando Molly e Gina.


- Papai...


Todos se abraçaram e choraram bastante naquele inicio de tarde. Quando todos estavam mais calmos, depois de muitos copos de água com açúcar... Lily e Molly começaram a falar


- Você está tomando os cuidados certos?


- Você não pode tomar café! – Lily tirou a xícara de perto de Gina.


- Porque?


- Cafeína engana a fome e dá insônia.


Gina suspirou.


- E você não pode fazer muito esforço! Deve repousar bastante!


- E nada de banho de sol ou coisa do tipo!


- Além é claro, de cuidar muito da alimentação e não comer nada gorduroso.


- Fique longe de bebidas,fumo, roupas apertadas e salto alto.


- Se acalmem – disse Arthur – É a Gina que está grávida!


As duas se encararam e riram.


- Elas estão tentando ajudar papai... Mesmo tendo exagerado no ritmo das dicas. – elas riram – Não anotei nem metade!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por matthew malfoy em 21/10/2011

capítulo muito agradável de se ler, magnífico nos detalhes,

até o próximo capítulo,

abraços

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.