FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Hogwarts, salão principal, sel


Fic: 2ne1 - o começo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 Todos os primeiranistas de Hogwarts estavam ansiosos para serem selecionados pelo chapéu e descobrirem para qual casa iria ir... Menos quatro.


 - Corre Bom! – uma oriental gritava para a outra que corria atrás dela e junto com mais duas.


 - CALMA! EU NÃO FUI FEITA PRA FICAR FUGINDO DE UM TRASGO NÃO! – Bom respondia.


 - ANDA! – uma outra dizia correndo.


 - LEE CUIDADO! – a quarta falava apontando o trasgo atrás da outra.


 Mas, esperem, vamos começar essa história direito. Essa começa algumas horas antes desse acontecimento. As nossas meninas se despediam de seus pais pela primeira vez, para irem a Hogwarts.


 - Park Bom, eu não quero saber de detenções e castigos na primeira semana de aula. Você consegue? – dizia uma senhora alta e oriental com roupa bruxa azul e um chapéu com ponta preto.


 - Você sabe que eu tento, mas a confusão chega sem eu ver. – dizia a filha, Park Bom, para a mãe que olhava a filha com graça.


 - Lembre-se, você não é, e não será, uma má pessoa se o chapéu te colocar na Sonserina. – dizia um homem oriental com alguns fios brancos na cabeça.


 - Com certeza pai. Obrigada. – a garota disse pegando a sua bagagem.


 Não muito longe dali, outra oriental se despedia de seus pais.


 - Sandara, promete que vai tomar cuidado? – um homem gordinho de bochechas rosadas e de óculos falava com a sua pequena filha.


 - Sim papai, tomarei cuidado. – respondia depositando um beijo na bochecha rosada do pai.


 - Não procure confusão sem um motivo. Eu sei que você vai se esforçar para não aprontar, certo? – perguntava uma mulher também baixa de cabelos pretos para a filha.


 - Certo, mamãe. – disse sorrindo e depositando outro beijo na bochecha da mãe. Sandara pegou sua bagagem e se despediu de seus pais dando um abraço em cada um.


 Um pouco mais à frente, Minzy se despedia de seus avós.


 - Minzy, você é uma pessoa maravilhosa. Tenho certeza que, logo, arrumará amigos. – dizia um velho parecendo sábio.


 - Claro. – dizia ela parecendo meio insegura das palavras de seu avô.


 - A propósito, eu queria te dar isso. – ele pegou uma caixinha prata de suas vestes e entregou pra menina.


 - O que é isso? – perguntou.


 - É um presente, essa caixa te trará sorte. Nela você vai encontrar um presente que está na nossa família há muitos anos. – disse o velho colocando a mão sobre a caixa.


 - Obrigada vovô. – disse abraçando o avô.


 - Boa sorte querida. – disse a senhora que estava do lado o homem.


 - Obrigada vovó. – disse abraçando a avó. – Amo vocês. – disse se soltando e pegando sua bagagem para embarcar no trem.


 E, por ultimo, temos Lee Chae Rin.


 - Minha filha, entra nessa escola de cabeça erguida, ninguém gosta de pessoas tímidas. Não estou dizendo que você é, só estou dizendo... Seja você mesma. – dizia um homem para ela que olhava sorrindo e confiante.


 - Boa sorte e mande cartas sempre que puder. Lembre-se que não importa pra que casa você vai e, sim, as suas escolhas e responsabilidades. – uma mulher oriental falava para a filha que ouvia tudo com atenção.


 - Vou me lembrar do que me dizem. Agora, tenho que ir. Tchau! – a pequena Lee Chae Rin se despedia dos pais.


 Todas as quatro entraram no expresso de Hogwarts e é aí que a nossa história começa. Sandara procurava uma cabine vazia e, depois de alguma procura, achou uma que tinha apenas uma garota.


 - Oi. – disse ela.


 - Oi. – a menina disse.


 - Será que eu posso me sentar com você? As outras cabines estão muito cheias. – disse sorrindo nervosa.


 - Claro. – disse a outra sorrindo para ela.


 - Eu sou Sandara, mas me chame de Dara. – disse esticando a mão pra ela apertar e se sentando ao lado dela.


 - Prazer, eu sou Minzy. – disse apertando a mão.


 - Com licença. Eu posso me sentar com vocês? – disse outra na porta da cabine.


 - Por mim tudo bem. – disse Minzy.


 - Por mim também. – disse Dara. A menina entrou e se sentou em frente as duas e, antes que pudesse dizer alguma coisa outra garota chegou ao local.


- Ah, desculpa. Eu posso ficar com vocês nessa cabine? – disse Lee chegando na cabine.


- Pode! – disse Dara e Minzy ao mesmo tempo.


- Entra aí. – disse a outra.


- Obrigada. – disse entrando e se sentando.


- Como se chama? – Minzy perguntou para a menina que acabou de chegar.


- Lee Chae Rin, prazer.


- E você? – Dara perguntou a outra.


- Podem me chamar de Bom.


- Sou Minzy e ela é Dara.


Foi nesse momento que as quatro se tornaram amiga e a primeira confusão estava por vir.


- Eu to entediada.  – disse Dara se espreguiçando.


- E se a gente fizesse alguma coisa divertida nesse lugar? – sugeriu Minzy.


- Tipo o quê? – perguntou Bom.


- Vocês topariam bolar um plano comigo pra gene aprontar lá em Hogwarts? – perguntou Lee.


- Gostei da idéia! Qual é o plano? – Minzy.


- Hum... E se a gente... – começou Lee. Ela contou o plano e todas adoraram a idéia. O que nos leva a pensar: o que elas planejam aprontar?


 Chegando a Hogwarts, elas já estavam com o plano todo prestes a começar.


 - Alunos do primeiro ano por aqui, por favor. – o velho Slughorn disse reunindo os primeiranistas em frente a uma porta grande. Muitos múrmuros eram ouvidos. – Silencio, por favor. – todos se aquietaram. – Assim está melhor.


 - É melhor a gente se separar para que o plano saia perfeito. – sussurrou Lee para as outras.


 - Tudo bem. – respondeu Minzy e as outras confirmaram com a cabeça.


 - Minzy, eu e você vamos até o segundo andar para deixar tudo pronto. Dara, Lee, vocês ficam aqui e depois de uns 10 minutos vocês vão lá pra cima também pra gente por o plano em ação. – Bom disse e todas confirmaram. Minzy e Bom foram, despistadamente, até a escada, só que ela começou a se mexer.


 - Bom tá se mexendo. – Minzy.


 - Eu percebi. Fica parada, vamos esperar a escada parar. – disse olhando para a outra. A escada parou e elas terminaram de subi-la.


 - Onde a gente tá? – disse Minzy.


 - Eu vou saber? Vamos entrar nessa porta e ver no que dá. – Bom disse parando em frente a uma porta e a abrindo.


 - Tá escuro aqui! – Minzy.


 - Aí, você pisou no meu pé. – Bom.


 - Foi mal. – Minzy. Logo depois de ela andarem um pouco mais pra dentro do lugar que parecia ser uma sala enorme e fedorenta, elas ouviram um barulho de um ronco estranho e alto.


 - Nossa, você ta com fome? – Bom disse.


 - Eu pensei que fosse você! – Minzy disse segurando no que ela pensava ser uma parede. – Que parede estranha!


 - Será que as meninas já estão procurando a gente? – Bom.


 - Acho que sim. Se elas não achar a gente, a gente morre. – disse Minzy apertando a parede. – Essa parede é muito estranha. – disse dando um soco nela. – Acho que não é uma parede. Deve ser um tipo de porta estranha. – disse empurrando a “parede” – Me ajuda a achar a fechadura, Bom. – Bom encostou mão na parede e foi tateando até achar algo redondo e duro, do tamanho de uma maçaneta.


 - Acho que achei. – disse segurando a maçaneta e girando com toda força.


 - AAAHHH! – ouviram algo grande gritar e a “parede” começar a se mexer.


 - Acho que não era uma maçaneta.


 - Não era uma porta, Minzy. – disse andando para trás.


 - Se não é uma porta, o que é isso? – Minzy disse se afastando da coisa.


 - Eu acho que é... É um...  – disse parando pra pensar um pouco – É UM TRASGO, MINZY CORRE! – gritou para a amiga que saiu correndo até a parede e tateando até achar uma porta de verdade e girou a maçaneta saindo pela porta junto a Bom. Mais a frente elas trombaram com Lee e Dara.


 - Aí! Por que vocês tão correndo desse jeito? – disse Dara se levantando e ajudando as outras a levantarem.


 - DARA, LEE, CORRAM! – disse Minzy correndo com Bom atrás de si.


 - Correr? Por quê? – disse Dara olhando as meninas correrem apavoradas. Dois segundos depois ela ouviu um rugido alto e olhou para trás, ela viu um trasgo enorme e cheio de verrugas vindo em sua direção e ficou parada, chocada, sem reação.


 - DARA, CORRE! – Lee disse puxando ela, ela despertou de seu transe e saiu correndo. O que nos leva a cena do começo desse capítulo.


- CORRE BOM! –Minzy gritava para Bom que corria atrás dela e junto com mais duas, que estavam logo atrás.


 - CALMA! EU NÃO FUI FEITA PRA FICAR FUGINDO DE UM TRASGO NÃO! – Bom respondia.


 - ANDA! – Lee dizia para Dara, as duas correndo.


 - LEE CUIDADO! –Dara falava apontando o trasgo da Lee.


 - AH! – Lee disse se abaixando e escapando, por um triz, da clava do trasgo que ia acertar sua cabeça em cheio.


~~~~


 Nesse exato momento no salão principal, McGonnagal se encontrava chamando os primeiranistas.


 - Gazerton, Sarah. – dizia. Uma menina baixinha, porém, bonita, andava confiante até o banquinho.


 - CORVINAL! – anunciou o chapéu seletor e a mesa da Corvinal aplaudiu.


 - Gong, Minji. – disse McGonnagal. Ninguém respondia. – Gong, Minji. – repetia. Vários múrmuros foram ouvidos. – SILÊNCIO! – disse. Então, ela ouviu barulhos, estrondos, de passos pequenos e muito grandes. Todos os professores sacaram a varinha na hora. De repente, o barulho parou, alguns passos foram ouvidos, alguns berros e depois mais nada. Três segundos depois, a porta se abre num estrondo e quatro garotas orientais entram gritando com um trasgo no final do corredor.


 - AAAHH! SOCORRO! – gritavam elas, alguns alunos estavam sem entender enquanto outros gritavam apavorados. Os professores foram para a porta enquanto os monitores tentavam acalmar os alunos. Os professores, com um pouco de dificuldade, conseguiram desmaiar o trasgo. McGonnagal tratou de levar as quatro para perto da mesa dos professores depois que tudo se acalmou.


 - Vocês quatro têm idéia do perigo que estava correndo e do desastre que poderiam ter causado? – ela foi falando enquanto todo o salão comunal ficava calado olhando os professores retirarem o trasgo de lá. – Eu gostaria de saber o que vocês estavam pensando, colocando a nossa escola em risco? – entre tantos xingos, quatro garotos primeiranistas olhavam pra elas, que estavam segurando o riso.


 - Quem são elas? – dizia um loiro de olhos azuis.


 - Eu não sei cara! Mas eu vou descobrir! – outro garoto falava. Só que este era ruivo.


 - Eu te ajudo! – dizia um moreno de olhos claros.


 - E eu assino em baixo! – outro moreno falava.


 - Com certeza! – o loiro anterior dizia.


~^~^~^~


N/A: Oi, esta é a minha segunda fic!!!!


Tô feliz por ter escrevido o cap 1 com tanta facilidade!!!


COMENTEM!!!!


BjbjbjPANDA!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Naylla em 14/10/2011

Poisé Anne! Pra você ver que muito mais ainda esta por vir com essas quatro!!!

No próximo cap você vai descobrir qm sao os quatro! Uma dica: Não  é o harry, não é o Rony, não é o Draco e não é o Blaise!!!

bjbjbjPANDA!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anne Monic Bell em 13/10/2011

Tenho uma pergunta: Estes últimos quatro garotos são... Harry, Rony, Draco e Blaise? SÓ Chutei, hein! Meus Deus, essas quatro já estão causando logo no primeiro dia de aula! Imagina o resto do ano! kkkk adorei elas! Pelo jeito vc é fã da Coréia, né?! Enfim, não tarde a atualizar! Bjooos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.