FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. Life Makes Love Look Hard


Fic: O Preço De Amar Um Malfoy


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

A vida faz o amor parecer difícil


“Ele é diferente de tudo o que é errado em seu mundo e em outros mundos.Você diria que ele salvou sua vida se não soasse tão dramático. Você sabe que seriam bons amigos, bons parceiros, bons inimigos, mas você prefere ser a garota dele. E sabe que serão importantes na história um do outro para sempre, independentemente de tudo que estiver pra acontecer. Porque ele não é só um cara. Você não quer mais só um cara. E ele é tudo que você quer hoje.”                              - Tati Bernardi


Hermione penteava o cabelo para tomar seu café da manhã e ir para as aulas quando Draco entrou na barraca.


- Bom dia, linda.


Ela olhou para ele pelo espelho e sorriu.


- Bom dia, lindo.


Ele riu e se curvou atrás dela, pretendendo depositar um beijo casto em seu pescoço. Porém, assim que seus lábios tocaram a pele dela, ele mudou completamente de idéia. Passou os braços em volta da cintura da grifinória e começou a espalhar beijos e mordiscões por todo o seu pescoço e ombro.
Sorriu maliciosamente quando a viu colocar a escova de cabelo em cima da penteadeira e fechar os olhos, tombando o pescoço para o lado, dando mais espaço para ele intensificar as carícias. Ela solto um leve gemido quando ele sugou com mais força a base do seu pescoço e Draco a virou na cadeira, pegando Hermione de surpresa e lhe dando um beijo de tirar o fôlego. Ela sentiu o braço dele passando por trás do seu joelho e a próxima coisa que soube era que estava no seu colo.


- O que você tá fazendo? – perguntou entre os beijos que ele lhe dava - Nós temos aula daqui a pouco...


Ele não respondeu. Ao invés disso, a levou até a cama e a jogou lá, a surpreendendo mais ainda. Em seguida, cobriu seu corpo levemente com o dela e recomeçou a beijar seu pescoço.


- Nossa, estamos com muito fogo hoje. – falou ela com a voz fraca enquanto sentia a língua quente dele tocando sua pele, lhe causando arrepios.


- Só hoje? – ele perguntou se afastando emburrado e se deitando ao lado dela na cama.


- Não foi isso que eu quis dizer... – respondeu, meio decepcionada por ele ter parado.


- Mas disse. – ele fez bico – Meu ego está ferido agora. Minha namorada falou que eu nego fogo.


- Eu não disse isso! – ela ria - Oh, Merlin... O ego dele está ferido. – ela apoiou seu cotovelo na cama, ficando de frente pra ele – E ainda está fazendo bico.


- Não estou...


- Está sim.


Ela se aproximou mais e levou a boca dele de encontro a sua, o puxando pela nuca. O beijou com sensualidade, mas ele não correspondeu, embora pudesse perceber o quanto ele estava lutando consigo mesmo.


- Qual é, Draco... – ela mordeu seu lábio inferior levemente - Você sabe que eu tenho o namorado mais gostoso de Hogwarts, não sabe?


- Eu sei. – ele respondeu com a voz rouca – Mas você sabe?


Hermione riu.


- E como sei...


Ela rolou na cama, se sentando em cima dele com uma perna de cada lado do seu corpo. Se curvou e agora foi a vez dela de depositar beijos e mordiscões na pele dele. Ele não falou mais nada. Só aproveitou a sensação do toque de Hermione. Ela foi subindo seus beijos e quando chegou á boca dele, Draco nem tentou não lhe corresponder.


Beijaram-se apaixonadamente enquanto a mão de Draco começava a subir pela coxa dela, entrando por baixo da saia.


Ela se afastou dele e sussurrou.


- Tira a camisa...


Ele tirou a camisa com tanta violência que os botões voaram longe.


Hermione grudou os olhos nele e acariciou seu peitoral, nunca cansada de admirar as maravilhas que o quadribol fazia naquele corpo. O resto das roupas de ambos não demoraram a sair também, ficando espalhadas ao redor da cama.


Draco puxou a garota com força e a colocou de joelhos no colchão, se curvando e explorando seus seios enquanto sentia os dedos de Hermione passarem pelos seus fios loiros. Uma tensão deliciosa se construiu até que estava ofegante, o corpo inteiro formigando de prazer. Chupou cada bico, demoradamente, mordiscando-os e lambendo-os. Ela acariciava-lhe os cabelos e não conseguia evitar os gemidos que saiam de sua garganta. Enquanto se entretinha com a boca, com as mãos procurou a intimidade dela, passeando com os dedos por entre suas pernas. O corpo de Hermione vibrou de prazer enquanto sentia ele explorar as duas partes mais sensíveis do seu corpo ao mesmo tempo.


- Não aguento mais. – ela gemeu, o fazendo se deitar na cama e subindo por cima dele, encaixando seu corpo ao dele. Respondendo aos impulsos dela, Draco penetrou-a sem rodeios, com firmeza. Ela quase gritou de prazer. Porém, não estava preparada para o movimento que ele fez em seguida, saindo novamente de dentro dela e colocando-a de joelhos.


Excitada e frustrada, ela gemeu o nome dele.


Voltou a penetrá-la, agora ajoelhados na cama, e cada milímetro do sexo de Draco entrando dentro dela, como um choque elétrico. Chegou ao clímax na mesma hora, convulsionando-se toda, dos pés à cabeça, com um gemido forte. Draco a prendeu fortemente e a beijou vorazmente, deixando suas mãos se perderem no cabelo da garota enquanto se movia dentro dela. Quando o ritmo ficou tão intenso que era impossível manter o beijo, Hermione mordeu com força seu ombro a ser atingida por outra onda de prazer. Mal terminou, e começou de novo.


- Merlin! - ela exclamou entre gemidos, cravando suas unhas nas costas dele na medida que seu corpo recomeçava a tremer. No mesmo instante, sentiu a ejaculação forte dentro de si e achou que seu corpo ia pegar fogo de tanto prazer.


Ela achou que ia despencar na cama mas Draco a segurou pela cintura, os mantendo na mesma posição, a impedindo de recuperar completamente o fôlego uma vez que ele ainda estava dentro dela.


Levantou seus olhos para ele, que riu da sua expressão.


- Diz agora que Draco Malfoy nega fogo. – ele falou com a voz entrecortada no pé do seu ouvido.


Ela soltou um suspiro. Como podia dizer uma calúnia dessas quando o dono daquela voz sexy tinha acabado de lhe dar um orgasmo múltiplo?


- Nunca. – ela acariciou sua nuca e mordeu seu lábio inferior – Você me deixa louca...


- Tá brincando? Você me deixa louco... Toda vez que transamos, eu sinto como se meu cérebro fosse explodir. – ele falou tão sério que ela teve que rir – Você é deliciosa. - e ao dizer isso, moveu seu sexo rijo dentro dela mais uma vez, fazendo-a gemer baixinho. Era quase fisicamente impossível que eles tinham acabado de transar e que ele estava pronto novamente.


Ao contrário do que ela pensou, ele se afastou dela, colocando-a deitada na cama mas ainda se certificando de estar entre suas pernas. Voltou a beijá-la, em seguida descendo para o seu pescoço e cada vez mais para baixo.


- E você é insaciável... – falou ofegante.


Ele traçou beijos até sua barriga e quando começou a se aproximar da sua intimidade, levantou o tronco da garota, segurando-a firme nas coxas. Hermione tremeu só de pensar no que sabia que ele estava pensando em fazer.


- Não... não... - murmurou ela, envergonhada só de pensar naquele nível de intimidade.


- Só fecha os olhos e aproveite. - sussurrou Draco com aquela voz sexy. - Vou te mostrar o que é enlouquecer.


Hermione parou os protestos e entrelaçou as mãos nos cabelos dele. De repente, nada mais importava. Seu corpo estava totalmente dominado pelas sensações que ele lhe causava. Estava ofegando, gemendo, tremendo, totalmente fora de controle quando chegou ao ápice mais uma vez naquela manhã. Passou as mãos no próprio rosto, um pouco desesperada com tudo aquilo. Antes mesmo que começasse a se recuperar, Draco a ergueu novamente na sua direção e a segurou firme, inclinando o corpo da garota. Ancorou os joelhos de Hermione na sua cintura. Naquela única investida, ele a deixou sem fôlego e sem voz. Hermione ainda estava se refazendo do êxtase, e de repente ele a levava ao delírio outra vez. O prazer extremo voltou com força total antes mesmo de ir embora completamente. Agarrando os ombros dele como apoio, ela deixou que sua cabeça caísse para trás.


A tensão cresceu novamente quando começaram a se mover juntos, em sintonia, e seus gemidos se espalharam pelo quarto.


- Merlin... – ele disse enquanto a agarrava gentilmente pelos cabelos e a beijava com ferocidade. - Você foi feita para mim.


***


- Então, - Draco falou – você não me contou do tal instrutor.


Os dois estavam andando abraçados, indo tomar café da manhã. Hermione tinha lutado com todas as suas forças para sair da cama depois de todo o exercício físico que eles tinham feito alguns minutos antes. Ela ainda estava tonta, todas aquelas sensações ainda muito vívidas na sua cabeça.


- Não tem muito o que contar. – ela respondeu sem olhá-lo – Ele é um instrutor normal.


Draco franziu o cenho.


- Como você pode dizer que ele é um instrutor normal, quando você nunca conheceu nenhum instrutor na vida?


- Ah... – ela deu de ombros – Sei lá, só tô dizendo que não tem nada de especial nele. Só isso.


Ele pareceu desconfiado de alguma coisa e Hermione logo mudou de assunto.


É claro que ela sabia que era inútil esconder a verdade de Draco. Mais cedo ou mais tarde ele iria trombar com John por aí. Mas ela não queria ter que chegar e dizer pra ele: “Sabe, Draco... Meu instrutor é um gato, mas não se preocupe com isso porque apesar de eu não te dizer, eu te amo.” Então ela tinha se decidido por deixá-lo ver com seus próprios olhos.


Ela só não tinha imaginado que ia ser tão rápido.


Todos estavam sentados tomando café-da-manhã quando eles chegaram. Hermione e Draco se sentaram em uma mesa e começaram a fazer sua própria refeição enquanto conversavam banalidades. Foi quando ele chegou e roubou a atenção de todos.


Estava especialmente lindo com uma camiseta preta que marcava todas os músculos do seu peito. As garotas do lugar não tiravam os olhos deles e não paravam de suspirar. Literalmente.


Hermione pegou sua xícara de café se preparando mentalmente para o que estava por vir e se xingando por não ter se lembrado de pegar uma das suas mini-garrafas de whisky que andavam diariamente na sua bolsa. Ela realmente poderia fazer uso de uma boa dose de álcool naquele momento.


- Hermione, - ela teve certeza que pôde ouvir um certo tom de contimento na voz de Draco – quem é esse cara?


Ela engoliu seu café lentamente, tentando adiar a resposta.


- Meu instrutor. – respondeu tentando parecer inexpressiva – Por quê?


Pela cara dele, ela soube que não teve muito sucesso na sua tentativa de parecer indiferente. Ele cerrou os olhos.


- Posso saber porque você não me contou sobre... – ele procurou as palavras certas – a aparência dele?


Ela pestanejou.


- Draco, eu não saio falando da aparência dos outros por aí.


- Tá legal. – ele pareceu descrente – Então vai me dizer que você não foi correndo contar pra Pansy sobre a aparência dele?


- Claro que não. – ela tomou mais um gole daquele café terrivelmente puro enquanto ele continuava olhando pra ela – Pansy o viu também.


Ele soltou o ar dos pulmões tentando buscar calma.


- Por que você não me contou, Hermione? – exigiu saber, sem se conter mais.


- Contar o quê, Draco?! Não tem nada demais! – ela respondeu – Ele é bonito, e daí? Eu...


- Então, - ele a interrompeu, falando cautelosamente e parecendo chocado – você acha ele bonito?!


Ela mordeu o lábio inferior tentando não mentir mas sabendo que criaria mais problemas se dissesse a verdade.


O silêncio dela foi a resposta que Draco precisava.


- Você acha que ele é mais bonito que eu?


Pega de surpresa por aquela pergunta, Hermione teve que rir. Mas ela não riu, simplesmente. Ela gargalhou. E não conseguiu parar.


Irritado com a reação da namorada, Draco fez menção de levantar.


- Eu não vou ficar aqui enquanto você ri da minha cara!


- Não, Draco! – ela o segurou, fazendo-o se sentar novamente – Pára com isso! Não estou rindo da sua cara!


Ele a olhou muito sério e ela parou de rir.


- Você tá sendo bobo... – ela falou reprimindo um sorriso.


- Você não respondeu minha pergunta.


Ela suspirou, cansada.


- Não, Draco. Eu não acho que ele seja mais bonito que você. Eu não acho que ninguém seja mais lindo que você.


Ele não pareceu lisonjeado e Hermione não esperou que ele ficasse. Ele a olhou como se ela tivesse apenas apontado o óbvio. Como se estivesse chovendo e ela dissesse que estava caindo água do céu.


- Você tá atraída por ele?


- Claro que não! – ela revirou os olhos – Eu sou louca por você, seu idiota ciumento!


Ela o segurou pelo queixo e o beijou para comprovar suas palavras. Ele a abraçou quando o beijo acabou.


- Não gosto de pensar em você sozinha com outro cara. – ele falou.


- Então não pense. Ele é só o meu instrutor.


- Grande coisa. – ele beijou o topo da cabeça da morena – Se ele se aproveitar de você, diz pra mim, ok? Eu quebro a cara dele.


Hermione pressionou seus lábios para reprimir o riso. Deu graças a Merlin que Draco não podia vê-la.


- Acha que eu tenho chance contra ele?


Draco era forte e Hermione sabia que ele tinha treinamento para ser comensal, mas John devia ter passado a vida inteira lutando. Ele provavelmente acabaria com Draco em cinco segundos.


- Claro que tem.


***


Dumbledore tinha montado uma barraca especial para o treinamento de Hermione. De um lado era um espaço livre, que ela imaginou ser para o treinamento dos seus poderes, e do outro lado - aqui a garota ficou extremamente surpresa - tinha um ringue de luta. Pensando bem, ela não deveria estar surpresa. Tinha ouvido John falar com Dumbledore que, por causa do feitiço, Hermione teria muito mais facilidade em aprender a lutar se quisesse. É claro que ela não tinha levado aquilo a sério, mal podia bater numa mosca, mas John devia saber do assunto e talvez fosse até legal aprender a dar uns socos.


- Chegou na hora. - falou John quando a viu.


Hermione não respondeu. Apenas o observou subir no ringue e parar ali no meio, olhando pra ela.


- Venha até aqui. - ele falou como se ela já devesse estar lá. - Vamos ver o que pode fazer.


Hermione teve uma certa dificuldade para subir ali e passar pelas cordas que separava o ringue do resto da sala. Sua perna ficou presa e ele revirou os olhos, indo ajudá-la.


- Tem muito o que aprender, Granger. - ele falou soltando a sua perna.


- Você está aqui pra isso, não é? - falou com um pouco de raiva.


Ele deu de ombros, não parecendo muito satisfeito com aquela constatação.


- Então, - ele voltou para seu lugar inicial e Hermione foi até ele - você namora o Malfoy.


Hermione não se surpreendeu por ele já saber daquilo. Esse tipo de informação chegava até você em Hogwarts, mesmo que você não quisesse realmente saber.


- Pois é. – foi tudo que disse.


Ele fez um sinal com a mão e um saco de pancada apareceu diante dos olhos de Hermione.


- Pensei que você fosse nascida-trouxa. - ele segurou o saco de pancada e fez um sinal pra ela. - Bata. Vamos treinar seu soco.


- Eu sou. - ela bateu no saco e sua mão doeu mas ela não demonstrou.


Ele arqueou uma sobrancelha.


- Bata mais forte! - falou.


Ela tentou bater mais forte mas tudo que conseguiu foi fazer sua mão doer ainda mais.


- Mais forte, Granger! Mais forte!


Ela tentou bater mas não conseguiu.


- Punhos fechados, polegar pra dentro! – ele praticamente gritava - Mais forte!


- Cala a boca! – ela gritou de volta.


Ele bufou e afastou o saco de pancada. A próxima coisa que Hermione viu - ou melhor, sentiu - foi o punho dele indo em direção ao seu nariz.


Ela gritou e seu queixo caiu em choque.


- Você me bateu!!!


Ela levou a mão ao seu nariz e viu que este sangrava. Ela o olhou horrorizada.


- Um comensal não vai ter pena de te bater, Granger. - ele conjurou uma bolsa de gelo e jogou pra ela, que conseguiu pegá-la mesmo sem jeito - Você tem que meter a porrada nele primeiro.


Ela levou a bolsa de gelo ao nariz e o sentiu aliviar um pouco. Não doía tanto assim. E não estava quebrado. Hermione imaginava que ele poderia quebrar o nariz de qualquer pessoa se quisesse.


A bolsa de gelo devia estar enfeitiçada porque ela sentia seu nariz melhorar em questão de segundos. Ela sentou no ringue tentando controlar a raiva que sentia naquele momento.


- Malfoy's odeiam nascidos-trouxas há centenas de anos. - ele falou - É uma coisa que não muda.


- Mudou agora.


Ele balançou a cabeça negativamente.


- Nada nem ninguém muda. Ainda mais assim.


- Então temos opiniões diferentes sobre isso. - ela respondeu.


- Você está caindo numa armadilha.


A certeza na voz dele conseguiu deixar Hermione ainda mais irritada.


- Não estou. E mesmo que estivesse, acho que você não tem nada a ver com isso.


- Tenho sim. Ao contrário do que você pensa, como seu instrutor, eu tenho que te treinar e zelar para que esteja viva até o momento em que vai precisar colocar em prática o que te ensinei.


Ela o olhou com os olhos faiscando. Sua raiva beirava ao ódio naquele momento.


Ela se levantou de repente e socou seu olho direito. Não causou nenhum dos efeitos que Hermione queria ter causado. Ele apenas pestanejou.


- Bom. - balançou a cabeça - Mas precisa melhorar.


Hermione deixou a bolsa de gelo de lado e voltou a treinar. De alguma forma, a raiva que estava sentindo a tinha motivado. Se não fosse o ódio que ela sabia que ele tinha pela família Malfoy, podia até imaginar que ele tinha dito aquelas coisas de propósito.


***


Draco estava sentado na escrivaninha do seu quarto olhando para alguns papéis relacionados á monitoria. Só olhando porque seus pensamentos estavam em Hermione, pensando no que ela poderia estar fazendo com o tal treinador.


Sabia que seus ciúmes pareciam um pouco exagerados mas não era novidade nenhuma para ele o fato de que era possessivo. Nunca gostara de dividir ou perder absolutamente nada. Além do mais, não podia evitar se sentir daquele jeito. Amava Hermione. Sabia que queria passar um bom tempo da sua vida com ela, talvez, quem sabe, a vida toda. Aquilo era a coisa mais forte que já tinha sentido e ainda estava aprendendo a lidar com aquilo tudo, e por isso mesmo, pensar mesmo por um segundo em perdê-la parecia o fim do mundo pra ele. Mas e Hermione? Ele não sabia nada sobre os sentimentos dela. Não sabia se ela o amava. Eles estavam juntos, é claro. Mas o que a prendia a ele além da atração que sabia que ela sentia? Então, se aparecesse outro cara, uma pessoa nova, por quem ela sentisse a mesma coisa que sentia por Draco, o que a impedia de deixá-lo? Absolutamente nada. Ela era livre.


Aquela linha de pensamento o incomodou e ele se voltou para os seus afazeres de monitor, buscando um pouco de foco.


***


Pansy estava deitada na cama, terminando a lição que Snape tinha passado, quando Hermione chegou. Ela olhou para a amiga divertida. Hermione parecia um lixo humano. Estava suada, descabelada, mancava e ainda por cima seu nariz estava roxo.


A sonserina sorriu.


- Então o treino com John foi bem restaurador, não?


Hermione a olhou de um jeito que demonstrava que não estava para brincadeiras.


- Eu odeio o John.


- Você pode repetir isso na frente do Draco? Tenho certeza que ele ia adorar!


- É sério, Pansy! – Hermione massageou a sua cabeça, que começava a dar pontadas – Eu estou com tanta raiva dele!!! Argh! Ele é ridículo!


- Merlin, o que ele fez de tão grave que te fez ter raiva daquela criatura dos céus?


- Ele me bateu! – ela reclamou como uma criança mimada – Socou meu nariz e agora ele tá roxo!


Pansy arregalou os olhos.


- Por que ele fez isso?


- Porque eu não estava socando direito e ele quis me mostrar! – contou o absurdo.


- Nossa... Agressivo... – Pansy pareceu considerar algo – Esse homem só pode ser um furacão na cama...! Se eu não tivesse o Lucas...


- Pansy, dá pra falar sério?


A sonserina revirou os olhos.


- Por que você não pára de reclamar e vai tomar um banho? Seu nariz nem tá tão ruim assim! Dá um jeito nesse cabelo e passa quanta base for necessária no rosto pra disfarçar o roxo! Draco logo vai vir aqui pra saber se você voltou sã e salva do treino. Ou você quer mesmo que ele arme um barraco quando descobrir que o instrutor deu um soco no precioso nariz da namorada dele?


- Você tem razão.


Hermione suspirou e se levantou, rumando para o banheiro, resignada. A última coisa que precisava era de Draco arrumando confusão para defender a honra dela, ou qualquer coisa parecida.


***


Hermione estava quase pegando no sono quando Draco chegou no quarto. Seu corpo estava doendo do treinamento e tudo que ela queria era descansar, mas também ficou feliz em vê-lo.


- Como você tá? – ele perguntou se sentando na cama, perto dela.


- Morta. E você?


- Com saudades de você. Como foi o treino? – ele tentou inutilmente parecer casual.


- Relaxa, Draco. – ela respondeu sorrindo - Ele não tentou me atacar nem nada.


Ele revirou os olhos.


- Sorte a dele. – falou - Não confio naquele cara.


- Então vocês estão empatados. Ele também não confia em você.


A cara que Draco fez áquela informação fez Hermione se arrepender de tê-la dito na mesma hora.


- Ele falou mal de mim pra você?


- Não é isso. – ela massageou a têmpora. Tudo que menos precisava era de uma discussão agora – É que... Parece que, há alguns anos atrás, seu pai assassinou a família dele. E isso fez com que ele odiasse a família Malfoy toda.


- Ah... – ele revirou os olhos como se não fosse nada - Isso...


Hermione franziu o cenho.


- Como assim? Seu pai mata uma família e você nem lamenta por isso?


Ele suspirou.


- Eu lamento, Hermione. Só que você tem noção de quantas famílias meu pai matou e quantas pessoas me odeiam por isso? Foi uma coisa que eu aprendi a conviver. Aonde eu for, eu nunca vou passar despercebido por ser um Malfoy. Pessoas vão olhar com raiva, medo ou admiração, dependendo do caráter delas. Mas sempre vão olhar.


Hermione ficou sem palavras por uns segundos.


- Deve ser um fardo muito difícil de se carregar. – ela falou – É triste...


Ele deu de ombros.


- Eu já me acostumei. – ele sorriu – E é melhor você já ir se acostumando também...


- Por quê? – perguntou confusa.


- Porque você vai ser a próxima senhora Malfoy. – ele falou como se fosse óbvio.


- Ei, quem disse que eu vou me casar com você? Tá muito convencido pro meu gosto.


- Pára de se fazer de difícil. – ele a beijou delicadamente – Você sabe que não seria capaz de dizer não para mim.


- Eu acho que eu seria muito capaz sim.


Ele deu de ombros.


- Duvido. De qualquer forma, vamos descobrir quem está certo um dia.


Hermione sorriu e o observou por alguns instantes. Tão lindo! Sentiu seus olhos marejarem e ela nem sabia o porquê.


- Ei, - ele se assustou – por que você tá chorando?


- Sei lá. – ela limpou algumas lágrimas que caíram – Só fico feliz por esses momentos. Você é a melhor coisa da minha vida agora.


Ele sorriu e ficou inacreditavelmente mais lindo. Hermione ficou ainda mais emocionada quando ele lhe disse:


- E você é minha vida agora.


***


Mais de uma semana se passou desde que o treinamento de Hermione começou. Naquela primeira semana, o treino se resumiu praticamente á parte física. Segundo John, assim que ela tivesse completo controle do seu corpo, ficaria mais fácil aguentar as ondas de poderes que viriam e ela poderia tomar conhecimento de tudo que poderia fazer sem desmaiar.


Ou morrer, talvez.


Com o tempo, o treino foi ficando cada vez mais pesado mas como a garota já estava pegando o costume, seu corpo não sentia tanto o cansaço. Ela acordava bem cedo, quando todos ainda estavam dormindo e comia uma fruta enquanto bebia um gole de café bem batizado – aquilo funcionava como um energético para Hermione, a fazia entrar no pique na mesma hora – em seguida ela saía para correr por todo o terreno de Hogwarts com John. Depois ela ia para as aulas e quando a noite chegava, ela ia para a barraca de treinamento, para aprender a lutar.


Hermione estava encarando aquele ritmo bem – com a ajuda do álcool, é claro, já que em um único dia que ela tentou ficar sem beber, não rendeu nem metade do que costumava render com a bebida. A única coisa que a estava realmente incomodando era que ela só via Draco durante as refeições e quando a grifinória tinha aula com a sonserina. Na hora do treino, ele estava livre mas a monitoria dele começava justamente quando ela estava saindo do treinamento. Quando ele chegava da monitoria, ela já estava dormindo então era mais um dia sem eles poderem namorar em paz. Ela bem que tentava ficar acordada para esperá-lo voltar, mas nunca conseguia.


Ela sabia que ele estava muito chateado com aquilo tudo. Além de não estarem se vendo, ela estava ocupando seu tempo com um cara que Draco tinha decidido selecionar como uma ameaça. E ela também não gostava nem um pouco de saber que Draco estava passando mais tempo com Taylor do que com ela. Mas o que podia fazer? Só esperava que naquele fim de semana pudessem realmente aproveitar a companhia um do outro e se divertirem um pouco em Hogsmeade. Ela também tinha que comprar o presente dele, já que aquela seria a última chance antes do Natal.


Na hora do almoço, ela o viu sentado sozinho em uma mesa, brincando desanimado com a comida no prato. Ela chegou por trás, tentando não fazer barulho, e mordeu seu pescoço do jeito que sabia que o deixava louco.


- Ora ora, se não é a minha ilustríssima namorada... – ele falou ao sentir a boca dela no seu pescoço – Não é justo fazer esse tipo de coisa com um cara que está na seca há semanas, sabia?


Ela sorriu e se sentou no seu colo sentindo-o passar as mãos firmes pela sua cintura no mesmo instante, como se ela fosse fugir.


- Sua namorada promete te recompensar nesse fim de semana em Hogsmeade, tudo bem? – ela disse enlaçando o pescoço dele.


Ele suspirou e acariciou o rosto dela delicadamente.


- Eu entrei num namoro a distância sem saber? – perguntou meio rabugento – Eu mal te vejo, estranha. Sinto sua falta.


- Eu também, Draco. – ela falou com o coração apertado.


- Não parece... – ele murmurou, sem a intenção de que ela ouvisse, mas ela ouviu.


- Não parece? – ela pestanejou – Eu penso em você o tempo todo. Eu até já sonhei que largava tudo e te levava para um armário de vassouras pra gente dar um bom amasso!


Ele riu.


- Bom, se você quiser tornar esse sonho realidade, eu estou ás ordens.


- Vou me lembrar disso...


Ela o beijou com fervor, como não fazia há muito tempo. Como sentia falta do jeito que ele a beijava... Como se nunca fosse suficiente mas aproveitando cada segundo, com carinho mas transmitindo um desejo tão grande que a fazia querer arrancar a roupa dele no mesmo instante. Sentia falta do que ele a fazia sentir.


Sentia tanta falta dele. Sentia falta do jeito que ele a abraçava passando toda a segurança do mundo, de revirar os olhos quando ele falava alguma coisa prepotente enquanto conversavam, de quando ele a fazia rir de coisas bobas, de dormir com a cabeça encostada no seu peito sentindo as batidas do coração dele, sentia falta de quando ele a beijava quando ela se empolgava e começava a falar demais, não havia um momento em que não sentia falta dessas rudes interrupções... Sentia falta de tudo nele. Tanto que doía. Estava mais do que disposta a fazer daquele final de semana perfeito.


Continuaram se beijando por alguns minutos até ela se lembrar de algo e dizer uma das piores coisas que poderia dizer naquele momento.


- Merlin! John!


Draco se afastou na mesma hora, como se tivesse levado um choque.


- O quê? – perguntou muito sério.


- Oh... – ela percebeu como aquilo tinha soado pra ele e arregalou os olhos – Não! Não é isso! - ela se levantou olhando no relógio – É que eu prometi a John que iria encontrar com ele na hora do almoço para darmos uma adiantada no treinamento e me esqueci completamente.


Ele suspirou, desanimado.


- Claro. Que idiota da minha parte pensar que ia pelo menos almoçar em paz com a minha namorada...


- Draco... – ela o olhou com o coração na mão – Por favor, não faz assim...


Ele deu de ombros.


- Não estou fazendo nada, Hermione. – ele se virou para o seu prato de comida novamente – Pode ir, já está atrasada.


- Draco...


- Vai logo, Hermione. – ele disse, sem olhá-la.


Ela sentiu uma vontade muito forte de chorar naquele momento. Se aproximou dele por trás novamente e encostou seu queixo na curva da pescoço do loiro, lhe dando o abraço mais forte que pôde.


- Prometo que esse final de semana vou ter toda sua, ok? Só sua.


- Tudo bem, Hermione. - ela lhe deu um beijo na bochecha e se afastou. Draco soltou o ar dos pulmões –  Só minha por dois dias... – falou para si mesmo - porque depois vou ter que voltar a dividi-la com John...


***


Naquele mesmo dia, Draco foi para a biblioteca. Madame Pince tinha conseguido restaurar uma boa parte dela e os alunos já podiam ir até lá. O sonserino tinha combinado com Taylor que iriam resolver algumas coisas sobre as crianças do primeiro ano. Mas enquanto a garota falava, ele só conseguia pensar em Hermione e no que ela poderia estar fazendo com John. Na verdade, era tudo que pensava ultimamente.


- Draco, - a garota suspirou, o encarando - você tá me ouvindo?


Ele a encarou meio perdido.


- O que?


Ela riu.


- Você tá aqui mas sua cabeça está longe... - ela falou.


- É. - ele murmurou.


- Está tudo bem?


- Está... - ele deu de ombros - Quer dizer, mais ou menos...


- Problemas com Hermione? – Draco ficou em silêncio e aquela foi a confirmação – Eu imaginei...


- A gente mal se vê há dias... – ele reclamou – Tudo que ela pensa é naquele treinamento... com aquele treinador...


- Você... - ela hesitou - está pensando em terminar?


Ele arregalou os olhos ao pensar na idéia.


- Não! Nós vamos dar um jeito nisso...


Taylor olhou para Draco. Ás vezes se arrependia de ter aceitado o cargo de monitora-chefe. Era verdade que sempre tinha tido uma queda por Malfoy mas passar a conviver com ele só tinha alimentado aquele sentimento, e agora ela se via totalmente apaixonada por ele.


Taylor era uma boa pessoa. Se orgulhava de não ser como a maioria das garotas sonserinas que armava e fazia de tudo para conseguirem o que queriam. Mas ela ainda era sonserina e, querendo ou não, honrava á sua casa como todos os outros em alguns momentos. Aquele era um deles e ela simplesmente não pôde resistir.


- E se não derem? - perguntou com a voz mais inocente que pôde fazer.


Ele pareceu pensar por alguns segundos.


- Então, eu não sei... - ele disse - Hermione vai ficar bem sem mim. Ela sempre esteve bem, mesmo quando a gente se odiava. Mas eu não. Eu vivia por aí, ficando com todo mundo mas nunca me apegando a ninguém, convencendo a mim mesmo que eu estava feliz com isso quando... eu nem sabia muito bem o que era isso...


Taylor o encarou e se aproximou um pouco mais do loiro.


- Talvez você não tenha mais que ficar sozinho...


Ela se curvou e o beijou.


Não demorou nem dez segundos. Draco não correspondeu, mas também não a empurrou. Quando Taylor se afastou, ela estava visivelmente envergonhada.


- Me desculpe, Draco. Mas eu... não consegui evitar. Não consigo não sentir isso.


- Olha, Taylor...


- Não precisa dizer nada. Eu sei o que você sente pela Granger. Você é completamente apaixonado por ela. Dá pra ver pelo jeito que você a olha.


- Sinto muito, Taylor. Mas eu lutei muito pra tê-la e não vou estragar isso... Não importa o quão difícil seja pra gente ficar junto. Se tiver que acabar, vai ser porque ela quis. Eu vou estar com ela enquanto ela me quiser. – ele hesitou, e murmurou em seguida - Talvez até quando ela não me quiser.


Isso fazia Taylor gostar ainda mais dele.


Depois daquela conversa constrangedora, os dois voltaram ao trabalho. Sem perceber que alguém tinha presenciado toda a cena de longe.


***


Era hora do jantar e Hermione estava sozinha sentada á mesa fazendo a sua refeição. Estava atrasada para o seu treino e praticamente todo mundo já tinha comido. Só havia ela e mais dois comilões no lugar, que já deviam estar no quinto prato.


Tirou da bolsa uma mini-garrafa de firewhisky e derramou quase o seu conteúdo inteiro dentro do suco de abóbora, deixando-o puro álcool. Deu uma sacudida no copo e o levou a boca, virando tudo de uma vez só.


Sabia que não deveria beber por infinitos motivos mas não conseguia evitar. Já tinha se tornado praticamente um vício. Precisava daquilo pra se sentir bem quase como precisava de ar pra respirar. Sentia que algo muito ruim poderia acontecer se ela viesse a ficar sem beber por algumas horas.


- Olha só quem está aqui.


Hermione viu Gina se aproximar e ela olhou para os lados com o cenho franzido achando realmente que a garota estava falando com outra pessoa.


- Desculpa. Mas você tá falando comigo?


Gina se aproximou e se sentou na cadeira á sua frente.


- Com quem mais?


Hermione a olhou como se ela estivesse ficado louca.


- É só que eu achei que, á essa altura, você preferiria falar com Voldemort do que comigo.


Gina deu de ombros.


- Pra falar a verdade, eu bem que prefiro. Mas acho que Voldemort não tem tanto interesse no que eu sei quanto você tem.


Hermione arqueou a sobrancelha.


- No que você sabe? – ela viu a ruiva balançar a cabeça – E o que você sabe?


- Eu sei, e achava que você sabia também, que tudo que vai, um dia volta.


A morena a esperou completar mas ela parecia ter dito tudo que queria dizer.


- Hã?


Gina sorriu.


- Devia saber que, uma vez que você rouba o namorado dos outros, alguém vai roubar de você também. Aposto que cética como você é, nunca acreditou em karma. Mas agora talvez você reveja os seus conceitos.


Hermione não queria acreditar no que ela estava falando.


- O que você tá dizendo?


- Você ainda não entendeu? Andar com os sonserinos está te deixando burra ou o quê? Eu estou dizendo que seu querido namorado não anda só fazendo monitoria com a Rose. – Gina se levantou – Eu ficaria de olho aberto se fosse você.


***


Era muito tarde quando Hermione foi para a barraca de Lucas e Draco. Ela entrou sem bater na porta, e encarou os meninos sentados jogando snap explosivo. A cara de surpresa de Draco logo se transformou em alegria quando a viu:


- Hermione, você veio passar a noite aqui?!


E a expressão dele mudou mais uma vez quando viu que ela parecia extremamente chateada.


- Lucas, - ela falou com uma raiva contida - você pode nos deixar sozinhos por um instante?


Lucas deu de ombros e murmurou para Draco:


- Boa sorte. Não sei o que você fez, mas ela parece furiosa...


Ele saiu e o silêncio reinou quando o casal ficou sozinho:


- Hermione, - falou Draco a observando - o que aconteceu?


- É isso que eu quero saber, Malfoy. - ela cruzou os braços, decidida em ir direto ao ponto - O que aconteceu entre você e a Rose?


Draco parecia que tinha levado um soco no estômago. Por essa ele não esperava. Quem podia ter contado pra ela sobre o beijo? Ele tinha achado que ninguém tinha visto. Decidiu não contar porque não tinha significado nada e não queria mais problemas para eles e agora ela tinha descoberto sozinha. E estava parada na frente dele, olhando-o como se a tivesse traído.


- Responde, Draco. - ela pestanejou - O que aconteceu?


- Hermione... - ele se aproximou e ficou feliz em ver que ela não se afastou - Não aconteceu nada demais.


- Então aconteceu mesmo alguma coisa. Fala logo, Draco. Já estou sem paciência.


- Ok. - ele respirou fundo, decidindo ser sincero. - Nós estávamos na biblioteca ontem, conversando... e ela me beijou.


Hermione fechou os olhos por uns segundos e se sentou na beirada da cama de Lucas parecendo estar usando todo o seu auto-controle pra não explodir com ele.


- E por que você não me contou? - ela usou uma voz calma, mas Draco percebeu o perigo por traz daquela pergunta.


- Porque não significou absolutamente nada, Hermione. Eu nem correspondi.


- Mas também não se afastou. - não era uma pergunta.


- Eu... - ele respirou fundo se sentando ao lado dela. Seu coração estava acelerado. Não podia deixá-la terminar com ele por causa de uma coisa estúpida daquelas - Eu fui pego de surpresa, Hermione. Foi muito rápido e nunca mais vai acontecer.


- É, Draco? - ela estava começando a colocar o nervosismo para fora e ele podia ouvir no tom irônico da voz dela - E como você pode garantir isso? Porque se ela decidir te beijar, você não vai se afastar, vai? Você vai ficar surpreso demais pra fazer alguma coisa a respeito.


- Hermione, - ele a segurou pelos ombros, obrigando-a a olhá-lo - eu juro. Não vou deixar acontecer de novo.


- Eu não sei, Draco. - ela deu de ombros - Acho que isso não é suficiente. Talvez eu deva ir conversar com Taylor e ver se ela me promete que não vai mais te beijar. Já que você vai estar em choque pra se afastar se ela tentar de novo!


Ele bufou.


- Pára com essa ironia! - ele falou irritado - Não estou achando graça nenhuma nisso!


- E você acha que eu tô? - ela devolveu no mesmo tom - Você acha que eu estou amando saber por outra pessoa que meu namorado beijou alguém que não era eu?


- Eu não beijei a Taylor! - ele gritou.


- Mas também não a afastou, afastou? - ela gritou de volta se levantando - E também não me contou! Por quê não, Draco? Você gostou?


- Claro que não! - ele se levantou também - Eu não senti absolutamente nada!


- Então por que você não me contou?


- Porque eu não achei que fosse importante! Eu não queria brigar com você!


- E porque você não achou que eu ficaria sabendo... - ela completou, lendo a mente dele.


Ele não respondeu e o silêncio reinou mais uma vez.


- Do que vocês estavam falando - ela recomeçou - pra ela te beijar do nada?


Ele suspirou, se sentando novamente.


- Eu estava falando de você... - falou desanimado.


- Reclamando de mim? - perguntou rápido.


- Não! - ele respondeu na mesma velocidade - Eu estava dizendo que a gente não estava se vendo, e que eu sentia a sua falta...


- Aí ela decidiu servir de step e te beijou! - ela falou mais pra si mesma - Aquela vadia! Draco, seja sincero comigo. Você não a afastou porque estava surpreso ou porque estava carente?!


Ele revirou os olhos.


- Hermione, dá pra parar com isso?! Eu nunca quis beijá-la, entendeu? Eu não te traí! Está fazendo tempestade em copo d'água!


- Tempestade em copo d'água?!


- É! - ele se levantou de novo - Porque você passa o dia inteiro trancada com um homem dentro de uma sala e não me ouve reclamar! Aí quando acontece uma fatalidade comigo...


- Não ouço você reclamar? - ela o interrompeu - Você só tem feito reclamar nesses últimos dias e me fazer sentir mal por não passar mais tanto tempo com você!


- Ah, então eu é que te faço sentir mal? Você não se sente nenhum pouco mal por não passarmos praticamente nenhum tempo juntos!


- Você me entendeu! É claro que eu me sinto!


- Não é o que parece! Porque você não faz nenhum esforço pra ficar comigo! Mas quando é pra vir discutir, olha só quem aparece do nada!


- Você não vai virar o jogo pro seu lado, Malfoy!


- Isso não é um jogo, Hermione! Só estou falando a verdade e você sabe disso! Eu tô cansado de passar o tempo todo pensando em você e sentindo a sua falta enquanto você nem lembra que tem namorado! Tô parecendo um idiota!


- Eu pensei que você entendesse o que eu estou fazendo! Eu estou me esforçando ao máximo pra controlar esses poderes! Pra poder voltar a me sentir bem sem correr o risco de me machucar ou machucar as pessoas que eu amo! E você fica com esse ciúme ridículo...


- Não é ridículo! Você não vê o que esse cara está fazendo? Ele não quer ver a "aluna" dele com um Malfoy e está ocupando todo o seu tempo pra gente ir se separando aos poucos... Se esse é o verdadeiro motivo, né? Porque eu nem sei o que você tanto faz lá com ele...


Draco se interrompeu quando viu a cadeira da sua escrivaninha vir em sua direção. Ele se abaixou e a peça de madeira se estilhaçou contra a parede atrás dele. Olhou para Hermione furioso. Não sabia se ela tinha feito de propósito ou se seus poderes estavam saindo de controle mais uma vez, mas o fato era que, o que quer que tenha acontecido, ela não parecia nem um pouco arrependida.


- Talvez a gente devesse se poupar de todo o drama de uma "separação aos poucos" - ela fez aspas com as mãos usando as palavras dele - e terminar isso de uma vez.


Ele pestanejou, surpreso por ela ter falado em terminar e mais irritado do que já estava por ela ter chamado o namoro deles de "isso".


- Ah, agora você quer terminar? - ele a observou - Vai dizer que o seu querido instrutor mandou você fazer isso também?


Hermione lamentou por aquela cadeira não ter pego nele.


- Argh! - ela se virou de costas pra ele e passou as mãos no cabelo, buscando uma calma que já não existia mais - Merlin, você é insuportável!


Draco encarou as costas de Hermione e não respondeu ao insulto. A verdade era que, por mais que realmente achasse que estivesse certo em tudo que tinha falado, e apesar das coisas que tinha acontecido, ele ainda a amava mais do que tudo. E não queria perdê-la.


- Não quero terminar, Hermione. - ele murmurou.


- Também não, Draco. - ela se virou pra olhá-lo - Mas acho que está muito difícil agora.


- E daí? - ele deu de ombros - A gente sempre soube que não ia ser fácil. Que ia ser muito difícil.


- Só que está mais difícil que o normal. E não vai melhorar. Não enquanto eu não conseguir entender e controlar... tudo isso. E você vai ficar sozinho... - ela falou, se sentando novamente e olhando para as próprias mãos - e é normal que se sinta carente e queira... ficar com outras pessoas.


Ele soltou o ar dos pulmões, se sentando ao lado dela.


- Hermione... Olha, eu não vou mentir. Eu me sinto carente. Mas carente de você. - ela o olhou - Do que adiantaria ficar com outras garotas se você é a única que eu quero? Eu não quero e nunca mais vou querer nada com ninguém que não seja você.


- Mesmo assim, Draco... Eu não vou poder estar com você como antes. E eu não quero te fazer infeliz.


- Você não me faz infeliz. - ele riu daquela idéia absurda - Eu me sinto mal por não poder estar com você como eu quero, eu sinto uma saudade terrível de você... mas você não me faz infeliz. Nunca. Muito pelo contrário. Não tem nada que me faça tão feliz quanto você.


- Mesmo? - ela perguntou ainda insegura.


- Claro, linda.


Ela o beijou docemente e em seguida eles se abraçaram.


- Te amo tanto, Hermione... – ele sussurrou, falando involuntariamente.


Ela congelou diante daquelas palavras. Draco percebeu o que tinha dito quando sentiu o corpo dela ficar tenso nos seus braços.


Ah, cara...


Ela se afastou lentamente e o olhou com uma expressão que desafiava descrição.


- Sabe... - ela falou desviando o olhar - você não precisava ter dito isso. Nós já estávamos bem.


E foi como se todos os temores de Draco se materializassem na frente dele naquele segundo. Ela achava que ele estava mentindo de novo.


- Hermione... Eu não...


- Draco, pára! - ela se levantou - Não vamos nem começar a falar sobre isso, ok? Nós ficamos ótimos sem tocar nesse assunto por meses e vamos continuar assim.


- Mas...


- Vamos fingir que isso não aconteceu. - ela parecia dizer mais pra si mesma do que pra ele - Vou dormir agora. - se aproximou e o beijou rapidamente - Boa noite.


Draco a viu sair da cabana o mais rápido que pôde.


Seria um longo fim de semana.


***


Era quase madrugada e Hermione e Pansy estavam deitadas em suas respectivas camas.


- Você conseguiu se entender com o Draco?


Hermione suspirou.


- Mais ou menos. O namoro tá muito abalado com tudo que vem acontecendo...


- Você tem que entendê-lo, Hermione. Que cara não sentiria ciúme com um homem como John por perto? Ele morre de medo de perder você. E ele viu como as garotas ficam quando o treinador gatão está por perto.


- Mesmo assim, ele devia saber que eu não vou trocar ele por um outro cara só porque ele é... – Hermione se interrompeu pensando em uma única palavra que descrevesse tudo que John era.


- Um deus grego? – ajudou Pansy.


Hermione riu.


- Que Draco não me ouça, mas sim.


- Fala sério, Hermione. Eu sei que você não é nenhuma santa. Você não sente nada, nenhuma atraçãozinha por esse cara? Isso é impossível.


Hermione ficou em silêncio por uns segundos.


- Ah, Pansy... Ele é maravilhoso, né? Mas Draco... também é maravilhoso, não perde em nada pra ele. E é todo meu e eu estou... – ela se interrompeu e soltou um suspiro, encarando o nada tristemente.


- Apaixonada por ele. – completou Pansy novamente, num sussurro.


- É. – admitiu amargamente - Mas agora, o ciúme de Draco é o menor dos meus problemas.


As duas não falaram mais nada por um bom tempo. Cada uma estava imersa em seus próprios pensamentos. Depois de um tempo, as garotas dormiram, cansadas.


A manhã de sábado chegou rápido e fria. As duas saíram da cama mais ou menos juntas já que uma sempre acordava com o barulho da outra se levantando.


A garota foi ao banheiro e tomou um banho bem quente, escovando os dentes em seguida. Na saída do banheiro, acabou tropeçando na lixeira – coisa que sempre acontecia – mas dessa vez derrubou todo o conteúdo dela.


- Ninguém merece... – murmurou.


Sacou a varinha pra colocar tudo pra dentro de novo com um feitiço quando uma coisa lhe chamou a atenção. Se surpreendeu totalmente ao ver um teste de gravidez ali.


- Merlin...


Se abaixou e o pegou, olhando o resultado. Positivo. Seu queixo caiu.


Saiu do banheiro andando lentamente com o teste na mão e se deixou ver pela amiga que ainda estava sentada na cama. Assim que a viu, a garota abriu a boca, tentando dizer algo, mas nada saiu.


Diante do silêncio da outra, perguntou:


- Você tá grávida?


***


N/A: Helloooo! Sorry pela demora, pessoal! Mas capítulo gigantesco = demora para revisar! =)


Sorry por esse final tbm... mas faz parte! kkk' Bom, acho que não tenho muito o que falar hoje... John já tá perturbando o Draco e a Mione, e vou falar: esse é só o começo. Se preparem porque MUITAS coisas estão prestes a mudar. Estou MUITO ansiosa pelo capítulo 23, logo vocês vão entender porquê. A fic está chegando no meio, que lindo! *-* Ah, espero que vocês tenham ouvido a música que eu falei no cap anterior, Dear John. Espero que tenham gostado.


Bom, super obrigada a quem comentou! Fico super feliz quando recebo notificação de comentário novo! Sei ainda que muita gente não gosta de comentar, mas não custa nada pessoal! Só dá uma passadinha lá para dizer que está acompanhando! Significa muuuuito!


Agora a resposta dos comentz:


Brenda Chaia: A desconfiança com o John é um sentimento geral... rsrs... Vamos dar tempo pro loiro, ele tem medo de perder Hermione de novo... :S


Aninha Snape: Nossa, flor! Super Obrigada! Pode deixar que vamos ter muito tempo pra vocês conhecerem o John... ;-)


Landa MS: Sem sombra de dúvidas. Você falou certo, muuuita confusão ainda vai aparecer. Se preparem... Draco não gosta nenhum pouquinho de saber que outro cara gostoso tá convivendo com a Hermione né? Não que ele ache que John está aos pés dele... #LoiroSuperConvencido Harry e Rony são amigos da Hermione ainda, apesar de tudo... Gina ainda vai demorar um pouquinho pra ceder...


Nana-moraes malfoy: Claro que ainda tá em tempo! Sempre é tempo de comentários. =) Que bom que está gostando! John vai dar muuuito trabalho... Óh, vou ficar esperando os comentários! :~*


Carla Jane Malfoy: Tá aí o capítulo postado, flor! Que bom que está gostando da fic!


Mione03: Poisé, imagina como a diva-mãe da família Malfoy não deve ser intimidadora... é verdade, se a Pansy falou que ele era hot... ela entende do assunto né! Rsrs! Que bom que gostou da música, quando eu ouvi pela primeira vez eu me apaixonei! =)


Katie Black: É... E eu simplesmente AMO Draco Malfoy com ciúmes. Fica tranquila que ele vai falar do fim do feitiço... É que coragem não é muito o forte da sonserina. Mas qualquer dia desses ele consegue! ;-)


Morgana Granger: Hahaha, quem não ama o Draco com ciúmes? Humm... mas se a história tá pegando fogo, espera até vocês verem daqui há alguns capítulos! Kkk’ Que nada, eu amo responder os comentários. Faço sempre que possível. Muito obrigada, flor! Você é ótima! =)


hellen: Muito obrigada! =) Parece que todo mundo tá com o pé atrás com a Taylor e com o John! Poxa, e se eles forem completamente inofensivos e só estiverem na história para ajudar?! Kkk, quem eu quero enganar? Ninguém acredita nisso! Huusauhsauhasu


leleu_mione: Poisé, dramione é perfeição néh? Depois de ler minha primeira dramione, eu mal pude pensar em outro shipper! Tah, não vou deixar Draco e Hermione sofrer... pelo menos não MUITO... mas não prometo nada também... hushauhsuah’ [parei] Obrigada, flor!


lalapzago: Muito obrigada! =) Estou mesmo mais inclinada a uma em Hogwarts agora, quem sabe? ;-) Que bom que está gostando... agora é esperar pra ver qual vai ser a do John!


Lais Melo: Poisé, Mione super afastada dos grifinórios... :- ( Mas eles são amigos dela e apesar de tudo a amam, então vamos torcer pra tudo ficar bem entre eles...


Miss Perfection: Vou tentar achar uma foto do John, mas é meio difícil achar alguém que esteja aos pés da imagem que eu tenho dele na minha cabeça... rs... Você, sempre com ótimas sugestões para a Taylor! Adoro! Hein, sempre quis te perguntar uma coisa: quem são esses no seu avatar? Eu acho que sei quem são, mas estou em dúvida... #curiosa


Cho Chang Rosa: ah, Rony e Luna é fofo! Sempre achei que ela seria ótima com o Rony! Apesar de gostar muito de Rony e Hermione também! Aaah, não... Mas o Damon tá mais pro Draco do que pro John! =) Que bom que gostou da música! Eu SEMPRE quis escrever uma pós-Hogwarts, mas no final Em Hogwarts sempre me atrai mais. Mas um dia sai uma Pós-Hogwarts! Eu não vi Planeta dos Macacos ainda, vi só o trailler! :-( Tadinha da Taylor... nem fez nada ainda e todo mundo já querendo bater na garota...


Weasley_forever: Seja muito bem vinda! Obrigada! *-* Draco é óteeeeeeeeeeeeemo! Eu tenho uma amiga como a Pansy, foi nela (e no seriado One Tree Hill) que eu meio que me inspirei pra fazer essa amizade da sonserina com a Hermione... Ela era toda louca, parecia não se importar com nada, mas sempre me ajudou quando eu precisei! =) É bem melhor do que ter amigos que fingem se importar mas que sempre te deixam na mão! Gente falsa nãoooo!


Any Malfoy: OMG, eu não acredito que eu escrevi que a Gina estava com a Lilá e a PANSY! Como assim? só se for pra elas se matarem né? Eu quis dizer Parvati, mas como tudo começa com P, e a Pansy é muito presente na fic, acabei escrevendo Pansy! Que gafe! O ruim é que esses erros são muito difíceis de serem corrigidos, muito obrigada por me dizer aonde estava! Ah, e que isso flor, não estou nem aos pés de J.K. Rowling... Quem me dera... rsrs... E pode falar bastante que eu gosto de comentários gigantes! Kkk’ Que bom que está gostando da fic! Muuuuito obrigada!


Eliaaki: Seja bem vinda! Que bom que está gostando! Adorei as suas suposições! A Taylor se apaixonar pelo Draco pode mudar MUITA coisa... Estou feliz que dramione tá dominando porque eu não gosto muito da Gina e amo o Draco, então acho meio sem cabimento os dois juntos. Nada contra quem gosta. ;-)


Naaty A. Silva: Nossa, muito obrigada! =) Nunca sei o que dizer com esses elogios... A FeB tem TANTAS fics maravilhosas! É uma honra!


Alice Absolut: Wow, seu comentário(s) me deixou assim óh: =DDDDDDDDDDDD, rsrs! 1) Sim, Mione passa tempo demais na enfermaria... COM CERTEZA bateu o recorde do Harry. 2) Estou muito feliz em saber que a amizade da Pansy e da Hermione está agradando, as duas são ótimas juntas! 3) Rsrs, eu acho que a Gina está exagerando um pouquinho tbm, apesar de não tirar a razão dela. Mas se tem uma coisa que eu aprendi, é que não se pode deixar garoto nenhum se meter entre duas amigas... Gina ainda não aprendeu isso, mas vamos dar tempo ao tempo... 4) Que bom qe gostou da primeira vez deles... Pode deixar qe mais nc’s virão. Haha, sobre Pansy e Lucas... eu estou pretendendo fazer uma short a parte, só pra eles, pq parece que tem muita gente gostando dos dois... é só eu ter um tempinho que eu escrevo. ;-) 5) Que bom que gostou de Dear John. Muito linda e muito triste, amoooo³ 6) haha, John pensa q é muita coisa... se ele e o Draco entrassem numa competição pra saber quem tem o maior ego, daria empate! =) 7) Haha, mas todas gostamos MESMO do Draco! Fazer oq? 8) O Draco teria que ficar sem dar um pio, mas os sonserinos não são muito conhecidos pela sua justiça... 9) Natal agradável e divertido??? Aham, espere e verá. 10) Hahaha, meio impossível. Já tá dificil pra Gina perdoar a Mione, imagina se juntar com a Pansy... Eu acho que a Hermione dessa fic é a Miley, sem tirar nem pôr. Mas a Miley com o visual de antigamente, da época que ela fez A Última Música, até quando ela gravou o último filme So Undercover. Eu pensei nisso da Miley sendo a Hermione (apesar de não ter muito a ver) pq a Miley tinha um cabelo castanho, cacheado, ENORME, que sempre foi meu sonho! Eu amava o cabelo da Miley. Então imagino a Hermione como a Miley pq a Hermione dessa fic merece pelo menos um cabelo invejável. =) Haha, muita loucura essa história de cabelo, pode falar... mas fazer oq? Não sou mt normal.Talvez o Lucas seja o Chad, mas sem o cabelo loiro. Loiro nessa fic só o Draco. Hum, não sei do Damian... Pode parecer loucura, mas imagino o John tipo o Cristiano Ronaldo, com aquele corpo escultural dele... hot³! A Pansy com certeza é a Sophia Bush, até pq essa amizade dela com a Mione é inspirada (não sei se você viu a quarta temporada de One Tree Hill) na amizade da Brooke com a Rachel. =) Hahaha, vou ficando por aqui que tbm estou falando demais. Muito obrigada, floooor!


Amo hp sim sim: Palma, palma, não priemos cânico! Hahaha, nun quero matar ninguém nun... ‘Magina... Guenta a ansiedade que o próximo cap já vem!


Bih malfoy: Obrigada! =) Capítulo novo está aí, espero que tenha gostado! O próximo não demora!


Michele Malfoy: Obrigada, flor! Draco e Hermione são super fofos mesmo, best shipper EVER!


Marimalfoys2: Obrigada! =)


Gleek: Oi flor! Obrigada! Eu bem que senti falta de comentário seu no último capítulo... ;-) NINGUÉM supera a fofura de Draco e Hermione! #perfeição Eu estou numa dúvida opressora sobre em Hogwarts ou Pós Hogwarts... Vou acabar fazendo as duas ;)


Então é isso, pessoal... Prometo tentar postar o mais rápido possível o próximo capítulo, ok?


beijooos :~*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 26

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 03/09/2012

Pansy Grávida! OMG!

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Her Granger Malfoy em 05/10/2011

Grávida? Como assim? Acho que fiquei confusa com tudo agora. Hermione grávida seria a maior da confusão.
Estou roendo as unhas para ler o próximo.
=*

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Mrs. Jane Potter em 25/09/2011

Ainda bem que Gossip Girl volta hoje e o mistério será desvendado, pq, sinceramente, ficar com as duas dúvidas na cabeça é demais para mim... A fic é ótima, não demora à postar, please... =D

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Raquel Sales das dores em 24/09/2011

Fiquei super curiosa  quem esta gravida? Ai não demore por favor!!!

Nota: 1

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Carla Jean Malfoy em 20/09/2011

amo essa fic,sério é uma das minhas preferidas tomara que n demore muito pro proximo cap ser postado ne

Nota: 1

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Katie Black em 20/09/2011

AHHHHHH mas que final foi esse?!! qual das duas está grávida, eis a questão.... eu acho que é a Pansy, maaas (sempre tem um grande MAS) quem sabe, né?
Só a autora MALVADAA (que eu adoro!) que merece levar um Avada digno de Voldermort por nos deixar MORRENDO de ansiedade e curiosidade esperando o next cap!!! 
È taaão fofo o nosso Draquinho com ciúmes... , e tudo graças ao nosso querido Jonh.! Que ODEIA o Draco, e acho que esse é o único defeuto dele, pois quem matou a família dele foi o PAI de Draco e não ELE mesmo!
E Hermione que decepção no primeiro treino: prender a perna quando tentou entrar no ring??? tsc, tsc, vai ter que treinar muito pra virar o jogo e dar o troco no Jonh (só não machuque muito aquele corpo lindo!)! Mas, sengundo  o maravilhoso e fofíssimo Draco, será a futura Sra. Malfoy!
Mas minha maior decepção foi com a Gina! Ela merece levar vários Crucios e depois um Avada depois do que ela fez! Nunca pensei que fosse tão vingativa, essa concerteza não é uma qualidade grifinória. Espero q nem com o Harry ela fique porque ele merece alguém melhor, MUITO melhor! Nossa, estravasei toda minha raiva da Gina agora, KKKK!
Bom, depois do meu MINÙSCULO comentário, só faltou dizer que eu ADOREI o cap!
Bjoss :**

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Angel_Slytherin em 20/09/2011

Muito bom o capitulo!!! 

Não vejo a hora de ler a continuação! *--* hehehe. 

Beijos
Angel_S

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Cho Chang Rosa em 19/09/2011

Mais um capítulo ótimo!!! Vc se supera a cada atualização! Quem vai ta grávida? Tem que ser a Pansy... rsrsrs. Concordo com a Any Malfoy, o Draco não contar sobre o feitiço já ter sido quebrado só vai piorar as coisas! Tomara q ele esclareça isso rápido!

Nossa!! Vc comparou o John com o Cristiano Ronaldo, meu Deus! A Mione ta bem msm (um Damon e um Cristiano Ronaldo, ta feita), mas não gosto do jeito do John, ta meio suspeito. Ah! Espero q o Rony e o Harry voltem a aparecer, sinto falta da presença deles. Posta o próximo cap logo, vc já ta escrevendo o 23? Meu Deus vc quer matar a gente de curiosidade!!! Rsrsrsrs

Até o próximo então, bjusss

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por mahmalfoy em 19/09/2011

oin o draco carente é tudo..rsrs ele é um fofo. a pansy esta gravida meu deus...

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Iza Greenleaf em 19/09/2011
Aaaadorei o capítulo, estou mega anciosa para o próximo, please não demore! A Pansy vai ser mamãe, o Lucas vai ser papai, a Mione e o Draco vão ser titios, suco de abobora vai ser mingau... lálálá, kkk eh a Pansy neh? POrq se for a Mione ela vai surtaaaar, tantos problemas e mais um?? Ela explodiria com certeza! Bom, não tenho intenção em te lançar uma maldição imperdoavel, mas as vezes a anciedade toma conta do meu ser e eu não respondo pelos meus atos, rs, não demore pufavorzinho! Bjiiinhos e até mais!
Nota: 1

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Brenda Chaia em 18/09/2011

Grávida... gente.. quem tá grávida pelo amor de Merlim?! A Hermione não pode ser... ela nada bebendo demais e ela é uma mocinha responsável! SERÁ?

Nota: 1

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Any Malfoy-perfil um em 18/09/2011

imagina, não foi nada dizer aonde tava o errinho

agora:

Nem preciso dizer que está perfect né?

precisa?

então ok:

Está perfeiiiittooo!

mais menina, que final foi esse?

olha, eu to apostando que é a pansy que ta gravida,

mas vamos ver né?

e sorte sua que não se podem enviar maldições pelos coments, 

pq tem muita gente que tá querendo te enviar um crúcio, um avada kedavra(é assim que escreve? esqueci) ou um imperius.

e meu deus, para,

que maldade a sua fazer a mione e o draco quase não se verem,

e essa história com o john tá me cheirando mal,

aposto que é ele o causador da briga da Mione e do draco na visão da luna,

e eu to querendo matar a Taylor e a Gina,

como a Taylor ousa beijar o draco!?!?

e a Gina, que vadia, tá bom que ela não ta muito feliz com a Mione, 

mas querer acabar com o namoro dela com o draco foi sacanagem tbm né?

e outra pergunta que não quer calar: 

Quando esse loiro cabeça dura ,lindo vai contar pra hermione que o feitiço já era?

ele não contar só tá piorando a situação!

mas em fim, apesar de essas coisas me deixarem com raiva a fic tá perfeita, 

e acredite, eu não exagerei no meu último coment, mais um pouco e você fica até melhor que a J.K.

e olha que isso é muito difícil, já que ela é a melhor escritora do mundo =]

bom eu vou indo, to enrolando de novo,

bjss

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Aninha Snape em 18/09/2011

Não, não vou te lançar um Avada porque,se vc morrer, a fic não chega no fim.... Mas,que da vontade, da viu.. kk Como vc termina o capítulo assim???? Quem está gravida? E, vamos combinar, o Draco agiu mal em não afastar a Taylor... Que é uma v... Enfim!!!

A Hermione também precisa aprender a se controlar sem a bebida. Isso ta ficando perigoso, né?

E o John... Meu Deus, curiosissima pra vc achar uma foto dele... kkk DEUS GREGO é pouco pro que eu to imaginando... E, vem ca... Minha mente insana diz: essa coisa toda pro John afastar a Mione e o Draco é so porque ele não gosta da família Malfoy ou porque ele se sentiu atraido pela Mione?

Eu não páro de pensar naquele sonho da Luna, estou ficando preocupada...

Bom, acho que ja falei demais! kkk Ansiosíssima pela att!!!

Bjinhos

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Mione03 em 17/09/2011

Olá,tudo bem? Bom o capítulo está perfeito como sempre! Adorei! Eu disse que o John e a Rose iriam causar problemas nesse namoro já turbulento!
Que raiva dá Weasley de dar a notícia da suposta traição daquele jeito para a Hermione! O Harry era o cara que ela gostava e não namorado daquela ruiva!
Esse que o namoro da Hermione e do Draco continue firme e forte e que logo a morena acredite que o o namorado realmente a ama! Espero que seja a Pansy que esteja grávida, porque se for a Hermione, essa criança corre sérios riscos por causa da bebida, dos treinos e dos poderes descontrolados.

Bem até o próximo capítulo e parabéns!

Beijos
mione03

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Miss Perfection em 17/09/2011

No avatar é o Nick e Eu *-* (montagem)

Eu não estou gostando da Taylor nem da Ginna,

Me coloca na fic??? eu quero matar a Ginna ou a Taylor U.U

Quem tá gravida pelo amor de Merlin me diz!!!!

hiper curiosa *-*

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Michele Malfoy em 17/09/2011

Primeiramente eu gostaria de saber: como você consegue fazer capitulos tão perfeitos assim? Sério, eles são bem grandes e normalmente esses capitulos grandes se tornam cansativos em fics comuns... Mas nunca nessa. A gente se prende a história de um modo que quando notamos já terminamos o capitulo e aí sim ficamos desejando que ele fosse ainda maior. Então, meus parabens por essa sua incrivel habilidade.

Mas agora vamos ao capitulo... Eu realmente DETESTO ver o meu loiro seduction e a Mione brigar... Mas enfim, sei que não existem felizes para sempre e que uma hora ou outra eles teriam de brigar.. mas ainda assim é de cortar o coração. E esse John, hein? Tá abalando as extruturas do nosso casal preferido. Ai ai ai... E você ainda fala que isso é só o começo do que o John vai fazer... Aí só me resta aguardar, certo? Eu prefiro não perder tempo tentando imaginar que ideia ronda pela sua cabeça dessa vez, porque eu NUNCA acerto. Eu adoro a sua capacidade de surpreender as pessoas.

Ok, agora vamos falar do final... A Pansy tá gravida? OMG! É a Pansy? Ai senhor, eu acho que é ela mas não da pra ter certeza. E COMO VOCÊ PARA O CAPITULO ASSIM... DO NADA? Você não tem pena das pobres almas curiosas? Nãao, eu vou te lançar um avada se você não postar logo!

A parte do avada é séria mesmo, tá? Você não tem noção de a que ponto uma leitora curiosa pode chegar pra conseguir ler mais. *olhar assassino*

AUSHAUHSAUHSUAH' 

 

beeeeijo ;*

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Alice Absolut em 17/09/2011

Meu lê-comenta

(eu juro que tentei.Ser uma pessoa normal que lê primeiro e depois comenta mas não deu.Não sou normal,desculpa. Tinha vezes que eu parava pra escrever alguma coisa imbecil e o junção de todas essas coisas estão aqui!)

 

HAHAHAHA

NOSSA,tive que parar de ler para comentar isso.A Hermione prender a perna para entrar no ringue,cara isso é muito a minha vida!hahaha 

Tadinha dela..a reação do JOHN foi a melhor!!

GENTE,QUE ISSO,ele bateu nela,COMO ASSIM???Ah se fosse eu não deixava!

Também o que a minha pessoazinha podia fazer com essa máquina humana?

Pois é.

Aiai o Draco é tãão fofo,que vontade de ninar ele!

Hahaha Pansy no modo safada lyfestyle,se o Lucas escuta isso!

HAHAHA o Draco é muito escroto!Tipo a Hermione contando que o pai dele matou a família do JOHN e ele fica todo "ahh..isso..acontece" 

AHH QUE FOFO!Sra. Malfoy!Mione TA podendo.

Ou não,né.Não tem tempo para mais nada agora.

Ahh essa Taylor é muito piranha mesmo!

Mas a Gina é mais!Espera aí,ela chegou a ouvir a resposta do Draquinho?Porque se ela ouviu é vaca mesmo de querer azedar o namoro por NADA!

Maneiro,eles tão brigando agora..brigada mesmo hein Gina.

Ahh que lindoo!Ele falou!

CARALHO,ALGUÉM ENCOMENDOU UM BRUXINHO PARA 9 MESES?AHHH

Quem é?Quem é?

Para mim,ou é nada ou é a Pansy.

Cara vacilo com a Hermione,ela só pode ter atirado pedra na Cruz para:

1.levar um soco na fuça.

2.levar um pseudo-par-de-chifres (o Draco não correspondeu mas mesmo assim né)

3.ter que ouvir a Gina vir falar de Karma para ela,que engoliu muito nessa fic toda.

4.Brigar com o Draquinho

Ahhh para!Tadinha,ela ficar grávida já é demais!

Deixa a Pansy sofrer um pouco,a vida dela é perfeita demais!

 

Então...

Agora farei um coment normal e que dê para entender alguma coisa!Hahaha 

Fui!

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Elisa Carvalho em 17/09/2011

*leitora se recuperando do choque*

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Meu Merlin! Quem tá grávida?

Louca pelo proximo capítulo!!

Demora muito pra postar não, please!!

Bjs e amo a sua fic!!!

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Naaty A. Silva em 17/09/2011

Pergunta que não quer calar: qual das duas está grávida?  KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Meu Merlim, como esse Draco é delicioso, heim! Mas tipo, esse capítulo ficou ótimo viu? Parabéns, sua fic é perfeita, e claro, já está na minha barrinha de Favoritos ;D

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

Enviado por Luiza Arce em 17/09/2011

Merlin!!! Aposto como esse rolo de gravidez vai dar problema com o Draco e a Mione. Rsrsrsrs, nem tudo é perfeito.

Tipo, o Draco com certeza vai pensar que é a Mione quem tá gravida, e vai ficar furiosa com ela por pensar que ela tava tendo um caso com o John. Eu aposto!!!

Adorei. Cara, a fic ta exelente. É uma das melhores que eu já li. COm toda a certeza. Meus parabens por essa fic maravilhosa.

Beijos,

Lu

Nota: 5

Páginas:[1][2]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.