FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

16. a big step for our future.


Fic: Essência - HG


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


PARTE III
TOGETHER
____________________________________


 



A ruiva procurava algum fio de cabelo fora do lugar no espelho.


Ela teria que estar perfeita naquele fim de tarde. A hora marcada tinha sido a mesma que Harry havia visto Gina no orfanato pela primeira vez.


Quando passou a mão pelo vestido branco, ela se sentiu um pouco insegura.


Estaria bonita o suficiente? O vestido estava a favor com a ocasião? Ela havia escolhido o vestido certo?


O vestido branco que ela tanto temia agora estava em seu corpo. Tomara que caia, um pouco volumoso na calda (nada que fosse exagerado), com poucos brilhos e deixava um tom natural e sofisticado a noiva que o vestia.


A ruiva estava sozinha em seu antigo quarto, havia exigido isso para todos. Queria se arrumar em seu antigo quarto para seu casamento, um adeus permanente a antiga e mesquinha Gina.


Mesquinha, ela riu para si mesma ao recordar essa palavra, ela estava ainda sendo mesquinha.


Estava insegura do seu próprio vestido de casamento. 


Para ser exata, ela estava ao auge de seus 19 anos, e Harry agora tinha 21 (quase 22), e ela ainda era adolescente. Ainda teria essa desculpa, insegurança, para usar quando alguém lhe perguntasse se estava tudo ok. A final, todos os adolescentes são assim.


Mas ela estava insegura por bobagem. Se respondesse que era pelo casamento, estaria mentindo. Mas era pelo vestido. 


Quando ela encarou os próprios olhos, pintados e decorados com cores claras mas mesmo assim a maquiagem havia a deixado mais glamurosa. Através da imagem obtida no espelho, não encontrou a Gina de um ano atrás. Encontrou uma Gina independente, e que agora pensava mais no futuro do que no presente. 


Ela não conseguia mais pensar só no presente, e pensava no futuro. Suas atitudes poderiam resultar em algo perigoso ou bom para o futuro, e agora ela sabia disso. Um pensamento adulto para uma garota de 19 anos.


Dizem que as garotas amadurecem mais rápido do que os garotos. Realmente, era verdade. Gina era muito mais madura que Harry quando se conheceram.


Algumas pessoas amadurecem por alguma coisa, e ela sabia que Harry havia amadurecido por ela.  Não era querer se aparecer, mas realmente era essa a verdade! Tantas vezes e havia dito para ela isso... Tantas vezes... Mas ela não se cansava em escutar todas a juras, elogios e palavras de Harry.


Ela sorriu para imagem do espelho.


Suas mãos encontraram seu cabelo, preso para cima com um diadema de flores brancas, todo cacheado. Gina procurou pela ultima vez mais um fio fora do lugar. Mas não havia.


- Vamos querida – disse Arthur a abrindo a porta.


Gina encontrou o olhar do pai pelo espelho. Ela precisava de uma opinião masculina, já que havia escolhido o vestido com Alice (amiga e companheira de trabalho). A ruiva sorriu para o pai, e por um olhar, ela soube que o homem estava encantado.


- Perfeita – sussurrou ele, como resposta.


- Estava insegura da escolha – confessou ela.


O pai levou uma das mãos até o olho, o coçando em seguida.


- Papai... – sussurrou Gina, se virando para o pai e segurando na barra do vestido para chegar até ele.


Era uma mania do pai coçar os olhos antes de chorar. A ruiva abraçou o pai, agora da mesma altura que ela (devido ao salto). 


- Eu te amo – disse ela, beijando a testa do pai.


- Eu também minha pequena. – afirmou ele, emocionado.


- Melhor irmos, não quero atrasar! – disse ela, se agachando um pouco para poder pegar a pequena saia do vestido tomara que caia branco.


- Você tem o direito de atrasar. – respondeu o pai. – Todas as noivas tem.


Gina sorriu para o pai.


- Não sou todas as noivas, papai.






- Você não está nervoso? – perguntou Lily, mais uma vez.


- Não mamãe. – respondeu Harry. 


A mãe bufou.


Ambos estavam no altar da igreja, toda decorada de flores brancas e pouquíssimas coisas em verde e amarelo claro.


- Tivemos muito tempo para perceber realmente que somos feitos um para o outro mamãe. Ela não vai desistir de mim, eu sinto isso. – respondeu ele, calmo demais.


 Lily sorriu.


- Olha só, o meu garoto esperando sua amada – disse ela, passando a mão no rosto de Harry. – Você se tornou um bom homem Harry, e eu me orgulho muito disso!


- Obrigada – disse ele, beijando as mãos da mãe.


Eles sorriram.


- Não vai querer entrar na igreja com sua mãe? – perguntou Lily, risonha.


- Mamãe, não quero aparecer. Quero esperar no altar e não fazer entradas estonteantes. Quero guardar sua beleza para mim. – Lily sorriu. – Quero que esse dia comece com ela. – e ele encarou a porta da igreja.


Todos os parentes de Harry se encontrava, até os paternos. A família de Gina estava também ali. Os convites da festa haviam sido mandados cinco meses de antecedência para todos, dando tempo suficiente para todos se organizarem para “a grande noite”.


Lílian e Tiago também não haviam tido casamento grande, como Molly e Arthur. Ambas famílias haviam concordado em dar uma grande festa para seus filhos, e assim seria.


- A noiva chegou! – disse Sirius, padrinho de Harry, entrando correndo na igreja.


Harry estufou o peito.


Olhou de relance para os padrinhos do casamento: Tom e Victorie. Eles estavam felizes e no banco da frente estavam seus três filhos adotivos: Draco, Pansy e Luna.


Harry sorriu para os afilhados. Eles sorriram e abanaram para o tio.


A música havia começando. Um começo nada comum para a cerimônia. A melodia de I Wouldn't Mind - He Is We, estava tocando com a pequena orquestra ao canto da igreja.


Algumas crianças do orfanato agora com poucas crianças e adolescentes para serem adotadas, graças a uma campanha feita por Gina e Harry aos arredores da cidade o que resultou em muitas crianças terem sido adotadas.


Em torno de trinta crianças de cinco, entre cinco e oito anos, entraram com roupas brancas, jogando flores no chão. Depois deles entraram Ted e Victorie, Ted afilhado de Harry e Victorie de Gina, com as alianças. 


O pôr-do-sol estava no pique e a luz do sol invadia a porta da igreja por completo. 


Os lábios de Harry formularam um sorriso encantador quando, do meio daquele clarão, a noiva vinha de braços dados com o pai. De pouco a pouco a luz fora diminuindo e a noiva caminhava de vagar até o altar. 


Harry procurou os olhos dela, e os encontrou.


Não sabia decifrar o que se passava naqueles olhos, porem, encontrou a calma e a certeza que lhe fortaleceram ir buscar ela quando ela hesitou com o pai.


Arthur beijou a bochecha da filha, enquanto Molly soluçou entre os presentes. 


Harry apertou a mão de Arthur, que sorria de felicidade.


Agora eles estavam próximos, os dois sentiram um arrepio ao tocarem um ao braço do outro. Ficaram se encarando por alguns instantes, a luz ainda estava preenchendo toda a igreja.


- Você está linda. – disse ele, em voz baixa.


Ela sorriu um pouco envergonhada, ainda não tinha se acostumado a receber tantos elogios.


- Você está magnífico. – completou ela, e ele começou a caminhar para frente do altar.


Quando chegaram a frente do altar, nenhum separou os braços enganchados, e esperaram o padre começar a falar.


- Boa tarde queridos presentes.... – começou o padre a frente dos dois.


Gina apertou seus dedos contra o buquê de lírios.


Harry mordeu de leve os lábios.


Molly deixou mais uma lágrima do pranto cair.


Arthur apertou a foto que tinha no bolso (de Gina quando pequena).


Tom apertou um pouco a mão da mulher.


Vicotrie suspirou profundamente.


Lily sorriu.


E Tiago Potter havia recém chegado na igreja.



 


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Biahhh Weasley Potter em 14/09/2011

aaaaa agora que chegou aparte mais boa , O Tiago apareceu aaaaa

quero logo ver o proximo capitulo to muitooooooooooooooo curiosaaaaa

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Manu Potter em 14/09/2011

Ohh, =O, o Tiago apareceu... Ansiosa pro próximo cap, Lou. Quero ver o final do casamento e o que vai acontecer agora... hashuas, beijos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.