FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Fique em silencio!


Fic: Fique em Silêncio!!! Por mim!!!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

--------------------------------------------------**--------------------------------------------------------

Não! Isto é impossível. Eu apaixonada por um Malfoy? – pensava uma menina sentada em sua cama, observando o sol deixar o céu...
A imagem era tão bonita e acolhedora, que logo deu a esta menina uma imensa vontade de correr atrás de seus ideais, e o principal deles se chamava: Draco Malfoy.

* * *

Como isto pode acontecer? Eu, um Malfoy, apaixonado por uma sangue-ruim? – pensava um certo menino de madeixas louras e olhos de diamantes.

* * *

Seria esta tarde...
O sonho dos dois estava prestes a se realizar em questão de horas...
Hermione desceu as escadas...
- Aonde você vai?- perguntou um certo ruivo sobressaltando da cadeira.
Harry e Gina imediatamente pararam de olhos os álbuns fotográficos deles.
- Não te interessa onde que eu vou ou deixo de ir... – disse Hermione com cara de irritada.
- Claro que me interessa... Você é minha amiga, e eu tenho a obrigação de saber aonde você vai...
- Se eu não quiser te falar aonde eu vou, eu não falo.
- Rony, deixa a Mione em paz. – disse Harry levantando-se do sofá.
- Fica quieto Harry.! Deixa que eu me entendo com ela.
Harry olhou para a Gina, e a mesma pediu para que ele se sentasse.
- Vai fala, aonde você vai?
- Você quer saber mesmo?
- É lógico, se não, não estaria te perguntando.
- Bom então ta... Eu estou indo pro lago. Satisfeito?
- Fazer o que?
- Me encontrar com uma pessoa!
- Ha essa hora?
- Nunca é tarde para o amor.
- Amor? Que amor?
- O meu amor! O cara por quem eu estou apaixonada.
Rony ficou quieto...
Harry e Gina ambos baixaram o rosto. Aquela discussão iria longe.
- Mas eu achei que... – disse Rony
-Que eu gostava de você? – disse Hermione lhe interrompendo – Sim! Gostava! Agora não gosto mais. Cansa sabe! Esperar pela pessoa que a gente ama sem dar o primeiro passo, sem poder fazer nada... cansa. Esperar por um cara que eu sei que nunca ia tomar a atitude... cansa. Ficar iludida... cansa. Acreditar que um dia meu príncipe viria montado num cavalo branco e dissesse eu te amo, depois eu subia na garupa no cavalo e iríamos viver felizes pra sempre... cansa. Cansa chorar, sem ter ninguem pra me acolher. Chorar sem saber o porque, e as idiotas das amigas que escutaram-me... cansa – Hermione olhou para Gina, e Gina baixou os olhos. Harry olhou para Gina e disse bem baixinho: Você sabia? E ela respondeu com um simples balanço de cabeça afirmando que sim. – Discutir sempre com a pessoa que a gente ama.. cansa. Ficar deitada na cama com vontade de naquele tempo poder estar abraçada com o cara que a gente ama... cansa. Ir deitar cedo, para não olhar para a cara de quem a gente ama, por que sabe que mais cedo ou mais tarde uma discussão iria surgir ali.. cansa. Tentar dormir, mas não conseguir pois a imagem de quem a gente ama não sai da cabeça... cansa. Ler frases, escutar musica, ler poemas, livros, cartas, coisas que se pareçam com a nossa vida.. cansa. Escrever cartas e não poder mandar para a pessoa que a gente ama.. cansa. Morrer de vontade de dizer eu te amo e não poder.. cansa. Cansa ser como eu sou. Cansa ser como eu era. Pois agora resolvi mudar. Continuarei a mesma Hermione Granger, estudiosa, e tudo mais, apenas vou mudar meu jeito de amar, por que amar a mesma pessoa sempre.. cansa. Cansa discutir como estamos discutindo agora. Agora com licença... estou atrasada, pois cansei de ficar aqui... CANSEI entendeu? CANSEI!!!!
Dito isso Hermione saiu correndo da Sala Comunal sem falar mais nada.
Rony continuava boquiaberto. Lagrimas brotaram em seus olhos. Havia perdido hermione Granger... pra sempre.
Ele sentou no sofá e, Gina e Harry ajoelharam-se ao lado dele, confortando-o.
Hermione desceu as escadas que a levavam para fora do castelo.
Chegou no lago e nem sinal de Draco.
15 minutos e nada...
- Eu sou uma burra mesmo! – disse Hermione com lagrimas nos olhos. - Sou uma burra em pensar que ele viria...

* * *

- Eu não posso ir imagina! Eu sou uma besta mesmo de marcar esse encontro. Ela nunca iria se interessar por um Malfoy. Ela é uma especialista em livros, eu, em fazer pessoas sofrer. Mas se eu não for e ela estiver lá, eu vou faze-la de idiota, e talvez ela ira sofrer... Não vou.. não vou.. Mas é meu futuro que esta la... mesmo assim não vou... mas é a Hermione que ta lá... mas não vou... a garota que faz meu coração pulsar mais forte... mesmo assim não vou... a Minha vida ta la... mesmo assim não vou... Eu dependo dela para ser feliz... FODA-SE tudo, eu vou sim!

* * *

Hermione ia se levantando, mas ao longe avistou um menino que vinha em sua direção. Era ele. Tinha de ser ele. Dito e feito. Era Draco.
- desculpe não ter vindo antes mas é que..
- Não precisa explicar.. Talvez você não tenha vindo antes por que tinha coisas mais importantes a fazer do que vir me ver. – disse Hermione com os olhos lacrimejantes.

“Te encontro, sem graça, dizendo o que sente, com uma lágrima no olhar.”

- Me abraça!
- Hã? – perguntou Hermione sem entender nada.
- É, me abraça!
- Por que?
Mas antes que Hermione o abraçasse, ele a puxou pela cintura e a segurou perto dele. Draco acariciou os cabelos dela, que para ele, eram os mais macios e lindos do universo. Sua respiração estava ofegante
- Me dá um beijo! Eu preciso. Já esperei muito tempo por isso!

“Me abraça primeiro, me pedes um beijo e eu não consigo nem respirar.”

- Não posso, não devo. Me diz que isto não ta acontecendo, que eu não to abraçada aqui com você, que isto é apenas um sonho.
- Você pode falar o que quiser, apenas não diz que não é certo.

“Só espero um momento, não me diz que não é certo.”

- Me beija! Por favor! Eu preciso! Nunca pensei que um dia eu fosse pedir um favor para uma sangue-ruim, mas...
- Sempre arrogante...
- Mas apaixonado... – Draco se aproximou de Hermione e a abraçou outra vez.
- Não fala nada! Fica quieto! Apenas me abraça! Afinal este pode ser o último dia que façamos isso. Eu preciso de um tempo pra pensar, eu preciso de um tempo pra me acalmar, eu preciso de um tempo pra amar. Se eu te beijasse, seria a primeira e a última vez, mas pelo menos eu ficaria em paz, guardaria meus sentimentos e tudo seria o fim. Você nunca mais me procuraria e eu faria o mesmo. Seria melhor para nós dois.

“Então fique em silêncio, 5 minutos. Eu preciso desse tempo, vem junto a mim. Te darei o último beijo, o mais profundo. Guardarei meus sentimentos e ai será o fim.”

- Nos separa? Guardar nossos sentimentos? Não amar? Seria o melhor? – perguntou Draco indignado. – Não tem nenhum jeito de ficarmos juntos?
- Não! Afinal você é um malfoy, e, me desculpe, mas a sua família só quer o mal para as pessoas. Agora se você dissesse que mudaria de lado, trocaria de planos, por minha causa, se você me dissesse que nunca foi culpado por nenhum sofrimento, que outra pessoa sentiu, exceto eu. Se dissesse que me ama, eu poderia até pensar mas acho que não!

“Muda de planos e troca de lado. Diz que ama que não é culpado. Pelo menos um momento, diz que isto não é certo.”

- E se eu te dissesse que eu não fiz nada disso?
- Eu não acreditaria!
- E se eu te provasse?
- Como? – perguntou Hermione.
- Assim...
Draco a puxou mais pra perto e a beijou calorosamente. Com esse beijo tudo ficou mais claro. Eles se amavam e nada, nem ninguém, poderiam mudar isso. Poderiam até não ficar juntos, mas o momento da vida ao qual eles mais esperavam acontecera. Podiam até ser de famílias inimigas, casas diferentes, poder superior, mas isso não chegava nem perto do fato de eles se amarem.
Agora se eles ficariam juntos?
Isso só dependeria deles!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.