FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. O dilema de Ginny


Fic: Brincar de viver (R/Hr - H/G - Atenção - cenas NC18)


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Enquanto Hermione tentava dormir, Ginny revirava-se na cama, os olhos muito abertos fixos num ponto no teto.

Ginny sabia muito bem, depois da conversa com Harry no enterro de Dumbledore, que o relacionamento dos dois ficaria cada vez mais forte e complicado ao mesmo tempo.

Não era nada fácil para ela estar com Harry, por causa do grande medo que tinha de perdê-lo. Mas sabia, mais do que qualquer outra pessoa, o quanto Harry a amava, e precisava dela forte ao lado dele, para enfrentar o que viria pela frente.

Nada mais seria como antes!

O grande dilema que queria discutir com Hermione era uma decisão que ela havia tomado no Expresso Hogwarts, voltando pra casa. Já que, em resumo, poderia se dizer que não havia um amanhã, Ginny queria aproveitar cada minuto que pudesse com Harry, tornando os momentos que tinham juntos inesquecíveis para ambos. Ela já tinha esperado Harry por cinco longos anos, não tinha mais o que esperar, tinha? E se o pior acontecesse?

O relacionamento deles ia muito bem, considerando as circunstâncias. Harry era bastante carinhoso e respeitava Ginny ao extremo. Isso era um problema, pelo menos aos olhos de Ginny.

Ela era muito madura para sua pouca idade. Tinha pleno conhecimento de seu corpo, sua sexualidade, suas vontades. Não havia um pingo sequer de preconceito ou medo naquela menina-mulher, já feita e extremamente segura de si mesma.

Já tinha um pouco mais de experiência que o próprio irmão Ron, lerdo feito uma lesma para esses assuntos. Tinha ficado com alguns rapazes, nada muito sério. Seu coração sempre foi de Harry, desde a primeira vez que o viu... sabia que, de uma maneira ou outra, conseguiria o coração dele. Essa certeza era grande em seu coração.

O pouco tempo que tiveram juntos na escola foi maravilhoso. Harry era um namorado carinhoso e apaixonado, o que mais ela podia pedir? Ele beijava muito bem, tinha um corpo lindo, atlético, os olhos muito verdes, aquele cabelo negro e arrepiado que sempre deixava Ginny desconcertada só de olhá-lo, admirá-lo... mas porque Harry se desvencilhava dela cada vez que os beijos ficavam mais quentes, os corpos dos dois pegando fogo, prontos para o amor?

Por que Ginny não conseguia ir além com Harry? Não deveria ser o inverso, não era ela que deveria ser mais cautelosa, resguardar-se?

Ela estava dividida. Entre o que é ou não certo. Tinha apenas 15 anos. Não estava querendo muito, cedendo à vontade de tê-lo por inteiro sendo tão jovem?

Sonhava com o dia no qual seria de Harry por completo, sem medos ou preconceitos. Amava-o com todo seu coração, corpo e alma. Porque resistir àquele que seria seu primeiro e único amor?

Ginny estava ciente das muitas preocupações de Harry. Derrotar Voldemort era tudo o que ele tinha em mente. Só assim haveria paz, só assim o mundo poderia seguir...

Os poucos momentos que ainda tinham de tranqüilidade estavam no fim. E Ginny, mais do que nunca, insistia na idéia de consumar seu amor por Harry. Definitivamente, o medo de perdê-lo fazia com que ela ficasse dividida. Mas o medo de que esse momento pudesse nunca acontecer a impelia, e ela queria tentar achar uma saída...

Precisava, mais do que nunca, dos conselhos de uma amiga.

Mas Ginny tinha medo de parecer oferecida demais, como tantas outras meninas eram na escola... Harry gostava dela exatamente porque ela era diferente... Segura, companheira, corajosa, amiga...

Como resolver essa questão tão delicada e urgente?

Cansada e angustiada, virou para o lado,tentando dormir.

E tomou um susto muito grande ao ver a amiga aos prantos.

O que havia deixado Hermione daquele jeito?

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.