FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Borboletas escalarte.


Fic: Quase Amor... será?


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Quase amor...será??




Capitulo I
Boroboletas Escalartes


Novamente começava as aulas em Hogwarts, Hermione estava na escada a esperava de Harry e Rony para irem ao salão principal, onde Dumbledore iria iniciar mais um de seus discursos longos

- Harry, Rony! Mais que demora...- disse Mione já nervosa – já estou esperando vocês há tempo.

- Calma Mione , você não vai acreditar no que acabamos de ouvir quando estávamos saindo do salão comunal!!- disse Rony.

- O que foi Rony?... de certo deve ser algo muito importante, se já não te conheço...mas o que é afinal?

- O Simas tava passando pelo corredor e nos disse que este ano teremos uma tal competição em equipe entre as casas, e corre boatos que duas casas diferentes (Grifinoria e outra) teram que se juntar durante todo o ano e assim competir com as outras duas que se juntarem.

Mione arregalou os olhos, porém já mostrava tranqüilidade e começava a andar em rumo ao salão principal, eles a seguiam...

- Mas Rony isso não é certeza, os alunos que estão espalhando esse boato e também não tem nada de tão ruim nisso, veja bem sei que você teme que talvez, ouça bem, talvez, peguemos a Sonserina de par, mas a probabilidade de pegarmos ela é pouca, sem contar que eles não seriam louco de começar uma guerra em plena Hogwarts entre os alunos, essa competição seria uma furada.

Harry olhava para Rony, que retribuía um olhar “eu te falei..”, depois se dirigiu para Mione – mas temos sim a possibilidade de pegá-la.

Hermione o ignorava, queria não pensar nessa possibilidade afinal aturar aqueles Sonserinos era uma coisa difícil de se engolir, eles continuaram seguindo para a sala principal, o pessoal já estava seguindo para as mesas de suas respectivas casas.

Quando para finalizar o dia, apareceu Malfoy com um sorriso besta, Parkison e os dois bruta montes Crabbe e Goyle.
- Veja só se não é Potter e seus queridos amiguinhos, sangue ruim e nosso rei Weasley!

Todos atrás de Malfoy começaram a rir, Rony já estava vermelho de raiva e fechava sua mão pronto para dar um soco em Malfoy. Mas Harry o impedia.

- Deixe eles Rony, não vale a pena !

- Vamos então dizia Hermione - puxando Rony e encarando com ódio Malfoy.

- Que foi Sangue ruim gostou da minha cara por acaso? Se continuar olhando vai ter que pagar!

Hermione sentiu o sangue subir em sua cabeça, só de olhar pra cara nojenta dele.

- Malfoy faz um favor pra humanidade, vai a merda, antes que eu mesma soque essa sua carinha de doninha.

Harry agora puxava Rony e Mione que também queria avançar em Malfoy;

Ele agora dava um sorriso debochado.

- Vai indo tarde Granger e não cruze nosso caminho tão cedo!

‘A isso era um absurdo’ pensava Hermione, ele que entrava na frente deles, ele queria dizer mais pouca e boas, mas foi interrompido quando Dumbledore já aparecia chamando atenção de todos alunos.

Dumbledore acabara de aparecer para todos.

- Sejam Bem vindos novamente a Hogwarts, e este ano como sempre teremos a seleção de novos alunos a suas casas e uma novidade para todos.

Agora se ouvia burburinho em todo salão..

- Tenhamos um pouco de paciência - dizia o calmo Dumbledore com um sorriso.

- Creio que muitos de vocês por fonte nada confiáveis (N/A:fofocas alheias) já devem estar sabendo que este ano, para poder amenizar o clima de rivalidade das casas, decidimos que vocês terão que se juntar a uma outra casa.

- Então era verdade essa historia de competição e junção das casas! Por Merlim, como será escolhida as casas em equipe? - pensava Mione,

- E essa escolha será feita agora! – dizia Dumbledore

Pronto agora todos já estavam reclamando, alguns assustados, Rony clamava a Merlim para não pegar a Sonserina, Mione apenas tinha a mente positiva afinal como Monitora chefe de sua casa deveria demonstrar tranqüilidade.

Dumbledore agora chamava os monitores chefes para ir a frente...

- Hermione Granger monitora da grifinória... - todos aplaudiam, mas podia-se ouvir vaias vindas dos sonserinos e algumas piadinhas maldosas. Hermione andava ao centro demonstrando calma, embora estivesse nervosa por ficar na frente de todos, será que ela ia ter que sortear algo? - ela pensava.

- Cho chang monitora de Corvinal....-

- Ana Abbout de lufa-lufa

- E Draco Malfoy de Sonserina... - ouvia-se assovios e gritos de meninas vindos da sonserina.Ele seguiu firme com aquela sua postura metida e por onde passava dava umas piscadas para as meninas.

Todos estavam agora ao lado de Dumbledore que trazia uma pequena caixinha azul cheia de borboletas voando dentro.
Quando Dumbledore abriu a caixa, borboletas vermelhas, um vermelho escalarte saíram voando pelo salão principal, deixando os alunos procurando por elas entre o teto, conforme voavam ela mudava de cor de acordo com a respectiva casa que passava, algumas já mudavam para amarelo, verde, azul e algumas permaneciam em vermelho..

Hermione se perguntava o que seria aquilo?... quando se lembrou que lera num livro sobre borboletas escarlates que sentiam os sentimentos das pessoas, seja ele bom ou ruim.

“Não - lembrara Hermione assustada - será que é mesmo isso?”, se as borboletas sentirem os sentimentos é possível que junte Grifinoria a Sonserina que são os que mais temem em ficar juntos.

Todos agora olhavam as borboletas voltando para a caixa, então começaram a se formar letras que se misturavam então o primeiro nome saiu... Grifinória... e em segundo...

Mione agora apenas olhava fixamente prendendo um pouco a respiração, os outros monitores que estavam ao seu lado também estavam receosos, fora o resto dos alunos que estavam em total silencio.

Então saiu o nome iniciado em verde S............. pronto... Sonserina!!

A primeira coisa a se ouvir foi suspiros, lamentações vindo dos grifinorios e dos sonserinos
Mione abaixou os olhos não acreditando muito, depois olhara para Malfoy que estava com um sorriso espantado de lado... Chang e Anna About pareciam normal.

Dumbledore cessou as lamentações vindas de todas as casas... dizendo que ainda faltava algo...

-Falta algo? – “como assim?” pensara Mione, tudo que não esperava tinha acontecido, será possível algo pior?, por Merlim “só falta o velho Dumbledore dizer que teremos que confraternizar, dar uma festinha quem sabe??!!”

Agora Dumbledore olhava pra os monitores, com um pequeno sorriso.

- Vocês como monitores de ambas casas terão que fazer o possível para as casas se darem bem, terão que organizar atividades, enfim fazer tudo o que faziam antes só que juntos.
Ah e é claro depois vocês serão informados em detalhes sobre essa união.

Pronto era o fim... Hermione não estava entendendo direito. “Juntos”... essa palavra não cabia com “Sonserinos”... “e que historia é essa de monitorar e organizar... PQP .. terei que aturar aqueles sonserinos...” mas aí então percebera e ficara um pouco pálida .. não aquilo era pior... será teria que aturar Malfoy... não era demais pra cabeça dela.... “acho que não estou raciocinando direito...cadê minha tranqüilidade nessas horas...?”

- Então agora teremos a seleção das casas entre os novos alunos e logo depois poderemos saborear um delicioso jantar! E tenham uma excelente noite - dizia Dumbledore já se retirando.
Hermione caminhava para a mesa, ainda meio boba, não tava conseguindo pensar, mas ao mesmo tempo estava com mil pensamentos

-Mione – chamava Harry - Mione você esta bem?

Ela ainda olhava para um ponto fixo... Rony acenara sua mão na sua frente

- O que?

- Mione, entendemos que você esteja em choque... veja bem, todos aqui da mesa ainda estão com a cara boba não acreditando - disse Harry apontando Neville que até agora ainda olhava parado para a caixa em que se encontraram as borboletas.. meio que escorrendo uma baba.

- Não Harry... . maldita praga! maldita hora que você e Rony abriu a boca pra falar sobre possibilidades de ficarmos com os Sonserinos!... - dizia ela um pouco revoltada - e aí deu no que deu...

- Hi... não vem não Hermione - falou Rony - não adianta culpar a gente não, se tiver que culpar alguém... culpe as borboletas.!

-É Mione, você sabia que tinhamos essa possibilidade - dizia Harry agora trocando olhares com alguns sonserinos, que só de olhar dava para se perceber vários crucios e avadas.

Hermione sabia que eles não tinham culpa... mas queria culpar alguém... ela realmente não se sentia bem... será que estava de TPM??... como podia sentir tanta raiva de todos ali?
Rony e Harry estavam evitando falar com Mione, realmente ela não estava em um bom dia.

Ela acabara de jantar e já ia para o seu quarto estava morta.
- Boa noite - dizia Mione para Harry e Rony já se retirando da mesa, precisa descansar e refletir muito sobre o que tinha acontecido.

- Boa Noite... e vê se desistressa Mione, voce tem que relaxar, tudo bem que vamos aturar os Sonserinos... mas não adianta ficar lamentando agora..já foi! - dizia Rony.


Andando pelo corredor ela pôde ver Ana Abbout e Cho Chang vindo em sua direção.

-Hermione! Estávamos te procurando.. - disse Chang.

- Oi!! Hum que foi?

- Parece que a Professores McGonagall e Snape querem falar com todos monitores, acho que deve ser sobre essa tal de competição, e a união das Casas.

Hermione revirava os olhos cansada, - tenho que ir mesmo? - as duas lhe olhavam com um ‘sim’.

- Mas peraí gente... falta chamar o Malfoy! - disse Chang.

- Ó Merlim, é demais para mim! - Hermione respirou fundo - Então faz assim... vocês vão chamar ele enquanto eu espero na porta da sala.

- Nem vem Hermione... sabemos que não é nada fácil ir até aquele ninho de cobras e chamar o Malfoy...

- Mas é só ir lá.. e chamar a doninha ambulante.. – olhou para as duas – sei lá... dá um grito quem sabe ele aparece...

As duas olharam Mione com um olhar de cachorro perdido... e diziam - “Mione vem com a gente ainda mais você que é da Grifinória... cadê sua coragem??”

- Minha coragem está na minha cama lá em cima, onde desejo repousar o quanto antes....as duas ainda continuavam a olhar Mione...

- Quer saber vamos acabar logo com isso... eu vou lá com vocês. - disse Mione sem paciência.

As três andavam em direção a uma turma que se formava em um canto do corredor, de lá ela avistava o cabelo loiro que quase chegava a ser branco do Malfoy. Elas chegaram perto e todos diretamente olharam para elas... ninguém dizia nada ..

- O que foi? Cortaram suas línguas por acaso? Ou vieram aqui pedirem meu autógrafo? – falava Malfoy com um sorriso sarcástico.

Aquilo foi o suficiente para Mione cortar o silencio.

- Sim Malfoy, viemos gastar nosso precioso tempo pra pedir um autógrafo seu nas nossas blusas!.. – falou irônica enquanto ele tentava manter a mesma expressão - Ah vê se acorda! Os professores querem falar com todos os monitores agora na sala - disse ela curto e grosso.

- Olha se não é a Granger preocupada com minha presença – falou malfoy erguendo uma sobrancelha – não esperava que vocês seriam minhas escravas a fim de me avisar tudo, muito mesmo uma sangue ruim como você, agora que já fizeram podem vazar! – dizia ele se virando pra conversar com Pansy e Daniel e Jack Millinton que estavam ali.

- COMO ASSIM VAZA?! – Gritara Mione, ela sentia uma vontade de voar no pescoço de Malfoy, isso não é favor não...

- Granger ninguém grita comigo! Tá doida sangue ruim!! - Disse ele já puxando a varinha, Mione ja estava com a sua na mão há tempo...e não se segurou.

- ESTUPEFAÇA!!

- PROTEGO – disse Malfoy se protegendo

Os dois caíram ao chão, logo se levantando.

- Olha o que você fez, estragou minha roupa fina e ainda me sujou, só podia ser coisa de uma sangue ruim como você. - Mione suspirou... e começou a gritar de novo:

- OLHA MALFOY VAI SE DANAR! – seu rosto estava vermelho e berrava – SUA DONINHA AMBULANTE, FILHO DE BARBI, SUA COBRA ASQUEROSA... PROJETO DE COMENSAL!!

Agora Mione sentia um alivio e se retirava junto com Ana e Chang que estavam assustadas com a atitude da garota, Hermione sempre pareceu ser tão tranqüila.

- Não adianta gritar eu vou quando eu quero, ou você vai me agarrar par levar com você? Sei que você estava esperando uma oportunidade para me agarrar mas nada feito! – disse ele dando uma risada junto com sua turma.

Mione sequer se virou para olhá-lo, apenas seguiu reto...

- Vamos logo para sala, que se dane o Malfoy... se ele não for pior para ele, não tenho nada a ver com isso!

Elas entraram na sala e os professore já estavam a sua espera.

- Muito bem, estão todas atrasadas!. – dissera McGonagall

- Desculpe professora, mas tivemos um problema no percurso. - dizia Chang

- E cadê o Malfoy? – perguntou Snape olhando para as três.

- Esse é o grande problema no percurso – falou Hermione - Fomos avisá-lo mas ele disse que não queria vir – disse Hermione tentando ferrar Draco, tentando ferrar não... na verdade ele não quis vir mesmo.

- Como assim não queria vir? - pergunto McGonagall.

- Não queria - respondeu Chang concordando com Mione.

- Que irresponsabilidade vindo de um monitor! Mas vamos começar essa pequena reunião, não temos mas tempo, depois acertaremos as coisas com Malfoy. - dizia McGonagall.

- Queríamos lhe comunicar que assim como Dumbledore disse; vocês terão que organizar algumas tarefas, e também manterem a ordem, e devo dizer que não queremos ver implicações entre ambos - dizia olhando para Hermione, mas então a porta bateu... era Malfoy já entrando...


************************************************************************

N/B: Oie! Olha eu invadindo a fic dos outros... huhuhuhuhu... recomendo a todos a continuarem a ler a fic porque ela promete muita emoção!

N/A: Olá pessoas, muito obrigada a todos que leram minha Fic, que alias é a primeira que escrevo!!(huhu)

Queria agradecer a minha beta Debyh Wood!! Hehe..o/...vc foi de grande valia...>.< (desculpe te comparar a um objeto..^^’)

Bom então essa fic começou meia que no susto, estava a muito tempo planejando para escrever uma, e quando veio a inspiração escrevi.^^!!

Sei que é impossível agradar gregos e Troianos, mas fiz o que pude para escrever essa fic..^^
Vocês não sabe o quanto matutei para por um titulo nessa fic bom, então aí tava vendo o nomes de umas letras de musica e achei essa “Quase Amor” de Pedro mariano.!^^
Eu não demora paar atualizar viu (assim espero..XD), porque meus autores sempre demoram 3 meses para atualizar o q isso mata qualquer um...u.u...
Espero comentários..huhu...

Até o próximo capitulo...\o/...\o/...

Anna P...otaku..XD

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.