FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. A pior notícia...


Fic: E se o destino NAO permitir?


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Comentários, rapidinho hoje...
Lembrando que as previsões de quando tudo ocorreu não são exatas...

mary_witch :Amoreee, saudades, cade você?Por onde anda Vossa Senhoria??? *risos*

Nia Black: Niiiiii, tudo bem e você? xD Nhááá, como vai sua fic?Poste ela, já estou com saudades... Dumbledore irá revelar algo extremamente desagradável... Eu sabia desde o início que teria de ser assim, espero que você não me mate *se esconde* Volte sempre amor, beijos!Amo você também amigaa!

Nanda Potter:Nandinhaa, lembrei de você hoje... Estava escutando Yellow, aliás, bela música *pisca*... Quase chorei,mudando de assunto, não demorei um mês.. *sorri* Espero que goste do capítulo e torno a repetir que é algo que acho que não gostará... *sorri amarelo* Comenta aí amore.. beijoss

♥Foguinho♥Amoreee, que bom que está gostando *pisca*.. Bom, está no fim sim... Terminei mais um capítulo, aliás, o penultimo rascunhado e o epílogo pronto... Chorei pakas ao fazer isso, mto triste terminar uma fic... Ainda mais da forma que pensei.. [mas isso ainda não vem ao caso *sorri*] Espero que goste desse capítulo e não some viu?beijooos

gabrielle ! Sumidaa!Estou esperando sua atualização na fic xD ... beijos e comentaaa ;)

Luisa Hunter* Nhááá *sorri*.. Luuuuuu, que bom ver você por aqui... Aliás, vou passar na~sua fic depois... *pisca*, muito boa, realmente.. Obrigada pelos comentários viu???Ameeeei... Volte sempre e espero que aprecie essa humilde fic... beijooooos linda!

M Potter: Autoraaaaa, hehehehe.. Obrigada pelo comentário, aliás, fic extraordinária a sua amiga... *pisca* Como prometido, estás aqui o capítulo, te deixei muito curiosa??? *risos* Espero que goste e comente de novo viu?? hehehehe... Volte sempre..

Nossaaaa, amei os comentários... Tantooooos, como eu queria...
Obrigada gente, amo vocês viu???
beijos e fiquem com mais um capítulo...

__________________________________________________________________
-Suponho que você esteja se perguntando sobre tudo, não Tiago?
O garoto assentiu enquanto tomava um gole da bebida rápido demais...
-Sim senhor!Ainda não compreendi perfeitamente.
-Bom, então vamos aos fatos. Tenho tido grande interesse, desde alguns tempos para cá Tiago, no amor de você e Srta. Evans!Vejo que é algo incrível, algo incondicional e muito importante para ambos. De início a garota tentava lutar contra seus sentimentos, dizendo a torto e a direita que lhe odiava, mas era para camuflar o amor que já nutria secretamente há algum tempo por você... Já você ficava todo, todo, tentando fazê-la lhe enxergar, mas ela não alimentava esperanças. Foi então que você a laçou quase que imediatamente. Você precisava dela... E ela de você!
Um sorriso perpassou pela fisionomia de Tiago e ele bagunçou os cabelos pensando nela.
Quanta alegria aquela ruiva lhe proporcionara.
Dumbledore retomou a narração bebendo mais cerveja.
-Foi então que vocês terminaram a escola, seguiram carreira de aurores e você a pediu em casamento. E é claro, vocês se casaram e dois anos depois ela engravidou, estou certo?
-Sim senhor!-Disse Tiago.
-Pois bem... Isso foi um golpe do destino, foi um alerta a vocês. Já nos primeiros meses de namoro, houve outro alerta, você se recorda?Quando Voldemort tentou pegá-los no Três Vassouras?
O garoto assentiu. Um frio esquisito tomava conta de seu corpo fazendo-o se arrepiar desde os dedos dos pés aos fios de cabelos da cabeça.
-E desde então ele tem alimentado esperanças de que vocês morram...
-Mas por que, Dumbledore?
-Eu tenho me perguntado isso ultimamente e acho que não devo lhe esconder minhas desconfianças. Alguns meses atrás, estava eu intrevistando uma nova professora para o cargo de Adivinhação em Hogwarts...Porventura, professora Sibila fez uma profecia. Ela não é lá muito boa para com as adivinhações, mas esta foi definitivamente de arrepiar os pêlos dos ouvidos...
-E o que dizia a profecia professor?-Continuou o garoto interessado.
-Bom, ela dizia que um garoto nascido ao sétimo mês, cujos pais teriam duelado com Voldemort três vezes, iria ser o único capaz de vencê-lo.
Tiago o encarou assustado.
-Eu e Lily lutamos com ele três vezes, mas muitos outros podem ter feito isso não é?Quer dizer... nós não fomos os únicos!Tiago vendo o olhar do professor severamente sobre si, continuou desequilibrado. –Então... ele é nosso filho?Mas como?
-Não necessariamente Tiago!A profecia pode se referir a dois casais... Ou a você e Lílian. Ou a Alice e Franco Longbottom.
O maroto sentiu um arrepio percorrer-lhe a espinha.
-Mas professor, a Lily perdeu o bebê!Como seria possível?
-Bom Tiago, creio que a profecia se refira a você e sua mulher, pois pelos meus cálculos e minha visão inteligente do futuro, não perseguirão Alice e Franco, embora eles possam sofrer graves danos no futuro.
Tiago ergueu a sobrancelha energicamente.
-E se ele nos perseguir, o que pode acontecer?Ele pode nos mat...
Antes que o garoto terminasse a frase, Dumbledore continuou.
-Sim, isso é uma das hipóteses Tiago. Pode ser que aquela última vez que você voltou no tempo se concretize de uma forma mais terrível e chocante que a primeira.
-E o que posso fazer?-Disse o maroto indefeso.
-Bom, é aí que vem a escolha... Dependendo dela, você poupará várias vidas do sofrimento... Porém ela não é tão fácil quanto parece. É preciso um grande sacrifício para fazê-la.
O garoto tremeu.
-E qual é essa escolha?
-Essa escolha, tem que ser feita, justamente por interferência do destino. Ele às vezes age na vida das pessoas de forma cruel... E não há saída... Talvez você tenha que deixar Lílian, Tiago... Talvez você tenha que deixar tudo... Talvez... Mas é uma questão de escolha, como volto a dizer!
O garoto colocou suas mãos sobre o rosto, alucinado.
Deixar Lílian era como perder a vida, literalmente.
Ele não saberia como viver sem ela, sem seu perfume, suas carícias, seus desejos e incertezas...
Seu toque angelical, seu sorriso... absolutamente tudo. Sem ela nada daquilo faria sentido.
Ele encarou o professor novamente, murmurando:
-Então, depende de mim?Depende de mim para que Voldemort pare com suas o quê, “travessuras”?Apenas de mim?Por que eu?Por que Lílian não é meu destino?Por quê?-Disse ele em tom elevado.
-Se acalme Tiago!Você ainda tem algum tempo... Se você fizesse esse sacrifício, você não apenas pouparia sua vida e de sua amada esposa, como também de seu filho que sofrerá durante anos e de seus amigos...
-Você diz isso como se fosse fácil professor!
E Tiago fugiu do controle, sentiu suas pernas tremerem rapidamente, cada membro do seu corpo se arrepiava.
-Eu nunca disse isso, definitivamente. Acho que essa escolha é extremamente difícil, mesmo por que, você ama Lílian mais do que tudo e eu sei disso. E não só será difícil para você, como para ela também.
-Então, eu não tenho escolha!-Disse o maroto se rendendo. - É meio que uma, opção... “deixar ou deixar”...?
-Na verdade, é uma questão de tato. Você prefere viver apenas alguns anos e morrer com sua mulher, deixando seu filho, família a amigos morrerem ou deixar Lílian mesmo que doa e livrá-la de todo esse mal?
Tiago o encarou sem fala, sim, uma escolha teria de ser feita...
-Mas, como eu a farei?Devo contar a ela?-Disse se acalmando um pouco.
Dumbledore assentiu.
-Praticamente tudo! Acho que será mais fácil do que deixá-la e correr o risco de perdê-la de todas as maneiras possíveis... Talvez ela fique triste, mas saberá que você disse a verdade, ao contrário do que seria deixá-la sem explicações.
O garoto estava aflito. Aquela era uma terrível peça pregada pelo destino.
Tiago permaneceu em silêncio, uma escolha tinha de ser feita... e rápido.
Estava certo que era dificílimo tudo aquilo... Mas por mais que ele amasse aquela ruiva dos olhos verdes, ele faria de tudo para que todo o mal fosse erradicado de sua vida.
E ele não queria que ela morresse, nunca... em nenhuma circunstância.

_________________________________________________________________

Nota da Autora:

Obrigada pelos comentários, estou amandooo..
Peço que todos que puderem comentem também...
E espero que estejam gostando...
Bom, o próximo capítulo vai ser beeem maior... digamos que ao extremo...
Até lá... beijos e comentem...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.