FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

35. Fica comigo


Fic: Rebeldes 3 temporada - Eu quero tudo!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

35o capitulo - Fica comigo

-O que você quer dizer com isso? - Kelly perguntou. Não estava mais conseguindo segurar, começou a chorar.

-Isso mesmo - Stephen falou - Eu fui um idiota tão grande esse tempo todo. E eu senti tanto sua falta quando você viajou com as meninas...Já faz meses que eu sei que amo você, mas tinha medo. Medo de que você não me quisesse mais. Eu amo você.

-Eu também amo você - ela falou, chorando sem parar.

-Você me perdoa? Por ter sido tão lerdo? – ele perguntou, morrendo de medo da resposta que ela daria.

-Claro que sim – ela falou rindo, chorando...Tudo ao mesmo tempo. Como em uma salada de emoções.

Stephen a puxou e os dois começaram a se beijar. Um beijo que era pra ter acontecido há muito tempo. Stephen a apertou contra si. E os dois continuaram se beijando e beijando.

-Você é linda - ele murmurou.

-Quando eu fiquei com o Matt...Você se importou? – ela perguntou. Como se aquilo fosse a confirmação que ela precisava.

-Não acredito que você está me perguntando isso - ele riu - Eu fiquei tal mal, bebi como um louco, passei mal no dia seguinte...Eu fiquei muito ruim mesmo. Eu sempre me importei com você.

Os dois foram até a cama. Se beijando sem parar.

***

Um dia depois...

-Monique Moore – Liz, a repórter da Models Famous, a revista mais importante do momento, falou - Como você se sente agora? Que está na sua melhor fase profissional como modelo?

-Na verdade muito bem – Monique sorriu sincera. Já estava tão acostumada com entrevistas que não se sentia mais constrangida - Tenho feito desfiles para a moda bruxa e também não bruxa.

-Nós sabemos - Liz sorriu simpática - Você é um estouro garota.

Monique sorriu. Gostava de dar entrevistas. Era sempre bom ouvir elogios.

-Eu vou fazer mais coisas esse ano, conciliando entre desfiles e tudo mais. Quero lançar uma marca de roupa – Monique falou – Já recebi algumas propostas de estilistas e gostei muito da idéia.

-E já tem data? – Liz perguntou – Você vai representar a sua grife desfilando?

-Ainda não tem data, mas eu com certeza vou desfilar pra grife - ela sorriu.

***

-Cadê a Gina? - Trey me perguntou.

-Na casa dos pais – eu gritei, pra que ele ouvisse. Eu só queria saber quem era o maldito que tinha aumentado o som daquele jeito.

-Que depressão hein? - ele riu.

-Nem me fala. Essa festa está um saco – reclamei.

E estava mesmo. O de sempre. Peguei uma garrafa de whisky. Já que ela não estava ali o melhor era beber.

***

Maby e Logan se beijavam em um canto da festa. Marie olhou para os dois com raiva. Não podia acreditar que Logan estivesse com alguém como Maby. Ele vivia ridicularizando as meninas vadias como ela.
Depois parou e pensou. Talvez ela estivesse se preocupando demais.

***

Nátysi e Tifanny estavam conversando em um canto da festa quando Matt apareceu e sentou do lado delas.

-Quer dançar? - perguntou para Tifanny com um sorrisinho.

-Não vou deixar a Na sozinha - ela falou o mais segura que pode. Mas suas pernas tremiam sem parar.

-Ela não vai ficar sozinha - Trey falou enquanto se aproximava da mesa - Eu cuido dela Tifanny.

-Bem já que é assim - Tifanny sorriu - Até mais.

***

-O que você tem em mente Thor? - Scott perguntou pra ele. Thor pegou uma garrafa de whisky de fogo e deu uma grande golada.

-Você realmente não sabe? – Thor riu maldosamente, deu mais uma golada na garrafa e só então falou - A Marie estava meio bêbada na última vez que eu a vi, você percebeu isso?

-E como – Scott falou enquanto observava o amigo. Já sabia muito bem o que ele estava querendo dizer com aquilo?

-Você me ajuda? – Thor perguntou direto.

-Pode deixar - Scott falou enquanto via Trey e Nátysi conversando. Estava cansado das amigas de Gina Weasley e dos amigos de Draco Malfoy.

***

Matt e Tifanny estavam caminhando em silêncio pelo campus, de volta para casa. A lua estava brilhante, iluminando todo o caminho com uma luz pálida.

-Dá pra acreditar no Stephen e na Kelly? - Tifanny falou, quebrando o silêncio entre os dois.

-Eles não saem do quarto há vinte e quatro horas - os dois riram - Vai saber o que estão fazendo por lá.

Tifanny olhou pra Matt pensativa. Todos estavam se acertando. Gina e Draco, Stephen e Kelly, até Rony e Kristin estavam amigos. Nátysi e Trey, por mais que não assumissem também estavam quase juntos novamente.

-Quer entrar? - ela perguntou quando eles pararam na frente da republica dela. Sabia que ninguém estava em casa.

-Claro - ele falou sorrindo.

Tifanny esperou Matt entrar e trancou a porta. Depois segurou a mão dele e o guiou até seu quarto.

-O que foi? - ele perguntou surpreso. Sem fazer idéia do que aquilo podia significar.

-Você realmente não sabe? - ela sorriu maliciosa pra ele.

Em seguida o empurrou contra a parede e começou a beijá-lo.

***

Hermione ouviu batidas na porta.

-Já volto - disse para Viktor.

Os dois estavam colocando a conversa em dia depois de ficaram anos sem se verem. Por mais que tivessem ido juntos ao Baile de Inverno a única coisa que sobrara daquele repentino namoro fora a amizade.

-Espero - ele disse sorrindo, quase sem sotaque depois de passar anos e anos lidando com ingleses.

Ela abriu a porta sem olhar direito pra pessoa. Talvez fosse serviço de quarto ou qualquer outra coisa. Mas assim que avistou olhos verdes sentiu seu coração gelar.

-Harry? - perguntou surpresa, arregalando os olhos.

-Vim ver você meu amor - ele sorriu e a beijou ali na porta.

***

-Mariezinha - Thor falou enquanto a ajudava a levantar do sofá - Acho que você está um pouco bêbada, certo? – ele segurou a mão dela.

-Não enche Thor - ela falou irritada enquanto sentia todo o lugar balançar com aquele movimento brusco – Eu só preciso ir pra casa.

-Vem eu vou te ajudar a ir pra casa – ele sorriu e pressionou mais sua mão sobre a cintura dela.

-Está bem – ela resmungou, fechando os olhos.

***

-Acho que a Marie não está bem - Logan falou para Maby e levantou no mesmo instante, fazendo menção de ir atrás dela.

-Logan vai se ferrar! – Maby gritou irritada. Estava cansada de ficar com ele e o ver olhando pra ela sem parar – Deixa a garota em paz. Ela e o Thor provavelmente vão fazer uma coisa bem melhor do que dormir – sorriu maliciosa.

-Você tem razão – ele falou contrariado. Odiaria ver Marie envolvida com uma pessoa como Thor.

-Eu sei - ela sorriu e o puxou de novo, obrigado-o a sentar no sofá. Depois segurou o rosto dele e começou a beija-lo.

***

Matt jogou Tifanny em cima da cama e tirou sua camisa. Ela o puxou pra mais perto, enquanto arranhava suas costas. Eles não falavam nada...Podia ser muito bem só tesão, mas eles sabiam que era algo bem mais que isso.

***

-Vira, vira! - Karmet gritava.

Rony riu e virou o copo de vodka cor de rosa brilhante. O chão começou a tremer e o rosto de Karmet ficou embaçado momentaneamente.

-Que coisa estranha - ele comentou rindo – Uma dose só e eu já me sinto completamente derrubado.

-Não seja um fraco - Yan falou rindo, virando de uma vez só sua vodka.

-Isso mesmo - Kristin riu enquanto olhava para Rony - Eu quero mais um - pediu ao garçom – Mais um copo brilhante.

-Não sei como vamos pra casa hoje - Seth falou – Olha só o jeito que estamos.

-Todo mundo a pé oras - Sarah falou.

-Você tem razão - Kristin puxou Rony - Que tal você colocar uma música para dançarmos?

-Eu acho a idéia perfeita - Karmet falou enquanto beijava Yan. Para a surpresa de todos.

-Então eu vou colocar uma música – Rony falou e levantou – Mas você vai dançar comigo – ele puxou Kristin.

Ela aceitou a mão que ele oferecia e o seguiu.

***

-Será que ele vai ficar bem? - Nátysi perguntou enquanto Trey jogava Draco na cama.

-Claro que vai - Trey deu de ombros - Ele só bebeu demais. Você sabe como essas coisas são.

-A Gina vai surtar se souber disso – Nátysi falou meio irritada. Estava cansada de ver Draco fazer sua amiga sofrer.

-Ela vai entender – ele falou e depois a olhou – Quer beber um vinho? Acho que eu tenho uma garrafa escondida no quarto.

-Claro. Desde que seja uma coisa descente e não esses vinhos horrorosos que a Liah vive comprando – ela riu.

-É o melhor – ele falou de um jeito meio convencido. Nátysi o seguiu.

***

Scott abriu a porta da sala silenciosamente. Nátysi e Trey estavam na cozinha bebendo vinho e conversando. Thor subiu as escadas, com Marie dormindo no colo. Scott abriu a porta do quarto de Draco.
Thor deitou ela na cama.

-Eles vão perceber que não ficaram...As roupas - Scott sussurrou em tom óbvio.

-Você tem razão - Thor fez um aceno com a varinha. As roupas deles sumiram, os deixando apenas de roupas de baixo.

-Prontinho - Scott riu - Vamos voltar pra festa.

***

-O que ele está fazendo aqui? - Harry perguntou ao ver Viktor no sofá bebendo vinho. Viktor não o viu.

-Não é nada disso - Hermione começou a falar apressadamente – Ele e eu só estávamos conversando.

-Confia em mim Harry - ele falou amargamente, imitando o que Hermione dissera antes de viajar - Eu amo você Harry.

Em seguida aparatou. Hermione ficou estática na porta. Sentindo seus olhos ardendo e a garganta se fechando. Segurou as lágrimas e respirou fundo. Tinha um caso importante, não podia ficar preocupada com isso.
Harry teria que entender, Harry tinha que entender.

-Algum problema? - Viktor perguntou enquanto aparecia na porta – Porque você está parada aqui sozinha?

-Nenhum - ela falou deprimida, mas dando um leve sorriso pra ele. Não queria estragar a noite. Não depois de ficar tanto tempo sem falar com ele.

-Ótimo - ele sorriu - Olha o que achei - e mostrou uma enorme garrafa de whisky de fogo – O que você acha de enchermos um pouco a cara?

-Me parece uma ótima idéia – ela disse enquanto fechava a porta e o seguia para dentro do quarto.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.