FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

32. O Jogo


Fic: Segredos de uma Vida Quase Normal


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 32 – O Jogo


 


A final do campeonato de Futebol se aproximou mais rápido que Harry esperava. Neste momento ele estava se preparando para o jogo. Ele estava sentado em um canto do vestiário relembrando o que ele passou para chegar ali.


Treinos exaustivos, falta de tempo para outras coisas, até mesmo para Gina.


Sorte que a ruiva era criativa e sempre dava um jeito de passar algum tempo com ele, e misteriosamente seus deveres apareciam feitos nas suas coisas. Se não fosse pela letra, ele desconfiaria de Tiago.


Hagrid o colocou para fazer treinamentos mais rígidos que dos outros, que já estavam em sua plena forma.


Também havia treinos isolados, para afinar a mira. O treinador escolheu alguns jogadores de confiança, a maioria não estava no time titular, para ajudar.


Ele fazia os lançamentos e tinha alguns jogadores para receber ou bloqueá-lo.


Havia ficado claro no primeiro treino que alguns jogadores não gostaram da inclusão dele no time. Eram Draco, seus amigos e mais alguns. Eles atrapalhavam Harry o tempo todo, usando de violência sem necessidade, mesmo no mesmo time.


O loiro era o que mais se ressentia. Uma vez que ele esperava ser o astro do time agora, e pela prisão do pai. Então se esforçava para não pegar os lançamentos, reclamava dos erros e vivia ironizando o fato de Harry ter aparecido apenas no final.


Mas Harry não se importava. Sabia muito bem não dar atenção a isso. E se dedicava muito para que ninguém falasse nada depois.


- Hoje é nosso último jogo, o mais importante de todos. – disse Hagrid começando discurso.


Na verdade foi a única coisa que Harry ouviu. Finalmente todo o nervosismo tomou conta dele.


- VAMOS HOGWARTS. – berrou o treinador.


Todo o time começou a berrar. Era o clima do jogo. Alguns batiam cabeça, sem se importar se estavam ou não de capacete.


Em poucos segundos eles estavam saindo do vestiário e indo para o campo no tradicional ritual de passagem pelas líderes de torcida depois de passar pelo painel com o símbolo da escola.


Harry por ser o novato se deixou por último. Mas o efeito foi o contrário do esperado, já que uma parte da torcida começou a vibrar quando ele entrou. O moreno olhou para aquele canto e viu que era a que havia maior quantidade de segurança. Era uma seção inteira somente com motoqueiros. Na primeira fila estavam seus amigos, que eram facilmente reconhecidos pelos cabelos vermelhos de Gina e Lilian. As duas estavam ao lado de Tiago que segurava Suzy no colo.


Uma bandeira vermelha foi desfradada, com um raio dourado sobre eles.


Isso com certeza era coisa de seu amigo motoqueiro.


Foi o que aliviou o nervosismo dele, ali teria gente que o apoiaria sem se importar com o resultado do jogo.


Mais rápido que ele esperava, o jogo começou. E ele estava com a bola oval na mão, no primeiro lance do jogo.


Ele viu Draco correndo e lançou. Deu um sorriso vitorioso antes de ser jogado no chão. O loiro não perderia essa. O primeiro touchdown do jogo.


O resto do jogo não foi tão fácil. O time adversário também era forte e se tornou difícil para Hogwarts manter a liderança no placar por muito tempo.


 


Harry mantinha uma media melhor de acertos do que o quaterback adversário. Mas a defesa do outro time se mantinha mais firme e segurava os avanços de Hogwarts.


O jogo estava nervoso, já que bastava um time fazer ponto para o outro recuperar.


Isso tornava o jogo mais violento. Harry estava com um corte na bochecha, mas não era o único. Malfoy quebrara três dedos da mão direita em uma falta. Duda mal conseguia abrir um olho. Mas o jogador que parecia em pior situação era um adversário que havia apagado em campo depois de um choque.


Hagrid pediu um tempo faltando 20 segundos para o fim do jogo e Hogwarts estava a 15 jardas da área de finalização. Com o jogo empatado.


- Vamos para a jogada 23 de novembro. – disse ele para os jogadores.


Era uma jogada de lançamento para Malfoy. Mas que Harry faria que mandaria para outro recebedor.


- Certo. – disseram todos, principalmente Harry.


Eles se posicionaram.


Harry recebeu a bola. E olhou para frente para ver os seus recebedores. Mas o time todo estava na esquerda, levando toda a defesa. O que inviabilizava um lançamento. Nem mesmo o jogador que ele poderia passar e ele correr estava por perto.


Então, ele teve que tomar uma decisão rápida.


Sem poder lançar ninguém, ele saiu correndo para a direita que estava quase toda livre. Havia um adversário o esperando alguns metros dele. Mas que com um giro de corpo durante a corrida, o deslocou.


Continuou correndo, e escutou os gritos dos adversários ao perceberem o que ele fez.


Mas já era tarde, como estava mais veloz e mais perto, Harry fez o touchdown da vitória, justamente quando o cronômetro zerou.


Metade da torcida invadiu o campo. Harry só viu algo vermelho pulando sobre ele, e o beijando.


 


Já com duas medalhas no peito, ele estava dando entrevistas na frente do vestiário.


- Como é ser o herói do título? – perguntou um repórter.


- Eu não sou herói do título. – disse ele. – Apenas joguei um jogo, o resto do time merece mais essa honra que eu.


- Deixa de modéstia. – disse o repórter. – Sem seus lançamentos hoje, e seu espetacular touchdown, Hogwarts não teria o título. Você recebeu o prêmio de melhor jogador.


- Se outros não tivessem feito touchdowns nos jogos anteriores, e milhares de lançamentos não teríamos chegado aqui. – disse Harry. – Se quer um Herói veja o nosso treinador, Rúbeo Hagrid. Ele montou esse time e o treinou, mesmo com dificuldades.


- Mas me conte como foi que você planejou o seu touchdown.


- Foi uma jogada ensaiada. – disse ele. – Todos esperavam um lançamento, não que eu saísse correndo. Por isso Hagrid pediu aquele tempo. Agora se me der licença, tenho que tomar banho e comemorar com meus amigos.


Harry entrou no vestiário e deu de cara com Malfoy.


- Essa medalha era pra ser minha.  – disse o loiro.


- Seria se você não tivesse a brilhante ideia de me sabotar. – disse Harry. – Acha mesmo que não percebi que você combinou com os outros para que fossem para um lado do campo e me deixando sem jogada.


- Mas parece que você tem mais sorte que aparenta. – disse ele.


- Só tem sorte quem sabe aproveitar dela. Agora tenho que ir, minha ruiva está me esperando.


 


Harry encontrou com os amigos fora do estádio. Não foi tão difícil assim, já que ele tinha guarda costas pessoais.


- Esse é meu campeão. – disse Sirius. – Igual ao pai.


- Não, ele é meu. – disse Gina.


- Sempre. – disse ele.


- De quem foi a ideia da torcida? – perguntou ele diretamente para Tiago.


- Eles que quiseram vir. – respondeu o menino de óculos escuros. – Só falei para uma pessoa.


- Que seria?


- Almofadinhas. – disse Remo. – Sabe como ele gosta de um festa.


- Só podia.


 


 


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Evandro Bernardi em 09/04/2012

Massa. continua assim

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 08/04/2012

Ameiii o capitulo, Realmente Malfoy é sem noção, ele parece que não percebe quanto mais ele tenta derrubar Harry, mais Harry é aplaudido por todos. 
bjoos! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Natascha em 07/04/2012

adorei o capítulo e o jogo! o Malfoy não aprende nunca.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.