FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. O Duelo à Meia-Noite (PF)


Fic: SEX Hogwarts, uma história Diferente...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O Natal passara e as aulas estavam de volta. Logo no primeiro dia, os professores trataram de encher os alunos com deveres de casa e trabalhos extras. Tinham que fazer um mapa estelar para Astronomia e uma redação sobre os conflitos entre duendes do século XVIII para História da Magia.

Certa manhã, Harry estava no Salão Principal com Rony e Hermione fazendo uma refeição rápida antes das aulas. Na mesa da Sonserina, Draco fazia piadas idiotas e tirava sarro de qualquer um que passasse na sua frente. Harry fingia não ouvir, mas Draco fazia questão de dizer a plenos pulmões que a sua cicatriz atrapalhava seus neurônios. Os meninos continuavam a disfarçar que não tinham nada entre si. Levantando-se de sua mesa Draco se aproximou, ladeado por Crabbe e Goyle.

- E aí, Cicatriz?! – perguntou. – Como vai a cabeça? Funcionando bem?
- Com certeza melhor do que a sua, Draco.
- Uhn! Devia ter mais respeito, Potter! –falou o menino. – Ou vai ter o mesmo fim trágico de seus pais...
- Como ousa falar de meus pais?! – esbravejou Harry. – Você é um covarde, Draco! Só está falando assim porque está acompanhado por seus dois amiguinhos.
- Enfrento você a qualquer hora sozinho – disse Draco. –Hoje à noite, se você quiser. Duelo de bruxos. Só varinhas, sem contato. O que você acha?!
- Fechado! – disse Harry. – Então hoje à noite, na Sala de Troféus.

Harry não sabia, mas tudo que Draco não queria era duelar. Estava há tempos procurando uma desculpa para se encontrar com o colega. Deixando Crabbe e Goyle no Salão Comunal da Sonserina, Draco saiu em direção à Sala de Troféus para encontrar Harry. O castelo estava vazio, pois todos os alunos dormiam àquela hora. Desviando de monitores e professores, Draco chegou à sala e esperou escondido atrás de um armário.
Harry e Rony chegaram alguns minutos depois, mas foram seguidos por Filch e sua gata.

- Droga! – disse Rony. – Filch está vindo para cá! O que fazemos?!
- Volte para a torre da Grifinória – disse Harry vendo draco escondido e entendendo qual era a intenção do garoto.
- Mas e você?! – disse Rony.
-Apenas vá! Vou despistar Filch para ele não ver você!

Rony saiu correndo da sala de troféus, deixando Harry e Draco sozinhos. Podia-se ouvir os passos apressados do zelador. Harry e Draco saíram da sala e correram para um banheiro masculino no segundo andar. Filch sabia que havia alunos fora das camas, porém não fora rápido o bastante para pegá-los.

Dentro de um mesmo cubículo, Harry e Draco esperaram até que o zelador e sua gata se fossem. Harry havia entendido o motivo de tudo. Draco também não esquecera aquele dia na loja de roupas e queria repetir o feito.

- Potter! Que bom que você veio...
- Eu achei mesmo que você queria duelar comigo! –disse Harry.
- Não... – falou Draco. - Era apenas uma desculpa para encontrar você sem despertar desconfiança dos outros. A propósito, vamos continuar nos detestando fora daqui, ouviu?!
- Claro...
- Agora vamos ao que interessa... Você tem aprontado muito desde que chegou aqui? – perguntou Draco.
- Sim! Eu e Rony fizemos a mesma coisa que fiz com você as férias de Natal inteiras!
- Weasley?! Você se masturbou com ele?!
- Bem... não havia mais ninguém, não?
- Eh... bem, eu tentei fazer alguma coisa excitante com Crabbe e Goyle, mas eles são tão tapados! Não é nada legal vê-los fazendo aquilo...

Harry e Draco conversaram um pouco, e então Draco tirou suas calças. Harry tinha muito mais coisas para contar ao colega... O primeiro treino de quadribol, o Espelho de Ojesed... Mas Draco não queria esperar. Estava nu e esperava que Harry fizesse o mesmo. Este tirou suas vestes e ambos se sentaram um de frente para o outro. Harry estava muito excitado, pois realizava parte do seu desejo que havia visto no espelho. O pênis de Draco havia mudado desde aquela vez na loja de roupas da Madame Malkin. Pêlos loiros cresciam por todos os lados, e o membro em si estava muito maior.

A punheta dos meninos seguiu um caminho de inocência, onde cada um se masturbava apenas olhando o companheiro. Harry procurava gemer para excitar Draco cada vez mais, porém parou de repente. O menino loiro ainda batia bem devagar, e Harry se aproximava cada vez mais. Havia lhe ocorrido uma idéia muito ousada. Harry se posicionou na frente de Draco e interrompeu a punheta do menino. Sem entender, Draco olhou para Harry, e este sorriu marotamente.

Harry pegou o pênis de Draco com a mão direita e passou a masturba-lo lentamente. Um sorriso se abriu no rosto do garoto, que começou a gemer baixinho. Malfoy se contorcia e aproveitava a mão amiga, enquanto Harry batia e observava a expressão dele. O pênis de Draco estava totalmente duro e molhadinho, ficando cada vez mais vermelho de tesão.

Percebendo que o amigo logo iria gozar, Harry passou a bater mais rápido e forte, levando Draco à loucura. De repente, um jato forte de porra explodiu em cheio no peito de Harry. Draco se contorcia e gemia alto, ainda sendo masturbado de leve.

- Ah! Aaaaaaaaaaaaaaah! – gemeu Draco. – Pára, Potter... Pára... Ah! Que bom! Que delícia!
- Gostou?! – disse Harry todo melado.
- Claro! Foi muito bom! – respondeu. - Você também quer?
- Sim...

Draco olhou para o pênis de Harry e descobriu que este estava latejando de êxtase. O membro do garoto queria ser saciado. Harry estava tremendo de tesão. Draco pegou o pênis do amigo com as duas mãos e o apertou, puxando lentamente sua pele para baixo. Harry soltou um gemido alto e pediu que ele começasse logo. Draco iniciou uma punheta lenta e foi aumentando a velocidade. O menino caprichava na tarefa e parecia querer retribuir tudo o havia recebido. Fez com as duas mãos, acelerando e empenhando mais força.

Harry se sentia flutuando. Seu corpo foi tomado por um prazer inigualável e começou a suar frio. Tudo parecia ter perdido o sentido, nada mais importava, apenas ele e Draco. Harry viu o amigo se esforçando para lhe dar tesão e reparou que este já estava excitado novamente. Em seu peito, uma substância esbranquiçada estava secando, colando em sua pele. Harry não se importava se alguém resolvesse visitar o banheiro masculino àquela hora da noite. Só queria gozar.

Draco sentiu o pênis do amigo vibrar e concluiu que logo iria ejacular. Passou a fazer tudo muito mais rápido e forte. Harry se contorcia e arfava, sentindo que iria explodir em prazer. Aos poucos, seu gemidos foram aumentando e cada vez eram mais altos. Harry sentiu seu esperma sair por seu pênis e espirrar em cheio no cara de Draco. Este estava empolgado, e não queria parar de punhetar o colega.

- Ah!!! Pára, Draco!!! Eu gozei!!! Ah!!! Que delícia! Pára... vai machucar! Ah... – gemia Harry, ainda movido pelo tesão.
- Mais um pouco, Potter! Você vai gostar...
- Você tá louco?! – exclamou Harry.

Mas Draco não parou. A punheta continuava a toda velocidade, e Harry parecia que iria morrer de tamanho prazer. O pênis de Harry não iria agüentar. Ele tentou se livrar do garoto, mas este o imobilizou com um feitiço. Sem poder fazer nada, Harry continuou a ser masturbado e não se arrependeu. O prazer que sentiu então foi muito maior. Draco parecia fazer mágicas com as mãos. O membro de Harry estava roxo e muito gozado. A porra se espalhara por toda a sua extensão, servindo como lubrificante para a mão de Draco. Harry perdeu todos os sentidos. Tudo o que sabia era gemer e sentir a sensação.

Draco estava se inovando. Seu pau estava tremendo de tesão. Nunca fizera aquilo antes, nem masturbar alguém e muito menos petrifica-lo para isso. O menino apreciava a visão. Sua mão estava totalmente gozada, e o que segurava era muito duro e liso. Draco continuou suas carícias até Harry gozar novamente. Desta vez, a pressão foi ainda maior, espalhando porra por todo o cubículo. Harry sentia em seu pênis a melhor sensação desde a primeira vez em que masturbara. Tudo havia voltado ao normal. Harry retomou os sentidos e se tocou de que estava sentado no chão de um banheiro em Hogwarts. Um pouco de esperma ainda saía de seu pinto, que estava muito gozado e mais roxo do que nunca.

Harry então satisfez Draco mais uma vez e ambos repetiram a experiência com o feitiço “Petrificus Totalus” por mais algumas vezes, até estarem totalmente cansados e colocarem suas roupas, seguindo para suas respectivas Casas. Na manhã seguinte, Rony perguntaria o que havia acontecido, e Harry inventaria que Draco havia se acovardado e não aparecera para o duelo...


(Estarei adicionando mais detalhes... por favor, continuem deixandon seus recado e expressando sua opiniões... Grato.

A pedido de alguns leitores, estarei iniciando o novo ano, A Câmara Secreta... em breve terminarei A Pedra... Muito obrigado a todos os que postam!!!!!!)


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.