FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Uma Noite com Você


Fic: Não olhe pra trás


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Fui direto para o nosso quarto e parei de frente para porta, não vinha nada de bonito, ou com algum anexo pra eu dizer a ela, explicar o que foi aquilo na pista e o que eu sentia por ela. Balancei minha cabeça, com as coisas idiotas que vieram, enfim criei coragem e entrei, sem bater na porta, mas com cuidado.


 Ela estava do mesmo jeito que eu a tinha encontrado na noite passada. Sem dizer nada, fui e me sentei do mesmo jeito de ontem, com meus olhos virados pra ela e entramos num silencio, em que apenas podia se escutar as nossas respirações e a musica de lá de fora, abafa pela tenda. 


Ela tinha um olhar perdido em direção para o céu estrelado, que fazia naquela noite, mas algo a fez olhar pra mim. Sempre ficávamos horas nos olhando, como se nós pudéssemos conversar com o olhar, mas dessa vez eu não os compreendia, estavam tão intensos e cheios de sentimentos, que era difícil pra dizer o que se passava com ela.


 - Oi – disse quebrando com o silencio.


 - Oi – respondeu baixando a cabeça.


 - O que aconteceu?


 - O que Anda acontecendo? – perguntou dando ênfase para o “anda” e pela segunda vez ela me pega desprevenida com as suas palavras


- Nada que você ainda não tenha percebido


 Não compreendia os meus próprios atos mas tudo que eu fiz foi seguir o que o meu coração falava e o desejo que sentia pela menina que se encontrava na minha frente. Aproximei cada vez mais dela, meu olhar ia de seus olhos até a sua boca. Deixando meus lábios encostarem, nos dela e já que não teve nenhuma resistência, pressionei um pouco mais e com a língua pedi passagem para que ela abrisse a boca, e o caminho foi aberto facilmente, podendo intensificar o beijo e massagear sua língua com a minha. Os lábios da morena eram macios, seu beijo molhado e se encaixava perfeitamente com o meu.


 No começo foi calmo, porem as mãos ficaram mais exigentes e com isso nossas bocas procuravam uma à outra com mais desejo e vontade.


 - Não. – disse quase que num sussurro me empurrando para trás para poder ficar em pé – Não posso


 Ela já estava de frente pra porta, mas dei um salto, pondo cada uma das minhas mãos do lado dela, deixando-a entre eles, assegurando que ela não iria sair.


 - Por que não? – perguntei deixando-a perceber a minha respiração irregular.


 - Por que é errado – respondeu encostando a sua testa na porta.


 - Amar nunca é errado Mi – Com uma das minhas mãos que estava porta, envolvi-a pela cintura e disse num tom suave – não foge de mim, apenas me olhe.


 Depois de algum tempo ela se viro. Suas costas apoiada na porta, me encarou e sem dizer nada, ela entrelaçou seus braços na minha nuca e me puxou, dando-me um beijo.


 Naquela hora. Naquela noite. O mundo simplesmente sumiu. O tempo perdeu significado. Só o que importava era ela.


 Abracei-a forte sem romper o beijo, minhas mãos foram para o seu quadril e a empurrei pra cima, deixando bem claro a minha intenção, ela envolveu suas pernas na minha cintura e eu a levei até a cama.


 Com toda a calma do mundo, eu a despi, traçando um caminho, em todas as partes, sem deixar um detalhe despercebido por aquele corpo que não saia dos meus sonhos e das minhas melhores fantasias, com beijos, mordidas e chupões.


Sua respiração estava pesada e a cada movimento que eu fazia, ela cravava suas unhas nas minhas costas nuas, já que o meu vestido também se encontrava no chão junto com o dela, tinha tirado toda sua roupa só faltando à parte intima de baixo.


Estava em cima dela, totalmente perdida entres seus beijos, ao separar nossas bocas baixei os meus beijos para o seu pescoço, ela soltava vários suspiros pesado no meu ouvido, que me deixavam louca. Indo mais para baixo,parei nos seus seios e comecei a chupar o esquerdo, enquanto a minha mão massageava o outro, seus suspiros começaram rapidamente a se transformar em gemidos, sem querer perde a cena, olhei pra cima vendo o estado da menina que se encontrava em baixo de mim.


Seus olhos estavam fechados, sua boca entre aberta deixava escapar os gemidos perdidos e abafados que saiam involuntariamente de sua garganta, suas mãos perdidas sem saber o que apertar, ou era minhas costas ou a parte de cima da cama. Quando ela percebeu que as minhas caricias tinham parado ela abriu os seus olhos em busca dos meus.


 Fiquei impressionada com aquele olhar, era uma mistura de desejo, paixão, carinho, amor... Eu subi lentamente, sem tirar os meus olhos nos dela, e fui de encontro com a sua boca, mas dessa vez foi algo diferente, não tinha aquela urgência, aquele desejo todo que estava transbordando desde o começo, e sim amor, foi calmo e lento, sem pressa, como se naquele beijo a gente pudesse demonstrar todo o nosso carinho e amor que uma sentia pela outra.


 Vendo que aquela era a hora perfeita, parei de beijá-la e fiquei a fitando, sem perder o contato dos seus olhos, me baixei novamente até chegar entre suas pernas. Beijei a parte inferior de coxa, e deslizei sua calçinha deixando-a no chão, enfim, fui para a sua virilha, na hora que eu encostei minha língua no seu clitóris, ela soltou um gemido alto e se contorceu um pouco na cama, amando o efeito que tinha causado nela, continuei mas agora sem parar. Minha língua massageava freneticamente em movimentos circulares e com velocidades variadas,ela só se contorcia sem parar e soltava gemidos altos, gritos e às vezes dizia meu nome.


 Ao ver que ela estava quase lá e resolvi para, fui até ela para beijá-la, um beijo molhado com o seu gosto no meio, e quando nossos lábios se separam, minha mão foi parar na sua virilha, antes de penetrá-la, fiquei a olhando e disse num sussurro.


- Eu te amo. 


Sem acreditar, ela deu um sorriso sincero, com seus braços envoltos da minha nuca ela me puxou e disse antes de me beijar.


- Também te amo Gina.


Assim que os nossos lábios se encontraram, eu a penetrei com os meus dois dedos, apesar dela estar toda molhada, a sua entrada estava apertada, então tive que forçar um pouco. Assim que consegui, ela deu um gritinho de dor, me fazendo parar na hora e ir beijá-la, até que aos poucos ela foi se acostumando com a sensação e pode começar a movimentar os meus dedos dentro dela.


No começo foi lento, até que ela começou entrar no ritmo, então aumentei e intensifiquei as investidas, até que finalmente ela deu um grito muito alto, seu corpo estremeceu todo, como se tivesse levado um choque elétrico e então gozou na minha mão.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lai Prince Slytherin em 06/05/2011

bonitinha a NC *o*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.