FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

28. Reunião


Fic: Heroes -O Torneio dos Deuses


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

O vento era muito forte, ondas gigantescas varriam a costa, havia fogo e fumaça no céu, certamente se um dia fosse imaginar o apocalipse, seria daquela forma. Tremeu compulsivamente tentando manter em mente que o mundo continuaria, que estava tudo programado pelos deuses, apesar dos raios cortarem o céu e o granizo pesado lhe atrapalhar o voo.


Holly nunca ficara tão feliz por uma invenção de Artemis como agora estava ao viajar nas costas de Bond. Ambos envoltos por um campo de força do androide, sendo guiados pela magia do colar que apontava onde o outro membro do grupo estava.


Não haviam passado muitas horas, mas o céu estava negro, a temperatura caíra bruscamente e só enxergava pelos raios que cortavam o céu. Preferira que Bond não acendesse os "faróis" em seus olhos para economizar energia. Em sua mente não imaginava como Artemis estaria sem magia para se aquecer e um casaco, ao menos a escuridão havia o feito parar de se mover.


Foi em meio a escombros de uma floresta, perto de um grande incêndio, que Bond parou acendendo a luz de seus olhos a procura de Artemis. Holly indicara a direção e rapidamente acharam o corpo encolhido no chão, inconsciente.


-Artemis! -Holly, correu até ele o chamando. -Artemis, fale comigo. -Mas o rapaz não respondia, o corpo muito gelado. -Bond, rastreie uma caverna ou abrigo, rápido.


Minutos agonizantes se estenderam como dias, enquanto o androide rastreava o local. Holly, usava sua magia para tentar aquecê-los, mas ainda sem sucesso, ambos muito molhados pela chuva, que pelos elementos químicos liberados pelas erupções, era ácida e lhes feria a pele. O escudo não podia ser usado junto com o radar.


Assim que Bond encontrou uma caverna próxima, Holly foi até lá com ordens para o androide buscar água e encontrar algo que comerem. Enquanto isso havia lançado um feitiço temporário para bloquear a entrada de ar na caverna como meio de conter o calor na parte interna, tirou o colete e a camisa de Artemis, transformando-a em uma manta com a qual cobriu o chão sob o rapaz, que tinha as roupas secas por magia. O colete dele e o dela foram transformados em outro cobertor pesado que os cobriu enquanto ela o envolvia em um abraço quente, o contato de pele transmitindo calor mais rapidamente, aproveitando da temperatura corporal magicamente elevada de Holly.


-Vamos Arty, agora é com você. –Sussurra em seu ouvido. –Precisa sair dessa, precisa me dar uma chance de me desculpar, de dizer que te amo. –Pede beijando-o de modo breve nos lábios arroxeados.


***


Horas se passaram até Holly sentir a respiração dele ficar mais pesada e o corpo começar a se mover. Chamou por seu nome duas vezes e o ouviu resmungar, despertando preguiçosamente. O sorriso fora tão inevitável quanto virá-lo um pouco para ter acesso a sua boca, beijando-o suavemente e, com um instante de atraso, sentindo-o corresponder, apesar dos braços de Artemis continuarem soltos ao seu redor.


-Então o segredo é chegar perto da morte? –Ele brinca em clara referência ao primeiro beijo deles.


-Eu só pego no tranco, não é? –Concorda o aconchegando mais a si. –Não se sente bem ainda?


-Meu corpo não responde muito bem, não consigo pensar com clareza. –Admite parecendo sonolento.


-Bond me ajudou a preparar uma sopa, vou pegá-la. Está morna, vai te aquecer. –Holly diz se levantando para pegar um pouco do líquido que fervia em uma panela transformada por magia a partir do disco de Artemis.


-Isso também ajuda. –Murmura ao ver que acima da cintura ela só usava um sutiã.


-Se não filtrou isso, deve estar mesmo com os miolos congelados. –Comenta rindo, já voltando com o líquido morno.


-Desculpe, não sou pervertido. –Se defende tentando em vão se sentar.


-Nem um pouquinho? –Pergunta quase em tom de lástima, o deixando confuso. –O mundo parecia estar acabando, se eu não estivesse tão preocupada em encontrar você, teria entrado em pânico. Mas ainda pior foi tê-lo encontrado quase morto, tive que trabalhar duro pra te aquecer, usei muita magia pra que não perdesse os dedos também. Nem deu pra recuperar suas costelas.


-Posso sentir. –Admite entre um gole e outro de sopa.


-O que importa é que tudo isso me fez pensar em todos os meus erros, prometi a mim mesma que assim que você acordasse te pediria desculpas por ter agido como adolescente teimosa negando meus sentimentos, tendo ataques de ciúme por causa de Morgana, mas infantil demais pra admitir.


-Está dizendo que quer se envolver comigo? –Artemis pergunta se sobressaltando, tentando virar-se pra ela.


-Quietinho, precisa ficar aquecido. –Holly diz mantendo-o sentado com as costas contra seu corpo magicamente quente. –E, o que eu quero dizer é que eu te amo e não irei mais arranjar desculpas pra mantê-lo longe.


-Posso mesmo descartar outros planos pra chegar bem perto da morte? –Pergunta desconfiado, virando bem o pescoço pra vê-la.


-Idiota! –Responde antes de beijá-lo selando o novo compromisso entre eles. –Agora coma e descanse. Se estiver melhor mais tarde, podemos ir atrás dos outros.


-Não sei se é a melhor ideia. –Responde de modo duro, podia não pensar com muita clareza, mas lembrava-se bem da briga com Eragon.


-Todos vimos que você estava certo, não tínhamos ideia do que aconteceria com o mundo e… por mais difícil que seja admitir isso, precisamos aprender que às vezes não podemos agir tão corretamente e que sacrifícios devem ser feitos pra nos manter vivos.


-Acha que os outros também entenderam dessa forma? –Pergunta receoso.


-Não tenho porquê ter dúvidas, principalmente em relação as garotas. Além disso, uma hora a bateria de Bond termina. –Diz em referência ao androide que mantinha um escudo seletivo na entrada da caverna, que os abrigava do frio ao mesmo tempo que deixava ar suficiente passar.


-Tem… razão…


-Artemis!? –Holly chama e o ouve responder com um resmungo, o corpo havia amolecido aparentemente fraco. –Você precisa ficar acordado, precisa tomar a sopa. –Pede em tom urgente.


-Vamos leva-lo. –Arya fala logo após aparecer assustando Holly, Artemis acabara de desmaiar.


-Que bom que veio, eu ainda não sei aparatar direito. –Diz aliviada, posicionando Artemis melhor sobre a manta.


-James nos passou o que estava acontecendo, mantive um olho esperando vocês se acertarem, mas quando percebi que ele não estava bem resolvi vir. –Arya admite cúmplice, ajudando Holly a envolver Artemis e passando a elfa um pesado casaco.


-Obrigada. –Diz com um sorriso cúmplice a amiga.


************************************************************************************


As cenas da batalha vieram com força a mente de Hermione, que levanta de súbito, algo a empurra pra baixo e, aliviada, vê Harry com uma expressão sonolenta, mais dormindo que acordado ao seu lado. Movida ainda pelo desespero da lembrança, se lança sobre ele o beijando como se fosse a última coisa que faria em vida.


Após separar seus lábios dos dele, se afasta um pouco para arrancar a camisa que ele vestia, precisava ver se estava tudo bem. Ao deparar-se com o dorso forte de pele perfeita, suspirou aliviada, porém antes que falasse algo sua boca havia sido tomada mais uma vez, as mãos do marido lhe tiravam agilmente a camisola e, correspondendo o ímpeto, as dela rapidamente se livravam da calça dele.


***


Batidas foram ouvidas no quarto, porém Harry e Hermione permaneciam profundamente adormecidos. Novas batidas e novamente nada de respostas, porém Harry parecia despertar, a luz fraca que entrava pela janela dando a sensação de que estava madrugando sem qualquer motivo.


O som inconfundível de aparatação foi ouvido fazendo-o olhar alerta pra direção da porta, onde achou Eragon olhando em choque e constrangido para a cama, onde o casal estava.


-Desculpa, achei que poderia ter acontecido… er… almoço pronto. –Eragon diz sem jeito e rapidamente antes de aparatar pra fora.


-Boa tarde. –Harry diz carinhosamente ao ver Hermione começar a se mexer. –Eragon disse que o almoço está pronto.


-Eragon? –Pergunta se sobressaltando.


-Você estava de costas e coberta o suficiente. –Responde fazendo referência a manta pesada que a cobria até a cintura.


-Você vai descer? –Pergunta preguiçosamente se acomodando.


-Você não vai? Ficou um mês inteiro apagada. –Harry diz se aproximando para poder olhar em seus olhos.


-Um mês inteiro? –Pergunta surpresa.


-E recebendo doses cavalares de magia nesse tempo, Arya, Holly e Legolas não economizaram.


-Legolas? Estão todos aqui? –Pergunta animada, chegando a se sentar. –Harry! –Chama a atenção dele, cuja atenção estava presa na visão que tinha no momento.


-Sim, todos aqui e bem… Holly e Arty estão juntos. –Comenta sem se conter quanto a novidade.


-Wow! Como foi isso? –Pergunta feliz pelos amigos.


-Eles contam depois. –Responde a puxando pra si.


-Ei, nada disso. Estou faminta, preciso de um banho…


-Não posso ir até lá pegar comida e voltar.


-Nenhuma desculpa em mente?


-Depois do que Eragon viu?


-Droga! –Resmunga e Harry a puxa, porém ela se desvencilha dele o afastando. –Estou faminta, um pouco enjoada.


-Por que não disse logo? Achei que estivesse bem pelo modo como me atacou ontem. –Diz preocupado, ficando aliviado ao vê-la rir.


-Eu estou bem, apenas com fome. Gastamos muita energia na última noite e eu não tenho me alimentado tão bem já que estive inconsciente.


 -Então me aprontarei rápido e irei trazer algo pra comer, melhor que fique em repouso. Os outros podem vir te visitar. –Diz protetor, já pulando pra fora da cama.


************************************************************************************


Harry ouviu batidas na porta e ao atender se deparou com Arya, Holly, Annabeth e Thalia, que traziam comida e bebida em bandejas. Antes mesmo que falasse algo, elas entraram sem qualquer cerimônia.


-Deixa eu adivinhar… isso não é pra mim. –Harry diz olhando a comida e as garotas.


-Exato, agora dá o fora. –Annabeth responde indicando a porta.


-Nem vou protestar. –Harry diz e aparata para o lado de Hermione, que se vestia. –Te amo. –Se despede com um beijinho rápido antes de aparatar pra porta e sair, com a porta sendo fechada e trancada logo depois.


-Isso tudo é pra contar sobre Holly e Arty? –Hermione pergunta curiosa.


-Não acredito que aquele fofoqueiro já contou! –Holly reclama indignada, fazendo as amigas rirem.


-O que mais ele contou? –Annabeth pergunta ajudando Arya a arrumar a comida sobre a cama já feita.


-Só me lembrou o que aconteceu naquele dia, mas também não deu detalhes sobre vocês então não precisa ficar tão frustrada. –Tranquiliza a amiga indo na direção da cama pra reunião de garotas.


-Não se lembra da batalha ou do pós-batalha? –Arya pergunta preocupada.


-Lembrava de fragmentos daquele dia, mas estou bem agora, não se preocupem. –Hermione as tranquiliza.


-Espero que tenha ficado a lição. Arya e eu precisamos despejar um bocado de magia pra te separar dele, por segundos ambos não morreram. –Holly diz em tom grave.


-Não que estejamos falando que fez mal em curar o Harry, mas deveria ter nos chamado pra ajudar. O coma teria sido evitado. –Arya acrescenta antes que Hermione protestasse.


-Vocês têm razão, mas numa hora como aquela não dá pra pensar racionalmente. Eu só agi o mais rápido que pude. –Explica sabendo que havia cometido um grave erro.


-Com o tempo e maturidade você irá aprender, mesmo envolvendo alguém que ama. –Arya diz lembrando-se de quando fora emboscada e tivera que fugir com o ovo de Saphira deixando o amado para trás. –O dever e o que é certo, precisam vir antes do que nós queremos ou presamos.


-E se há alguém que seja prioridade máxima no nosso grupo, é você Hermione. Sem seu poder de cura ou a entrada que tem nos feudos, perderíamos toda a vantagem que temos sobre os outros grupos. –Holly lembra da conversa que tiveram ao comparar o seu grupo anterior com o atual.


-Eu sei, o difícil é manter isso em mente em situações tão críticas, mas farei o esforço. Desculpe por fazê-los perder tanto tempo parados. –Diz sinceramente as companheiras.


-Não se preocupe com isso. –Annabeth diz deixando a amiga confusa. –Você perdeu o mais próximo possível do Apocalipse. Nos primeiros dias era impossível sequer ficar com as janelas do castelo abertas, depois as coisas foram estabilizando, mas ainda é alta recomendado não sair do castelo.


-É impressionante o sistema de túneis do feudo, dá pra ir a todos os lugares pelo subterrâneo. –Thalia completa citando o fato curioso.


-Não temos previsão de sair em menos de quinze dias. –Annabeth acrescenta deixando Hermione surpresa.


-Holly, Eragon e eu saímos pra fazer aquela segunda missão e, acredite, se não pudéssemos aparatar pra tão perto nem tentaríamos. E, mais, nos arrependemos ao chegar lá e ver o estado do lugar. Conseguimos completar, mas foi uma experiência ruim o suficiente pra saber que devemos aguardar. –Arya complementa deixando Hermione preocupada e, ao mesmo tempo, bem por saber que no fim não os atrapalhara.


-Então, no fim, ganhamos todas uma lua de mel? –Hermione pergunta e as amigas riem cúmplices.


-Já vi que Alan sobrará pra mim. –Thalia diz bem humorada.


-Não pode dizer que não tem opções. Raziel já deu todas as chances. –Holly observa maliciosa.


-Raziel? –Hermione pergunta confusa.


-É o vampiro desertor do grupo do Legolas. Os rapazes o encontraram num feudo e agora ele caminha conosco. –Annabeth explica rapidamente.


-O que elas esquecem é que sou uma Caçadora de Artemis, não posso me envolver com rapazes e, mesmo que quisesse quebrar este pacto, não seria com um vampiro tão sem vergonha quanto Heracles e Grier. –Thalia acrescenta firme.


-Os rapazes estão sentindo muita falta do Grier? –Hermione pergunta sabendo o quanto eram companheiros.


-Sim, mas compreendem o que houve. Quem sabe um dia ainda não se esbarram por aí e vão beber juntos? –Annabeth responde compreensiva.


-E sobre o novo casal, o que queriam me falar? –Hermione pergunta e as outras garotas assumem expressões maliciosas. –Estão mesmo em lua de mel?


-Harry te falou da briga e a fuga de Artemis? –Holly pergunta tentando se situar.


-Sim, disse que você o encontrou em quadro grave de hipotermia. –Responde pensativa.


-Enquanto estávamos abrigados em uma caverna pedi desculpas pelo jeito infantil como me comportei em relação a nós, nos acertamos, mas nem deu pra comemorar, ele desmaiou e Arya nos encontrou logo depois e trouxe pro castelo. Aqui cuidei dele por uns dias, deu pra ver que ele é um aluno dedicado também nessa área, então assim que ele se recuperou, não vi o porquê esperar mais. –Holly explica mostrando-se satisfeita com o andamento do namoro.


-É sempre mais tranquilo quando a garota já tem uma experiência. –Annabeth acrescenta.


-Você e Percy ainda estão… -Hermione começa, mas Annabeth logo a corta.


-Não. Na verdade tinha um tempo em que estava tão difícil pra mim quanto pra ele, mas não tínhamos nenhum método contraceptivo… -Mal Annabeth falara a última palavra e Hermione saltara da cama até seu malão.


-Não tomou a poção hoje? –Arya pergunta surpresa.


-Esqueci completamente. Geralmente tomo a noite. –Explica já pegando o frasco pra tomar.


-Já tem muitas horas que você acordou? Precisa deixar na cabeceira, fica mais fácil de lembrar. –Arya sugere enquanto a vê beber a poção.


-Na hora eu nem estava pensando direito, acordei no susto, o vi e o beijei como se minha vida dependesse daquilo, depois que me lembrei dos ferimentos e fui conferir pra ver se estava tudo certo, ele já havia entrado no clima, não ia ter a mínima chance de eu beber mesmo que estivesse na minha frente.


-Deve ter sido uma noite e tanto, hein? –Holly diz a estimulando a dar mais detalhes.


-Nada disso, vocês é que estavam para falar sobre A noite. –Hermione inverte voltando para a cama e a comida.


************************************************************************************


-Cara me desculpe mesmo, não tinha ideia de que ela já tinha acordado e, quando não respondeu às batidas, resolvi entrar. –Eragon se desculpava com Harry que havia se juntado aos amigos no almoço em uma sala privada.


-Relaxa, cara. Afinal, não viu nada demais. –Harry diz brincando com Alan, que começava a comer sozinho em uma cadeirinha que Eragon havia feito pra ele.


-Como ela pode ter condição pra fazer isso depois de ficar tanto tempo inconsciente? –Artemis pensa alto, realmente intrigado.


-Apesar de usarmos a palavra coma, não é bem isso que acontece com ela. Além disso sempre fazemos exercícios fisioterápicos nela enquanto dorme. –Harry diz dando de ombros.


-Depois vou tentar estudar isso melhor, porque realmente não faz sentido. –Artemis diz pensativo.


-Para um pouco de estudar e se diverte mais, aproveita as férias. –Percy diz e Heracles concorda de pronto.


-Até Hermione sabe quando largar os estudos. –Eragon completa e ganha o apoio dos demais.


-Duvido que ela também não se interessará. –Artemis aposta com um sorrisinho confiante.


-Acredite, no que depender de mim, vou recuperar o tempo perdido e ter nossa lua de mel, afinal somos de fato casados. –Harry garante mostrando a aliança para reforçar a questão.


-Não que a gente mereça menos. –Eragon observa crítico.


-Olha quem fala! O único aqui que tinha moleza. –Percy acrescenta com uma careta.


-Não vamos realmente começar esse assunto, não? –Artemis pergunta se concentrando em sua comida.


-E você acha que elas foram todas lá pra cima falar sobre o que? –Heracles pergunta rindo.


-Elas são garotas corretas… -Artemis começa, mas para assim que houve os risos.


-Artemis, meu jovem, aprenda uma coisa: Mulheres falam tanto de sexo com as amigas quanto os homens com seus amigos, o que muda é a forma. –Legolas explica em um tom mais experiente.


-Uma prova de que elas trocam experiência é justamente quando contamos algo e logo outro lembra de ter acontecido com ele ou ainda contamos algo e dias depois lá está a “surpresa” acontecendo com outro. –Eragon explica calmamente.


-Um exemplo prático: Annabeth e eu conversarmos e trocávamos algumas provocações, então ela resolveu prender minhas mãos a cabeceira e me maltratar, uns dias depois Eragon veio nos dizer que Arya havia feito o mesmo com ele.


-E se você passasse menos tempo enfiado naquele computador e conversasse conosco, poderia também ouvir conselhos e compartilhar experiências. –Héracles diz no alto de sua sabedoria.


-Nenhum de nós faz comentários “canalhas” sobre nossas mulheres porque as amamos. Não tem nada demais falar sobre coisas que dão certo e as que não funcionam tão bem. –Percy complementa como se fosse óbvio.


-E que tipo de coisas então vocês costumam dizer? –Artemis pergunta mais interessado e os rapazes trocam sorrisinhos maliciosos.


************************************************************************************


Logo após o lanche de confraternização que contou com os dois grupos e os membros da nobreza local, Hermione combinou com o rei do feudo que reunisse os enfermos para que ela pudesse curar no dia seguinte, quando já estaria mais descansada e pronta a ajudar. Os rapazes, que vinham ajudando com a implementação se medidas de proteção e na melhora do arsenal pediram despensa aquela noite e ambos os grupos se reuniriam em seu conselho de guerra.


-Então, nossas próximas missões são na tal ilha? -Hermione pensa alto ao ver o mapa de missões do grupo, era a mesma ilha que fizera os grupos se separarem.


-Vocês fizeram a mesma missão quando estiveram lá? -Arya pergunta olhando para Annabeth, que estendia seu próprio mapa de missões.


-Sim, mas foi apenas uma lá, essa aqui. -Diz apontando para a missão sobre recuperar um dispositivo.


-O que era e o que fizeram com o dispositivo? -Artemis pergunta curioso.


-Não temos ideia do que seja, é algo eletrônico, está guardado. -Thalia responde objetiva.


-Alguém pode pegar pra mim? Talvez possa descobrir o que é, pode ser útil. -Artemis pede e Legolas se oferece para ir.


-Quais os maiores complicadores que encontraram lá? -Arya pergunta tendo um papel em mãos para tomar notas.


-A ilha só tem mulheres, parecem considerar os homens o mal da humanidade. Fora isso, parece um local futurista, tem alta tecnologia e computadores por tudo que é canto. -Annabeth responde passando de cara o maior problema encontrado.


-Me parece o paraíso! -Artemis diz sem resistir a chance de se sentir em casa de novo.


-Você não ouviu a parte de que odeiam homens? -Holly o lembra.


-E não é um jeito de falar, tentamos nos disfarçar e não durou cinco minutos. Eles têm scanners que detectaram nosso DNA masculino e mandaram uma tropa pra nos prender. Tivemos que causar um bocado de destruição e nos esconder no esgoto. -Héracles lembra com a voz cansada, como se realmente houvesse sido um momento difícil.


-Mas como o mundo delas funciona sem homens? Mesmo que todas fosse lésbicas, precisam povoar o mundo. -Raziel pergunta um ponto óbvio.


-Annabeth e eu circulamos por lá até conseguir pegar o dispositivo e descobrimos algumas coisas. Pra começar, nem todas são lésbicas, muitas tem androides masculinos que atuam como maridos. Passeiam com elas nas ruas, dirigem, carregam compras, "almoçam", não são apenas amantes. Já os bebês são feitos em laboratório, inclusive sob medida.


-Ah, sim, lembro do comercial que falava como você poderia montar seu bebê, era uma versão estranha de The Sims. -Annabeth completa a fala de Thalia rindo ao lembrar das cenas bizarras.


-Ou seja, estão dizendo que não seremos de grande ajuda por lá? -Harry pergunta desanimado, previa problemas.


-Não tem um jeito mágico de nos disfarçar? -Eragon pergunta olhando para Arya e Hermione.


-Conheço magias que mudam a aparência, mas isso não mudaria o DNA de vocês. -Arya responde olhando concentrada para o mapa.


-Mesmo a Poção Polissuco que o "transforma" em outra pessoa não muda seu DNA. -Hermione responde desanimada.


-Tem certeza disso? -Harry pergunta se lembrando de como ele sem dúvida não era ele quando usara a poção no segundo ano.


-Se você prestasse um pouco de atenção em História da Magia teria lembrado de uma das últimas aulas da matéria no quinto ano. Bins falou de como na primeira ascensão de Voldemort ele usou comensais com a poção polissuco para substituir pessoas importantes no governo.


-Eu lembro disso! E deu certo, tanto que se não fosse por isso -aponta para a própria cicatriz -ele teria ganhado a guerra em menos de um ano. -Harry rebate satisfeito por lembrar da aula.


-E você fez a pesquisa sobre como o esquema foi descoberto? -A pergunta de Hermione foi respondida com um aceno negativo e sem jeito de Harry. -A esposa de um deles, desconfiada, usou uma poção de paternidade com o filho do casal e o sangue do marido e descobriu que ele era um impostor. Ou seja, a aparência muda, mas o DNA não.


-Não tem uma forma de bloquear a leitura do DNA? -Holly pergunta a Artemis.


-Talvez, mas não sei como eles fazem. E mesmo que descobrisse, demoraria até conseguir achar um meio de bloquear, fora que essa leitura pode ser feita de mais de uma forma. -Artemis responde pessimista.


-E é! Lembro que fomos roubar um pouco de comida e no noticiário do dia seguinte havia uma busca por algum homem com a descrição parecida com a minha. Nós saímos do esgoto direto num depósito, nem havia câmera lá, mas acharam vestígios num lugar que havíamos tocado. -Legolas informa ao chegar com um caixinha metálica que deveria ser o dispositivo.


-Vou examinar depois. -Artemis diz colocando cuidadosamente em sua bolsa.


-O que acham de olhar nossas missões e dizer se já passaram por lá? -Annabeth propõe apontando o próprio mapa.


-Ainda não fomos pra esse lado do continente. -Hermione diz mostrando o próprio mapa.


-Nós já fomos. -Artemis responde e então liga seu computador, fazendo uma réplica do mapa de missões do grupo anterior aparecer.


-Não sabia que tinha isso. -Holly diz observando como as missões do grupo anterior pareciam acontecer diagonalmente opostas ao do grupo atual.


-Como é essa missão? -Annabeth pergunta a Artemis, que abre um vídeo de seu computador.


-Tenho ela registrada e já posso adiantar que pra nós foi uma droga. Estávamos apenas Holly, Morgana e eu, o lugar suga magia e, no fim, tive que me virar praticamente sozinho. O estranho é que o lugar pareceu desabar, até peguei a estátua grande pra usar o metal, é do que James e Bond são feitos.


-Talvez os deuses tenham refeito o lugar com outro grau de dificuldade. -Holly sugere observando o vídeo com uma careta, lembrava-se bem do que passara e preferia nunca mais reviver.


-Artemis, tem como escanear ambos os mapas e os sobrepor? Vermelho para as missões deles, amarelo as nossas, azul as do seu antigo grupo e uma exclamação nas abertas. -Hermione pede e vê Artemis já movendo as engrenagens da programação.


Passaram alguns poucos minutos e logo viam enorme na parede o mapa do reino com pequenos sóis vermelhos nas missões feitas pelo grupo de Annabeth, enquanto raios marcavam pontos do grupo de Arya e cristais de gelo as missões do grupo de Sauron. Aquelas feitas por mais de um grupo tinham os símbolos sobrepostos, sendo que apenas a inicial, de pegar o cristal na caverna, fora feita pelos três grupos e continha um sol com o cristal circunscrito e cortado por um raio.


-Podemos aproveitar os dias que teremos no castelo para dar o máximo de informação sobre as missões e colocá-las no computador. Depois Artemis passa uma cópia pra nós. -Raziel sugere pensativo.


-Também podem marcar as que meu grupo anterior fez. -Legolas fala e Artemis passa pra ele o mini mapa que tinha a sua frente. -Lembro de algumas das missões, algumas não lembro bem a localização, mas posso descrever como elas foram.


-Podemos então fazer as missões marcadas dos outros grupos, otimizar a logística e compensar todo o tempo perdido pelo clima. -Thalia sugere animada.


-Mas não podemos andar todos juntos de novo, os deuses se voltarão contra nós. -Héracles lembra em tom grave.


-Não precisamos andar todos juntos. -Arya diz chamando a atenção pra si pelo tom sério e compenetrado. -Vamos nos dividir em grupos mistos, mulheres pra ilha e homens no continente.


-O que? Nem pensar! -Harry é o primeiro a protestar e logo os outros casais também se manifestam.


-Silêncio! -Arya exige batendo na mesa. -Vocês acham que isso aqui é brincadeira? Estamos em um acampamento de casais? Estamos em guerra e a guerra exige medidas duras quando necessário. Lembrem da lição que tivemos com os dragões, às vezes simplesmente não tem como agir pelo que queremos e sim pelo que é necessário. Se querem vencer esse torneio, para vencermos nossas guerras, teremos que fazer sacrifícios.


************************************************************************************


N/A: Voltei!! E aí, como foram as festas de fim de ano? Tentarei postar em intervalos menores, mas precisam colaborar com comentários!


N/A²: Já que capítulo passado foi muito tenso, resolvi dar um pouco de descanso aos nossos heróis, mas tempos difíceis se aproximam, será que eles irão se separar? E será que separados serão tão fortes quanto juntos? A fic entra em sua reta final, façam suas apostas sobre os grupos e digam o que acham dessa nova estratégia para o cumprimento das missões!


Anderson potter: Artemis é o cara das decisões impopulares e métodos questionáveis. Eragon vacilou feio, mas aprendeu a lição. Entendeu o que houve com Hermione agora?


Sabrine Granger: Tão emocionante que resolvi fazer esse mais relax. Deu pra ver um pouco da força deles no capítulo passado, mas nos próximos terão que mostrar que sabem se superar.


Lediane Werner: Nem sumi, consegui postar uns bons capítulos nesse período! E claro que nada demais aconteceu, eles passarão perrengues bem maiores ainda.


Coveiro: Que bom que gostou do capítulo, a consequências foram as melhores possíveis. Bom que você é um leitor atento, me lembrarei disso futuramente. James e Bond dão uma piadinha legal, eu tentei até fazer outra nesse capítulo, mas não sei se os leitores perceberam. Pangeia ainda demora um tantinho pra retomar, tem outras na frente antes. E Arty e Holly se acertaram, mas logo, logo os casais se separarão, será que conseguem ser tão bons separados quanto juntos?


Venatrix: Obrigada pelo elogio, eu me esforço. Eragon se deparou com um grande dilema moral e, como compartilhou a vida de dois dragões, é praticamente um membro da raça. Mione está bem, ao menos nesse capítulo.


Saito: Bem vindo de toda forma rsrs Que bom que curtiu o capítulo, como pôde ver Mione está bem e os grupos já estão reunidos.


Punkeeslaw Potter: Poooxa! O grupo do Sauron tem gente boa. Aff, oh você me deixando curiosa e me dando spoiler! Por que não gosta do Grier? Ele foi bom companheiro enquanto no grupo do raio. E Morgana, por que o xingamento? Quem disse que você podia dar spoiler do cap não postado, Poia? Espere e verá, ou não, rsrsrs. Começou bem dizendo que Artemis poderia ter falado de um jeito mais suave, que Eragon poderia ter sido menos teimoso, mas colocar a culpa em mim? -.-


Os dois grupos juntos são fofos e divertidos mesmo né? Piadinha com o Raziel? Faz no Skype que me deixou curiosa. Eragon precisará remar muito pra conquistar novamente os leitores. Por que bocó? Ele conseguiu! Melissa? De onde tirou isso? Ela nem nessa fic ta! Realmente a ideia do Arty possibilitou continuarem no torneio, mas acho que Eragon já entendeu. Nem fui má! Eu compensei no capítulo seguinte. Até parece! Claro que não é pra ganhar elogio, eu estava a meses sem escrever, Poia! Ò.ó

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 25/07/2014

Esse capitulo ficou simplesmente incrivel...

Harry e Hermione são os melhores... e aquele enjoo? Sria uma gravidez?

Arya é uma lider nata...

Muito dez o capitulo... posta mais... porque essa fic é sensacional... e também... continua HP 2.0 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Freya Jones em 16/07/2014

Reli a fic toda de novo, por saudades e pela qualidade dela, afinal mescla 4 das minhas series favoritas e ainda possui Legolas, que é uma visao até na imaginação de forma perfeita, sem parecer forçado. Ainda naoo tinha lido esse cap e nossa, como tem casais agora! hehehe, adoro, mas é como foi dito, nao estão num camp de casais e terao q se separar, o que é uma pena. Fiquei feliz em saber que Harry tá bem e espero um posicionamento sobre Jura, sou apegada a dragoes graças a Saphira. nao teve gru´p 2, o que é um alivio pq eles sao irritantes, mas teve Artemis e Holly, <3, espero o prox cap logo! bjos

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Venatrix em 14/07/2014
Poxaaaa capitulo otimo.... mal posso esperar pelo proximo.... serio to ansiosa Até mais
Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por michelle lima em 12/01/2014

Queria um computador como o do Artemis....
Capitulo muito bom como sempre...
Claro que o grupo do raio vai ganhar... ELES TEM QUE GANHAR.... PLEASE...
vc eh tao boazinha não vai fazer essa maldade com eles ..
mas antes tem que ter o grande confrontos dos grupos..
vai ser emocionante... Ja ate vejo a cabeça do gror rolando...srsrsrrs Violenta neh...

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lediane Werner em 06/01/2014

Gostei do capitulo, somente não entendi o que aconteceu com o Harry e a Mione, para que ela tenha ficado em "coma" por um mês. Pode me explicar melhor? 
Que esse ano que esta iniciando seja melhor do que o que terminou e que tenhamos somente surpresas positivas.  

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2021
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.