FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

49. Behind Blue Eyes


Fic: Projeto Cartas - Envie sua carta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________



Autor:
 Lai Slytherin


Título: Behind Blue Eyes


Shipper: Nenhum


Resumo: “Ninguém sabe como é ser o cara mau”


 


 


Behind Blue Eyes, 
por Pedro Pettigrew


 


 


 


Peter fitou o chão através da sua luva prateada, girou a mão e moveu cada um de seus dedos vagarosamente, como se testasse o poder que tinha sobre eles e era, na verdade, o mesmo poder que tinha sobre a mão de carne e osso.


Imaginou outra mão no lugar daquela, visualizou seus dedos curtos, gorduchos e totalmente sólidos, sem poder ver através deles. Imaginou suas unhas desleixadas e apertou o punho bem forte para ver se sentiria alguma dor. Não sentiu. Aquilo não era parte dele.


Imaginou a mão que teria no lugar da luva se não tivesse traído seus amigos. Olhou no espelho no canto da sala e imaginou qual seria sua aparência. Imaginou sequer se estaria vivo.


Peter nunca pensava sobre isso, nunca pensava se tinha feito a escolha certa ou a errada, ele pensava que já estava feito. E por mais que não pensasse alguns sentimentos borbulhavam dentro de si com muita força, e quando isso acontecia, ele apertava o rosto para não chorar. Dessa vez, ele puxou um pergaminho e uma pena.


“Ninguém sabe como é ser o cara mau, o cara que fez errado, o cara que nunca vai ser perdoado. Ninguém sabe como é ser o cara triste, que entregou aqueles que o amavam à morte. Ninguém sabe como é ser o odiado.


Ninguém esteve no meu lugar quando eu errei, não ouviu meu cérebro hesitar e fazer o meu pé pisar em terreno falso. Ninguém ouviu a batida que meu coração pulou quando eu contei ao amo que podia entregar o que ele queria. Ninguém sabe, nenhum de vocês.


Nem mesmo Sirius. Por mais tempo que eu o deixei em Azkaban, ele nunca enlouqueceu e sempre soube que era inocente. Afinal, teve sanidade o bastante para planejar me matar. E agora ele está morto, ainda deixando minha reputação de inocente intocada.


Mas, no final das contas, as únicas pessoas que importavam pra mim sabiam que eu era o traidor. James soube, Lily soube, Harry sabe, Sirius sempre soube e eu tenho certeza que Remus nunca acreditou nessa história de Sirius como Comensal da Morte.


E por mais razão que vocês tenham em me culpar, saibam que os meus sonhos não são tão vazios quanto minha consciência parece ser. Quando eu fecho os olhos em meio a horas e horas de solidão por alguns momentos e deixo a minha cabeça pesar sobre mim com a culpa, e então eu me lembro de vocês. Eu me lembro de como era antes disso tudo, lembro da nossa identidade. E eu, ao contrário de vocês, não posso mais deixar nenhuma dor ou aflição.


Ninguém sabe como é ser o cara mau, como é ter esses sentimentos. Ninguém sabe como é ter a certeza de que nunca mais vai ter a chance de concertar o que fez, de voltar a trás e pisar no lugar certo. Ninguém sabe o que é ter a culpa por trás dos olhos tristes. Nenhum de vocês sabe.”


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 8

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por - em 25/08/2013

Adorei! Ficou ótima. E essa música combinou perfeitamente com o Peter.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Dih Potter em 08/03/2013

Nossa! Lendo agora essa carta deu ate pra sentir dó do Pedro... 
Contudo, os meios não justificam os fatos, ... dele ter traido os Amigos, Neh?
kk

Linda msm a carta, Parabéns Lai!!! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Looouiss em 15/02/2013

ohhhhhhhhhhhhhhhhh
magavilhosa!
A autora encontrou o pedro e pediu pra ele escrever, soh pode! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lai Prince Slytherin em 29/01/2013

eu tbm culpo o Peter, gente, plmrdds, é imperdoável D:

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por MiSyroff em 14/01/2013

Adorei essa carta...
É diferente, autêntica, usando um personagem pouco utilizado, nada clichê, e odiado.

Mas ainda o culpo Pedro! Nem vem de blá blá blá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Luna Prongs em 13/01/2013

Faz juz a música... heehe
Amei!! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vivi Malfoy Black em 10/01/2013

Carta simple e ao mesmo tempo complexa!
I-n-c-r-i-v-e-l !!!! Legal mesmo 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lai Prince Slytherin em 29/12/2012

Q LINDA ESSA CAPA *-* e eu morrendo pra achar uma fanart decente dele rs

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2021
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.