FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

24. Arty & Mione


Fic: Heroes -O Torneio dos Deuses


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/B: welcome to  the show....seja bem vindo a mais um  delicioso capitulo dessa aventura...onde todos os elementos estão presentes. Fúria insana, amores  e desamores...estranhos perdidos...conhecidos encontrados???  preparados para mais surpresas???


 


Assim que Grier acabara de dar todas as informações, o grupo montou acampamento, enquanto Sauron havia intimado Groar para um “passeio”. Em seu quarto, agora apenas seu, Morgana andava de um lado a outro, faíscas coloridas saíam de seu corpo e faziam os objetos do quarto trepidar como em um leve terremoto.


Quem aquela elfa pensa que é para leva-lo daqui? –Resmunga em pensamentos, era quase um praguejar. –Eu sabia que ela com aquele jeito sonso faria algo pra afastá-lo… usar de seus ideais pra isso foi um golpe muito baixo e egoísta!


Sem bater, Mark entra com um sorriso malicioso, o colete do uniforme aberto, pouco ligando para a vibração do quarto ou o visível mau humor de Morgana, que ao olhar para ele franze o cenho e invoca o cajado.


-Imaginei que fosse estar um pouco brava com a partida de Artemis. Gostaria de conversar? –Propõe gentil.


-Conversar? –Inquire com uma sobrancelha erguida. –Acha que eu sou idiota? Que vou sentar ao seu lado e chorar como uma tola enquanto você me abraça –Ao ver que Mark pretendia sair, Morgana o lança para a parede oposta a porta –e então os afagos inocentes e consoladores se transformam em carícias libidinosas para que se aproveite de mim?  


-Não exagere Morgana, não iria… -A fala mansa foi estrangulada após o cajado bater no chão, fazendo mãos invisíveis pressionarem o pescoço de Mark.


-Você é um lixo que só pensa em afogar seu tédio e suas frustrações em um corpo feminino, um aproveitador como todos os outros que já passaram na minha vida! –Grita fazendo os objetos pequenos e médios do quarto o atingirem com força.


Mark, já sem qualquer ar dentro de si, lança um pequeno raio pelo olho robótico, logo depois sacando a arma e atirando, conseguindo se livrar do aperto. Porém a maga lança uma rajada mágica que o atinge no peito e o faz atravessar a cabana, indo se chocar com as árvores do bosque.


-Chega de se aproveitarem de mim, enfiar-se em meu peito e ir embora. –Diz apesar da fala não ser, claramente, direcionada a ele. –Eu sou Morgana, a mais poderosa maga vivente! E você, só irá embora quando EU permitir. –Dessa fez chamas surgem como correntes envolvendo e pressionando o corpo do homem.


-O que acha que está fazendo? –Moriarty exige na autoridade de capitão, que herdava na ausência de Sauron. –Solte-o agora!


-Nenhum homem me dará ordens! –Ruge lançando outro feitiço na direção do homem, que logo se cobre com sua armadura especial, a qual repele totalmente o feitiço.


-Artemis nunca a quis, não dá a mínima para você. –Moriarty diz enquanto avança, sacando a arma, que logo sai de sua mão e vai para a de Morgana.


-Vocês são lixo, esterco! –Brada ainda mais furiosa, lançando feitiço atrás de feitiço em Moriarty –Se aproximam de nós, nos fazem acreditar, então vão embora com as “boas moças”, suas donzelinhas de barro que compram como se de porcelana fossem.


A terra se abre sob os pés de Moriarty, engolindo-o até a cintura antes de o prender, Mark logo teve o mesmo destino ao lado do companheiro. O cajado foi erguido ao céu e dois raios caíram impiedosos sobre ambos, o olho metálico de Mark explodiu mostrando o efeito da descarga elétrica em seu cérebro robótico.


-Matá-los não trará ninguém de volta. –Grier diz ao surgir do lado dela, porém usando a forma de Arya.


-Grier? –Pergunta confusa.


-Estou usando a forma da capitã do seu time alvo. –Diz com um sorriso sagaz.


-Elas roubaram o jovem Artemis de você. Holly, Arya, Hermione… magas muito poderosas…


-Ninguém é mais poderosa que eu. –Corrige confiante.


-Não é o que acham. Foi por isso que convenceram Artemis a ficar lá. Eles pareciam mais poderosos que vocês e, sabe porque? –Morgana apenas olhava confusa para a forma de Arya, sua voz suave e confiante, parecendo um sussurro da natureza. –Porque são unidos, eles se complementam, somam suas forças, jamais brigam entre si. Todos são como um só, entende?


-Sim. –Diz baixando o cajado, retomando as rédeas de seu gênio tempestuoso e levando o inverno a sua alma.


-Quer encontrá-los e massacrá-los, certo? –A pergunta foi respondia com um olhar que faria o mais corajoso dos homens tremer. –Pra isso precisamos ser mais rápidos e mais fortes que eles. Precisamos nos unir.


-Tem razão, não voltará a acontecer. –Diz fazendo a terra cuspir os dois. –Mas não achem que isso vá fazê-los tocar em mim no futuro. –Diz aos dois quase em um rosnado. –Não quero ver ninguém até amanhã. –Avisa antes de sair para o interior do bosque com seu cajado.


*****************************************************************


Chegando à taverna do reino, local para onde o colar apontava, Annabeth e Thalia saltitam sobre alguns bêbados caídos, observando outros ainda de pé abarrotando o lugar quente e mofado, com várias cortesãs tentando lhes agradar para conseguir algumas moedas de ouro.


-Deprimente. –Thalia murmura para que só a amiga ouvisse, ao que Annabeth concorda com um gesto discreto de cabeça.


-Estamos procurando por um homem e um rapaz com uniformes iguais aos nossos. –Annabeth diz depositando algumas moedas de ouro no balcão.


-Quartos 5 e 6. –Diz de modo brusco, após pensar por um momento.


-Eu posso ir… -Thalia começa, mas Annabeth passa rapidamente por ela em direção a escada, a expressão de que mataria alguém.


-Eu mesma dou um jeito nesse safado. –Resmungava entre dentes, os passos firmes e rápidos.


Não fora difícil achar os quartos, estavam em um corredor que fedia a vômito e urina, havia algumas portas abertas, entretanto as 5 e 6 permaneciam fechadas. Aproximaram-se e identificaram o inconfundível som de gemidos femininos vindos do quarto 6, o qual Annabeth praticamente arrombou.


-Não se mexam! –Ordena, porém logo cora ao notar que além da mulher, era Heracles quem estava no quarto.


-O que acham que estão fazendo? Deem o fora! –Heracles diz irritado, já coberto com um lençol.


-Viemos buscá-los… er… encontre-nos no castelo… logo. –Annabeth diz saindo do quarto, deparando-se com Thalia com uma expressão nada boa. –Eu disse que vinha.


-Oh, claro! –Ironiza ainda com o cenho franzido. –Espero que colabore com minha terapia depois!


-Também não é pra tanto…


-É meu irmão! –A exclamação óbvia deixa Annabeth desconsertada.


Com uma expressão neutra, apenas passa pela morena para então entrar no outro quarto, abrindo a porta rapidamente e deparando-se com um homem muito bem vestido apoiado contra a janela e Percy largado na cama, visivelmente desacordado.


-Deixe-me adivinhar, Annabeth e Thalia, certo? –Pergunta simpático, parecendo não achar ofensivo o sacar de arma de Thalia ou ver Annabeth se aproximar preocupada do namorado.


-Quem é você? –Annabeth pergunta enquanto verificava que os sinais vitais do namorado estavam ok.


-Meu nome é Raziel. Me tornei amigo deles e achei que poderíamos ter uma boa diversão, mas acabei ficando incumbido de não deixá-lo de afogar no próprio vômito. –Diz dando de ombros.


-Bêbado? –Thalia inquire ainda com Raziel em sua mira.


-Os sintomas e principalmente o cheiro confirmam. –Responde se afastando um pouco para respirar ar puro.


-Acorda ele logo, deve ter água no banheiro. –Thalia diz de modo prático, não queria ficar mais um segundo ali, o olhar do sujeito sobre si a fazia sentir algo estranho na espinha, como um aviso.


-Não acho que ele vá acordar com água. –Raziel diz com uma leve risadinha. –Não se preocupem, levo-o para vocês, também estou hospedado no castelo.


-Quem é você? –Annabeth pergunta com um olhar experiente, olhando-o nos olhos como se pudesse ler sua alma.


-Exatamente o que você está pensando. Fazia parte de um grupo fraco, então decidi debandar e aproveitar a minha vida, curtir cada nascer do sol, cada porção de comida, bebida. –Fala em um tom suave, como se estivesse discursando sobre o paraíso.


-Vampiro… -Annabeth sussurra para si mesma ao fazer as conexões.


-Não esperava menos da filha da deusa da sabedoria. –Diz com um sorriso de canto. –Não que precisem temer, não fiz nada a ele e tão pouco quero fazer a vocês.


-O que quer de nós? –Thalia pergunta cansada daquele joguinho.


-Boa companhia. O pessoal desse mundo é muito primitivo, quero pessoas cosmopolitas como vocês três para conversar. Claro que em troca os ajudarei nas missões. Heracles aceitou minha companhia e, depois de amanhecer, poderão consultar Percy, caso ele consiga lembrar de algo.


-Tudo bem. –Annabeth diz interrompendo Thalia, antes que ela falasse qualquer coisa.


-Não se arrependerão. –Garante pegando Percy nos braços e passando a frente como elas indicavam.


*****************************************************************


Harry dormia com a cabeça sobre as pernas de Hermione, o rosto contra seu ventre protegendo-o da luz do início da manhã. Já a jovem mantinha-se entretida trabalhando com Artemis aos sussurros, nos modelos que haviam começado a fazer nos dois dias que ali estavam.


-Ocorre algo? –Artemis pergunta ao ver Hermione se interromper e olhar o horizonte.


-Estão chegando. Caminharam rápido. –Responde com um sorriso e então acordando Harry gentilmente. –Hora de acordar querido, nossos amigos estão chegando.


-Que? –Pergunta ainda sonolento, se erguendo em um braço.


-Eles estão chegando. –Responde e depois lhe beija brevemente. –Prepara um café-da-manhã gostoso, devem estar com fome. –Pede gentil.


-Nem precisava falar. –Diz animado, já bem disposto e se erguendo.


-Ele ficou animado. –Artemis comenta pensativo.


Cerca de vinte minutos depois, o restante do grupo chegou e não demorou muito para que Artemis entendesse a resposta a sua pergunta, pois assim que o restante do grupo chegara, Harry largara a panela e correra até Eragon, que trazia uma criança em mãos. Vira o moreno erguer o menino e dar piruetas no ar, fazendo o riso infantil ecoar no deserto, arrancando sorrisos dos demais participantes.


-Arya, como foi de viagem? –Hermione pergunta de modo educado, enquanto os unicórnios iam cumprimenta-la.


-Bem. Tivemos uma jornada tranquila. –Responde amena, direcionando o olhar para Artemis, que erguera-se um tanto formal.


-Estivemos trabalhando em um projeto novo, nada que possa ser feito agora pela falta de metal, no entanto. –Hermione responde a pergunta muda da elfa que acena com um sorriso aprovador.


-Antes de falarmos sobre trabalho, porque não saborear a comida de Harry? –Eragon propõe com olhos cobiçosos sobre a comida próxima a panela.


Comeram em meio a uma conversa descontraída sobre seus mundos, compartilhando alguns causos e procurando divertir-se e, principalmente, se conhecerem.  Após tudo arrumado, rumaram então para o local da missão, o qual era exatamente igual a todo o resto ao redor: um grande amontoado aleatoriamente distribuído de areia.


-Por acaso, o que deveríamos estar fazendo? –Eragon pergunta ao não sentir nada vivo, além deles mesmos tanto acima quanto a baixo da areia.


-Entrando em uma fortaleza e resolvendo um mistério. Algo sobre o paradeiro de um explorador e o tesouro que iria salvar sua terra de uma grande catástrofe.  –Arya diz enquanto lia as instruções. –Há um desenho da fortaleza.


-Me parece a imagem dela a noite. Será que é encantada para não aparecer durante o dia? Isto poderia associar as proteções a um deus noturno. –Artemis pondera observando o desenho.


-É uma conjunção astral. –Arya o corrige apontando uma constelação. –Esta e esta outra constelação, estão alinhadas com este planeta.


-E isto aqui deve ser o Sol e não a Lua. –Hermione diz não vendo sentido em porque a Lua deveria estar em um ponto tão específico, já que seu ciclo ocorria em um dia.


-Exato. Está marcando o solstício. –Arya diz e então pega outro mapa. –Irei estudar a formação estelar e já digo quando ocorrerá.


-Melhor então buscarmos os unicórnios e Alan, além de montar acampamento. –Harry diz a Eragon que concorda.


-O que há Artemis? –Holly pergunta ao ver o amigo profundamente concentrado.


-Estou me lembrando da nossa missão no deserto, onde invadimos uma fortaleza. Além dos guardas mortos-vivos, havia a estátua de ouro maciço e a joia que deveria buscar era justamente algo que absorvia magia…


-Nem me lembre disso, nunca havia me sentido tão mal. –Holly diz sentindo um leve tremor na base da espinha.


-Na ocasião estávamos apenas com Morgana, que é bruxa. De modo que eu era o único apto a lutar. Todos vocês, inclusive os animais seriam frágeis se expostos a uma arma destas, eu seria o único imune, e sendo totalmente sincero: Poderia quebrar meu punho tentando socar alguém. Sou um estrategista, não um guerreiro. –A sinceridade e a seriedade eram tão palpáveis, que os rapazes sequer pensaram em rir.


-Nunca havíamos nos deparado com nada assim e creio que deixamos passar esse ponto fraco de toda a equipe. –Eragon diz sem estar nada satisfeito.


-Nesse caso teremos que nos reforçar. –Hermione, que mantivera-se calada, diz com um ligeiro sorriso. –Artemis, mesmo que não seja um bom lutador, sabe a teoria de um soco ou um chute, certo?


-Sim, razoavelmente talvez. –Diz ainda sem entender onde ela queria chegar.


-Nesse caso, adotemos um estilo Hollywoodiano de procedimento. –Eragon não entendera absolutamente o que aquilo queria dizer, visto que sequer sabia o que era Hollywood, já os outros três trocaram olhares levemente confusos.  –Rapazes tragam nossos amigos, Holly, traga Eagle, por favor. Arty, hora do trabalho pesado.


Os rapazes, já acostumados ao modo “misterioso” de agir de Arya e Hermione quando planejavam algo, como se não quisessem expor todo o plano até que não fosse mais possível não revelar o passo seguinte, apenas dão de ombros.


-Quer uma carona? –Eragon pergunta a Holly, após conjurar Jura, sua mão posicionada como se pretendesse ajuda-la a montar.


-Obrigada. –Responde sem jeito, aceitando o transporte. Harry flutuava ao lado do dragão pronto para acompanha-los.


******************************************************************


Era início de noite, Harry e Eragon tentavam ensinar alguns feitiços a Holly, como o de aparatação, fundamental para rápido deslocamento e aquisição de recursos frescos. Arya terminava de traçar alguns mapas de alinhamentos astrais, quando se ergue e vai até onde Hermione e Artemis moviam coisas feitas de luz que flutuavam a sua frente.


-O que estão fazendo? –A elfa pergunta curiosa.


-Essas formas coloridas são dados, informações, figuras ou esquemas. A representação em 3D permite que trabalhemos mais facilmente perceptível para o outro e ainda facilita um pouco na hora de montar as coisas. –Hermione explica terminado de encaixar uma rodinha em um retângulo.


-E o que estão fazendo ou montando? –Insiste observando a tudo um pouco mais curiosa.


-O projeto de uma arma que pode nos dar a vantagem que precisamos em caso de grandes batalhas e enfraquecimento ao atacarem nossa magia ou suga-la, como Artemis diz ter visto acontecer com um objeto de missão. Holly confirmou. –Hermione responde deixando o projeto de lado por um momento.


-Quanto tempo até termos o alinhamento necessário? –Artemis pergunta curioso.


-Será amanhã à noite. –Afirma com um sorriso satisfeito, assim não perderiam tempo, estariam descansados e focados.


-Isso nos dá pouco tempo. –Artemis diz crítico, estalando os dedos das mãos um pouco nervosamente.


-Cuide dos protótipos, eu termino a programação e amanhã fazemos as capturas. –Hermione o tranquiliza, deixando Arya ainda mais intrigada.


******************************************************************


Acordaram tarde e dedicaram-se a comer tranquilamente, saindo e deparando-se com Artemis e Hermione muito concentrados em algo, que estava protegido por uma cabana magicamente feita com lençóis.


-O que tanto fazem nesse lugar? –Harry pergunta assim que vê Hermione sair da cabana improvisada.


-Trabalhamos. –Diz se espreguiçando, tinha o computador de Artemis em mãos. –Vão treinar agora? –Pergunta a Arya, enquanto ia até o marido, a quem beija rapidamente ao alcançar.


-Creio que sim, será bom um aquecimento leve. –A capitã responde observando que o tempo está agradável para os padrões de um deserto.


-Na verdade pensei em um treino completo. –Hermione diz mostrando o computador. –Artemis me disse que usou o computador para gravar e analisar os movimentos de luta do grupo anterior e assim corrigir alguns erros.


-Verdade. –Holly complementa interessada. –Filmávamos todos os treinos, assistíamos juntos depois vendo os erros de cada um e com o tempo o sistema foi aprendendo com nossos apontamentos e já fazendo uma análise preliminar, o que melhorou muito nossa técnica.


-Nesse caso, acho que podemos fazer combates treino. Eragon e Harry, Holly e eu. Depois Eragon e eu trocamos de parceiro. –Determina e então observa Hermione. –Está descansada para fazer curas?


-Sim. Todo esforço que fiz essa noite foi mental. –Confirma parecendo disposta.


-Vocês começam rapazes. –Arya determina enquanto se senta com as outras garotas, o computador logo a frente de Hermione, que estava no meio.


Eragon e Harry estavam acostumados a treinar juntos, tinham estilos e temperamentos parecidos e, para completar, alternavam tanto no combate terrestre quanto no aéreo.


O cavaleiro de dragão tinha força e velocidade sobre-humana, experiência e técnica refinada com espada, porém deixando para convocar Jura somente quando o combate passava a ser aéreo, quando ganhava a força física e mágica do companheiro, cuja chama era forte e vinha em grandes jorros. Eragon e seu dragão estavam afinados e conseguiam cobrir todos os flancos, usando vários recursos acrobáticos para não deixar qualquer ponto cego.


Harry, que vinha ganhando boa massa muscular, não perdera a agilidade e só afiara seus instintos de batalha, aprendendo a complementar a magia mais natural com a intuição, mesclando assim luta corpo-a-corpo com feitiços e uso mágico do ambiente. No ar conseguia atingir grandes velocidades e fazer manobras que pareciam desafiar a física, fruto de anos treinando e estudando quadribol.


Em um julgamento difícil, avaliando a quantidade de momentos vantajosos e a incidência menor de ferimentos médios e críticos, além de bonificar a criatividade e inteligência em combate, decidiram que Harry havia levado ligeira vantagem no chão e Eragon no ar, o que no fim lhes concedeu um empate.


Arya e Holly nunca haviam lutado, seria um teste para as duas e uma medida de quão diferentes poderiam ser magicamente e fisicamente, mesmo ambas sendo elfas. Assim decidiram dividir o combate em três níveis: Mão livre, com espadas e mágico.


A capitã do time era uma guerreira treinada em combate e costumava usar com maestria sua espada, além de ter uma grande capacidade mágica e domínio desta, a integração com a natureza era perfeita.


Holly, como capitã da LEPrecon e, portanto, altamente treinada, tinha como ponto forte a luta corpo-a-corpo, com influência das várias artes marciais e muitos golpes que aprendera ao ver Butler em ação. Sua magia, no entanto, sempre fora restrita e por isso usada com muita precisão e detalhe, tendo aprendido mais agressividade com Morgana.


Impressionados, os rapazes e Hermione viram Holly praticamente surrar Arya na luta a mão livre, ambas se equiparando em força e velocidade, porém Holly com muito mais técnica. Já nos outros dois combates a desforra foi cruel e Arya, que durante o 1° round havia ganhado muitos hematomas, escoriações e alguns ossos fissurados, devolveu cada golpe com impacto mil vezes pior, deixando a policial com metade dos ossos quebrados, quase 40% do corpo queimado e um braço teve que ser reimplantado por Hermione.


*****************************************************************


Artemis sai de sua barraca, onde havia ficado desde o dia anterior, já no fim da tarde, deparando-se com Arya sentada, chamando Alan, cujas mãozinhas estavam seguras por Eragon. Intrigado, Artemis se aproxima.


-Não entendo muito de crianças, mas acho que na areia não seja o melhor lugar para ensiná-lo a andar. –Comenta tentando não soar ofensivo.


-Ele sabe andar, só queremos ensiná-lo a andar na areia. –Eragon diz orgulhoso.


-Alan aprende bem tudo sobre coordenação motora, pena que ainda não fala. –Arya diz também orgulhosa, pegando o menino nos braços e depois beijando-lhe a testa.


-Onde estão os outros? –Pergunta ao notar que só os unicórnios e Pegasus mantinham-se a vista, os unicórnios mais jovens brincavam com o cavalo alado.


-Holly descansa após intensa cura, por causa do treinamento. Harry e Hermione estão no quarto, ela cansou um pouco depois de curar nós três. –Eragon responde, vendo Artemis franzir o cenho, olhando confuso a barraca.


-Ninguém te falou sobre nossas instalações? –Arya pergunta surpresa.


-Creio que dentre todas as informações, essa acabou se perdendo. Entretanto o que há para se falar? –Pergunta ainda curioso.


-Tem razão, melhor mostrar. –Eragon diz pegando a mão de Artemis e o guiando para a barraca.


Choque era a única coisa que poderia escrever a expressão de Artemis ao ver a sala confortável, com lareira e ao lado um balcão que separava uma cozinha da sala. Eragon conteve o riso, observando Arya surgir logo depois com Alan em seus braços.


-Os nossos amigos quadrupedes adoram dormir em frente à lareira quando está frio, mas quando o dia é quente preferem ficar do lado de fora. –Arya diz já indo até a cozinha. –Essa caixa branca mantém a comida resfriada, ela dura uns dias mais que o normal. As frutas ficam sobre a pia, não estocamos comida porque não é difícil reabastecer. Nos armários de cima estão grãos, temperos e coisas do gênero, em baixo pratos, talheres, panelas e copos, algumas travessas também.


-Impressionante! –Diz olhando o fogão a lenha de aspecto moderno, sobre ele um aparelho para evitar fumaça e gordura. –Isso é inacreditável.


- A magia faz com que as coisas nem sempre sejam o que parecem ser. –Eragon diz fazendo sinal para que o seguisse até a escada. Pararam no início do corredor do segundo andar, onde a esquerda havia 4 portas e a direita 3. –Quartos e banheiro.


-Um quarto pra cada um? –Artemis diz quase num suspiro, só em pensar que dormiria sem ouvir roncos ou bips, o fazia pensar que poderia beijar o sujeito que propusera a troca de grupos.


-Em teoria. –Arya diz deixando Alan no chão, o menino parecia ansioso por andar em solo firme. –O primeiro é de Harry e Hermione –diz apontando para a esquerda –o seguinte meu e de Eragon. O outro era meu, mas está vazio, assim como o último. Este segundo está com Holly, o seguinte era de Grier. Pode escolher qualquer um dos 3 vazios.


-Tudo bem. –Diz satisfeito, indo até o quarto que pertencera a Arya e vendo a cama de casal grande e confortável. –Não me diga que é seda. –Sussurra reconhecendo o brilho do tecido.


-Todos eles. Os reservas estão dentro das cômodas, no quarto de Grier há o baú com os uniformes que arrumei do seu tamanho. –Arya responde mantendo um olho no menino, que andava apoiando-se na parede.


-Aqui é o banheiro. –Eragon abre a porta e faz o queixo de Artemis cair. –Nesse armário estão as toalhas limpas, escovas de dente reservas… mantenha sua toalha e escova de dente no seu quarto. –Acrescenta e vê Artemis assentir. –Pentes e escovas de cabelo são de uso comunitário, por isso ficam sobre a pia. No sanitário aperte este botão, o outro é pras garotas. –Eragon aperta o botão para que ele entendesse do que se tratava. –A ducha funciona bem, mas geralmente usamos a hidromassagem.


-Hidromassagem? –Repete olhando a enorme banheira. –Se existem deuses talvez também exista carma.


-Carma? –Arya pergunta intrigada.


-É algo como energia negativa que se acumula ao seu redor quando você faz coisas ruins para os outros. Acho que terminei de pagar meus pecados e fui trazido pra cá! –Diz quase divertido.


-Acho que precisa de um banho. –Eragon diz saindo do banheiro.


-Todos temos um roupão, bordamos o nome magicamente para não confundir. –Arya revela fazendo o roupão aparecer sobre a pia. –Demore o quanto quiser, trabalhou duro. Estaremos preparando o jantar.


-Obrigado. –Foi a única coisa que disse antes de ver o casal saindo.


*****************************************************************


Após um tempo que Artemis sequer quis mensurar, esteve na banheira de hidromassagem, usando apenas de concentração quando cuidadosamente afinou uma placa de metal na forma de lâmina para fazer a barba.


Ao sair da banheira, vestiu o confortável roupão e mirou-se no espelho, penteando os cabelos cuidadosamente, então observando-se aprovador. Estava alinhado, confortável, verdadeiramente limpo e, seja lá que sais ou extrato era aquele que havia para o banho, tinha sua pele macia e suave.


-Virei gente novamente! –Constata com um suspiro regozijado. –Nada como devolver a dignidade de um homem para deixa-lo bem-disposto.


Animado com suas constatações e atual condição, sai do banheiro a caminho do quarto, onde pretendia pegar roupas limpas e trocar a roupa de cama. Seria um trabalho desnecessário retirar o baú do antigo quarto de Grier.


Ao entrar em seus novos aposentos, vê que Arya havia cordialmente o arrumado em sinal de boas vindas, já que a cama estava feita, o quarto não apenas estava limpo, como perfumado com algo floral. Pegou uma muda de roupa no baú, vendo completamente surpreso mais um gesto de boas-vindas a sua pessoa.


-Eis a diferença entre um grupo de soldados e um grupo de amigos. –Diz observando a calça negra de couro mais folgada e com um corte como o de jeans, assim como eram as calças de Harry e Eragon. No entanto a parte de cima não era um colete como o deles e sim uma camisa social com um material próximo da seda, a cor e o brasão do deus permaneciam iguais.


Após se vestir, calçando o novo par de botas, muito mais confortável, sai do quarto resistindo à vontade de deitar no colchão macio e descansar a cabeça no travesseiro de penas, caso contrário acordaria apenas no dia seguinte. Parou à porta do quarto de Holly e escutou, ao não ouvir som, bateu levemente e aguardou.


-Entre. –Ao ouvir a permissão, Artemis entra devagar, observando que Holly parecia ter acabado de acordar.


-Você está bem? –Pergunta lembrando que haviam mencionado que ela se ferira durante o treino. –Eragon disse que você havia se machucado no treino.


-Machucado? –Pergunta quase irônica. –Nem quando era cadete na LEP sofri tamanha humilhação, foi uma surra sem tamanho com a espada e, com magia, nem me atrevo a denominar.


-Tão ruim assim? –Pergunta surpreso, já havia visto Holly em combate várias vezes, inclusive em desvantagem, porém nunca perdendo tão inquestionavelmente.


-Se Hermione não possuísse poderes fantásticos, estaria sem um braço, com meio corpo quebrado e outra metade queimada. –Diz desanimada. –Se eu houvesse lutado com um dos rapazes a luta seria dura, mas poderia ter vencido. Já com Arya não há a mínima chance, talvez contra ela só Sauron.


-E os rapazes, estão como comparados a Moriarty e Mark? –Pergunta concentrado.


-É um estilo diferente. Moriarty era muito tático, compensava a falta de habilidade como guerreiro com precisão e inteligência. Além disso nenhum dos dois podia usar magia, isso é algo que pode ser extremamente vantajoso.


-Vou olhar as análises do computador depois do jantar, antes da missão. –Artemis diz já se levantando.


-Melhor irmos comer logo. –Holly diz o seguindo, sentia-se faminta após a longa recuperação.


Ambos percorreram o caminho até a sala em silêncio, perdidos em seus próprios pensamentos sobre onde haviam ido parar. Ao chegarem à sala, porém, foram trazidos a constrangedora realidade: Arya e Eragon, assim como Harry e Hermione se encontrava em um dos sofás, as mulheres acomodadas confortavelmente no colo dos companheiros enquanto beijavam-se.


Holly estava desconcertada, mas conseguia manter a compostura, Artemis, porém, havia adquirido tons vermelhos nas faces, olhando incerto para Holly como se perguntasse o que fariam: Chamavam a atenção ou esperavam que terminassem?


*****************************************************************


N/A: Muito triste com os poucos comentários. Foram, só nesse período, 80 visitas e apenas 3 comentários, isso me faz pensar que vocês não estão gostando da fic. Menos de 4% das pessoas que leram gostaram, se esse índice não aumentar verei que a fic não está agradando e a tirarei do ar como já fiz com ET (versão 1) e Harmonia.


N/A²: Esse capítulo não seria assim, mostraria mais do grupo 2 e 3, mas me empolguei tanto com a junção de Mione e Arty que não me aguentei e acabei fazendo um capítulo quase todo pra eles! Aliás, o que acham que os dois criaram?


N/A³: Vejam e divulguem http://www.youtube.com/watch?v=C0EY7Im-Umo&feature=share


may33: Você sempre adora os personagens masculinos bonitões, então não é novidade. Seu lado pervo é impressionante, ficou doida p ver os dois homens se agarrando ¬¬ . Raziel é um vampiro com muitas características dos de Crepúsculo, deixe de ser besta porque a fora a coisa de brilharem no sol, o vampirismo é muito bem abordado. Raziel ainda vai aprontar, agora se é no bom ou mal sentido, só esperando pra ver! Mais da estória dele eventualmente aparecerá. Ué que analogia melhor você usaria? Thalia é inteligente, esperta e chegada em desafiar regras, é meio rebelde, sabe como é. Não sei em que capítulo eles se encontram, muito menos quando vai rolar A/H. nem é o último casal, tem mais romance vindo por aí. Essa dúvida é fácil resolver, basta reler os capítulos que você acha rsrsrs. Alguma dúvida, depois desse capítulo, de que Arya e Hermione são as mais sinistras? Propaganda mais que merecida, sua fic está cada vez melhor.


Punkeeslaw Potter: Groar deve sonhar todo dia em matar Arya. Grier é muito inteligente e por vezes subestimado, tratou de mostrar não só quanto é útil, como também inteligente, observador e que age de acordo com seus interesses, como o grupo 2 gosta de agir. É justo que troquem informações, como você disse, Artemis e Holly passariam tudo para o grupo 1. Sauron da a última palavra sempre, mas certamente os demais já provaram seu valor para ele.


Pois é, Grier esteve bem envolvido com os reinos, é um cara muito sociável e tem grande empatia. Independente de em que grupo ele esteja, certamente conseguirá livre acesso aos reinos. Do mesmo jeito que Arya e Hermione tem conversa de menina as vezes, Annabeth e Thalia também, é inevitável. Como assim o que tem a mãe da Annabeth? Ela é uma deusa, portanto, pode “estar” em todos os lugares. Ela só pode engravidar do modo normal, semideus é mais mortal que divino. Porque Percy e Heracles estragariam? Eles tem amigos nos no outro grupo! Não saquei, me explica no MSN.


Heracles é homem ao velho estilo, você esperava o que? Percy, como todo homem, quando ta puto não lembra de nada “útil” age só por impulso. Portanto que você e May não se engalfinhem por ele, ta liberado babar no Raziel rsrsr. Você está certa quanto suas suposições sobre a vida mortal do Raziel. Não sei se você não realmente, mesmo que por um momento, acreditou no que “ia rolar”. Ele ficou poucos dias, mas se você for ver, o grupo não era tão forte assim, ainda mais quando ele não chegou a conhecer tão a fundo os outros participantes. Encontro do Legolas e do Raziel no próximo cap.


Você não acha que de nada adianta pensar em atrapalhar o grupo 1, quando eles não tem chance num confronto direto? Não zomba da Morgana até porque ela vai ter um baita auge pela frente. Olha, não fique tão certa sobre uma vitória do grupo 1 tão fácil, porque algo “especial” está reservado pra dificultar pra eles.


Enlouqueceu? Se Grier fosse um misto de Mística com Vampira ia ser o mais apelão de todos os personagens, não acha não? Vamos com calma!


Angeline G. McFellou: huahuahua Percy nem teve condição de sequer pensar em fazer algo, estava bêbado demais pra isso. Também não é bem assim, Annabeth e Percy se amam, estão juntos há vários meses, Thalia só queria ajudar os amigos. Grier é um personagem subestimado pelos leitores. O tal Deus do raio é um cara esperto, não é? Já deu nesse capítulo, pra sentir um pouquinho de como o grupo 1 ta mais forte né? Obrigada pelas boas-vindas, pelo visto você foi uma das poucas que sentiu minha falta.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 12

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 17/12/2011

Dois meses sem capitulo, que maldade. Vamos la se anima e escreve, afinal eu só tenho uma leitora que comenta e ainda sim escrevo. Posta, posta posta. Apesar de achar q vc ta cansada de mim eu vo ta sempre pedindo capitulo novo, então posta um como presente de Natal aos seu leitores.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Belladonna V. em 08/11/2011

Realmente vai ser meio complicado pra Artemis e Holly com Arya e Eragon juntamente com Harry e Hermione. Todos casais. Ou se juntam... ou se juntam! hehe

Eu acho Grier perigoso... porque ele não é só inteligente, ele é astuto. E é até simpático. Eu gosto dele, na verdade. Me parece que ele vai trazer algumas melhorias ao grupo 2. Esse lance de união é bem verdade. O grupo 3 tá cheio de gente boa mesmo. Mas desde o início, sinceramente, a minha torcida é para o grupo 1, mesmo com Legolas agora incluso na história e ainda mais agora com Artemis e Holly (acho que é porque eu estaria onde quer que Harry e Hermione estivessem). Quanto aos garotos, comigo Harry ganha disparado.

Por favor, continue escrevendo a fic! É uma das coisas mais interessantes e envolventes que eu já li em muito tempo. Acho que nunca pensaria em juntar tantos bons personagens, de histórias e mundos "diferentes" e mesclá-los aos meus próprios numa só estória. E mesmo assim, se pensasse e se fizesse, acho que não teria a competência de escrevê-la tão bem como você. Coisas que parecem surreiais (como a ideia de juntar todos esses universos; surreal, mas genial) fazem completo sentido aqui. De verdade. A propósito, eu adorei o capítulo!

Quanto aos elogios... eu gosto de elogiar um trabalho bem feito. Eu também escrevo e sei que o reconhecimento é um incentivo muito maior do que parece.

Beijos!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por junindeath em 04/11/2011

locooooo pra ver os proximos capitulos ate agr mtooooooooo bom ;x

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por hellen granger em 31/10/2011

muito bom mesmo!!!!
ei esse grier eh muito esperto mesmo e um fdp tb...
Arya eh ma!!! medo... tadinha da holly quase ficou sem braço... mas tb foi provocar...
a morgana ta locaaaa....
ia matar todo mundo....
teve ate momento pegação... as coisas estao evoluindo....
um vampiro.. bem inesperado...
morrendo de vontade de ver o embate dos grupos... sangue e cabeças vao rolar...
so um pedido: nao para,nao para, nao para,nao para, nao para nao.....
esperando o proximo...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Sabrina M. M. em 29/10/2011

Certo, li sua reclamação em relação à falta de comentários e decidi voltar ao mundo dos vivos... A fantasma aqui é fã antiga da sua fic, mas nunca teve coragem de comentar por sabe-se lá que razão; adorei o capítulo, e a junção das equipes foi perfeita (devo admitir que só torcia pelos "vilains" por causa o Arty e da Holly, agora ficou tudo equilibrado). Sua história é fantástica, trás mil trezentas e setenta e nove ideias de equipes, grupos e afins a talponto que a vontade maior é escrever fics da fic. Vou continuar lendo assiduamente, e por favoooor não desative a fic DE FORMA ALGUMA!!!!


Desculpe pelo silêncio quilométrico, mas aqui está outra leitora!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 19/10/2011

Duas curiocidades oq eles criaram e oq a Morgana vai aprontar?A fic ta legal e as vezes a gente não comenta pq como demora muito pra atualizar se a gente fic algum tempo sem passar pelo FEB perde a atualização,mas por favor não para não.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por WELLINGTON DA SILVA PEREIRA em 19/10/2011

eu realmente adoro sua fic não para não.
eu sempre que posso leio masdevido a força maior não pude ler muito.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 18/10/2011

Ah e o que eles estao construindo sao armaduras iguais a do homem de ferro kkkkkkkk
podem ser armas e escudos...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 18/10/2011

Curiosidades: A Holly vai se juntar a Arya e a Mione nos papos de garotas? E o Arty vai ter um empurraozinho dos meninos pra se acertar com a Holly? E o grupo 3 quando volta a se integrar com o grupo 1?

posta posta posta

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Coveiro em 18/10/2011

FOi malz ter sumido, mas to sem tempo até prqa dormir.
Continue escrevendo a fic, prinicipalmente agora, pois to doido pra ver as novas missoes.
Legal, não demais, a cena final, nunca poderia imaginar Arya sentada no colo do Eragon beijando ele, ainda mais tendo "plateia". Sensacional.
Vc sabe que sou a favor Harry e Mione, e comecei a curtir o genero Romance depois de ler sua serie Arcana, que ainda espero continuação de Pangeia, portanto capricha na cena deles(HHr).
E força pro grupo 1 que é meu favorito.
Portanto: Posta...POSTA...POSTA!!! E logo por favor.
Até o proximo capitulo, espero surpresas e romances.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vlanadís em 17/10/2011

Passada rápida pq tenho prova amanhã...A Mione vai ficar grávida??? "não fique tão certa sobre uma vitória do grupo 1 tão fácil, porque algo “especial” está reservado pra dificultar pra eles."  Enfim, não desista da fic ela é ótima e depois eu comento decentemente...vestibular chegando... x( 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Angeline G. McFellou em 17/10/2011

O.o Morgana é meio descontrolada não?

Também quem mando sair fornicando por ai? Os caras pensam que podem tudo desse jeito.

RSRSRS Percy o bêbado, pelo menos a Annabeth não tem do que reclamar, ele não a trairia nunca, (nem muito bêbado) e eles acharam um novo membro pro grupo, que bonitinho.

*.* Grupo um ta cada vez melhor não? Também com dois gênios, e 4 feiticeiro f***** só podia ser assim.

Agora Artemis e Holly tem que se acertar logo, porque, bem já eu pra notar o quão deslocados eles vão ficar no meio desses casais não?

rssrrsrs Quero só ver.

Amei o capítulo viu, to curiosa pela continuação, att assim que der, por favor. 

Beijos..

(P.S.: BEM VINDA DE VOLTA S2 S2 )

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2021
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.