FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Arrependimento


Fic: Além dos livros FW-HG Long


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 9
Arrependimento


 


Ao sair da casa de Gina, Hermione hospedou-se em um hotel trouxa. Sabia que lá poderia ficar incomunicável por alguns dias. Ficou remoendo seus pensamentos, lágrimas e lembranças entre uma e outra dose de uísque. Apenas saiu para comunicar Alec que ficaria ausente uns dias. Quando ele perguntou o motivo e ela contou sobre o acordo entre ele e Fred, o homem a sua frente calou-se e deixou a cabeça pender para frente. Vergonha.


Nada aplacou seus sentimentos por Fred. Talvez fosse melhor mesmo tentar algo com Eric que parecia mesmo interessado em começar algo com ela. E, no momento, aquele algo bastava. Não importava o que esse algo fosse.


Decidiu aparecer apenas alguns dias antes do seu aniversário. Enviou algumas corujas para sua casa, explicando que estava bem e que precisava apenas ficar sozinha por algum tempo. Enviou convites para alguns amigos, garantindo que Fred não pudesse comparecer. Estava cansada de aguentar o peso das palavras dele em sua cabeça. Em seu coração.


***


As semanas passavam lentamente para Fred sem Hermione por perto. Ela sim era uma autêntica grifinória: chegou para ele e esclareceu as coisas. Ele se escondia atrás do medo, da insegurança e da desculpa esfarrapada “se as coisas não derem certo”. As coisas entre eles já não estavam dando certo há muito tempo.


Ninguém sabia de Hermione. Ela mandava notícia para Eric que repassava para Gina e chegavam até ele. Trabalhava como nunca e assumiu a responsabilidade de abrir a loja todos dias para sair mais cedo e procurar por ela. Andava pelas ruas de Hogsmead, Beco Diagonal. Procurava em livrarias, sebos e na Londres trouxa. Foi até o cemitério em que os pais dela estavam enterrados. Foi visitar a casa que ela morou com a família. Toca. Todos lugares possíveis, mas era impossível percorrer todo o país. Nem sabia se ela estava na Inglaterra.


Tinha até pensado em pedir ajuda ao Malfoy, mas o medo de ouvir algo como: eu sei onde ela está, mas ela não quer saber de você, impossibilitaram que ele fosse conversar com o sonserino.


Idiota.


Ouviu o barulho da coruja contra o vidro da janela e abriu para a pequena ave entrar. Assim que pegou o pergaminho a coruja foi embora. Ele não tinha ideia de quem era a correspondência. Suas mãos tremeram ao reconhecer a caligrafia de Hermione.


George, Fred.


No próximo sábado, 19 de setembro, vou celebrar meu aniversário na minha casa a partir das 20 horas. Até lá.


Carinhosamente,


H.G.


Fred sentiu o coração bater de forma acelerada. Ela daria uma festa e ele fora convidado. Talvez não estivesse tudo perdido. O convite, no entanto parecia um tanto formal e frio. Aquilo o incomodou. Aparatou na casa da irmã, que tomava o café da manhã com Harry já vestida com o uniforme das Harpias. Ela olhou a feição séria do irmão e perguntou:


- Aconteceu alguma coisa?


- Hermione convidou vocês para o aniversário dela? – ele não perdeu a troca de olhares entre o casal e emendou – ela convidou a mim e ao George... Só achei a carta meio... – ele parou de falar quando sua irmã levantou-se e entregou o pergaminho.


Harry, Gina.


No próximo sábado, 19 de setembro, vou celebrar meu aniversário na minha casa a partir das 20 horas. Até lá.


Carinhosamente,


H.G.


Suspirou aliviado.


***


Assim que entrou em sua casa, sentiu dois braços envolvendo-a. Pensou que partiria ao meio. Sentiu aquele cheiro másculo que quase a fazia perder a razão. Seu pensamento era apenas esse: que ela queria perder a razão por Eric Rodriguez.


- Hermione hermosa, não suma assim! Não suma assim nunca mais! – Hermione sorriu contra o corpo dele. Queria apenas alguém que gostasse dela como ela era. Que alguém gostasse dela como Eric gostava. Que pudessem partilhar do gosto por livros e vinhos. Risadas e cumplicidades sem culpa ou justificativa. Sem ter que deixar algo dela para agradar o outro.  Será que era pedir muito?


- Prometo, Eric! Agora... será que poderia pedir um grande favor? – ela encarou os olhos azuis escuros, as mãos dele segurando delicadamente seus braços – Lembra quando Fred deu aqueles chocolates e pensamos em nos vingar? – Eric concordou com um leve aceno de cabeça – Vamos deixar para lá. Não quero mais isso. Eu não posso mais viver assim... Eu contei o que você veio fazer aqui.


- Que era apenas para fazer ciúme? – ele disse. Uma de suas mãos passando delicadamente pelos cabelos ondulados.


- Sim... eu contei para ele.


- Sabe que não é somente sobre isso. Eu estou realmente gostando de você, Hermione.


- Preciso de um tempo... Um pouco mais de tempo para colocar meu pensamento e meu... meu coração em ordem – ele assentiu e a morena sorriu solidária – Sábado é meu aniversário será que poderia me ajudar com a organização?


- Seu aniversário? Claro! Por que não me avisou antes?!


***


Hermione aparatou na casa de Gina e Harry no final da tarde de sexta-feira, véspera de seu aniversário. Ela foi recebida com alegria pelo casal de amigos. Eles a convidaram para ficar para o jantar e Hermione aceitou.


- Fred está como um doido atrás de você – Gina falou enquanto terminava seu prato. A morena deu de ombros – Ele chegou aqui desesperado para ver a carta que você mandou para sua festa de aniversário.


- Não quero falar sobre seu irmão, Gina.


- Mas, Hermione... Ele realmente gosta de você! Já que terminou a farsa da vingança, deveriam se acertar!


- Chega desse assunto... – Hermione pediu mais uma vez – Eu vim aqui apenas para saber das novidades e me distrair.


- Hermione... – a ruiva voltou a falar, porém dessa vez Harry que intercedeu:


- Gina, meu amor, chega. Hermione já pediu. É assunto dela e de Fred.


- Essa história foi longe e eu decidi continuar minha vida – Hermione falou afastando a cadeira.


- Só falta agora você me falar que vai voltar pro Draco! – Gina disse – Meu irmão é idiota e comete erros, mas ele gosta realmente de você!


Hermione ficou em pé e era visível sua irritação com a amiga.


- Chega, Ginevra! Seu irmão teve chance de consertar seus erros quando eu estava lá, na frente dele abrindo o jogo. Agora, vou continuar minha vida. Não é com Draco, mas se fosse seria um problema meu! Além do mais, estou falando do Eric. Ele está gostando de mim e... bem... ele é atraente, inteligente e gostamos das mesmas coisas, mesmos livros... Vou investir nesse relacionamento! Até amanhã! – e aparatou sem falar mais nada.


Gina continuou sentada. O rosto vermelho e o olhar preocupado. Harry encarou a esposa e perguntou:


- O que você está escondendo?


- Nada, Harry... – ela falou levantando e arrumando a mesa rapidamente. As mãos tremendo. Harry impediu que ela continuasse, ao segurar seu punho.


- Gina... você está escondendo algo... – a ruiva encarou os olhos verdes do marido. Era impossível mentir para ele, ainda mais quando a olhava assim... Sabia que Harry ficaria muito nervoso quando ela contasse a parte do plano que Hermione não estava sabendo.


***


Fazia muito tempo que Hermione não passava um sábado como aquele. Sentindo-se... feliz. Claro, havia os momentos com Fred, mas até que ponto eles eram verdadeiros ou faziam parte do jogo? Ela começou a organizar a festa com Eric logo após chegar de um rápido almoço com Artur e Molly. ela os convidou para festa, só que os dois não queriam atrapalhar a “comemoração dos jovens”, como diziam.


Hermione olhou para Eric e percebeu como tudo entre os dois acontecia de forma natural, fácil e gostosa. Era divertido estar ao lado. Com Fred também era divertido, mas parecia que ultimamente as coisas andavam muito mais divertidas para ele.


***


O movimento na loja estava intenso. Fred e George já haviam conversado e precisariam contratar mais um funcionário. No fundo, ele queria que Hermione voltasse a trabalhar. Não poderia negar que foi uma época boa e quando pôde conhecer um pouco mais de Hermione. O jeito que ela andava e atendia aos clientes ou quando ela os ajudava com um feitiço ou uma poção.


Não cansava de observar como ela organizava as estantes e como qualquer roupa parecia ficar espetacular em seu corpo. Por isso fora tão cego ao começar um relacionamento com Helen e não perceber que a garota estava apenas interessada no seu dinheiro. Dinheiro que ela descobriu não ser tanto quanto imaginou e não teve dúvidas ao terminar o namoro com Fred.


Trabalhar ocupava sua mente e foi assim que o dia passou. Ouviu George entrar no seu quarto e recostar-se no batente:


- Se quiser tenho outras camisetas – o gêmeo falou ao ver o quarto totalmente revirado com roupas espalhadas.


- Não enche, George!


- Ou prefere que eu faça um desfile para você? – ouviu seu irmão debochando novamente.


- Não tem nada melhor para fazer?! – Fred falou cruzando os braços.


- Não! – George entrou no quarto e sentou-se na cama sem se preocupar se estava amassando ou não as roupas do irmão. Logo em seguida, Angelina entrou e olhou entre assustada e divertida.


- Precisando de ajuda?


- Não vai me provocar também, não é? – Angelina fez um gesto de rendição e passou os olhos ao redor.


- Use essa calça jeans, essa camisa social e aqueles sapatos que nós te demos no Natal passado – Fred passou pelos cabelos ruivos.


- Tem certeza?


- Vá logo, Fred! E deixe seu irmão em paz! – ela falou olhando para o namorado que saiu rindo do quarto e desviando de uma camiseta lançada por seu gêmeo. Logo que ficou pronto, ouviu uma batida na porta e Gina entrar. Ainda estava meio chateado pelo plano da irmã, mas ela era sua caçula e sabia que logo tudo seria esquecido. Fred não sabia o quão estava enganado.


- Olá, Gina... Não esperava vê-la aqui.


- Oi, Fred – ela viu a bagunça no quarto e sorriu ao perceber que ele queria agradar Hermione com uma boa aparência – Será que podemos conversar?


- Não pode ser na festa da Mione? Já estamos um pouco atrasados...


- É particular... – ela começou a pegar algumas camisetas e dobra-las, como se isso fosse retardar o que ela tinha para contar para seu irmão.


- Sabe quando Hermione contou para você sobre Eric? – Fred sentiu a raiva voltar, mas conteve-se. Apenas acenou com a cabeça – Bom, eu já sabia há algum que tempo que Hermione gostava de você e desconfiava que o sentimento fosse recíproco...


- Eu gosto dela, Gina.


- Então,... a ideia foi minha de trazer Eric para te fazer ciúme, porque parecia que você não aceitava a ideia ou não enxergava...


- Hermione já me contou sobre isso, por que está voltando nesse assunto?


- É que Hermione não sabe de toda história... Eu combinei uma outra coisinha com Eric e Kathy. Uma coisinha que Hermione não ficou sabendo.


- Uma coisinha? Gina de que coisinha você está falando? – Gina sentou na cama, levantou e começou a andar pelo quarto com medo de encarar o irmão.


- Entenda, eu estava muito brava com você... O jeito que andava tratando Hermione, suas provocações,... E ela não queria fazer nada! Apenas ficar esperando, até que ela concordou com a ideia.


- E daí, Gina? – Fred olhava a irmã andando de um lado para o outro e sabia que não ouviria boas notícias. – Pare quieta que está me deixando tonto!


- Daí que eu já tinha visto umas fotos do irmão da Kathy e pensei que ele seria a pessoa perfeita para causar ciúmes. Era bonito e charmoso. Simples: convida-lo para morar com Hermione. Só que eu conheço minha amiga e ela é muito certinha. Ela não saberia... interpretar... E com Eric teria essa vantagem.


- Gina, não estou entendendo. Que vantagem? O idiota espanhol não trabalha com livros?


- Ele é ator – Fred sentiu seu rosto esquentar. Precisou segurar para não azarar sua irmã ali mesmo. Pressentindo isso, Gina recuou um passo – Eu combinei com ele por coruja como poderia agradar Hermione, contando sobre ela. Essa é a parte do plano que ela não sabe: ele tentaria seduzi-la. Diria estar gostando dela de verdade...


Gina não pôde continuar, pois Fred a interrompeu:


- O QUE PASSA NESSA SUA CABEÇA OCA? – antes que ela pudesse responder, George e Angelina entraram no quarto – Como pôde fazer algo desse tipo, Gina?!


- Era uma brincadeira! Não era para ela se envolver com ele! Eu achei que vocês dois se acertariam, ele iria embora e todos riríamos disso tudo! Acontece que...


- Acontece que você não controla as pessoas, Ginevra! Acontece que ela acha que o imbecil está a fim dele e que EU que estou jogando e brincando com os sentimentos dela!


- Eu só queria ajudar, Fred!


- O que está havendo? – George perguntou. Mas os dois pareceram não ouvir a interrupção.


- Ajudar? Ela terminou o que mal começamos para ficar ele!


- A culpa também é sua por fazê-la sofrer! A forma como a tratava! Eu que ficava limpando as lágrimas dela por dias a fio!


- Não me culpe por seus erros! Eu sei onde errei, assuma onde errou!


- Fred, me desculpe! – Gina falou olhando o irmão. Estava acostumada a ser a caçula e a ser protegida. Nenhum deles ficava bravo com ela mais do que algumas horas. Só que ela sabia que agora era bem diferente. Até Harry estava bem irritado com o que soubera no dia anterior.


- Não posso desculpar você agora, Ginevra. Agora, por favor, saia do meu quarto. Eu preciso me acalmar.


- Fred,...


- Saia, Gina! – Fred falou ignorando as lágrimas nos olhos da irmã – E espero que você limpe a merda que fez.


- Eu falarei com ela hoje – Gina falou baixinho.


- Não estrague o aniversário dela – Fred falou observando a irmã sair cabisbaixa do seu quarto e Angelina a seguindo.


- O que houve? – ouviu seu gêmeo perguntar. Balançou a cabeça sem saber por onde começar.


***


Por mais que ela tentasse, não conseguia evitar que sua atenção dirigisse a porta a cada vez que um convidado entrava. Às vezes ela que abria, outros amigos que estivessem mais perto. Eric estava sempre perto de si e isso a alegrava. Viu quando Gina chegou com Harry e percebeu que a amiga chorara. Era óbvio que o casal andara brigando.


- Aconteceu alguma coisa, Harry? – ela perguntou enquanto abraçava o amigo.


- Amanhã você com a Gina, ok? Hoje é seu dia – ele respondeu afastando-se e sorrindo.


- Gina? – ela perguntou – Você está bem? É sobre nossa discussão de ontem? – ela falou segurando a mão da ruiva – Deixe para lá, ok? Sei que quer apenas que eu me entenda com seu irmão... Desculpe por ter explodido daquela forma com você – Hermione puxou a amiga para um abraço. Gina queria falar, só que sabia que aquele não era o melhor momento. Hermione afastou-se para conversar com Rony.


- Ela vai me odiar – Gina falou ao lado de Harry.


- Provavelmente...


- Grande ajuda – ela disse sem esconder a mágoa.


- O que esperava? Desde o começo estou falando que nem deveriam ter começado essa história! – ele olhou bravo para a esposa – E agora fico sabendo que você ainda combina para o cara enganar Hermione! Brincando com os sentimentos dela!


- Harry,... – ela falou, a voz suplicante.


- Ela vai acabar te perdoando mais cedo ou mais tarde, no entanto ela tem todo o direito e razão de ficar muito puta da vida com você, Gina.


- Eu só queria ajudá-los... – Harry respirou fundo.


- Sei disso. Só que você errou.


- Você me odeia... – Gina falou voltando a olhar a amiga que sorria ao conversar com Ron e Eric.


- Não te odeio, só estou bravo por ter feito algo desse tipo.


***


Ron abriu a porta a pedido de Hermione que estava na cozinha servindo mais algumas bandejas com sanduíches e sendo ajudada por Eric, claro. Ele passara o dia todo ao lado dela. Acompanhava cada passo dado por ela. Foi até a sala e viu que Fred havia chegado com seu irmão e Angelina.


Fred procurou Hermione e viu que ela chegava com Eric logo atrás. A mão dele em sua cintura. Olhou-a nos olhos e teve vontade de beija-la e aparatar dali com ela. Levando-a para qualquer lugar, qualquer lugar que pudesse conversar e consertar as coisas entre eles. Saiu do lugar ao sentir seu irmão cutucando-o.


- Parabéns, Hermione – Angelina falou. A aniversariante colocou a bandeja sobre a mesa de centro e cumprimentou seus convidados recém-chegados. George a cumprimentou também e Fred ficou parado.


- É... feliz aniversário, Mione.


- Obrigada, Fred – ela sorriu timidamente.


- Será que podemos conversar um minuto? – seu olhar foi da mão de Eric para os olhos do espanhol e depois voltaram a encarar Hermione – Em particular.


- Estou com visitas, Fred – Hermione falou após alguns segundos - Será que não podemos conversar outra hora?


- É realmente importante...


- Hermione – Eric falou claramente para interromper a conversa entre os dois – Precisamos servir mais algumas bebidas. Venha até a cozinha que eu te ajudo a pegar – e, sem esperar por uma resposta, puxou Hermione para fora da sala. – Você vai realmente dar outra chance para Fred? Ele está apenas brincando...


- Eu sei, eu sei... Na minha cabeça tudo parecia bem mais fácil! – ela passou a mão nervosamente pelos cabelos.


Fred ficou parado vendo Eric puxa-la de si. Aquilo não ficaria assim. Foi até a cozinha, onde conversaria com Hermione nem que precisasse realizar algum feitiço para tirar o espanhol fingidor do seu caminho. Assim que entrou na cozinha viu que os dois conversavam. Tudo pareceu acontecer num outro ritmo. Seu olhar encontrou o de Eric, que puxou Hermione para perto. Uma mão na cintura e outra na nuca. Então, Fred sentiu que seu coração rasgava ao ver os lábios de Hermione retribuírem o beijo que Eric começara.


Suas mãos foram automaticamente para a varinha e um feitiço fez com que Eric se chocasse contra a parede.


- Fred! – irritado ele voltou para a sala que estava em silêncio ao ouvir o barulho que veio da cozinha. Hermione estava atrás dele – Quem você pensa que é para enfeitiçar alguém dessa maneira?


- Ele... ele... – Fred nem conseguia dizer as palavras. Eles não se importavam com os outros.


- Você me azarou! – Eric apareceu com sua varinha em punho.


- Parem os dois! Fred, você não tinha esse direito. Vá embora!


- Não até você me ouvir, Hermione!


- Não tenho nada para ouvir! Não estamos juntos! Não sou sua namorada!


- Você não entende? Eric está apenas te usando! Faz parte do plano! – Fred falou sem medir as palavras.


- Do que esta falando, Fred? Eu te contei que ele começou a morar aqui apenas como parte um jogo idiota!


- Não é isso, Hermione! Gina e ele combinaram dele te seduzir! – Hermione olhou para a amiga que desviou os olhos e encarou o chão. Então, olhou para Eric.


- Desculpe, querida... Mas foi apenas um combinado com Gina... – Eric falou abaixando a varinha.


- Plano? Do que estão falando? – Ron perguntou aproximando-se da irmã.


- Então você não sente nada por mim? Foi tudo... um combinado?


- Você é uma pessoa maravilhosa, mas... não é meu tipo...


Hermione encarou o chão tentando esconder as lágrimas. Sentiu Fred tocar sua mão, mas afastou-se do toque dele.


- Não faça isso... Não foi um jogo para mim, Hermione – o ruivo falou tentando mais uma vez aproximar-se. Só que ela afastou-se ainda mais.


- Foi sim, Fred. Eu sei o que realmente pensa de mim.


- Não, você não sabe – ele voltou a afirmar. Hermione deu alguns passos em direção à porta.


- Sim, eu sei, Frederick... Meses atrás, na véspera do aniversário de Victoire eu, sem querer, ouvi uma conversa entre você, George e Lee.


Trecho do capítulo 01


- E quanto a Hermione? – os gêmeos pararam de rir diante da pergunta de Jordan. Fez-se silêncio. Do outro lado, Hermione apurou seus ouvidos. Foi Fred quem começou falar.


- Você está brincando, não é? Hermione? Ela ficou brava quando meu irmão constatou que ela era uma garota no quarto ano, mas vamos combinar que ela não colabora. Não tem corpo de uma garota comum. Aposto que é virgem, é sem graça, só sabe andar com seus livros para cima e para baixo. O beijo deve espantar até os dementadores... Quem ela teve depois de Krum? Rony?


- Bom... sei que ela teve algo com o Malfoy – disse Lee aparentemente sem graça.


- Hermione? – Fred tornou a perguntar e eles começaram a rir.


Ron tentou golpear Fred, mas Harry impediu. O ruivo segurou Hermione e disse, num tom de súplica:


- Eu posso explicar – ela voltou a puxar o braço e abriu a porta do seu apartamento. Estancou ao ver quem estava na porta. Gina murmurou, mas o silêncio era tão grande que todos puderam ouvir:


- Merda...


Hermione olhou para o loiro que observava a cena inusitada em sua frente, depois encarou Hermione e viu que ela tinha os olhos marejados.


- Apenas me tire daqui. Por favor – ele olhou para o apartamento e viu que um dos gêmeos Weasley estava mais próximo. Encarou-o com raiva. Enlaçou Hermione pela cintura e aparatou dali.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 9

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Scarlettem em 24/07/2011

AAAH EU TE AMO POR FAZER ESSA FIC!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Melissa Resende em 23/07/2011

leitora nova morrenod aqui! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH MALFOY AH CARALHO AMEI AMEI AMEI DEI UM GRITÃO AQUI AN FRENTE DO PC!!  MEEU TO MORRENDO AQUI VC É DEZ OTIMO TRABALHO PARABÉNS! PRECISO DE CAPITULOS NOVOS LOOOOGO! AAAAAAH MEW VC É DEMAIS!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tonks Fenix em 22/07/2011

Que entrada triunfal essa do Draco, hein! Só faltou o cavalo branco... apesar de achar q aki ele está longe de ser o príncipe da Mione... espero que ele não atrapalhe tanto o Fred e as coisas se acertem... como esses dois são cabeça-dura... Ódio à esse Eric, estava gostando dele, e ele me apronta uma dessas? absurdo!

Esperando mais amore!

P.S.: sumi de msn mesmo, tentando estudar... rsrs Bjinhus!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por May Evans em 22/07/2011

KKK, pois é, vou aproveitar enquanto seu momento Fremione tá em altaaa rs.

Caraaaaaa, quero matar o Eric e o Draco. O Eric porque enganou todo mundo e o Draco pq sumiu com a Hermione.. Logo agora que o Fred ia explicar.. AAAAh, quantas confusões, rs. Mas não posso dizer que nao estou gostando kkk.

Ah, espero que vc aproveitee pra valer a sua viagem e volte cheia de ideias!

Obrigada por ter postado tão rápido e se importar tanto conosco, os leitores *-*! Um beijinho, floooooorr

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Joane Snape em 22/07/2011

Por que toda vez alguem leva a Hermione do Fred?

Mas que Merda tadinho dele!

Amei o capitulo!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por jessica salicio da silva em 22/07/2011

Simplesmente morri. Cara o Draco aparece do nada, AMEI. Isso mesmo, some Erick. O que vai acontecer ? To emaluquecendo de novo. Mas o Fred ja ta arrependido e de qualquer jeito ele acabou com o aniversario dela. Ela vai ficar puta com a Gina, nada mais justo, um ator e ele ainda diz que ela não era o tipo dele. Qual é? ela é gata e é a hermione. 
O Fred vai até a mansão Malfoy atras dela? POSTA, TO ANSIOSA DE NOVO !

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mrs. Mari Oldman em 22/07/2011

Mas não é o meu tipo foi foda.

Nossa... que saudade que eu tava dessa fic! Adorei os dois últimos capítulos, esse terminou tão dramático! Estou ansiosa de novo!

Boa viagem! Curta bastante! Super beijo!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Elisa Carvalho em 21/07/2011

Sua fanfic é muito linda mesmo!! Vc me fez ficar viciada em Fremione. O capítulo está ótimo e ficou melhor ainda por vc ter diminuido os palavrões. Vocês escreve muitíssimo bem. Bjs e muita inspiração!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por May Evans em 21/07/2011

O Fred deve estar ficando maluco com esse sumiço da Hermione! Mas fazer o que, nao cansa de fazer merdinha ne... ¬¬'
Ah Flor, imagino como vc deve estar sem tempo! Escrever ja consome, imagina uma Long! Mas fico feliz que vc esteja dando um jeitinho de escrever mais capitulos pra gente kkk. So lembra que se precisar de um tempinho pode pegar! Não quero vc arrancando os cabelos de exaustão rs.

Sim, são realmente difíceis! Também acompanho em inglês, mas as vezes me canso porque perco algumas coisas pelas gírias e tudo mais. Sorte que tenho você kkk.

Esperando ansiosamente pelo resto do cap! Um beijo, flooor :*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2021
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.