FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. Honey Moon.


Fic: Eu sou seu destino - Tiago&Lílian. - Concluida.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Lílian.


Os lábios do Tiago tinham um gosto adocicado e eram macios de uma forma tentadora, ter aqueles lábios se movendo lentamente contra os meus era enlouquecedor, eu sentia o ar quente que saia da sua respiração entrecortada atingir o meu rosto e o seu hálito fresco tinha ao final um leve aroma de cerveja amanteigada que conseguiu deixar o seu cheiro ainda mais inebriante.


Enquanto ele me beijava eu cuidadosamente abria os botões da sua camisa, e quando já estavam todos abertos eu me permiti passar as minhas mãos pelo seu peito forte e seu abdômen trincado, o corpo do Tiago era a minha perdição, eu nem sei dizer ao certo se ele realmente é assim tão perfeito aos olhos de todos, mas aos meus olhos ele era um Deus grego; arranquei a sua camisa por completo e a joguei em algum lugar e então levantei um pouco o meu corpo na cama e o abracei, seu corpo estava maravilhosamente quente, eu passei levemente as minhas unhas nas suas costas e senti ele estremecer nos meus braços, depois sorriu em meus lábios fazendo com que meu coração perdesse uma batida.


- Você tem ideia de quanto tempo eu esperei por isso? – Ele sussurrou em meus lábios, ainda com os olhos fechados.


- Com o que? – Eu quis saber.


- Com o dia que você seria minha mulher – ele abriu os olhos e me fitou. – Eu sei que tecnicamente você já era, pode não parecer mais eu sou um pouco tradicional, e eu confesso que às vezes me dava medo de você perceber que era muito para mim e resolvesse ir embora. Não que isso não possa acontecer ainda, mas sei lá, o casamento me deu mais segurança.


- Se você não fosse tão lindo, eu diria que a sua insegurança me ofende, mais que isso, ela ofende o imenso amor que eu tenho por você, eu te amo Tiago Potter, e esse amor só aumenta a cada dia, eu nunca irei embora, enquanto você existir e me quiser eu estarei aqui.


- Eu vou te querer pelo resto dos meus dias. – Ele disse suspirando – Eu também te amo Lílian Potter.


Eu sorri, eu era oficialmente a Sra. Potter.


Seus olhos castanhos esverdeados fitaram os meus e eu paralisei, sempre que ele me olhava com muita intensidade eu perdia as forças – Para Sempre – Ele sussurrou vindo me beijar.


 


Tiago.


Eu estava em ecstasy, quase não podia acreditar que a Lílian era minha esposa, ela enfim me pertencia, por mais que ela diga que sempre me amou eu via de uma forma diferente, eu sim sempre a amei, desde o primeiro momento em que a vi, desde o primeiro sorriso, eu falava para os outros que não, mas diferente dela eu nunca menti para mim mesmo, eu sempre soube que era amor... Enquanto eu a beijava e sentia o gosto doce dos seus lábios eu me lembrava do tanto que insisti, do quanto eu batalhei por aquele amor. Um a um eu fui abrindo os redondos botões que havia atrás do vestido da Lílian, era um vestido lindo, mas tinha botões demais, ela sorvia meus lábios com desejo e explorava cada parte dos meus braços, costas, peito e abdômen com a ponta dos dedos, ela me desejava, ela me queria e sentir esse desejo dela à flor da pele de deixava louco.


Puxei o vestido para baixo lentamente e tomei cuidado para não jogar ele com muita força para trás, depois me permiti contemplá-la, ela estava com o corpo levemente erguido apoiando o peso nos cotovelos, seu rosto estava muito corado, os lábios ligeiramente inchados, alguns fios de cabelos flamejantes colados no suor do rosto, sua respiração estava rápida fazendo com que seu peito subisse e descesse num ritmo frenético, ela usava uma calcinha minúscula de seda e renda totalmente transparente e nos pés ainda tinha uma sandália branca de salto fino. E eu perdi o pouco de razão que ainda tinha.


Eu sentei na cama e a puxei para o meu colo, me lembro de ter sussurrado o nome dela assim que nossos corpos se encontraram, quando ela sentou no meu colo foi como se nossos corpos tivessem se encaixado, ela era a minha medida perfeita, cabia impecavelmente em meus braços. Eu coloquei a mão esquerda na sua cintura e com a direita libertei o seu pescoço dos seus cabelos, depois encostei minha boca em seu pescoço sentindo a sua veia pulsar em meus lábios, a mediada que eu subia minhas mãos pelo corpo dela sua veia pulsava mais rápido, eu podia sentir seu coração - bombeando sangue freneticamente - em meio peito. Eu contornei com as mãos os seus seios enquanto sugava a pele macia do seu pescoço, eu podia sentir a impaciência tomando conta do corpo dela, ela queria que eu a tocasse. Eu acariciei seus ombros, seus braços, a lateral da sua barriga e novamente subi minhas mãos contornando os seus seios lentamente, ela sorriu e pegou minha mão com força, depois a colocou em seu seio, fazendo a mesma coisa com a outra mão. Aí eu não vi mais nada.


Lílian.


Tiago invadiu minha boca com a sua língua enquanto acariciava meus seios, num movimento rápido jogou o peso do seu corpo para frente fazendo com que eu deitasse na cama, ele subiu suas mãos pelos meus braços até achar as minhas mãos e as entrelaçou enquanto aprofundava ainda mais o nosso beijo e forçava a sua ereção no meio da minha perna, ele descolou seus lábios dos meus e foi descendo o seu beijo me fazendo sentir arrepios pelo corpo, eu apertei suas mãos e gemi de prazer quando ele encostou a boca nos meus seios. Ele os sugou de uma forma que eu achei que fosse ficar louca, desentrelacei uma das minhas mãos da dele e levei para dentro da sua calça, seu pênis estava duro feito aço, quase a metade para fora da cueca, rapidamente eu abri a sua calça e soltando a minha outra mão das dele o despi por completo. Ver o Tiago excitado era uma visão do paraíso, seus olhos estreitados, suas bochechas coradas, seus cabelos bagunçados, seu corpo brilhando de suor e aquele monumento entre as pernas era demais para mim, eu espalmei minha mão em seu peito e o empurrei para trás, ele ajoelhou na cama sem entender nada, então eu disse para ele:


- Feche os olhos.


Ele sorriu a minha gargalhada favorita e fechou os seus olhos.


Sem fazer movimentos bruscos eu prendi meu cabelo para trás e depois sorvi o pênis dele com vontade, ouvi o Tiago soltar um palavrão assim que eu enfiei seu membro na minha boca, conforme eu o chupava eu o ouvia grunhir de prazer, a sensação de poder que aquele ato me dava era descomunal.


 


Tiago.


A Lílian estava a fim de me matar, eu não via outra explicação para ela tomar tanto a iniciativa como no dia de hoje, ela me deixava louco quando permitia que os instintos a dominasse, quando eu percebi o que ela estava fazendo eu fiquei alucinado, a minha sorte foi eu ter bebido bastante cerveja amanteigada naquela noite, senão eu não teria aguentado a primeira sugada da Lílian. Mas mesmo assim, estava muito difícil para eu me segurar.


- Princesa – disse tão baixo que ela não me escutou. – Princesa, é melhor você parar, não aguento mais – confessei dessa vez mais alto.


Ela parou e me olhou com um semblante de quem estava adorando me torturar e depois se deitou na cama. Ela não devia ter feito aquela cara.


Eu arranquei a sua última peça de roupa e me perdi na visão de Lílian completamente nua, eu já tinha levado muitas meninas para cama, mas nenhuma chegava aos pés da Lílian, a pele dela emanava uma energia única, um aroma enlouquecedor e a cada vez que nós fazíamos amor eu me apaixonava ainda mais. Lílian mordeu os lábios e eu podia ver a impaciência em seus olhos, então me deitei por cima dela sustentando todo o peso do meu corpo em meus braços e encostei nossas testas, Lílian afastou ainda mais as suas pernas, sua respiração ficou irregular de expectativa, sem colocar as mãos eu mexi os quadris até colocar meu pênis ao ponto de penetrá-la e depois a beijei.


Beijei-a com uma intensidade absurda, eu podia sentir meu coração martelando dentro do peito, eu queria me enterrar naquela mulher maravilhosa, eu precisava a sentir tremer em meus braços, mas mais do que eu ela desejava que eu a penetrasse urgente, ela movia seu quadril para baixo buscando satisfação, mas quando ela fazia esse movimento eu me afastava alguns centímetros, apenas para tortura-la como ela havia feito há minutos atrás comigo.


- Ah! Potter, por favor, isso é sacanagem! – Ela protestou em meus lábios.


Eu sorri do jeito dela, tão mulher e tão criança. A minha fraqueza sempre seria a Lílian me pedir qualquer coisa, eu sou incapaz de dizer não a ela!


Assim que eu comecei a penetrá-la eu a vi fechar os olhos e sorrir de um jeito que nem que eu vivesse cem anos eu seria capaz de esquecer.


Lílian.


O Tiago sabia me deixar louca, os músculos do braço saltados pela sustentação do seu corpo, suas estocadas rítmicas e seus palavrões baixos me faziam gozar muito rápido, durante toda a preliminar eu sentia meu sexo se contrair em protesto, desejando ser preenchido e o Tiago me preenchia completamente, quando ele finalmente dava ao meu corpo o que ele tanto queria era como se me dessem um copo d’agua depois de eu ter ficado dois dias sem beber nada em baixo de um sol escaldante, a sensação era maravilhosa.


- Nossa princesa, mais já! – Ele disse sorrindo e eu podia sentir a exibição em sua voz, ele sabia que era bom.


Eu pude sentir que ele estava se segurando, pois depois disso ele segurou com as duas mãos na cabeceira da cama e me penetrou fundo, e eu não resisti pela segunda vez naquela noite, ele dizia muitas coisas desconexas enquanto gozava, mas eu sempre reconhecia meu nome em meio aos grunhidos, eu também dizia o nome dele.


- Te amo Lily, te amo tanto que chega a doer no peito. – Ele disse aos arquejos.


Oh Merlin! Meus olhos se encheram de lágrimas, não era tristeza, era um sentimento muito forte que chegava a sufocar, não cabia dentro de mim e transbordava em forma de lágrimas.


- Eu também te amo – Eu respondi em meio às lágrimas. – Obrigado por não ter desistido tão fácil, eu seria eternamente infeliz se não fosse sua!


Ele deitou ao meu lado e me abraçou, eu puxei o lençol para nos cobrir, entrelacei nossos dedos e fiquei prestando atenção na respiração do Tiago no meu pescoço voltar aos poucos ao normal.


- Você quer voltar para a festa? – Ele me questionou.


- Não. – respondi de pronto. – Já cumprimentamos todos, tiramos fotos, bebemos e dançamos, aqui está muito melhor.


A risada dele próximo ao meu ouvido me fez tremer.


- Estou certo que não há lugar no mundo melhor do que essa cama – ele me disse sorrindo – E pensar que todas as noites eu vou dormir assim, abraçadocom você – ele me apertou ainda mais contra ele ao dizer isso.


- Hoje é apenas o começo. – Pensei alto.


- O começo de uma vida extremamente feliz. – ele concluiu.


E foi assim, envolta em seus braços que eu nem sei quando eu dormi pela primeira vez na minha casa... Pela primeira vez como a Sra. Potter.


*


*


Tiago.


Eu acordei com uma claridade incomoda e quando abri meus olhos não pude deixar de sorrir largamente, algumas pessoas tinham o costume de acordar de bom humor, eu não era uma delas, mas acordar ao lado da Lilian era um motivo mais do que o suficiente para sorrir. Eu me inclinei até ela e beijei o seu rosto, ela nem se moveu, estava em um sono profundo, lembranças da noite passada inundaram a minha mente, depois me lembrei de ter acordado à noite por duas vezes com a Lílian me chamando em seus sonhos, fiz uma anotação mental para questioná-la o que ela tinha sonhado naquela noite. Levantei-me, fui até o nosso guarda-roupa e coloquei um short, depois desci até a cozinha. Confesso que me senti perdido no meio da cozinha sem saber o que fazer, nós não tínhamos nenhum elfo e eu não sabia onde estavam as coisas, a minha mãe junto com a mãe da Lílian que tinham arrumado a nossa casa. Fritei uns ovos e bacon, depois me lembrei de que a Lílian não gostava de comida pesada pela manhã, fui até a cesta de frutas que estava em cima da mesa e peguei uma maça, um kiwi, uma banana e alguns morangos, depois os piquei e coloquei em um copo pequeno, peguei o espremedor de laranjas e lhe fiz um suco, também peguei algumas torradas e passei geleia de morango que eu sabia que ela adorava. Coloquei tudo o que eu tinha feito em uma bandeja que me deu o maior trabalho para achar e subi novamente para o quarto. Quase que a bandeja caiu no chão quando eu olhei para a cama, a Lílian tinha se virado, o lençol estava caído no chão e seu corpo nu estava completamente à mostra. Respirei fundo e tentei conter a minha ereção, eu tinha que me acostumar com aquela visão, por mais tentadora e perfeita que ela fosse eu tinha que me acostumar com ela. Peguei o lençol e a cobri antes de sentar na cama, coloquei a bandeja em meus pés e beijei o seu pescoço, minhas mãos na sua cintura, mas a vontade de tocar todo o seu corpo estava beirando o insuportável.


Lílian sorriu ao acordar, ela estava radiante, se espreguiçou na cama e abriu os olhos lentamente, quando ela me olhou eu me perdi nos seus grandes olhos verde.


- Bom dia marido. – Ela disse sorridente.


- Bom dia Sra. Potter, te preparei um desjejum. – Eu respondi puxando a bandeja para o meu colo.


Sua face se iluminou, ela tinha gostado!


Lílian.


Depois de ter me proporcionado uma noite tão perfeita eu quem devia ter feito o café para ele, mas eu estava tão exausta – e ele nem parecia estar – que nem pensei nisso. Minhas frutas preferidas, suco e torradas com geleia, tudo que eu comia em Hogwarts pela manhã, até nisso ele prestava atenção. Tiago devorou um prato gigante de ovos e bacon fritos, talvez fosse daí que ele tirasse tanta energia! Enquanto ele descia para levar a bandeja de volta à cozinha, eu aproveitei para ir ao banheiro e escovar os dentes, depois olhei para o boxe do banheiro e não resisti a um banho. A água quente do chuveiro era como uma massagem relaxante, eu fiquei alguns minutos apenas sentindo a agua escorrer pelo meu corpo, levantei a cabeça e deixei a agua cair no meu rosto, mas quando eu abri os olhos eu dei um grito, alto e estridente. Ali dentro do boxe, em cima da parede tinha uma lagartixa.


O Tiago entrou no banheiro muito rápido com a sua varinha em punho, eu nem pensei antes de agir, pulei em seus braços em desespero, eu tinha pavor de lagartixa!


- Tudo isso por causa de uma lagartixa? – Ele disse cético em meio a um sorrisinho de escárnio.


Wingardium Leviosa – Ele disse fazendo com que a lagartixa flutuasse pelo vitrô para fora do banheiro.


Está bem, agora eu estava me sentindo ridícula, toda molhada agarrada ao Tiago que não conseguia parar de sorrir.


- Não teve graça! – Eu disse tentando parecer séria.


- Claro que teve princesa, você precisava ter ouvido o grito que você deu! – Ele me respondeu.


Eu sorri junto com ele, era inevitável, seu sorriso era contagiante. Ele me fitou ainda sorrindo e eu perdi o fio da meada, nem me lembrava mais por qual motivo estava sorrindo, ele também parou de sorrir e o clima entre nós tomou um outro rumo, num movimento tão rápido que eu nem percebi ele colou seus lábios nos meus e me beijou de uma forma urgente, de repente eu senti novamente a ducha quente de água nas minhas costas e eu pude ouvir o boxe se fechando, as mãos do Tiago deslizavam pelo meu corpo muito facilmente em contato com a agua, a impressão que eu tinha era que seu cheiro evaporava junto com a agua e me inundava de uma forma inebriante.


Desci minhas mãos pelas suas costas largas e ao chegar ao final percebi que ele estava vestido – era louco mesmo – rapidamente tirei o seu short e o libertei.


- Eu não resisto a você Lily – Ele sussurrou em meus lábios como quem estivesse se desculpando.


Eu sorri, eu realmente era uma bruxa de sorte. Seu beijo estava tão formidável que eu me perguntava se haveria um dia em que eu me cansaria disso, e a resposta veio imediatamente, Não! Eu entrelacei meus dedos em seus cabelos encharcados e impulsionei meu corpo para cima, rapidamente ele me ergueu pela coxa, depois lentamente foi me abaixando enquanto me penetrava. Aquela com certeza foi a penetração mais rápida que nós já tivemos, mas nem por isso deixou de ser excepcional. Ele era forte e sustentava o meu corpo enquanto se engolfava dentro de mim, ele apertava a minha bunda enquanto dava estocadas fortes e rápidas, eu gemia alto, ainda com a mão entrelaçada em seus cabelos, as pernas no ar entrelaçadas em suas costas, encostada sobre o azulejo frio do banheiro. Desta vez eu não disse, eu praticamente gritei o nome dele, tamanha a satisfação que ele me trouxe, logo após eu pude sentir jatos fortes e quentes e ouvir os grunhidos baixos do Tiago que agora estavam ficando mais audíveis, eu pude reconhecer entre as frases ininteligíveis o meu nome e uns dois palavrões!


Ainda enganchada nele e com a respiração aos arquejos eu o abracei, a agua caindo sobre as minha costas. Se eu soubesse que seria assim tão feliz teria casado com ele há anos atrás! Do nada eu me lembrei de um detalhe.


- Droga, esqueci de fazer o feitiço contraceptivo – Disse mais para mim mesma do que para ele.


Tiago arregalou os olhos.


- Está um pouco cedo para o Harry vir ao mundo. – Ele disse sorridente.


- Harry?


- Eu gosto desse nome!- Ele se justificou.


- E se tivermos uma menina? – Eu o questionei.


- Então você escolhe o nome!- Ele respondeu.


- Harry Potter... É soa bem – Eu disse por fim.


***************************

Gostaria de agradecer imensamente a Sah Espósito, Thai P, Chrys. Mirian Black, Vanessa Sueroz e Patrícia M Prongs por ter comentado o último capitulo que eu postei, vcs me dão animo para continuar escrevendo... então, a fic acabou neh, agora vai ter um dia qualquer na vida deles, não sei se vai ser o dia que a Lyli descobre que está grávida, ou o nascimento do Harry, ou um dia comum de guerra... se vcs tiverem alguma sugestão me diga por favor! RS Vou agradecer novamente a Patrícia m Prongs e a Feh Black Potter que apesar de não ter comentado nesse capitulo sempre me apoiou! Adoro vcs viu. To triste que está no fim, eu ame escrever essa fic de verdade, meus imensos agradecimentos a todas que estão acompanhando, se vc nunca comentou comente agora para eu saber quem são as pessoas que estão acompanhando a minha história e se vc já comenta comente esse tbem rs, Bjus!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Thai P em 27/09/2011

oooieeeee parabens a fic ta ótima, maravilhosa, eu ainda acho que vc deve postar mtos capitulos ainda, da vida deles, quando a lyli descobre que ta gravida um pouco da gravidez, o nascimento do harry etc... inventa ai menina, não quero que acabee hehehe beijosss 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vanessa Sueroz em 25/09/2011

ahhhhhhhh a os dois são tãooooo lindos!! adorei o cap!!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mariazinhaencrenca em 25/09/2011

o dia que a Lyli descobre que está grávida e depois o nascimento do Harry, mas vai mostrando o dia-a-dia deles. A fic está 10

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Chrys em 25/09/2011

Maravilhosooooo o capítulo!!

Fiquei encantada!!

O próximo capítulo faz da Lily descobrindo que tah grávida!!!

Tenho certeza de que ficaria lindooo

Tiago vai ser papai!!

Bjo

E deixo aqui meus sentimentos por estar chegando ao fim =/

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.