FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

24. O Pedido.


Fic: Eu sou seu destino - Tiago&Lílian. - Concluida.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Aquela com certeza foi a noite mais longa da vida do Tiago, ele simplesmente não conseguiu dormir um só minuto a noite toda! Ele tinha muitos planos em mente e se imaginava executando todos esses planos e também as possíveis reações da Lílian... Foi assim a noite toda, porém ansioso como ele estava é claro que a maioria das reações da Lílian na sua imaginação eram ruins e quanto mais ele imaginava a Lílian lhe dando um fora, mais nervoso ele ficava. Ao amanhecer ele estava com uma dor de cabeça terrível e o estômago embrulhado, sem contar nas olheiras arroxeadas e profundas ao redor dos olhos.


- Credo! – Sirius exclamou ao olhar para o Tiago pela manhã.


- Estou tão ruim assim? – Tiago disse desolado.


- Não...  Se comparado a uma mandrágora! – Sirius respondeu sarcasticamente.


- Não zombe de um pobre e medroso apaixonado! – Tiago disse levantando-se e pegando sua escova de dente na cômoda.


- Um burro apaixonado, que não é capaz de confiar no próprio taco! – Sirius rebateu.


- Você não entende – Tiago disse num tom quase inaudível.


Sirius viu um lampejo de tristeza verdadeira nos olhos do Tiago e na mesma hora sentiu remorso pelas brincadeiras.


- O que exatamente eu não entendo? – Sirius perguntou.


- O que um “não” da Lílian vai significar na minha vida. – Tiago respondeu sem olhar para o amigo.


- Se ela não quiser se casar com você não será o fim do mundo! – Sirius concluiu.


- Do seu não, mas do meu vai! – Tiago disse entrando no banheiro e encerrando a conversa.


***


Lílian acordou atrasada, ela ficou até tarde da noite conversando com a Angélica que estava precisando desabafar, ela tinha ficado muito triste com o fim do seu relacionamento com o Sirius, mas depois do choque inicial ela começou a pensar em novas possibilidades fora de Hogwarts e já não estava mais tão deprimida.


- Pronta para descer e encarar o Sirius? – Lílian questionou para a amiga.


- Acho que sim! – Angélica respondeu um pouco insegura.


- Se você preferir podemos esperar eles entrarem para a aula.


- Não Líly, se não for hoje será amanhã ou depois... Melhor acabar com isso de uma vez!


Lílian sorriu orgulhosa com a coragem da amiga, ela mesma naquela situação estaria largada na cama chorando litros, ficar longe do Tiago era como ficar longe do que ela tinha de melhor dentro dela. Talvez a Angélica não ame o Sirius da mesma forma que eu amo o Tiago – Lílian pensou.


Lílian estava descendo as escadas junto com a Angélica quando avistou o Tiago sentado em uma das poltronas do salão comunal, era insano, mas seu coração ainda parecia querer saltar para fora do peito toda vez que ela o via inesperadamente.


- Não se preocupe comigo, eu estou bem – Angélica disse para Lílian antes de seguir em direção ao quadro da mulher gorda.


Lílian ficou olhando para a Angélica, ela não queria deixar a amiga sozinha, mas suas pernas se recusavam a caminhar na direção contrária ao Tiago.


Tiago andou até a Lílian e passou suas mãos pela cintura dela.


- O que houve princesa? Parece preocupada! – ele perguntou enquanto passava o polegar no meio das sobrancelhas franzidas dela.


- Não queria deixar a Angel sozinha! – ela respondeu.


- O Sirius não está no refeitório – Tiago disse dando um passinho à frente – Se é isso que te preocupa.


Lílian sorriu encostando a sua testa na testa do Tiago, ela fechou os olhos e deixou o olfato dominar todos os outros sentidos, o perfume da pele do Tiago, misturado com o aroma de menta do seu hálito era desesperadamente tentador, ele levou seus lábios para frente à procura dos lábios dela e quando seus lábios se encontraram ambos gemeram baixinho de satisfação. Lílian sentiu a mão do Tiago entrando por baixo dos seus cabelos e os dedos dele se entrelaçando nos mesmos no exato momento em que ele invadia sua boca com a língua, Lílian se esqueceu de tudo naquele momento, aquela reação ao beijo do Tiago foi uma das coisas que a fez se apaixonar por ele, pois ela era uma menina extremamente inteligente e racional, mas seu cérebro desligava quando o Tiago a tomava nos braços.


- Vou precisar sair hoje a tarde – Tiago comunicou a Lílian assim que descolou seus lábios dos dela.


Lílian demorou alguns segundos para assimilar o que ele disse por causa do efeito do beijo!


- Para onde? – ela disse intrigada.


- Minha mãe me mandou uma coruja dizendo que precisávamos conversar – ele mentiu.


- Ai meu Merlin! Será outra promessa? – Lílian disse apreensiva.


Tiago sentiu seu peito apertar só de se lembrar daquela bendita promessa que tanto o fez sofrer.


- Não meu amor, ela me disse que era algo bom! – Ele respondeu a abraçando e acalmando o seu coração.


***


Tiago já tinha conversado com o Prof° Dumbledore nas primeiras horas da manhã sobre suas intenções e o mesmo deixou que ele usasse a sua rede de Flu, então após se despedir da Lílian ele foi depressa para a lareira localizada na sala do Prof° Dumbledore jogou o pó prateado que já estava devidamente guardado ao lado da lareira e disse: - Mansão dos Potter. Tiago caiu no tapete da mansão causando um barulho tremendo, sua mãe correu para ver da onde vinha o estrondo e levou um baita susto ao ver o Tiago em casa.


- Por Merlin Tiago, o que faz aqui? – ela perguntou no mesmo momento em que ia de encontro ao filho de braços abertos para um abraço.


- Não é nada de ruim mãe, só estou precisando da sua ajuda. – ele a tranquilizou.


Tiago sentou com sua mãe na sala de estar e suas mãos suavam, ele nem sabia por onde começar, com certeza sua mãe lhe daria um sermão, que ele estava começando sua vida agora e que ele nem tinha um emprego e blá, blá, blá... Mas ele não tinha alternativa, talvez se seu pai fosse vivo essa tarefa seria menos árdua.


- E então meu filho, em que posso te ajudar? – A Sra.Potter perguntou incentivando seu filho a falar.


- Eu gostaria de saber se eu posso me apossar da herança que meu pai me deixou. – Tiago perguntou muito sem jeito para a mãe.


Ela não entendeu muito bem a pergunta, a família Potter sempre foi rica, com muitas posses, mas o Tiago nunca ligou para o dinheiro, pelo contrário, às vezes ela tinha a impressão que ele odiava ser tão rico.


- Claro que pode meu filho, todo o seu dinheiro está devidamente guardado em Gringotes desde que seu pai faleceu, sem contar os imóveis, mas para que você está querendo dinheiro? – ela quis saber.


Era agora! Ele não iria mentir para sua mãe, até porque, aquilo era o tipo de coisa que não se consegue esconder.


- É que eu estava pensando... Bem, eu nem sei se ela vai querer... Mas é que eu queria muito que ela quisesse, por isso vou tentar... PedirparamecasarcomaLílian.


Tiago disse a última parte tão rápido que a Sra.Potter mal conseguiu acompanhar.


- Como é meu filho? – ela questionou.


Tiago respirou profundamente.


- Vou pedir a Lílian em casamento!


Ela ficou olhando para o Tiago durante alguns segundos sem dizer nada, de repente seus olhos se encheram de lágrimas e ela não pode conter a emoção.


- Merlin, meu filho vai se casar! SE CASAR! – ela ficou eufórica se levantou e abraçou o filho com toda a força – Você já marcou a data?


Tiago riu alto, ele nunca imaginaria aquela reação da sua mãe.


- Não mãe – ele respondeu ainda sorrindo – Eu ainda nem fiz o pedido para ela.


- Espera aqui - ela disse do nada – Não se mova – ela disse e aparatou deixando o Tiago no vácuo sem entender nada.


Segundos se passaram até que ela voltou e disse:


- Está na nossa família a gerações – dito isso ela abriu a mão direita do Tiago e colocou um anel em sua palma – Dê para a Lílian!


O anel era o mais lindo que o Tiago já teve a oportunidade de ver na vida, certamente era de ouro devido ao peso, ele tinha brilhantes por toda a sua extensão e uma esmeralda solitária verde como os olhos da Lílian.


Tiago abraçou sua mãe com ternura, ele não tinha palavras para agradecer, aquele apoio da sua mãe estava sendo essencial para ele se sentir seguro em continuar com seu plano.


- E então, o dinheiro vai ser para o que exatamente? – A Sra. Potter questionou o filho.


- Quero comprar uma casa antes de fazer o pedido, quero ter algo para oferecer a ela. – Tiago disse se sentindo um idiota sem saber o por que.


- Muito nobre da sua parte filho – sua mãe elogiou – Temos uma casa que está desocupada há pouco tempo, é muito bonita, fica em Godric Hollow, você não quer ir até lá dar uma olhadinha?


Tiago fez que sim com a cabeça e no mesmo instante sua mãe segurou em seu braço e desaparatou para a tal casa, assim que o Tiago a viu, ainda do outro lado da rua ele sentiu que o destino estava conspirando a seu favor, para ele a casa era perfeita, era toda pintada num tom salmão que ele sabia que a Lílian adorava, era um sobrado no tamanho exato para os dois, o primeiro cômodo que se tinha acesso ao entrar na casa era a sala, era bem ampla e o Tiago pensou que a Lílian poderia colocar uma televisão ali para ela se distrair nas horas vagas – ela gostava dessa distração trouxa – passando a sala ele entrou na cozinha, não muito grande, mas no tamanho perfeito para se colocar o necessário já que as bruxas não necessitavam de tantos eletrodomésticos como os trouxas para cozinhar, e o Tiago sabia que por mais que a Lílian tivesse nascido trouxa ela era muito prática e adorava usar a magia no dia a dia; depois da cozinha tinha um outro cômodo que o Tiago já o imaginou como uma sala de estudos, com livros, escrivaninhas, penas e pergaminhos... A escada que levava para os cômodos do andar acima era toda de madeira em formato caracol e saia do canto da sala. No andar de cima tinha uma suíte enorme e ao ver aquele cômodo à imaginação do Tiago viajou, ele quase podia ver a cama no meio do quarto e a Lílian deitada sobre ela, foi a sua mãe quem o tirou dos seus devaneios para ver o resto da casa que era mais um quarto! O banheiro do andar de cima era exageradamente grande com uma banheira redonda no canto esquerdo.


- E então filho, o que você achou da casa?- Sra. Potter perguntou – Não se sinta pressionado a ficar com ela meu bem, temos outras casas, ou se você não gostar de nenhuma delas podemos comprar uma para você!


- Essa casa é perfeita mãe. – Tiago disse a abraçando. – Algo me diz que serei muito feliz aqui!


***


Lílian já estava ficando ansiosa para a chegada do Tiago, todos já tinham jantado, o salão comunal já começava a esvaziar e nem sinal dele, Lílian fingia que lia um livro, mas não tinha concentração para tanto, ela lia e relia a mesma frase diversas vezes, porém o seu cérebro não assimilava nada, foi assim ainda olhando para as palavras embaralhadas do livro que ela ouviu passos familiares se aproximando, parecia loucura, mas ela sabia o ritmo certo dos passos do Tiago naquele piso do salão comunal, eram passadas fortes que chegavam a estremecer o seu coração. Lílian levantou os olhos por sobre o livro, não para se certificar de que realmente era o Tiago, mas simplesmente para matar a vontade de ver o rosto dele.


Ele por sua vez tinha a felicidade estampada no rosto, tudo que ele imaginava estava dando certo, ele parou de pensar na resposta da Lílian – pelo menos por enquanto – e passou a pensar em como fazer do momento do pedido um momento único para ambos.


- Nossa Potter como você demorou – Lílian disse deixando o livro de lado e cruzando o braço no peito.


Tiago deu uma gargalhada que a Lílian não resistiu em sorrir junto, ela amava aquela risada dele!


- Desde quando eu voltei a ser o “Potter”? – Ele perguntou num tom de ironia.


- Desde que você me largou aqui sozinha o dia inteiro morrendo de curiosidade! – ela respondeu fazendo biquinho feito criança


- O que eu tenho que fazer para você me perdoar? – ele questionou puxando-a pela mão, fazendo ela se levantar da poltrona e ficar de frente para ele.


Lílian perdeu a linha de raciocínio, ela não conseguia pensar quando ele fazia movimentos tão rápidos.


- O que sua mãe queria? – ela perguntou tentando não olhar nos olhos dele, porque se o fizesse perderia a capacidade de pensar.


- Bobeira – ele respondeu agradecendo internamente da Lílian não estar olhando em seus olhos – Ela disse que se cansou da decoração da mansão e que gostaria de mudar, mas que ela já estava um pouco “velha” e que como aquela casa um dia será minha para eu ajudá-la a decorar alguns cômodos – Tiago disse sentindo o rosto corar um pouco pela mentira – Então ela me deu esses montes de amostras de tecidos e cores de tintas e catálogos de móveis para que eu a ajude – ele continuou, tirando vários catálogos de tudo quanto era tipo de dentro de uma mala – Agora imagine princesa, eu decorador! Por isso vim até aqui pedir encarecidamente que você, minha namorada linda me ajude... Decore esses cômodos do seu gosto e depois eu direi para minha mãe que eu ajudei!


Lílian pegou os catálogos de móveis das mãos de Tiago e folheou algumas páginas.


- Nossa, mas são móveis de pessoas ricas Tiago, não saberei escolher do gosto da sua mãe. – ela disse.


- Mas se fosse para escolher do gosto dela ela mesma o faria, ela quer uma decoração mais moderna – Tiago disse sorrindo – Se diverte um pouco fazendo isso, finge que você está decorando a sua própria casa – Ele sentiu seu coração dar um pulo no peito ao dizer isso.


- Parece divertido – Lílian disse por fim – Eu topo!


Tiago demonstrou mais felicidade do que deveria – Mais um plano absurdo que deu certo! – Ele rodopiou a Lílian em seus braços por toda a extensão do salão comunal beijando-a por fim. Lílian podia sentir que o Tiago estava diferente, mas não sabia precisar em quê ele estava diferente, ela podia jurar que havia ansiedade no beijo dele, como o primeiro beijo que eles trocaram, porém ela não quis perguntar nada, ela não queria parecer controladora, se fosse algo que ele quisesse compartilhar com ela já o teria feito!


***


Lílian passou o resto da semana decorando os cômodos que ela achava ser da Mansão dos Potter, ás vezes ela perguntava alguma coisa para o Tiago, tipo se ele gostava de um determinado tom de Lilás, ou se sua mãe era contra cores fortes na sala... Tiago se divertia absurdamente com toda essa situação, quando a sua mãe lhe deu a ideia ele achou insana, depois concordou, mas jamais imaginou que a Lílian ficaria tão entusiasmada com aquilo!


Era uma sexta-feira pela manhã quando a Lílian entregou todos os catálogos para o Tiago junto com o desenho dos cômodos todos decorados.


- Não é por nada não, mas a casa da sua mãe vai ficar linda – Lílian brincou com o Tiago.


- Você gostaria de morar em uma casa com essa decoração? – ele perguntou fingindo indiferença.


- Claro que sim, e quem não gostaria! – Lílian respondeu para o alívio do Tiago.


Tiago juntou todas as coisas que a Lílian lhe deu e correu para os correios de Hogwarts, queria enviar para a sua mãe o mais rápido possível, assim ela decoraria a casa mais rapidamente. Quando ele voltou o refeitório já estava lotado e havia um murmurinho no ar.


- É impressão minha ou as pessoas estão cochichando sobre algo? – Tiago perguntou para o Sirius.


- Nada passa despercebido por você hein! – Sirius brincou com o amigo.


- Você se lembra da Bianca? – Angélica perguntou.


Tiago fez um esforço mental e então se lembrou da menina magrela da sua sala.


- O que tem ela? – ele questionou.


- Ela vai se casar com o Brian! – Angélica respondeu num tom de censura.


- E o que isso tem de mais? – Tiago disse um pouco irritado.


- Tem que no mínimo ela está grávida não é Tiago, não seja inocente! – Angélica disse.


- E eles não podem simplesmente estarem se casando por amor? – A raiva fluía pelo corpo do Tiago agora.


- Na nossa idade Tiago, quem se casa por amor aos 18 anos? – Angélica rebateu não entendendo muito bem porque aquilo deixava Tiago tão enraivecido.


Lílian percebeu que o Tiago ficou mais abalado do que o normal com aquele assunto e se sentiu feliz por ter um namorado que não gostava de falar da vida dos outros pelas costas.


- Eu concordo com o Tiago gente, os motivos deles não importam, são eles que vão se casar, cada um que cuide da sua própria vida! – Lílian disse.


- Você também acha que na nossa idade ninguém se casa por amor? – ele perguntou para a Lílian num impulso.


-Eu não acho essa à idade certa para se casar, tem tantas coisas ainda pela frente para acontecer, mas sei lá, cada caso é um caso, não posso dizer o que se passa na cabeça deles entende, porque se ela realmente estiver grávida sem ter planejado ela já fez uma burrice, agora vai fazer outra para tentar consertar a primeira... Sei lá, não me parece certo! – Essa definitivamente não era a resposta que o Tiago esperava ouvir, não depois de mandar a sua mãe mobiliar toda a casa.


Ele se encolheu um pouco na cadeira, o sangue congelando dentro das veias, suas mãos tremiam um pouco e suavam bastante, ele tinha perdido toda a coragem que vinha adquirindo no decorrer desses dias e sua vontade era de sumir para sempre.


- Você ouviu o que eu disse? – Lílian perguntou passando a mão de fronte aos olhos do Tiago.


Tiago não queria responder, tinha medo de esboçar alguma reação indevida, na verdade ele queria gritar, estava se sentindo um idiota, um completo idiota!


- Ouvi sim Evans – Ele disse nem percebendo que a decepção o fez a chamar pelo sobrenome.


Tiago se levantou mecanicamente do refeitório e seguiu rumo a sua sala, a cabeça abaixada entregava o quanto ele estava triste aquela manhã.


- Não entendi nada! – Lílian disse para o Sirius enquanto via o Tiago se afastando.


***


Tiago se esforçou ao máximo para assistir todas as aulas da manhã, quase não acreditou quando finalmente o sinal tocou e ele se viu livre para pensar sem os professores falando na sua cabeça. Estava na hora do almoço, mas ele não queria almoçar, não sentia fome, seu estômago estava refletido o seu estado de espírito. Sem pensar muito no que estava fazendo ele foi caminhando para os jardins de Hogwarts, desanimadamente ele colocou as mãos no bolso enquanto caminhava e pode sentir o anel que sua mãe lhe dera em um dos bolsos, aquilo definitivamente contribuiu muito para piorar o seu estado!


O dia estava nublado e ventava muito, quando o Tiago saiu do castelo o vento embaraçou todo o seu cabelo para trás, mas ele nem se importou, continuou caminhando até próximo ao lago, talvez para jogar a aliança que estava em seu bolso bem no meio dele. Quanto mais próximo da água ele chegava, mais frio ficava o vento que açoitava o seu rosto, mas em nenhum momento ele pensou em voltar para dentro do castelo, a voz da Lílian dizendo que se casar naquela idade era uma burrice não saia da sua mente, de repente seu corpo ficou pesado demais para suas pernas e ele se sentou no gramado úmido bem próximo ao lago, e ali ele ficou sem nem perceber o tempo passar, inerte, sem pensar em nada, no peito um vazio enorme e na alma uma imensa vergonha de seus amigos e da sua mãe, como ele iria dizer para sua mãe que desistiu de pedir a Lílian em casamento, depois de todo o apoio que ela lhe deu? E o pior é que ele já tinha se afeiçoado a ideia do casamento, ele perdia horas do dia imaginado a sua vida de casado ao lado da Lílian!


As horas passaram e ele nem percebeu, escureceu sem que ele notasse, foi quando a voz do seu melhor amigo o fez sair daquele estado de torpor.


- Porra Tiago, estamos atrás de você tem mais de três horas, o que faz aqui nesse frio? – Sirius disse irritado e aliviado ao mesmo tempo.


- Nada, só estou aqui sentado. – Respondeu desanimado.


Sirius respirou forte, exasperado com o ânimo do Tiago.


- Você está sofrendo por antecedência, você nem falou com ela e já está prevendo o que ela vai responder. – Sirius disse tentando animar o amigo.


- A Lílian já me respondeu Sirius, sem eu nem ter perguntado! – Tiago disse baixando a cabeça.


- Na minha percepção isso é impossível, como alguém responde algo sem saber a pergunta? – Tiago escutou a voz da Lílian e sem olhar para o lado sentiu que ela sentava bem ao seu lado.


- Vou lá dentro avisar que te encontramos – Sirius disse voltando para o castelo.


- Posso saber o que você faz aqui? – Lílian perguntou para o Tiago.


Tiago não queria mentir para a Lílian, mas também não podia dizer a verdade, não queria dizer a verdade!


- Só estava precisando ficar um pouco sozinho – Respondeu levantando a cabeça e encarando o lago.


- Quer que eu vá embora? – Lílian perguntou preparando para se levantar.


Tiago se virou e encarou a Lílian nos olhos, ele nunca ia querer que ela fosse embora.


- Claro que não princesa, que pergunta! – Respondeu.


- O que eu te respondi Tiago? Sobre o que você estava falando com o Sirius quando eu cheguei? – Ela quis saber.


- Não foi nada Lily. – Tiago respondeu, a tristeza embargando a sua voz.


Lília se levantou, ela estava chateada com toda essa situação, ela não sabia que raio de resposta tinha dado, ou porque o Tiago estava tão estranho o dia todo.


- É uma pena que você não confie em mim o suficiente para contar, achei que antes de sermos namorados, nós fôssemos amigos! – Disse se afastando.


Tiago se levantou depressa e conteve a Lílian segurando-a pelo braço.


- Droga Lílian, você sabe que é minha amiga, mas é que isso foi uma besteira minha, e eu não queria falar mais sobre isso. – Tiago disse exaltado.


- Uma besteira que te fez permanecer por sete horas sentado em um jardim com um frio desses. – Lílian respondeu puxando seu braço das mãos firmes do Tiago. – Conta outra!


Tiago a observou ir andando para longe dele, a aliança dentro do seu bolso estava pesando uma tonelada e de repente ele a chamou de volta.


- LÍLIAN – Gritou.


Lílian sentiu seu coração gelar, ela estava andando o mais devagar possível, confiando que ele a chamaria de volta. Ela parou de andar e se virou cruzando os braços no peito.


Tiago não conseguiu deixar de sorrir, para ele a Lílian fazendo “birra” era a coisa mais linda do mundo.


Ele caminhou até onde ela estava, o frio que gelava a sua pele era brasa comparado ao frio que se alojou em seu estômago, sem pedir permissão a abraçou forte, deitando a sua cabeça no ombro dela, Lílian podia sentir o ritmo frenético do coração do Tiago e cada vez entendia menos toda aquela situação.


- Não sei por onde começar! – Tiago confidenciou.


- Você ia me fazer uma pergunta? – Lílian incentivou.


- Esse não é um bom começo. – Tiago disse tirando a cabeça do ombro dela para encará-la.


- O que eu disse que você tomou como resposta para essa tal pergunta?


- Ah princesa, assim fica difícil!  - Respondeu ainda com o olhar fixado nos olhos dela.


- Você pode confiar em mim para falar sobre qualquer coisa! – Lílian disse acariciando o rosto do Tiago com a ponta dos dedos.


Tiago fechou os olhos ao toque da Lílian, então ele respirou fundo e buscou dentro de si toda a sua coragem Grifinória.


- Você disse que se casar com a nossa idade é uma burrice! – Ele disse ainda com os olhos fechados.


- Eu não disse isso, eu disse que se casar com a nossa idade apenas porque está grávida é uma burrice! – Lílian respondeu – Mas o que isso tem a ver?


Tiago balançou a cabeça incrédulo, Lílian era a pessoa mais inteligente que ele conhecia e agora que ele precisava da inteligência dela, nada!


- Eu sei que eu tenho pouca idade, mas eu já curti o suficiente e eu não me imagino mais com nenhuma outra mulher que não seja você e eu também não consigo te imaginar sendo de outro homem, eu quero ficar com você pelo resto da minha vida, que eu não sei se vai ser longa ou curta, eu só sei que vai ser incrível se você aceitar... Se casar comigo. – As mãos do Tiago tremiam na cintura da Lílian esperando ela dizer algo.


O silêncio causava dor no peito do Tiago, mas a Lílian não fazia de propósito, ela simplesmente esqueceu como se fazia para pronunciar palavras, seu peito começou a doer e ela percebeu que prendia o ar nos pulmões, quando ela finalmente soltou o ar grossas lágrimas escaparam dos seus olhos.


Nesse momento o Tiago colocou a mão no bolso e tirou o solitário de esmeralda que sua mãe lhe dera.


- Minha avó deu para a minha mãe, que me deu, para eu te dar, isto é, se você aceitar se casar comigo – Dsse pegando a mão direita da Lílian – Não se sinta pressionada a fazer nada que você não queira, mas por favor me dá uma resposta.


- Eu também não sei se minha vida será longa ou curta, mas se for curta será bem vivida, ao lado do homem que eu amo. É claro que eu aceito me casar com você – Ela conseguiu dizer em meio ao choro.


Tiago colocou a aliança no dedo anelar da mão direita da Lílian e encostou seus lábios nos lábios trêmulos dela, o gosto salgado das lágrimas de alegria dela tinha um sabor especial para o Tiago, ele a puxou para junto de si colando seu corpo ao dela o máximo possível e beijando-a de uma forma avassaladora, ele extravasou no beijo todo o alívio e alegria que ele estava sentindo.


- Te amo – Sussurrou nos lábios dela, antes de voltar a sorvê-los com paixão.


Lílian ainda estava como num transe, ela não sabia ao certo se aquilo estava realmente acontecendo ou se tudo aquilo era fruto da sua imaginação.


- Melhor nós entrarmos, você está muito gelada. – Tiago disse ao secar algumas lágrimas do rosto da Lílian.


Lílian fez que sim com a cabeça e ambos caminharam para dentro do castelo que já estava com os castiçais apagados e o salão comunal estava praticamente vazio.


- Não quero ir dormir ainda. – Lílian disse para o Tiago.


Tiago se sentou em uma poltrona no salão comunal e puxou a Lílian para se sentar no meio das suas pernas, depois passou a desembaraçar os cabelos dela com os dedos.


- Você vai adorar a nossa casa – Tiago disse distraidamente para a Lílian que se virou abruptamente na poltrona e o encarou.


- Nós já temos uma casa? – Perguntou incrédula.


- Sim, e você até já fez a decoração dos cômodos.


- Não... – Lílian deu um silvo baixo de incredibilidade.


- Eu já disse que eu te amo? – Ela perguntou em tom de brincadeira.


- Hoje não! – Tiago respondeu fazendo uma cara triste.


Lílian sentou no colo do Tiago, com as pernas uma de cada lado da cintura dele e olhando em seus olhos disse:


- Eu amo você, e vou amar para sempre!


Tiago sentiu uma paz tomar conta do seu ser, aquele com certeza era o dia mais feliz da sua vida até agora.


Lílian deu um bocejo e seus olhos vacilaram, já era tarde e ela estava exausta, tinha procurado o Tiago a tarde toda.


- Deita aqui no meu colo Sra. Potter. – Tiago disse batendo no peito e abrindo os braços para a Lílian.


- Sra. Potter – ela repetiu enquanto se aninhava nos braços dele.


- Lílian Evans Potter – ele disse - ficou bonito não ficou?


- Mais que bonito, ficou perfeito! – Lílian disse satisfeita antes de se entregar para o sono.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Natti Black em 19/07/2011

awnn , eles sãao tãao lindinhos juntos *-* tem mais capitulos ou esta ja é o fim ???? ( espero que tenha mais espero que tenha mais )(yn) 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Flávia Lestrange Malfoy em 19/07/2011

Eles são lindos demais :D É o casal mais perfeito que existe.

Fiquei com dó do Tiago, ele adora sofrer por antecipação.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por amandaas2005 em 19/07/2011

Ahhh!!! Pena que está acabando!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.