FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Capítulo 3 [com música]


Fic: Bala Bombom


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Comentários respondidos... no início da página!

Miss Prongs: minha opinião é importante para você? Eu já sabia... |ri debilmente|
Cristiane Erlacher: vou continuar assim ^^
Alexandra Zabini: eu sou má... muahahahaha!
Sakura Li: realmente com um herói como aquele |se abana com um leque que surgiu do nada|
Gê Black: q comenti grande *-*! Tipo acho que a Bala Bombom não existe, mas para mim ela é uma bala de chocolate! Com um Sirius Lupin qualquer uma é tarada! =P
.Mari.Evans.Potter:quanto comenti de você! Sim os comentários deveriam ser coloridos, vamos fazer um abaixo assinado para o povinho do potterish! Eu tenho orkut... mas só pq todo mundo têm... eu te add, mas agora não pq eu tô em uma crise de preguicite aguda... tadinha da Lilz... tipo... eu tenho uma tara pelo tio Six, mas meio q o meu maroto perfeito num existe u.u... Sacas ele é uma mistura de todos os marotos, tirando o Peter... coitado... todo mundo odeia ele, acho... oo’


Capítulo III





Sirius corria o mais rápido que podia, espantando a si próprio ao descobrir o quão rápido conseguia correr. Nem ligou por não estar nos trajes apropriados para sair de Hogwarts, uma calça de pijama preto e uma havaina roxa, conseguida recentemente em sua última viajem pela América Latina.

Não demorou muito e Sirius já se adentrava na floresta, diminuindo a velocidade, porque correr lá e arriscar acordar centauros, acromântulas e outros animais certamente não é a coisa mais inteligente a se fazer.

Na gárgula em frente da sala da diretora...

- Qual é a senha? Qual é a senha? – dizia James andando de um lado para o outro desesperado

James ficava apreensivo, pois não lembrava a senha, chutava tudo que lhe vinha à mente.

- Sorvete de batata! (N/B: VIVA O SORVETEEEE)

- Pirulito de sangue!

- Nuga sangue nariz!

- Irmã!

- Raptada!

- Bolo de cenoura!

- Suco de amora!

- Tortinhas de abóbora!

- Abóbora rima com amora!

- Mousse de... de... rabanete! – disse James e a gárgula se abriu – Mousse de rabanete? – perguntou-se surpreso – Eca!

James subiu as escadas o mais rápido que podia, quase caindo duas vezes. Abriu a porta da sala bruscamente quase caindo.

- Se... Senhor Potter, o que aconteceu? – perguntou Minerva desesperada

- Filho? – perguntou Harry curioso, enquanto Gina já ia a direção de James.

- Filho, você está bem? – perguntou Gina – Está suado.

- Eu... ‘tô bem, mas a Li... – começou James

- Que tem a sua irmã? – perguntou Harry erguendo as sobrancelhas

- Não me diga que ela saiu da Ala Hospitalar no meio da noite! – disse Minerva

- Não... Ela... Foi raptada! – disse James fazendo pausas para respirar

- Quem a raptou? – perguntou Harry erguendo o tom de voz

- Uma mulher, acho... levou Lily em direção a floresta...

- Não pode ser ela, Harry. –disse Gina temerosa

- Mas deve ser. – disse Harry – Vamos!

- Eu vou junto, o Sirius foi atrás dela! – disse James

- Você deixou o Sirius ir atrás da sua irmã sozinho? – perguntou Gina

- Não tinha escolha ele insistiu, e disse para eu chamar vocês. – disse James

- Ele fez certo. – disse Harry

Harry, Gina, James e McGonagall saíram da sala praticamente correndo.

Na floresta...

- Cara, para onde eu tô indo? – perguntou-se Sirius

Tudo estava um completo breu, Sirius não enxergava nem uma palmo a sua frente, não se lembrava de já ter visto uma noite tão escura em Hogwarts... Já fora a Floresta Proibida à noite várias vezes, mas nenhuma parecia ser tão sombria como esta.

- Droga. – Sirius praguejou baixinho após ter batido o pé em algo

Ele já estava sujo, com alguns cortes no rosto, nos braços e nas costas, sem contar que rasgou a calça em um galho, realmente, ter o dedinho doendo era TUDO o que ele precisava.

Mais a frente...

- Que azar, o moleque filho do Potter e o filho do lobisomem me viram. – disse a mulher brava enquanto corria com Lily flutuando a sua frente.

Uow! Onde estou? Quem sou eu? Eu não estava na ala hospitalar?

Já sei!

A verdade é que eu nunca voei de vassoura, que a caça ao balaço nunca existiu e que o balaço nunca bateu na minha cabeça! Isso tudo foi um sonho! Just a dream!

Ow! Mas então, porque eu não estou no meu quartinho dormindo quentinha?

Estranho!

Agora que me toquei! Eu estou voando!

I believe I can fly! Opaaaaaaaaaaa!

Como eu estou voando? Eu não vôo. Quer dizer, não sem vassoura!

Será que eu morri? Y.Y

Tipo, será que eu virei um anjo?

Eu não posso ter morrido!

- Eu morriii. – falou Lily baixinho

- Não seja idiota. – disse a mulher

- Me põe no chão, sua... – começou Lily

- Você não está em posição de ameaçar-me garota! – gritou a mulher – Está sem varinha, está totalmente indefesa!

- Mierda... – disse Lily baixinho Quer dizer que a v*c* que me raptou, me tirou a varinha! #£*&§$%¢!

Muito atrás...

- Ainda não acredito que você veio com a gente! – disse Gina a James mostrando insatisfação enquanto se esgueirava por alguns arbustos

James sorriu amarelo. Gina não era tão protetora quando a sua avó, mas era uma mãe muito preocupada, sempre que tinha um filho na enfermaria ia para Hogwarts, caso não desse para ir a escola, sempre mandava uma caixa enorme de doces da Dedosdemel.

- Gina, o James já é maior de idade. – disse Harry defendendo James

- É. – disse James sorrindo vitorioso.

- Não parece, não faz nem três dias que recebi uma carta da McGonagall. – disse Gina emburrada

- É... é? – disse James olhando para Minerva – Seja lá o que tiver escrito na carta a culpa não foi minha, não importa o que a Minie tenha dito, não fui eu quem fez um feitiço para o armário de vassouras parecer um pântano, não foi. – disse James

Gina e Harry começaram a rir e McGonagall o olhou brava.

- Quer dizer que foi você quem deixou o armário naquele estado? – perguntou Minerva

- Não era disso que vocês estavam falando? – perguntou James confuso

- Não era de outra coisa. – disse Gina rindo ainda mais

- Eeer Gina... Jogou verde para colher maduro. – disse Harry

- Mãe! – replicou James

- Sr. Potter, depois conversaremos sobre o caso do armário. – disse Minerva

- Tá ok... – disse James afobado – Mas eu só queria saber do que diabos se tratava a carta!

- Falei da sua mãe sobre você e a srta. Wood. – disse Minerva se distraindo e quase dando de cara com uma árvore

- Tia Minie! – falou James indignado e McGonagall apenas riu.

James bufou inconformado.

- Por que você não contou pra mim que você estava namorando? – perguntou Gina enciumada

- Sei lá. – disse James sem graça

- Nós conhecemos a Gabrielle. – disse Harry sorrindo maroto

- Eu sei, mas sei lá... – disse James

- A Gina ainda não está conformada. – disse Harry para o filho

- Com o que? – perguntou James um tanto o quanto confuso

- É estranho pensar que meu filho ex - super galinha está namorando firme e nem me contou. – disse Gina – Só isso...

- Sei. – disseram James e Harry desconfiados

Mais para frente...

Sirius já perdera a conta de quantas vezes raspou o braço em árvores e de quantas vezes chutou pedras, raízes e uns bichinhos que faziam “ploft”.

Ele já estava ficando meio cansado, já tinha andado muito, se bobear estava quase chegando no fim da floresta.

Sirius parou um pouco, pois sentiu uma tontura. Fechou os olhos e respirou fundo, quando os abriu novamente tudo já havia se focalizado, e Sirius viu...

Sirius viu a silhueta de uma mulher mais a frente, começou a andar mais rápido para alcançar a mulher, mas tomava cuidado para não fazer nenhum barulho que pudesse denunciar sua presença.

Quando Sirius se aproximou mais, ouviu que Lily reclamava.

- Moça... Tipo... Eu não sei seu nome, mas sei lá... Eu não vou ter que ficar flutuando o tempo todo? – perguntou Lily

- Não. – disse a mulher seca

- Ah... Então acho que isso não significa que eu vá poder ir andando até onde nós vamos. – disse Lily

- Sua inteligência me surpreende. – disse a moça

- Impressiona a todos, honey. – disse Lily sentando-se e virando para mulher

Bizarro... Eu estou sentada no ar! Estou me sentindo a própria pessoa que esvazia tanto a mente, que flutua ^^ O que seria muitooooooooooo legal se eu não estivesse sendo raptada o.O

Sirius olhou a mulher e lhe lançou uma azaração, que infelizmente passou apenas de raspão fazendo apenas um corte.

- Ora... seu! – gritou a mulher virando-se e deixando Lily cair

Ai, ai! Doeu!

Mas quem se importa! O Sirius, o Siricutico, o Si, o Sissi, o Siriuszinho, o Six, o Sexy Six, o maroto Lupus veio me salvar! *-*

O Sirius é TÃO fofo!

- Vejam só, se não é o filho do lobisomem! – disse a moça

Sirius arregalou os olhos, como aquela mulher sabia sobre seu pai?

A mulher ria cinicamente, o que lhe deu mais tempo para analisá-la.

Reparou bem nas roupas, não podia ser quem pensava, definitivamente não podia ser, mas era... Era ela. A mulher mais odiada do mundo bruxo.

- Bellatrix Leastrange! – disse Sirius

- E cinqüenta pontos para Grifinória! – ironizou Bellatrix batendo palmas

- Mas como? – Sirius perguntou

- Incrível, não? – disse Bellatrix – Azkaban continua a ter as mesmas falha do que há 20 anos, menos explícitas, claro, mas ainda assim... As mesmas.

- Quer dizer que você é a FDP que matou o padrinho do meu pai? – perguntou Lily chocada

- Ora sua... me chamando de FDP! – disse Bellatrix – Petrificus Totalus!

O feitiço acertou em cheio uma Lily desprevenida, o que deixou Sirius mais nervoso ainda.

- Everte Statum! – gritou Sirius

- Não passou nem perto. – disse Bellatrix – Você já é maior de idade, use feitiços de gente grande tipo... Crucio!

Sirius por pouco não foi acertado pelo feitiço de Bellatrix.

- Os 18 anos em Azkaban não lhe fizeram bem para visão não é? – perguntou Sirius irônico

- Veritas! – gritou Bellatrix

- Aaaaaaaaaaaaaaa! – gritou Sirius caindo de joelhos

- Vê se aprende! – disse Bellatrix cínica – Crucio!

Sirius desviou do feitiço rolando o corpo para à esquerda e depois levantou-se com dificuldade

- Expelliarmus! – gritou Sirius atingindo Bellatrix – Aprendi?

- Garanto que não. – disse Bellatrix – Lacarnun Inflammare!

- Impedimenta! – disse Sirius – Tsc, tsc... Será que não lhe ensinei nada, titia? – perguntou Sirius – Relaskio!

- Acho que precisa de óculos! Crucio! – disse Bellatrix

- Minha visão é boa! Expelliarmus! – gritou Sirius

O feitiço acertou Bellatrix e a desarmou, mas esta recuperou rapidamente a varinha.

- O que lha falta... – disse Bellatrix um pouco ofegante – É agilidade!

Que lindo ¬¬ O Sirius lutando com a tia psico dele e eu aqui paralisada. Parabéns Lily, tinha que ser grifinória, corajosa mesmo sem varinha. Cadê o bom senso?

- Crucio! – gritou Bellatrix

Sirius tentou desviar do feitiço jogando se para à direita, mas este lhe acertou a perna.

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! O Sirius! Quem aquela %¢#²@!’£$¨¬&*§ pensa que é?

Sirius sentia dor, mas não gritava, sentia seus ossos encostarem um nos outros e isso lhe causava muita dor. Teve um momento em que a dor era tanta que ele não agüentava mais e começou a rir.

O riso do Sirius certamente não era algo normal, era um riso estérico causado pela dor agonizante que ele sentia.

- Não ria idiota! – mandou Bellatrix

Xiiiiiiiii... O Sirius pirou O.O

- Crucio! – gritou Bellatrix desfazendo o feitiço

Sirius parou de rir, com muita dificuldade se levantou.

- Alarte Ascendare! – gritou Sirius

Bellatrix que fora pega desprevenida foi jogada para cima e caiu batendo violentamente no chão e desmaiando.

Sirius foi cambaleante até onde Lily se encontrava ainda paralisada, abaixou-se e desfez o feitiço.

- Você está bem? – perguntou Sirius preocupado tentando sorrir

- Eu tô. – disse Lily – Mas quem devia fazer essa perguntou sou eu... Então, você está bem?

- Mais tonto que o normal... – disse Sirius sorrindo – Mas não importa, eu estou bem quando você está bem...

Será que isso foi uma indireta? Tomara que tenha sido uma indireta, tomara, tomara, tomara... Tipo... Tem que ser uma indireta, você não tá sacando o desespero da garota aqui

- Vamos? – perguntou Sirius se levantando e oferecendo a mão para Lily

- Uhum. – disse ela aceitando

Sirius e Lily estavam quase indo embora (eles esqueceram totalmente a Bellatrix ^^), quando Sirius parou subitamente. Era agora ou nunca.

- Lily... – chamou ele

- Sim?

- Sabe é que... é que... – disse Sirius – Eu descobri que eu...

- Descobriu que... – disse Lily incentivando

- Queugosmassoa. – disse Sirius rápido

- Quê? – perguntou Lily sem entender nada

- Descobri que eu... – disse Sirius pausando para respirar fundo – Gosto de uma pessoa.

- Eu já sabia. – disse Lily de cabeça baixa Maldita seja aquela que o Sirius gosta, e o pior que ele nem sabe que ela é O.O

- Já sabia? – perguntou Sirius confuso – Como? Por que você não falou nada?

- O que eu poderia falar? – perguntou Lily com a cabeça baixa – Pare de gostar de uma menina que você nem sabe quem é?

- Am? – perguntou Sirius confuso

- Você não gosta de uma menina que você nem sabe quem é? – perguntou Lily

- Aaaaaaaah... – disse Sirius compreendendo – Eu não sabia quem ela era até hoje. – disse Sirius

- Hum. – disse Lily tentando não mostrar ciúme – E quem é a felizarda?

- Você. – disse Sirius baixo, mas o suficientemente alto para Lily ouvir

- E-e-eu? – perguntou Lily com os olhos brilhando

- Mas por que eu? – perguntou Lily – Não que eu não tenha gostado, mas é que eu não entendo...

- Teve um dia... – disse Sirius se aproximando e pegando a mão de Lily – Eu estava perto do lago e ouvi a voz de uma menina cantando... Não sabia quem ela era, mas me apaixonei.

- Co-como você pode ter certeza que era eu? – perguntou Lily

- Tenho certeza, porque meus sonhos não mentem para mim. – disse Sirius beijando a mão de Lily

Sirius segurou a mão de Lily e a puxou para mais perto, sua respiração como a dela havia acelerado, suas testas estavam coladas e ele já sentia a respiração quente de Lily em seu rosto.

- Lily você tá bem? – perguntou Harry chegando na clareira onde estavam Sirius, Lily e Bellatrix

Sirius e Lily limitaram-se a sorrir um para o outro e rir levemente, afinal a história deles era diferente e por isso era perfeita.

...são simplesmente perfeitas.


N/B: QUE PERFEITOOOOOOOOOOOOOOO! Simplismente lindooo! *-* Laura, não pode acabar aquiiiii! NÃoooooooooooooooo! *beta louquinha da silva*

N/A: oiiiiiiiiiiii!
O que acharam do cap?
Quero comentários enormes ok?
Mas agora é sério gente... Agradeço a todo mundo que leu essa fic... Eu não acreditava que ela teria muitos leitores e nada... mas... ela teve mais leitores do que eu esperava *-*
Pois é...
A fic acabou... (ou será que não?)

Como eu vi alguns pedidos de mais caps... Eu num sei se continuo com mais alguns caps... mas o negócio é assim... eu só vou continuar se eu tiver muitos comentários, mas nada de coisa sem sentido... eu quero comentário que digam o pq de vc gostar da fic, seu personagem favorito e talz... Se eu tiver argumentos convincentes eu continuo... E claro q eu vou querer idéias para o que pode haver na continuação... como por exemplo o tempo q vcs querem q a continuação aconteça (ex.: férias, pós Hoggy)... shippers que vocês querem que tenham destaque e talz...

Beijos,
Até a resposta dos comentários...
Miss Laura Padfoot oO

Será que teremos continuação?
isso dependerá unicamente e exclusivamente de vocês ;)

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.