FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Epilogo


Fic: Magia e sedução ... Completo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Eu fiquei olhando o meu reflexo no espelho enquanto Luna tentava fechar o zíper do meu vestido. Já estava ficando sem ar de tanto que ela me apertava e não estava adiantando muita coisa.


- Esquece Luna – pedi enquanto me afastava dele – Esse vestido nunca vai fechar. Eu desisto.


- Mas o vestido vai ter que dar – começou a me seguir pelo quarto – Como você pretende se casar? Só de calcinha e sutiã?


- Não vai mais ter casamento – comecei a gritar desesperada – Já estava começando a achar toda essa história uma loucura. Podemos esperar um pouco mais.


- Acho melhor eu chamar a sua mãe aqui – suspirou pesadamente enquanto colocava a mão na maçaneta.


- Por favor Luna, não – pedi – Podemos dar um jeito isso somente nós duas. Não estou precisando de um longo discurso da minha mãe nesse momento.


- Então me dê o vestido aqui – disse – Vou aumentá-lo com mágica em um instante.


Já faz três anos desde que contei a Harry que era uma feiticeira e tudo esta as mil maravilhas desde então.


Assim que ele terminou o último ano do colégio foi estudar em Yale e eu ainda fiquei mais um ano estudando em Little Whinging High School (esse, sem dúvida, foi o ano mais longo da minha vida). Quando eu me formei, Harry já tinha comprado uma casa perto da universidade para que morássemos juntos.


Mas, eu acabei me descuidando e engravidei. Apesar de assustada, fiquei muito feliz quando peguei o resultado nas minhas mãos. No momento em que contei para o namorado a novidade ele me pediu em casamento. Não que nossos pais fossem nos obrigar a isso, mas achou que a essa era a coisa certa a fazer.


Agora eu estou aqui, a poucas horas de me tornar a senhora Potter. E não poderia esta mais nervosa.


- Você não acha que poderia usar uma mágica para me fazer emagrecer em vez alargar o vestido? - sugeri enquanto me olhava no espelho – Eu estou tão gorda. E olha que só estou com dois meses, imagina quando estiver com nove.


- Deixa de bobagem Mione, você não esta gorda – revirou os olhos enquanto me entregava o vestido – Isso acontece com qualquer grávida.


Eu coloquei o vestido novamente. Agora estava perfeito.


- Senta aqui que eu vou te maquiar – me fez sentar em um banquinho enquanto abria o estojo de maquiagem – Eu estou tão feliz por você ter me convidado para ser uma das suas madrinhas de casamento.


- Foi o acordo que eu e Harry fizemos – expliquei – Eu chamaria você a Gina para serem as madrinhas e ele chamaria o Rony, melhor amigo dele e o Herny, irmão dele, para serem os padrinhos.


- Esse Rony que vai fazer par comigo, não é mesmo – balancei a cabeça afirmativamente – Acho que eu ainda não o vi.


- Era ele quem estava sentado do seu lado ontem no jantar – lembrei – E o Herny era o que estava sentado do lado do Harry.


- Até que ele é um gatinho – vi que minha prima estava dando um sorriso malicioso – E acho que a Gina não tirou os olhos do Herny a noite toda.


- Nunca imaginei que a Gina pudesse se apaixonar por um humano – fiz uma careta – Isso não é a cara dela.


Nós duas começamos a rir.


Luna terminou de me maquiar em silêncio.


Eu já estava ficando impaciente quando Gina abriu a porta do quarto em que estávamos.


- Todos os convidados já estão aqui – avisou Só estão esperando por você.


- Nós já estamos indo! - Luna avisou para a irmã.


Logo saímos e fomos para o andar debaixo da casa. Meu pai estava esperando no pé da escada.


- Mi! - deu um beijo no topo da minha cabeça – Você esta linda. Ainda não acredito que a minha menininha vai se casar.


- Por favor, pai – pedi já sentindo algumas lágrimas se formando no canto do meu olho – Não quero começar a chorar agora, vai estragar toda a minha maquiagem.


- Vou avisar que você está pronta para entrar – minha prima foi pulando em direção a porta.


Assim que a marcha nupcial começou a tocar, eu sai andando de braços dados com o meu pai.


O jardim na casa dos Potter estava totalmente arrumado. O local aonde os convidados estavam sentados estava todo decorado com flores e laços brancos. Um pouco mais do lado estava a parte em que ia acontecer a festa, com a decoração um pouco semelhante. E, por último, estava o altar, bem na minha frente, tudo que eu podia ver era Harry sorrindo para mim.


- Cuida bem dela – meu pai pediu assim que chegamos na frente do meu futuro marido.


- Sempre! - ele disse concordando com a cabeça – Vou cuidar muito bem dela, para sempre.


A cerimônia ocorreu perfeitamente. Muitas pessoas estavam chorando e eu era que mais derramou lágrimas.


No final, todos foram para recepção. Eu e Harry tivemos que tirar várias fotos, já estava cega com tantos fleches.


- Eu só preciso sentar um pouco – pedi enquanto me sentava em uma das várias cadeiras vazia do local.


- Como queira senhora Potter! - sorri levemente enquanto ele se sentava ao meu lado, ainda não tinha me acostumado com isso.


- Meus pés estão doendo de tanto ficar em pé! - reclamei.


- Eu posso fazer uma massagem se quiser? - ele pegou um dos meus pés, retirou o sapato e começou a passar os dedos lentamente.


- Não precisa amor! - garanti – Só preciso ficar um pouco sentada e já vou me sentir bem melhor.


- Se você diz – deu de ombros – Mas será que você está disposta a dançar uma música comigo?


- Eu já disse que estou com os pés doendo Harry – lembrei.


- Mas é só uma música – insistiu – Eu prometo que você não vai ficar com o pé mais doendo que já está.


- Tudo bem! - acabei aceitando e ele me ajudou a levantar.


Quando nós aproximamos da pista de dança, todos pararam e deram espaço somente para nós dois.


A orquestra de violinos (idéia de Harry), começou a tocar uma música e eu reconheci a melodia imediatamente.


- Clair de lune? - olhei desconfiada para ele.


- Você não se lembra? - passou a mão pelo meu rosto – Foi a primeira música que ouvimos juntos quando começamos a namorar.


- Como poderia me esquecer – dei um leve sorriso – Dentro do seu carro, em frente a minha casa.


- Agora vamos dançar! - ele me puxou para o centro da pista de dança.


Ele me levantou levemente, me fazendo ficar com os pés em cima do seu e começou a dançar.


- Está vendo! - sussurrou no meu ouvido – Eu disse que você não iria ficar com o pé doendo.


Eu encostei a cabeça no peito dele e fiquei apenas ouvindo o som da música no violino enquanto nós dois dançávamos.


- Eu sei que esse não era o casamento dos seus sonhos – começou a falar depois de algum tempo em silêncio – Foi tudo muito apressado. Mas eu queria que estivesse tudo acertado entre nós dois antes do bebê nascer.


- Tudo bem Harry! - me levantei para poder olhá-lo – Não me importo como seja o nosso casamento, desde que eu esteja junto com você.


- Também penso assim – concordou com a cabeça – E eu vou te fazer a mulher mais feliz desse mundo, até o meu último dia de vida.


Nós nos beijamos sem parar de dançar por nenhum minuto.


 


***


 


Música: Magic - Selena Gomez


 


Harry estacionou o carro na porta da nossa casa. Ele saiu e deu a volta para abrir a porta do passageiro para mim.


- Tem certeza de que não precisa de ajuda meu amor? - perguntou enquanto eu ajeitava o pequeno embrulho rosa nos meus braços.


- Eu estou bem! - garanti – Acho que eu consigo carregar um bebê de um pouco mais de dois quilos.


- Então entre para ela não tomar muito friagem – pediu – Eu vou retirar o resto das coisas do carro.


Concordei com a cabeça antes de caminhar para a porta e entrei na sala de casa. Estava tudo exatamente da mesma maneira que tínhamos deixado há três dias.


- Já chegamos em casa filhinha – disse enquanto me sentava no sofá com todo o cuidado – Tenho certeza de que você vai gostar muito daqui.


Ela soltou um pequeno som de aprovação. Eu não pude deixar de sorrir.


Nesse momento senti um beijo no topo da minha cabeça. Olhei para cima, era Harry, que sorriu para mim.


- Você acha que ela esta entendo tudo que eu digo? - perguntei um pouco incerta – Ou eu estou aqui falando sozinha que nem uma maluca?


- É claro que ela esta entendendo – respondeu enquanto se sentava do meu lado – Nossa filha é muito esperta, que nem a mãe.


Nossa filha já estava cansada de ficar dentro da minha barriga e queria ver logo como era o mundo aqui fora, por isso, resolveu nascer um mês antes do planejado. No inicio, eu fiquei preocupada, mas ela nasceu perfeitamente normal e só precisou ficar na incubadora por 24 horas.


- Ontem, quando a minha mãe foi lá no hospital ontem me visitar ela queria vir para cá nos ajudando nas primeiras semanas – comentei – Mas eu disse que não precisava, poderíamos nos virar sozinhos.


- E eu tenho certeza disso! - me deu um beijo de leve – Vamos ficar muito bens sozinhos. Só nós três.


- Vamos levá-la para o quarto! - disse enquanto me levantava.


Decoramos o quarto todo de rosa e com vários ursinhos pendurados na parede. Caminhei até o berço que ficava perto da janela e a coloquei lá. Eu e Harry ficamos m tempo a olhando dormir.


- Ela é linda não é? - me virei para o meu marido e sorri levemente.


- Maravilhosa! - concordou com a cabeça – A nossa pequena Jully.


- Fico feliz que você tenha aceitado colocar esse nome nela – ri levemente me lembrando da história que ele me contou há alguns anos – Mas será que a sua irmã não vai se importar? Eu pensei que ela poderia colocar esse nome quando tivesse uma filha.


- Tenho certeza de que ela não vai se importar – colou a mão na minha cintura – O nome esta bem representado.


Eu fiquei passando a mão pela cabeça de Jully, ela se mexeu levemente, mas não abriu os olhos.


- Eu estava aqui pensando – meu marido começou a falar de repente – Será que ela vai ser humana ou feiticeira?


- Eu perguntei a mesma coisa para a minha mãe ontem – respondi – Ela disse que, como eu sou somente meio feiticeira, há uma chance de ¼ dela ser feiticeira.


- Então temos que esperar – suspirou pesadamente – E vamos ter que esperar bastante tempo.


- Até que nem tanto – dei de ombros – Eu, por exemplo, com 3 meses, fazia meus brinquedos pelo quarto.


- Eu gostaria de ter visto isso – ele riu – Mas, não importa o que ela seja. Vamos amá-la mesmo assim.


- Com certeza – concordei.


Harry me virou para que eu ficasse na frente dele e foi se inclinando para me beijar. No momento em que nossos lábios iam se encostar eu ouvi um chorinho de bebê.


- Ela deve estar com fome! - disse – Deixa que eu resolvo isso.


- Eu vou estar lá embaixo se precisar – respondeu indo até a porta – Quer alguma coisa especial para o almoço?


- Não tinha pensando em nada! - dei de ombros – Pode fazer qualquer coisa.


- Certo! - ele fechou a porta, deixando eu e Jully sozinhas.


Peguei a minha filha no colo e fui para a poltrona que ficava perto do armário.


 


Fim

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Fe-Note em 09/08/2013

Muito bom!!! :D

ADOREI!!!

 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Bethany Jane Potter em 22/05/2011

Muito lindo,mas uma obra de sucesso.
Parabens

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 21/05/2011

O final foi muito lindo os dois juntos sem mentiras e com bastante compreenção.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.