FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

15. Finalmente


Fic: Revendo Conceitos -Dramione - Long Concluída


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione caminhava nervosa pelos corredores que davam acesso à sala da Diretora. Durante o caminho, ia formulando todo tipo de explicação. Quando chegou à sala de Minerva, estava completamente vermelha. A Diretora levantou os olhos, séria como sempre.


- Onde está o Sr. Malfoy? – perguntou interessada.


- Não sei – disse Hermione tensa - não o vejo desde... – a Castanha parou de falar – mas eu posso explicar, Diretora!


Minerva olhou-a interrogativa, sem conseguir entender sobre o que a sua melhor aluna estava falando. Ia lhe perguntar quando...


- Bom dia, Diretora! – falou Draco com sua costumeira voz arrastada – Gostaria de falar comigo?


O loiro olhou para Hermione com o mesmo olhar de nojo que a olhara horas antes e a Castanha abaixou a cabeça.


- Ahhh, claro – disse Minerva – Com vocês dois. Mas não se preocupem, serei breve.


Os alunos a olharam.


- Eu acredito que cometi um grande erro – continuou Minerva. Hermione prendeu a respiração nesse momento – em nomear apenas alunos do sétimo e/ou oitavo anos como monitores. Esse ano vocês tem N.I.E.M.s! – exclamou a Diretora.


Hermione soltou a respiração. A Diretora estava tão absorta enquanto falava que nem notou. Mas isso não passou despercebido para Draco.


- E eu fiquei muito preocupada em sobrecarregá-los. É preciso pensar em uma estratégia. Por isso, os chamei.


- Ahh Diretora - disse Hermione aliviada - eu conversei sobre isso com os monitores ontem no trem. Aliás, não discutimos sobre isso, mas manifestei a minha preocupação. Tenho algumas idéias que...


- Um momento, Srta. Granger - disse Minerva interrompendo Hermione e levantando a mão - Em sua frase eu só ouvi: eu conversei, eu pensei, eu manifestei. Eu acho que ficou claro para a senhorita que o Sr. Malfoy também é monitor-chefe. Mas, pelo o que eu pude ver, a senhorita ainda não assimilou isso.


Hermione ficou vermelha. Ia balbuciar algo, quando Draco se pronunciou.


- Eu posso explicar, Diretora. - Ambas o olharam. Hermione apavorada com o que Draco pudesse falar - A culpa não é somente da Granger - Hermione arregalou os olhos - Uma série de problemas pessoais, meus e dela, impediram que nos reuníssemos. Mas acredito que iremos contornar essa situação, não é Granger? - disse Draco olhando nos olhos da Castanha.


Hermione apenas assentiu com a cabeça e Minerva continuou a falar


- Então aproveitem a oportunidade e contornem a situação. Eu quero a solução de vocês para essa questão até a hora do jantar.


- Certo, Diretora - disseram os dois juntos.


- Então já podem ir - disse os olhando séria.


Os dois alunos saíram calados da sala da Diretora. Assim que percebeu que Minerva não podia mais ouvi-los, Hermione quebrou o silêncio.


- Obrigada - disse olhando para Draco.


- Não precisa me agradecer por nada – disse, olhando nos olhos da garota. Estavam descendo pela gárgula da sala da Diretora - Eu não menti. Realmente deixamos que os nossos problemas pessoais prejudicassem o nosso trabalho de monitores-chefe.


- Não era sobre isso que eu me referia. E sim de não ter contado à McGonagall sobre o Rony ter dormido no meu quarto.


Draco deu um sorriso debochado e balançou a cabeça negativamente. A gárgula havia parado. Antes de voltar a caminhar olhou profundamente para a Castanha. Hermione corou com aquele olhar tão profundo.


- Eu mudei, Granger... Aliás, estou mudando. E não é uma tarefa fácil. - disse Draco cansado - É uma pena que você não consiga enxergar isso. – e dizendo essas palavras, voltou a caminhar pelos corredores que davam acesso ao salão comunal dos monitores. Hermione também voltou a caminhar, ia dizer alguma coisa quando Draco voltou a falar no mesmo tom cansado. Cansado e triste.


- É uma pena que para você seja muito mais fácil acreditar no imbecil que te sacaneou do que em mim. Mas não se preocupe, pois como eu lhe disse anteriormente, eu não tenho nada a ver com a sua vida.


 


E apertou o passo sendo seguido por uma Hermione completamente constrangida. Mal chegou ao salão comunal dos monitores foi recebido por um murro que não soube de onde partiu. Colocou a mão no nariz e viu que sangrava.


- Eu te falei para não importunar a Hermione, não falei? - disse Rony aparecendo. O ruivo sacou a varinha e lançou um feitiço não verbal.


- Enlouqueceu, seu pobretão idiota? - Draco lançou um Protego e lhe jogou outro feitiço. Hermione assistia à cena completamente chocada e sem reação. Ficou assim por algum tempo.


 - CHEGAAAAAAAAAA!! - gritou lançando uma barreira de proteção entre os dois - Vocês enlouqueceram? O que deu na cabeça de vocês para duelaram como se estivessem na Batalha Final em plena sala dos monitores?


- É que eu acho que a batalha ainda não terminou - disse Rony com a varinha empunhada e ofegante - Há, ainda, muitos comensais espalhados por aí. Aqui na escola, por exemplo... estou olhando para um projeto de comensal.


Hermione viu que Draco se preparava para lançar mais um feitiço e que Rony se preparou para rebater.


- Chega - disse perigosamente olhando para os dois - Malfoy, por Merlin, você é um Monitor Chefe, olhe como está agindo. Comporte-se como tal!  E Ron, você sabe muito bem o cargo que o Malfoy ocupa e que poderia lhe aplicar uma detenção pelo seu infeliz comentário. Acho que a Diretora foi bem clara quando disse que não permitiria nenhum tipo de preconceito dentro da escola. E o fato de ser meu namorado não o isenta de cumprir as regras.


Draco sorriu internamente, qualquer coisa que falasse não teria o mesmo efeito do que a bronca da Castanha.


- Você está defendendo esse filho da puta? - disse Ron em um misto de irritado e ofendido - Ele te delatou!


- Não, Rony! - rebateu Hermione. Draco observava a briga do casal - A Diretora me chamou, ou melhor, nos chamou - disse apontando para si própria e para Draco - por conta dos N.I.E.Ms. Você deveria ter perguntado, antes de agir como um irracional. - as palavras saíram antes que Hermione se desse conta que não estavam apenas os dois na sala.


Draco arqueou uma de suas sobrancelhas e olhou para Ron com um sorriso irônico e discreto no rosto. Ron percebeu.


- Desculpa por ter agido como um irracional - disse completamente vermelho saindo da sala - Só quis te defender.


Hermione ainda fez o movimento de que ia segui-lo quando a voz arrastada do loiro chegou aos seus ouvidos.


- Vamos nos reunir para traçar a estratégia ou vai correr atrás do seu namoradinho, Granger?


A Castanha ainda ficou durante alguns segundos olhando para a porta por onde Ron havia saído, e quando se virou para Draco, tinha lágrimas nos olhos.


- Olha Granger, eu não quis lhe ofender, mas... - o rapaz foi interrompido por Hermione, que levantou a mão. A Castanha havia tomado uma decisão e seu coração doía por isso. Precisava ficar sozinha.


- Você não me ofendeu, Malfoy. Mas eu não estou legal. Preciso ficar sozinha. Você se importa de nos reunirmos após o almoço?


- Claro - respondeu solícito - Voltamos a conversar após o almoço.


Hermione fez um gesto com a cabeça e correu para o seu quarto. Sentia um bolo se formar em sua garganta. Em sua cabeça, esperava que esse dia nunca precisasse acontecer. Mas havia chegado e precisa tomar coragem para que não desistisse na hora certa. Deitada em sua cama, pensando nessas coisas, adormeceu.


 


~*~


 


Rony passou o restante da manhã no seu quarto deitado. Estava chateado e com raiva e não queria ficar dando satisfação de sua vida para sua irmã e seu amigo. Na hora do almoço, sentou de costas para a mesa da Sonserina, pois se Malfoy apenas o olhasse, seria capaz de estuporá-lo ali mesmo. Nem viu quando o loiro entrou no grande salão para almoçar.


~*~


 


Draco entrou no salão à procura de Hermione e estranhou quando não a viu na mesa do almoço. Viu, indignado, quando a Grifinória entrou e foi se sentar em frente ao pobretão idiota. Viu quando este se levantou assim que a menina sentou. E viu, com mais raiva ainda, quando esta suspirou e foi atrás do rapaz.


 


 


~*~


 


 


Hermione acordou assustada, já era hora do almoço. Havia deitado para pensar em sua vida, mas adormecera. Levantou resoluta de sua decisão. Dirigiu-se ao salão principal, tinha certeza que encontraria o namorado por lá, almoçando. Viu que havia mudado sua posição habitual, estava sentado de costas para a mesa da Sonserina. Sinal claro que não queria olhar para a cara do Malfoy. Inspirou todo ar que pode, como se com isso toda a coragem Grifinória a invadisse naquele momento. Sentou em frente a Rony, mas sua reação não foi a que ela planejara.  O rapaz lhe lançou um olhar magoado e levantou da mesa. Sabia que ele estava bem triste com ela. Soltou todo ar que prendera e sentiu sua coragem se esvair junto. Decidiu seguir o rapaz. Precisavam conversar, com ou sem coragem.


 


Hermione encontrou o namorado sentado em frente ao lago. Sentou em silêncio ao seu lado e permaneceu olhando para a paisagem assim como ele estava. Não sabia, mas Draco os observava desde que havia saído do salão.


- Precisamos conversar, Ronald! - disse Hermione quebrando o silêncio. A Castanha olhou para o ruivo que continuava de cabeça baixa.


- Se é sobre o que aconteceu mais cedo, prefiro não conversar. Você não precisava falar comigo daquele jeito na frente daquele filho da puta. - disse jogando uma pedrinha no lago.


- Não é apenas sobre isso. É sobre tudo. E olhe para mim enquanto conversamos, por favor - completou.


Ron sentou de frente para a Hermione que também virou para ficar de frente para seu namorado. Ficou observando por um tempo seus olhos azuis e tentando lembrar o que fizera ela se apaixonar tanto por ele.


- Tenho me sentida sufocada, Ron - disse Hermione finalmente, mas ainda olhando nos olhos do ruivo.


- O que você quer dizer com isso? - perguntou Ron assustado


- Estou querendo dizer que não dá mais, Ron - Hermione tinha lágrimas nos olhos. Rony secou uma que se atreveu a descer. - Eu juro que preferia que esse dia nunca acontecesse. Mas a verdade é que não dá mais para sustentar o nosso namoro.


- Você está terminando comigo por que bati no Malfoy? - perguntou Ron ofendido


- Não Ron. Claro que não! - Hermione se apressou em dizer - Eu que não aguento mais sustentar a nossa relação. Tem sido bastante pesado para mim.


 


 


~*~


 


 


Draco observava a cena atônito, não podia ouvir o que conversavam, apenas observar seu gestos. Não conseguia entender o que Hermione ainda via naquela cenoura ambulante. Suspirou alto.


- Acho que se você tivesse esse poder, lançaria um avada kedavra no ruivo com os olhos, só pela forma como o olha - disse Blás sentando-se ao lado de Draco. - É sério que está apaixonado por ela, não é? - perguntou preocupado.


Draco apenas abaixou a cabeça por um tempo. Depois voltou a olhar para a cena que tanto o incomodava.


- Cara, o problema é que você está muito disponível.


Draco olhou para o amigo com estranheza. O rapaz negro continuou.


- Eu acho que você deveria sair com outras garotas, fazer a Granger te olhar com outros olhos, entende? Você precisa fazê-la te desejar, cara!


- Você acha que isso funcionaria? - perguntou Draco olhando para o amigo.


Blás soltou uma gargalhada. Draco fechou a cara.


- Sempre funciona. Você perdeu o controle total da coisa. Sempre funciona, meu amigo.


- Não funcionou com você e a... - Blás não esperou que ele completasse.


- Eu sei, mas ali o problema é outro. Ela é perdidamente apaixonada por outro cara. - disse o negro amargurado.


- A Granger também me parece completamente apaixonada pelo pobretão idiota.


- Não cara, você não está entendendo... - disse Blás com raiva.


Draco se arrependeu de ter tocado no assunto. Seu amigo lhe dissera tantas vezes que nunca se apaixonaria, mas o que era apenas uma desconfiança pelos olhares que ele, ultimamente, dispensava a ela, acabara de se tornar uma constatação pela forma que ele estava lhe respondendo.


 - Ela ama um mito. Uma representação de pessoa. – continuou o rapaz – Independente se esse cara a xinga, a maltrata, a escorraça. Nada disso adianta, ela sempre vai idolatrá-lo, você não acha? - Blás olhou com raiva para Draco. Este apenas abaixou a cabeça e balbuciou um pedido de desculpas.


- Mas pensa nisso que eu te falei - disse o rapaz negro saindo e deixando Draco pensativo para trás.


 


 


~*~


 


 


- Não consigo entender, Hermione - disse Ron cabisbaixo - O que eu fiz de errado?


Hermione olhou-o espantada e o ruivo percebeu que tinha falado besteira. Tentou consertar.


- Eu sei o que fiz de errado, - disse olhando para o chão - mas achava que havia me perdoado. Você nunca conseguiu me perdoar, não é?


- Pensei que fosse fácil te perdoar... - disse Hermione triste - Por tudo o que já vivemos juntos, mas...


- Mas não foi - Rony completou.


- E a forma como tem se comportado ultimamente. Vigiando-me, como se eu tivesse te traído e não você a mim.


Rony olhou para o chão. Hermione tinha razão.


- Mas nós vivemos tantas coisas juntos, Rony. Eu não queria que terminasse assim com mágoas, rancores. Você sempre será especial pra mim – disse Hermione com lágrimas nos olhos – Será que poderíamos continuar sendo amigos?


-Amigos? - Perguntou Rony ofendido - Eu não quero ser seu amigo, Mione. Quero continuar sendo seu namorado.


E sem esperar puxou a Castanha para um beijo.


 


 


~*~


 


 


Draco ao assistir a cena de Rony e Hermione se beijando resolveu sair do pátio. Sua decisão havia sido tomada. Até tentaria fazer ciúmes à Castanha, mas prometera a si mesmo que se ela continuasse sem notá-lo, desistiria de conquistá-la, aliás, desistiria de tudo, até de rever seus conceitos.


 


 


~*~


 


 


Hermione empurrou, lentamente, o rapaz ruivo.


- Você não sentiu nada com esse beijo – afirmou o rapaz.


 -Não – a menina confirmou triste – Não tem porque nos machucarmos mais, Rony. Não precisamos disso.


- Então acabou? Assim, desse jeito?


- Nós ainda pod...- Hermione tentou falar


- Não podemos nada Hermione – disse Rony bravo se levantando – Não vem com essa historinha de amigo pra mim. Já que você não quer ser mais minha namorada, eu não tenho mais nada para conversar com você.


E saiu deixando a Castanha chorando no gramado.


 


~*~


 


 


Quando Hermione chegou à sala dos monitores, seu rosto ainda estava vermelho de tanto que a Castanha chorara. Draco estava sentado lendo um livro de cabeça baixa. Ao ouvir o barulho de movimentação da sala, levantou o rosto.


- Pensei que ia passar à tarde com seu namoradinho e esqueceria do nosso compromisso, Granger – disse Malfoy ainda mordido pela cena que vira minutos antes.


- Desculpa a demora, Malfoy – disse Hermione enxugando as últimas lágrimas que teimavam em descer.


- O que houve? – perguntou Draco se levantando ao ver que a menina chorara - Aquele imbecil te machucou? O que ele te fez? – disse se aproximando e agachando para ficar próximo à Hermione que já estava sentada.


- Não é nada, Malfoy – Hermione respondeu séria – Podemos começar? Acho que temos muito a discutir pela frente.


- Eu estive pensando em algumas estratégias. Você gostaria de ouvi-las? – perguntou Draco voltando a se sentar em seu lugar, mas ainda preocupado com a Castanha.


 - Claro que gostaria – Hermione sorriu como forma de encorajar o rapaz. E para Draco, embora fosse um sorriso triste, foi o suficiente para iluminar sua tarde.


- Ótimo! – respondeu Draco alegremente – Ficará um pouco puxado para gente, mas acho que poderemos contornar essa situação. – e então passou a narrar sua idéia que consistia em fazer com que ele e Hermione formassem duplas com os outros monitores para que dessa forma, o tempo entre as monitorias deles aumentasse.


- É, realmente vai ficar um pouco puxado para a gente, – concordou Hermione – mas não está muito diferente do que eu havia pensado.


- Mas acho que não nos afetará tanto quanto afetaria a eles. Eu acho que não foi à toa que escolheram os dois melhores alunos de Hogwarts para serem Monitores-Chefe. Acho que esperavam isso da gente.


- Melhores alunos de Hogwarts – Hermione ergueu uma sobrancelha, traço tão característico de Draco e que Hermione não sabia, mas que se tornaria seu toda vez que a Castanha desafiasse o loiro. – Isso significa que Draco Malfoy está elogiando Hermione Granger?


- Não vejo problema nenhum em elogiá-la – respondeu Draco olhando nos olhos da menina – Aliás, também não é segredo para ninguém o quanto você é brilhante, Granger!


Hermione ficou completamente vermelha, tanto pelo olhar que Draco lhe lançava quanto ao elogio do garoto. Desconversou.


- Ah, eu poderia te pedir um favor?


- Claro, Granger.


- No dia em que for minha monitoria com a Chang você poderia me substituir?


- Claro, Granger! E eu poderia te pedir um também? – ele perguntou e Hermione assentiu com a cabeça – Você poderia me substituir quando a minha monitoria for com o idiota do seu namorado? Eu acho que se monitorarmos juntos, acabaremos nos matando.


- Não chame o Ron de idiota, por favor – disse Hermione séria, a Castanha ponderou se falava ou não com o loiro que Ron não era mais seu namorado. Preferiu deixar que ele acreditasse que ainda namoravam – Posso fazer isso sim.


- Claro! – respondeu Draco com raiva ao ver a Castanha defender o namorado – Aliás, não será nenhum sacrifício para você!


- Acho que já está na hora de encontrarmos com a Diretora, não acha? – desconversou a garota mais uma vez.


 


 


~*~


 


 


Os dois jovens se encaminharam então para a sala da Diretora. Lá, descreveram para ela a estratégia que iriam seguir. Assim como eles a Diretora achou que a rotina ficaria pesada, mas que acreditava que dariam conta.


- Não foi à toa que os dois melhores alunos foram escolhidos como Monitores-Chefe – Draco olhou de soslaio para Hermione. A garota sufocou um sorriso – Bem, o que eu posso fazer para ajudar é diminuir a quantidade de relatórios que eu solicito a vocês. Peço que usem o bom senso e só me relatem por escrito o que for grave ou que precise, de alguma forma, ficar registrado.


Os alunos concordaram com a cabeça.


- E tem mais uma novidade - McGonagall disse demonstrando um breve sorriso – No próximo sábado, deixarei os alunos do 6º ano em diante irem à Hogsmeade. Dessa primeira vez irão apenas os alunos mais velhos. Providenciarei autorização junto aos pais dos alunos mais novos poderem ir à próxima visita ao vilarejo. Agora podem ir.


Hermione e Draco se dirigiram diretamente para o grande salão, já que estava na hora do jantar. Após este, foi realizada a reunião com os monitores. Hermione solicitou a Draco que este conduzisse a reunião e o loiro estava tão ansioso em relação ao seu desempenho que nem notou o quanto Hermione e Rony estavam afastados. 


- E tem mais uma necessidade que eu gostaria que avisasse em suas casas – disse Malfoy entregando um pergaminho a cada representante das quatro casas – Sábado tem passeio para Hogsmeade para os alunos do 6 º ano em diante. – os estudantes vibraram – Então, é somente isso. Gostaria de completar alguma coisa, Granger?


- Não Malfoy.


- Então a reunião está encerrada.


Os monitores saíram lentamente, Rony lançou um último olhar magoado à Hermione antes de sair. Draco observava os dois quando sentiu ser abraçado por trás.


- Draquinhoooooo, você foi ótimo, meu amor!


- Pansy – Draco fechou os olhos para poder controlar a raiva, quando falou sua voz era baixa e perigosa – Quantas vezes eu já falei com você que não precisa me agarrar para falar comigo?


De onde Hermione estava, não conseguia ouvir a voz de Draco, só via a cena e notava que o rapaz parecia sussurrar. A Castanha não soube explicar para si mesma o porquê, mas aquela cena a incomodou demais e ela preferiu sair da sala, deixando Draco e Pansy à sós.


Quando Hermione chegou ao seu quarto, sua cabeça parecia que ia explodir. Era muita informação, mesmo para ela, em único dia. Estava deitada em sua cama quando ouviu batidas em sua porta, que dava para Grifinória.  Perguntou quem era e, com alívio, abriu a porta ao descobrir que era Gina.


- Acabei de saber – disse Gina de forma simples.


- É amiga... terminou! Não foi da forma como eu queria, mas enfim não tinha muito que fazer.


- O Rony está achando que tem dedo do Malfoy no fim do namoro de vocês. - disse a ruiva com cuidado, olhando para a castanha com o objetivo de ver se ela tinha alguma reação.


- Pro seu irmão é mais fácil atribuir a culpa aos outros do que assumir os seus próprios erros.


- É verdade – concordou Gina ao ver que Hermione estava sendo sincera – mas e o Malfoy? Ele já sabe que vocês terminaram?


- O que é que tem o Malfoy, Gina? – perguntou Hermione impaciente – Vou deixar uma coisa bem clara para você: Terminei com seu irmão porque o nosso namoro estava insustentável e ponto final. E o Malfoy não sabe que eu terminei e se depender de mim, não vai saber. Não quero que ele confunda as coisas mais uma vez.


- Desculpa – respondeu Gina sincera – Vou voltar para o meu quarto.


- Espera – gritou Hermione ao ver que a ruiva se dirigia para a saída. Hermione estava arrependida pelo tom que falara com a amiga – Dorme aqui. Vamos conversar.


Gina abriu um sorriso e correu para a cama da amiga...


 


~*~


 


Para os alunos, a primeira semana praticamente voou. Logo era sexta-feira.


 


Aula de Poções – Grifinória e Sonserina


Hermione agradeceu a Merlin por Slurghorn ter dado um intervalo entre as aulas. A sala estava demasiadamente quente e úmida, resultado dos inúmeros caldeirões fervilhando por toda a sala.


A Castanha aproveitou o intervalo para ir ao banheiro lavar o rosto e se refrescar. Viu quando Pansy fez cara de nojo para ela e saiu do banheiro deixando duas outras sonserinas por lá. Hermione foi até a torneira e começou a lavar o rosto.


- Deixa eu aproveitar que essa sonsa saiu e te falar – disse Astória Greengras à sua colega. Hermione queria sair dali o mais rápido possível, não tinha paciência para sonserinos, pois para a Castanha eles eram falsos demais – Adivinha quem me chamou para ir à Hogsmeade.


- Quem? - respondeu a outra com animação.


- Draco! - a outra respondeu mais animada ainda.


- O Malfoy? – a menina morena perguntou com espanto.


- Tem outro Draco na escola? - perguntou a menina loira impaciente. - É óbvio que é o Draco Malfoy!


Hermione parou o que estava fazendo para prestar atenção na conversa das duas amigas.


- A Pansy vai te matar – disse a sonserina morena.


- Me matar por quê? O Draco nunca foi e nunca será nada dela. Só ela que não percebe que ele apenas a usa. Quando ele quer e da forma que convém a ele – respondeu a loira desdenhosa.


- Ahh e você acha que com você será diferente? – respondeu a outra fazendo pouco caso.


 - Bem... Foi ele quem me convidou, não foi? – disse a outra sorridente sem se importar com a inveja da “amiga” – Aliás, foi ele quem veio sentar ao meu lado durante a aula.


De repente as meninas pararam de falar e olharam para Hermione que observava toda a conversa. Greengrass cruzou os braços e ficou olhando para ela. A Castanha ficou da cor dos cabelos da família Weasley e saiu do banheiro deixando as duas sonserinas para trás.


 


~*~


 


 


- Porque você olha tanto para a mesa do Malfoy, Mione?


- Impressão sua Gina. Não estou olhando para lugar algum – respondeu Hermione, olhando para a mesa de Draco que sorria e conversava com uma colega de classe, a mesma que estava no banheiro contando glórias, constatou Hermione irritada.


- É claro que está – disse Gina virando o rosto da castanha – Tem alguma coisa que queira me dizer – sussurrou Gina para amiga.


- Deixe de bobeira Gina. Vamos prestar atenção à poção, vem...


Gina ainda ficou olhando um tempo para amiga e para o Malfoy, o que foi interrompida por Hermione que pediu atenção na poção que faziam juntas, pois Gina sentou ao seu lado para fazer companhia, uma vez que seu companheiro de poções era sempre Rony, mas com a briga dos dois, ele preferiu sentar longe dela.


 


~*~


 


 


- Mi, você ainda está assim? - perguntou a ruiva espantada ao entrar no quarto da amiga e encontrá-la em roupa de dormir – Desse jeito, você vai se atrasar para a visita à Hogsmeade.


- Eu não vou – respondeu Hermione de forma simples


- POR QUÊ? – gritou a ruiva – É a primeira visita ao vilarejo deste ano, só com os alunos mais velhos, sem pirralhos enchendo a paciência.


- Você já respondeu – disse Hermione com um sorriso e se dirigindo à sua estante para pegar o livro que Draco lhe dera – É o primeiro passeio do ano, não último ou único. Prefiro ficar no castelo, adiantando meus relatórios, lendo um livro. Além do mais, o clima vai ser horrível. Imagina a gente sentando em uma mesa lá no Três Vassouras, eu muda de um lado e o Rony do outro com raiva de mim, você e o Harry no meio. Vai ser horrível, não acha?


- Eu não tinha pensado nisso – disse Gina pensativa – mas não acho justo você sair da nossa convivência só porque terminou com o Ron.


Hermione sorriu. Como amava aquela ruiva. Foi até a amiga e deu um beijo na testa.


- Não se preocupe, não estou saindo da convivência de vocês. Só quero evitar constrangimentos, ok?


-Certo – respondeu Gina com um sorriso – na volta eu te conto como foi, tá bom?


 


 


~*~


 


 


Hermione nem desceu para o café da manhã. Optou em comer algumas frutas que tinha guardado. Passou a manhã lendo o livro que Draco lhe dera. Almoçou rapidamente no grande salão e subiu para finalizar alguns relatórios e revisar os exercícios dados na semana. A tarefa estava tão agradável para a Castanha que ela nem viu o tempo passar. Estava entretida com a tarefa quando ouviu vozes e risadas que aumentavam.


- Então você quer conhecer o meu quarto - Hermione ouviu a voz arrastada de Draco. Percebia-se que estava alcoolizado – Você não tem medo do que pode encontrar por lá?


- É claro que não! Cada vez fico mais curiosa! – respondeu a menina que Hermione reconheceu: Greengrass!


Eles viam se abraçando e beijando pelos corredores do salão comunal dos monitores-chefe. Pararam ao ver Hermione.


- Ahhh, oi Granger – disse Draco. Hermione sentiu raiva – O que faz por aqui? Não foi à Hogsmeade?


- Se você não sabe, Malfoy, - disse Hermione irritada – aqui é o espaço reservado aos monitores-chefe e eu estava aqui adiantando os relatórios que precisam ser entregues enquanto você se diverte por aí.


- Mas eles só serão entregues semana que vem – Draco parece recuperar a sobriedade – eu poderia fazê-los durante a semana.


Hermione ia responder alguma coisa quando foi interrompida por Greengrass.


- Draco, você ia me mostrar seu quarto, lembra-se? – disse a loira sedutoramente – vocês não poderiam discutir isso em outra hora?


- Claro – disse o loiro dando um beijo na garota. Hermione revirou os olhos – Granger, conversamos sobre isso depois.


 


~*~


 


 


Três semanas se passaram desde o passeio à Hogsmeade.


Hermione ainda tentava a todo custo esconder de Draco que ela e Ron haviam terminado, embora o loiro parecesse desconfiar às vezes.


- Você e o pobretão brigaram? – perguntou o loiro enquanto faziam um relatório.


- Não - respondeu Hermione sem levantar o rosto. Para a Castanha aquilo era meia verdade, afinal não haviam brigado e sim terminado. - Por quê?


- Nada não. – respondeu o loiro desconfiado.


 


 


~*~


 


 


Três semanas se passaram e em duas delas Draco havia levado duas garotas diferentes no fim de semana para o seu quarto e sempre alcoolizado. Aquilo incomodava profundamente a Castanha e prometera a si mesmo que se acontecesse novamente, chamaria o rapaz para conversar, “afinal ali não era um local adequado para isso” como a menina costumava repetir várias vezes para si mesmo, toda vez que via Draco com uma garota no quarto de monitoria. Mas o que mais irritava Hermione era o fato que em uma mesma tarde o rapaz parecia demonstrar interesse por ela e ficava com uma qualquer à noite.


Logo chegou a temporada de quadribol. O primeiro jogo da temporada era Sonserina x Corvinal. Os sonserinos precisavam vencer e torcer para Grifinória perder no próximo jogo para continuar na disputa do título.  Draco treinou com sua equipe exaustivamente durante três semanas a fio. Embora nesse período o loiro pouco tenha ajudado Hermione nas tarefas de Monitoria, a Castanha gostou. O rapaz chegava tão exausto que nem tinha cabeça para sair com nenhuma garota.


 


~*~


 


Finalmente o dia do jogo chegou e a vitória de Sonserina sobre Corvinal foi esmagadora. Hermione não viu o rapaz chegar, pois o loiro foi diretamente para o salão comunal de sua casa comemorar. Apenas o viu de manhã quando ele se despedia de duas colegas: uma Sonserina e uma Lufa-lufa.


- Malfoy, precisamos conversar – disse a Castanha irritada


- Acabei de acordar, Granger – disse o loiro com a voz arrastada de sono. Sua cabeça doía.  Não tinha noção de quanta cerveja amanteigada e de whisky de fogo que bebera na noite anterior. – Podemos conversar mais tarde?


- É claro que não! – respondeu Hermione irritada


- Ok Granger! Mas fale baixo, por favor! Minha cabeça parece que vai explodir. - o loiro pôs as mãos nas têmporas.


- Serei breve – respondeu a Castanha – Eu não acho correto o que você tem feito!


O loiro a olhou com estranheza. O que ele tinha feito?


- Não acho correto você trazer diversas garotas para dormir no seu quarto! – continuou a Castanha. Draco levantou uma sobrancelha - Afinal aqui não é um local adequado para isso o que tem feito.


Draco deu uma gargalhada, o que irritou mais ainda a Castanha.


- Você está brincando, não é?


- Não estou brincando. Você não tem se comportado como um monitor-chefe. Esse entra e sai de garotas daqui é um absurdo, Malfoy!


- Você é uma hipócrita, Granger!- disse Draco debochado. O loiro estava bastante irritado – Porque você acha que só você pode trazer seu namorado para o seu quarto de monitora? Porque você é uma sabe-tudo ou por que seu namorado é um idiota?


- Hipócrita é você, Malfoy! – gritou Hermione. Se a castanha pudesse, pularia no pescoço do rapaz de tanta raiva que sentia – Você é um maldito hipócrita.


- Você está louca ou que? – Gritou Draco com raiva se aproximando da Castanha – Eu hipócrita? Você pode até me chamar de covarde, Granger, mas hipócrita é a única coisa que eu não sou.


- Você é hipócrita sim!- Hermione continuou gritando. Seu dedo estava na cara do rapaz. – Ficou aí se insinuando para mim, todo solícito, todo amável. Chegou a dizer que gostava de mim e agora traz todas as vagabundas de Hogwarts para sua cama.


Hermione só se deu conta do que falou quando sentiu as mãos de Draco agarrarem sua cintura e a puxarem mais pra perto do rapaz.


- Diz para mim que está com ciúmes. Diz – sussurrou o rapaz no ouvido de Hermione. – Eu preciso ouvir isso.


- Você está confund...


- Para de mentir para si mesma, Hermione – Draco olhava dentro dos olhos da Castanha – Olhe nos meus olhos e diga que você não sente nada por mim. Que você não gosta da minha voz, da minha presença, do meu cheiro.


- Draco, você não está entend... - a Castanha não conseguiu terminar a frase, pois nesse momento Draco venceu a mínima distância que os separava e a beijou docemente.
- Por favor, Hermione - Draco levantou suavemente o rosto de Hermione - Olhe nos meus olhos e diga que não gostou desse beijo. Eu mudei, Hermione. Mudei por você. Fica comigo!


- Você não deveria ter mudado por mim. E sim porque é o certo! Deveria ter mudado por você.


-Eu não teria forças para mudar por mim. - Draco baixou a cabeça - é muito difícil.


Draco levantou a cabeça lentamente e Hermione percebeu que seus olhos estavam marejados.


O rapaz ficou sem jeito. Nunca, em toda sua vida, havia se mostrado tão frágil para alguém. Pelo menos para alguém vivo. Já que em seu sexto ano havia chorado na frente da Murta-que-Geme.


- Preciso de você, Hermione. Como nunca precisei de alguém em minha vida. - Draco sorriu.


Hermione o olhou. Seu sorriso era... irônico?


- Não pense que está sendo fácil pra mim. – continuou o rapaz – É tudo muito novo pra mim também. - disse Draco suspirando - às vezes penso que é mais fácil eu seguir o fluxo e ser o que fui criado para ser.


- Não – Hermione falou baixinho encostando sua cabeça no peito de Draco – Não siga o caminho mais fácil. Ele não é o melhor.


- Sozinho é difícil – disse o rapaz levantando o rosto de Hermione mais uma vez – Fica comigo.


Hermione ficou parada por um tempo. Seu corpo e sua mente lhe mandavam uma única mensagem. Decidiu seguir sua mente e seu coração.


- Eu percebi que também gosto de você – disse em um sorriso tímido – Morri de ciúmes de todas essas idiotas que passaram pelo seu quarto.


Draco a beijou. E dessa vez foi completamente correspondido.


- Elas não representaram nada para mim. Aliás, não sei se percebeu, mas só consegui ficar com elas quando estava bêbado. – Draco riu – E o pobretão? Eu não vou dividir você com ele.


Mesmo não gostando da forma como Draco chamara Ron, Hermione sorriu.


- Eu não namoro mais com o Ron já tem algum tempo.


- Você me enganou todo esse tempo? - Draco riu e beijou a castanha mais uma vez.


- Hum-hum – Hermione retribuiu o beijo – você estava mais preocupado em me fazer ciúmes do que em perceber o que estava acontecendo em sua volta.


- Mas isso não importa. O que importa agora é que você é minha. Só minha – e puxou Hermione para um beijo arrebatador.


Hermione não soube precisar por quanto tempo ficaram se beijando. Só sabia que aquele beijo era bom demais e suas pernas bambeavam e seu coração havia disparado.


- Mas para ficarmos juntos, eu tenho uma condição! – disse a Castanha quando recuperou o fôlego.


- Qual? – perguntou o loiro espantado.


 


 


 


N/A: Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh como a autora para nesse pontoooooooooooo!!!! Ela é doida????


Ain gente...Queria dar mais emoção à fic. Gostaram???


Eu ia fazer uma n/a engraçadinha, mas o cap ia demorar mais... Deixa para o próximo.


Próximo cap é totalmente Dramione. Pena que a fic tá acabando.


Mas e aí, qual será a condição da Mione hein, hein??? Acho que o leitor que descobrir vai ganhar o next cap, totalmente Dramione primeiro.


Outra coisa. Queria agradecer imensamente os comentários. Vocês não têm dimensão de quanto me incentivam a escrever cada vez que vejo um comentário novo. Agora se não fosse muito abuso, vocês poderiam votar também neh??? O que acham?


Bjocas e até o próx cap.


Maris


 


N/B: Por favor, não me matem! Sei que demorei para betar o capítulo, mas foi por motivos justificáveis ok?! Tive uns dias meio corridos, daí não consegui betar x.x


Mas agora está tudo aí e espero que vcs sejam bem legais e comentem bastante, afinal, a Maris se esforçou né? Ela merece muito *__________*


Vejo vcs no próximo capítulo!


Xoxo,


Mily.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 15

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vênnice em 18/04/2013

Finalmente...

Nem acredito :)

Perfeito como sempre! Os pontos fortes para mim foram:

1. Diálogo entre Draco e Zabini: a amizade e cumplicidade dos dois

2. Término do namoro com Rony: insustentável

3. Hermione com ciúmes de Draco: e ele provocou...rsrs

4. Enfim, o beijo... suspirando aqui...

Amei essa frase de Draco: às vezes penso que é mais fácil eu seguir o fluxo e ser o que fui criado para ser.

Ah Maris! Parabéns! É nítido o seu amadurecimento como escritora no decorrer da fic e é nítido também o seu empenho de enlouquecer os leitores no final deste capítulo: condição? Que condição? (rs)

Bjs flor! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por The Daily Doll em 22/02/2012

Eu disse que ia ler, demorou um tikin mas eu vim rsrs. Adorei o cap (e os anteriores) e a história tbm, é bem fofa. O Rony agindo como um perfeito idiota ¬¬ e o Draco é um fofo *0* Onde vende um desse? Eu keru rsrs. E... Cadê o capítulo? Há séculos vc diz q ta terminando, os spoilers ñ são o suficiente, só nos deixa mais ansiosase loucas da vida rsrs, e foi mt feiu terminar o cap assim, eu fui tão empolgada no próximo capítulo... Pra descobrir q ñ tinha próximo capítulo *carinha d cachorrinho abandonado no meio da estrada com chuva*

Posta logo, piliiis. Bêjuxs =*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mione03 em 31/10/2011

Nossa como a fic está maravilhosa! Sumi,mas voltei! Senti falta da história!Vim aqui reler essa maravilha hoje, vendo as novidades, depois que vi spilers lá no Face!!! E posso dizer que a fic promete hein!!!

Parabéns e até mais!!!

Beijos
mione03

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por JOSY CHOCOLATE em 30/10/2011

Já posso começar com as ameaças?

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Scarlett em 04/10/2011

Gente como ela para numa cena dessa hein???

Please, naum demora muito com o prox naum!!!

Ta bom d mais!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tonks Fenix em 24/09/2011

Muito bom esse cap... mas, a Mione gosta de torturar o loiro, hein... espero que não seja nada de muito absurdo... tadinho do Draco... rsrs

qndo tem mais?

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ju Fernandes em 23/09/2011

Ops, a nota é 5!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ju Fernandes em 23/09/2011

Ahhh cara, TA DE SACANAGEM NÉ? Nãooo acredito que vc terminou esse capítulo assim!!!!!!! 

Qual é a condiçãaaaaaaaaao? PELO AMOR DE DEUS. Não consigo viver sem essa resposta!!!!!!! 

Maris, sua fdp!!!!!!!! 

Ai que raiva... 

Mas voltando, o capítulo está LINDO! Beijos beijos e mais beijos... 

Tem que ter muitos mais beijos na verdade pra compensar essa enrolação de Rony Vômito Weasley! hahahahahaha 

Liiiiiindo, Malfoooooooooooy! Eu te amo, DRACO! Fica comigoooooooooooooooo! Ai ai ... 

Parabéns, amigaaam... Espero o próximo ansiosamente!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anna Przybitowiscz em 22/09/2011
Oh God! Como você para bem nessa hora? Meu Mérlin até você postar o capitulo eu vou morrer de curiosidade mas o capitulo está ótimo como todos os outros Parabéns! :)
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Artemis Granger em 22/09/2011

AMEI o título, pq realmente.... FINALMENTE rsrsrsrsrsrsrsrs Vouconfessar e causar inveja... eu tinha lido!!!! rsrsrsrsrsrs Ai ai aiiiii privilégios! Eu amei o cap e acho que é possível ver todo esforço da autora e todo empenho para "narrar" os fatos que ela tão cuidadosamente observa acontecendo.

E, vamos falar sério, dp dessa enrolação toda, dela ter perdoado Ron, ficado com Ron... o coitado do Draco fazendo de td pra chamar a atenção e ela ainda pede uma condição.... Condição essa que a autora não nos revela?! Que tipo de brincadeira de mal gosto é essa?????

Revoltada!

Muito revoltada..... Acho que qdo viajarmos juntas não vou preparar minha super especial caipirinha pra vc! Pronto! rsrsrsrsrsrsrs

Espero que ja tenha começado o cap 16....

Parabéns, amiga!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Artemis Granger em 08/09/2011

agora esperar o 15 completo.... esse cap... ai ai ai é de a gente ainda mais e mais ansiosaaaaa

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Fernanda Toledo em 31/08/2011

Com esses spoilers de RC2 eu tô mais q doida pra RC acabar e começar a continuação!! hahaha

Adorooooooooo

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Artemis Granger em 25/08/2011

certo.. cadê o cap 15?!

Fica colocando esses avisos aí só pra deixar a gente tensa e com mais vontade, ne?! SACANAGEM

Esperando spoiler pelo gmail ou face ou qq outro meio de comunicação!
Beijão!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Cristina Granger em 25/08/2011

Gostar?

EU ADOREI.

MAS PLEASE....

 Não demora a postar os proximos de RC não taa? uhuhuhuhu

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por hellen em 25/08/2011

ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh amei esses spoilers

RC 2???????????????

que noticia maraaaaaaaaaaaaa!

aguardando anciosamente os prox. capitulos!

Bjss

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.