FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. O aniversário de Gina - P III


Fic: Ex-grifinória: A história de Gina Weasley


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: Queridissima barbara aguiar azevedo, minha vida é mais alegre por sua causa! Nunca me decepciono com vc, vc comenta SEMPRE! é mta alegria prum coraççao só! E esse cap é dedicado a Ana Laura, que falou que eu devia escrever uma fanfic do Harry Potter, esse capítulo é especialmente para você fã de Gina/Harry =D 


 


***


O aniversário de Gina - Parte III


 




-Tia Muriel! – Eu sorri para ela – Há quanto tempo!


-Olá Ginevra – Ela me cumprimentou – Vejo que ainda não conseguiu dar um jeito no seu cabelo – Ela franziu o nariz em desgosto.


-Eu tento tia... – Sorri amarelo.


-É claro... E essas roupas... Você não tem um mínimo respeito por si mesma ou por sua família não é mesmo? – Ela disse suspirando tristemente ao observar minhas roupas – Porque eu não consigo imaginar o que mais te levaria a usar um decote desses e, o que é mais pavoroso ainda, esse par de calças.


-O que há de errado com minhas calças? – Eu perguntei assustada conferindo se não estava nada rasgado ou manchado.


-Você é uma mulher Ginevra! Eu sempre soube que viver em uma casa com 6 meninos e ter amigas de famílias não dignas iria estragar você, mas ninguém me ouviu. Eu disse que você deveria ter sido criada por mim ou em alguma escola especial para meninas bruxas de famílias de sangue puro! Eu insisti com a cabeça-dura da sua mãe! – Ela era a imagem de infelicidade em pessoa – Eu já tenho cento e oito anos, não agüento tanta decepção na minha vida!


-Ah... – Eu não sabia ao certo como reagir a Tia Muriel – Eu acho que sinto muito...


-E ainda ACHA?! Você é uma decepção completa para a família Ginevra!


Eu tive que revirar os olhos, não sabia se ria, se chorava ou se a mandava direto para o St Magnus.


-A única forma de você salvar sua família de uma ruína maior do que ela já está, com seus irmãos do jeito que são, é fazendo um bom casamento, antes que passe da hora! E então, já tem algum pretendente? – Ela estreitou os olhos para mim – Não esconda nada de mim, ou eu descobrirei por conta própria, o que pode ser muito pior...


-Na verdade... – Eu comecei nervosa – HARRY! – Eu gritei acenando freneticamente para ele com uma expressão que não deixava dúvidas quanto a urgência dele comparecer ali imediatamente.


-O que foi? – Ele se aproximou franzindo a testa – Está tudo bem Gina? – Ele pegou minhas mãos cuidadosamente.


-É esse o rapaz Ginevra? – Tia Muriel perguntou com a expressão mais arrogante que conseguiu.


Harry se virou assustado ao ouvir aquela voz e empalideceu ao vê-la com sua expressão de superioridade examinando-o minuciosamente.


-Ti... Tia Muriel? – Ele perguntou apavorado.


-Não sou sua tia garoto! – Ela o repreendeu – E já tenho sobrinhos demais para o meu gosto obrigada! – Ela fez uma expressão de desgosto profundo – E o senhor devia pelo menos se apresentar direito a mim se quiser a permissão de desposar Ginevra!


Eu fechei os olhos com força querendo sair dali e arrastar Harry comigo, porque minha mãe convidou tia Muriel? Ah, eu sabia, a famosa herança, mas porque ela não podia morrer logo de uma vez?!


-Hmm Eu sou Harry Tiago Potter – Ele assustado hesitou – Filho de Tiago Potter e Lilian Evans Potter, pertencente a Grifinória, 18 anos...? – Ele disse sem saber como prosseguir.


-Casa sanguínea – Disse tia Muriel implacável.


-Tipo A positivo? – Ele perguntou intrigado.


-Mestiço – Eu respondi por ele olhando para baixo, Harry não merecia ouvir o que vinha pela frente – Tia! – Eu interrompi a resposta que ela preparava assim que algo passou pela minha mente – Não o reconhece? É o famoso bruxo Harry Potter! Aquele que derrotou Voldemort! – Eu disse empolgada.


-Ah... – Ela analisou-o com o outros olhos – Desculpe se não o reconheci rapaz, mas minha memória não é o que costumava ser, ainda mais com tantos familiares me dando tanto desgosto, que mal consigo pensar em alguma outra coisa.


-Entendo... – Ele parecia a ponto de morrer, ou algo pior, a expressão apavorada em seus olhos, devia ser maior do que quando ele estava cara a cara com Voldemort em pessoa, eu não o culpava, até Voldemort tremeria diante de tia Muriel, não sei como não a colocaram contra ele na guerra.


-Então o senhor é um bruxo de renome, já deve ter conhecido muitas pessoas importantes suponho eu...


-Hum... Acho que é... – Ele não fazia a menor idéia do que dizer.


-Muito bem – Tia muriel sorria de um jeito assustador – Quando encontrá-los não se esqueça de mencionar que é praticamente sobrinho de Muriel Preweet está bem? Agora se você se importa eu e minha sobrinha precisamos conversar a sós.


Eu olhei para Harry apavorada, implorando a ele para não me deixar sozinha com aquela maluca, mas ele foi embora voando, e nem mesmo eu podia culpá-lo.


-Ele? – A expressão de Tia Muriel era cética – De certo que ele conhece pessoas influentes e terá um bom emprego algum dia, mas um mestiço? – Ela disse desaprovadora – E você conseguiria coisa melhor se tentasse um pouco mais Ginevra!


-Tanto faz tia – Eu disse já no meu limite.


-Você vai me deixar aqui sozinha não é isso que está planejando? – Ela estreitou os olhos – O seu irmão decente deixou-se dominar por aquela francesa, e os outros dois mais ou menos estão muito ocupados com os convidados barulhentos e desagradáveis que você convidou. Sua mãe e seu pai desapareceram e o Ronald não desgruda daquela zinha – Eu não precisa ser vidente para saber que era Hermione – E aonde está o Jorge? – Ela falou com um desagrado evidente na voz.


-Está no quarto dele tia... – Eu suspirei – Ele ainda está mal pela morte de Fred.


Eu gelei ao ouvir a gargalhada estrondosa de minha tia.


-Eu já tinha até me esquecido do peso que me livrei, aquela guerra serviu de alguma coisa não?


-Do que você está falando tia?


-Daquela praga na nossa família que era o seu irmão, e que agora não mais ira nos perturbar.


Eu não podia acreditar no que ouvia, era possível existir alguém tão sem coração no universo?


-Como você pode dizer uma coisa dessas?! – Eu berrei pouco ligando para a atenção que estava atraindo das pessoas a minha volta – Que tipo de ser sem coração você é?!


-Mais respeito Ginevra! – Minha tia foi ríspida – E eu falo à verdade que ninguém tem coragem de dizer! Aquele menino era uma peste! Uma desgraça! O mundo é um lugar melhor agora! A nossa família é uma família melhor agora! E não é porque aquele menino morreu que faremos dele um santo ao invés da criança mal-educada e desagradável que ele era!


Todos nessa altura olhavam para a gente e eu sentia as lágrimas forçarem passagem.


-EU DEVO PEDIR QUE A SENHORA SE RETIRE IMEDIATAMETNE E NUNCA MAIS APAREÇA! – Eu berrei com toda a força das minhas cordas vocais antes de sair correndo e chorando para o meu quarto.


 


-Gina... – Bateram na porta do meu quarto cerca de meia hora mais tarde.


-Entra Harry – Eu disse com um suspiro.


-Estão todos lá embaixo perguntando de você... – Ele disse entrando devagar.


-Eu não ligo – Disse sem olhar em sua direção.


-Gina, olha eu sei que sua tia disse realmente te atingiu mas...


-Você ouviu as coisas desprezíveis que ela falou?! – Eu me virei indignada para ele.


-Sim Gina, mas ela já foi embora... E toda a sua família e seus amigos, que te amam, estão lá embaixo, esperando por você...


-Sinto muito Harry eu não vou descer – Me virei determinada para a janela.


-Gina, acho que você está sendo meio sensível em relação a isso tudo.


-Não sei se você sabe Harry, mas O MEU IRMAO MORREU! Desculpe se estou sendo meio sensível em relação a tudo isso.


-E meus pais, meu padrinho, Dumbeldore, Toby e Edwiges morreram também, mas uma hora a gente supera isso!


-Ah – Eu disse irritada e chocada com o que havia acabado de ouvir – Então é disso que se trata...  Você está apenas chateado porque dessa vez não é você o centro das atenções!


-Gina... – Ele mal conseguia falar tamanha sua perplexidade.


-Eu sinto muito que tenha sido o Fred então e não... Sei lá, eu mesma a ter morrido! Porque daí você seria o grande sofredor não é mesmo? NÃO É?! – Eu berrei possessa.


Antes mesmo que eu percebesse o que havia dito, a cara perplexa e ferida de Harry me atingiu.


-Harry – Eu comecei a chorar – Eu...


-Me deixa em paz Gina – Ele disse seco, batendo a porta do meu quarto ao sair e me fazendo encolher ainda mais enquanto eu chorava convulsivamente. O que eu estava fazendo com a minha vida?


 


 


Continua...



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por vritupotter em 11/05/2020
Ai, esse sim foi [sad reactions only], socorro. Tia Muriel completamente sem noção alguma, cruzesssss! É de desestabilizar mesmo. Pesado.
Nota: 0

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por barbara aguiar azevedo em 03/04/2011

Giniiinha colocando as magoas de fora é sempreee um sucesso!!!

O Harry merecia ouvir umas verdades, mas o que ela falou foi pesado demais!!! ;| E nem é verdadeee!!!
As mogoas guardadas fazem isso com as pessoas!!!!

Ameiii o cap.!!! =DD

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ana Slytherin em 01/04/2011

Tadinho do Harry , ela foi cruel 
Eu vou  falar uma coisa qaue eu amo nessa fic :os cortes que a Gina da na prima da Cho sempre me fazem rir 
e mais uma vez eu amei o capitulo e espeor o proximo 
Bjoss

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Ana Laura. em 01/04/2011

Sádica!!! Só dedica pra mim por causa da briga!!! Mesmo assim, vc sabe que eu amo sua fanfic né??? :D

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.