FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Desculpas!


Fic: Se eu fosse você... - A fic.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Desculpas





_É isso mesmo, Prongs! Vai ser assim, que você, finalmente, vai conquistar a ruiva!




_Cala a boca, Padfoot! Eu sei que só estou dando mancada... Mas não precisa ficar me lembrando isso toda hora!




No dia anterior, James dissera que não queria conversar e simplesmente virou para o outro lado e dormiu... Quando acordou, decidiu fugir do dormitório feminino, e desceu para o salão comunal, onde encontrou seus amigos com o Mapa dos Marotos na mão... Hoje ele não escaparia, ou talvez sim, já que teriam aula...




_James, ela ta se tocando... Ela está revendo os seus sentimentos... Então dá um desconto, não bota muita pressão, não, cara! Assim ela vai ver que te ama e pensar que você não!




Depois desse conselho vindo de Remus, James que já estava arrependido, percebeu que deveria pedir desculpas para a ruiva e nunca, nunca mais agir assim com ela! Decidido, eles subiu as escadas, sem perceber as vozes que vinham de dentro deste...




 




                                                                                         




 




As meninas desceram do dormitório feminino bem devagarzinho, e ao perceber que os marotos estavam no salão, decidiram subir para o dormitório deles...




Entraram silenciosamente, e ao verem um James Potter dormir com as mãos juntinhas embaixo do rosto, foi hilário... Realmente, as pessoas achariam estranho esse novo James... E a professora MacGonagal, então? Ao invés da Lily responder as perguntas feitas na sala, seria James quem responderia! Hilário!




Deixando de lado os pensamentos, Sophie cutucou Emme e juntas decidiram despertar a amiga afavelmente! Cada uma pegou um travesseiro e no três, começaram a bater na amiga...




_Parem! Parem... Me deixem dormir! –Um moreno gritou com a voz meio afeminada e abafada.




_Lily... Sua preguiçosa... Levante-se, hoje teremos que estudar!-Emme diz, dando uma gargalhada.




Sem perceber que estava no dormitório masculino, Lily achou que havia destrocado de corpo... Afinal, as amigas estavam ali, então deveria estar no dormitório feminino... Mas quando passou a mão pelo tórax (bem definido, por sinal), percebeu que ainda estava vivendo o pesadelo...




_O que fazem aqui? Nem que-uaaaaa-saber de aula por hoje!-Ela diz em meio a um bocejo.




_Viemos te visitar! Nunca pensei que diria isso um dia... Estou até emocionada... Vamos, você vai estudar sim! Sorte sua que temos uma aula a menos hoje! Agora vamos descer dorminhoca!-Sophie exclama em tom teatral!




Mas a conversa acaba, quando uma ruiva adentra o dormitório com uma força descomunal... E, percebendo que havia gente ali, diz muito envergonhada:




_Eu queria falar com o James...




Sophie e Emme caem na risada. O maroto não percebera que eram as duas que estavam ali! E a voz que ele usou... Impagável!




_Claro, Lily! Fique a vontade!-Sophie diz, dando uma piscadela em sua direção, quando ela e Emme estão em frente à porta.




Quando as duas saem... Um silêncio embaraçoso se instala no ambiente.




_Lily... Eu sinto muito por ontem, okay? Eu não deveria ter dito aquelas coisas... Fui muito duro com você! Me desculpe!




A garota sentiu o coração pular dentro do peito... Tudo bem que era seu corpo quem estava falando, era a sua voz, mas a pessoa não era a mesma.




_Mas você disse verdades, Potter! Eu não tolero as brincadeiras de vocês... Mas não posso condenar você por elas... E às vezes, nem é você quem as pratica, mas eu sempre boto a culpa em você! Sinto muito!




James sorriu, ela estava começando a pegar o ritmo da coisa... Boa menina.




_Podem ser verdades... Mas são coisas que não precisam ser ditas... E, bom, eu sei que não sou um santo, mas melhorei muito por você, sabe! Então, o que eu faço para você me perdoar?




Num impulso louco, Lily no corpo de James, se levanta de um salto e abraça a ruiva que está em sua frente. Seria até engraçado para quem visse...  Veriam Lily Evans consolando James Potter...




_Promete que não vai mais me dizer essas coisas? Você não pode dizer isso pra mim... Magoa muito! E eu prometo que, quando destrocarmos, eu não vou dizer mais essas coisas para você!




_Prometo!




E ficaram abraçadinhos como se fosse um casal! E percebendo isso, Lily se afasta, dá um sorriso e diz:




_Às vezes eu acho que você é mesmo perfeito, Potter!




E para a surpresa dela, ele diz bem baixinho, enquanto sai:




_Perfeito para você!




 




                                                                                             




 




Devemos dizer que as aulas foram simplesmente... Um desastre!




A primeira aula: Poções em dupla com os sonserinos...




James no corpo de Lily foi logo se sentar com Sophie; e Lily no corpo de James, com Sirius.




Até aí tudo bem... Mas o que acontece se Severus Snape decide encher o saco dos marotos? Confusão!




_Olha lá, Potter, a ridícula da Evans! Quando você vai perceber que ela é muita poção para o seu frasquinho? Tudo bem que é uma sangue-ruim... Mas mesmo assim... Muito bonitinha para você!




Ninguém soube o que aconteceu num minuto James estava sentado, no outro sua mão estava no nariz de Snape.




Os grifinórios aplaudiram de admiração, os sonserinos começaram a reclamar e uma Lily Evans sorria aprovando o ato.




_Senhor Potter... O que o Senhor Snape fez de errado para merecer este soco?-O professor pergunta prestes a explodir. –E já sabe, não é? Detenção...




E antes de sair da sala, repetindo a cena, os alunos ouviram James murmurar:




_O Ranhoso nasceu, professor! Ele nasceu!




 




                                                                                       




 




A segunda aula, sem James Potter na sala: Transfiguração, com Minerva MacGonagal...




_Alguém poderia me dizer, como transfigurar uma cadeira em um chapéu? Ninguém? Senhorita Evans...




Os alunos acharam estranho o fato de Lily Evans não ter levantado logo a mão... E estranharam ainda mais o fato dela ter ficado branca, como se não soubesse a resposta.




_Você pega a varinha... A agita no ar e murmura: “Tranformers Ladera”!




Seria cômico, se não fosse Lily Evans quem tivesse respondido...




A professora escancarou a boca, deixando-a num formato parecido com um O, e com uma expressão perplexa pergunta:




_Está tudo bem, senhorita Evans? Afinal, é a primeira vez em que me dá uma resposta errada!




James tremeu por dentro, não podia acabar com a reputação de Lily assim...




_AI! AI, Meu Merlin como dói! –E ele cai no chão e começa a rolar.




_Senhorita Evans? Ajudem-na... Vamos Black, por que está parado? Ela não é a namorada do seu amigo? Então a ajude! –A professora Minerva gritava a todo vapor por ver uma de suas melhores alunas desmaiar! Sirius, rindo como uma hiena, pega James no corpo de Lily, no colo, junto com Sophie e Emme, e a leva para a enfermaria...




 




                                                                                            




 




_Você devia ter visto Lily, o James desmaiou graciosamente, parecia um cisne de tão gracioso...




_Cala a boca, Sirius... Sua cadela!




Quando chegaram à enfermaria, Madame Promfrey mandou deixar o paciente de repouso. Foi só a velha sair, para que uma Lily Evans começasse a rir como uma louca desvairada!




_Cara... Podem dizer: Eu sou um gênio! HAHAHA!




E riram o dia inteiro, exceto quando professora MacGonagal e Dumbledore apareceram.




_É, parece que a senhorita Evans está mesmo doente! –E sussurrou em seu ouvido. –Espero que destroque para a partida de Quadribol, professora Minerva não suportaria perder!




E se foram, deixando James com cara de tacho.




E de noite, antes de ser mandando embora, Lily no corpo de James apareceu muito preocupada com o estado de seu corpo... Será?




E quando perguntou, os amigos desembestaram a falar toda a história.




_Obrigada, James!




_Imagina, não poderia acabar com a sua reputação assim...




_Olha gente, se for para ficar meloso, nós vamos embora! –Sirius diz, cortando o clima.




_Não, eu só estou um pouco tonto, por causa de Dumbledore! Cara, ele sabe de tudo! –James diz, rindo.




_É claro que sabe! Ele é Dumbledore, poxa! O maior bruxo que existiu e existirá nesse mundo! –Sophie diz como se ensinasse a uma criança de cinco anos a contar até dez.




_Pode ser o maior que já existiu... Mas o maior que existirá no futuro, será meu filho...




_Seu e de quem, James? –Sirius pergunta, com ar de dúvida fingida.




_Vá se catar, Padfoot! E você sabe muito bem com quem! Agora, vamos embora que não agüento mais ficar aqui!




E fugiram da enfermaria...




_Lily, estamos muito orgulhosos de você! –Sirius começa a dizer, no meio do caminho. –Primeira detenção! Estou emocionado! Como foi?




Sophie e Emme começam a gargalhar e pela primeira vez, viram James Potter ficar vermelho...




_Bom, como o Jam... Potter já havia limpado os troféus, eu tive que ajudar os elfos na cozinha!




_Se arrependeu? –James pergunta feliz por ela ter quase o chamado pelo nome.




_Não! O Snape bem que merecia coisa pior... Aquele Ranhoso! Eca!




Após passarem pelo Retrato da Mulher Gorda, cada um vai para o seu dormitório, exceto Lily e James.




_Potter, eu preciso falar com você!




_Agora não, Liz! Eu to acabado de sono! Boa noite! –Dizendo isso, o maroto no corpo da ruiva, dá um beijo estalado na bochecha dela... Mas na verdade, dá um beijo em sua própria bochecha, já que não está em seu corpo mesmo!




_Ele vai ter uma surpresa! –A garota murmura, antes de subir para o dormitório masculino...




É, James teria uma surpresa... Que acordaria a todos, exatamente, as duas horas e 37 minutos da manhã...




_OH, MEU MERLIN! EU VOU MORRER! SOCORRO! AJUDEM-ME!




_James, o que houve... Qual é a parada? –Emme pergunta assustada, enquanto as outras ocupantes do dormitório acordam com o susto!




_EMME... EMME, EU... EU ESTOU...




_Você está...




_EU ESTOU SANGRANDO! SOCORRO!


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.