FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Desafio. É hora da diversão!


Fic: A Revolução dos bichos


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


cap 6


Desafio. É hora da diversão!



" O café está servido! - Molly gritou enquanto Luna terminava de colocar o último prato.

Fred e George desceram primeiro, escorregando em cima do corrimão da escada.Gina para escovava os cabelos ruivos elegantemente e já estava passando a primeira camada de geleia em suas torradas.

"E meu pai? - Perguntou Fred.

"Ele foi para o ministério cedo. Percy também já foi.

Ron observava Luna. A mudança era impactante. Seu rosto tinha recuperado o tom rosado. Os seus lábios estavam mais vermelhos do que nunca. Mas o que mais o intrigou foram seus olhos. Eles emergiam um brilho diferente. Sua auréa irradiava uma imensa paz, e seus cabelos..., Rony não percebeu que estava com a torrada parada na entrada de sua boca, até Jorge dar um tapa em sua cabeça.


- O quê? Você esta louco?- brigou Ron, mas em seguida voltou seus olhos para Luna novamente.


"Seus cabelos loiros, estavam mais compridos ou era impressão minha? Tão brilhantes! Tão bonitos! Nem parece que estava doente. Que coisa estranha!


- Para de babar, Rony!- Fred disse fazendo com que o ruivo se irritasse com ele.




Quando Molly saiu da Sala os Gêmeos olharam para Luna.


-Eu te disse Fred, paga agora! - Fred levou as mãos ao bolso e tirou algumas moedas e entregou ao Jorge.


- Disse o que? - Perguntou Luna. Qual foi o motivo da aposta desta vez. Rony perguntou sorrindo.


- Que você estava caidinho pela a Lorinha aqui!


O sorriso de Rony desapareceu na hora junto com a torrada que ficou entalada na sua garganta.


- Luna sorriu radiante.



"Está tudo pronto? Gina perguntou. Todos assentiram afirmamente.


Então partimos à noite enquanto todos estiverem dormindo. Não podemos demorar, a muito o que fazer.

A ruiva pegou Luna pelo braço e subiu as escadas em direção aos quartos. Era a hora da caça!

-------------------------------------------------- ------------------------------


"Uau! Você é muita boa com a espada. Tem certeza que nunca lutou antes? - Brena perguntou abandonando as correntes que treinava.


- Hermione sorriu de leve." Que eu saiba ou quer dizer, que me lembre não. "Sei lá, talvez lutado no passado. Sabe quando seguro nesta espada, me encho de uma coragem sem fim. É como se ela me... não sei explicar, mas eu sinto em mim, uma força, é como se..., se tivesse feito isso a vida toda. O interessante é que não consigo achar uma explicação plausível.

"É muito provável .- Brena disse fazendo movimentos com sua correntes ao redor da castanha.

Elas tinham se levantado cedo como sempre, e estavam treinando com os outros. Hermione ficou pensativa enquanto ela movia a espada com maestria. Fazendo movimentos com ela, que só um verdadeiro Samurai poderia fazer. Brenda ficou chocada. E não foi só ela que estava prestando atenção. Ela parecia uma ..., "Profissional" esse tipo de técnica se leva anos, para aprender, e nem um dos treinadores daqui parecia possuí-la, nem mesmo Saskia.- pensou Brenda.

"Você está pensativa" .- Brena disse.

"Você não vai acreditar no que aconteceu na noite passada."- Hermione disse, mas foi logo interrompida por uma outra voz.

"Então você é a novata?- perguntou uma mulher,que também tinha uma espada como arma. Seus olhos eram verdes e seu cabelo era loiro na altura dos ombros.

"Deixe-a em paz Saskia .- Brena disse. - Eu sei o que você pretende, ela começou a pouco tempo. Não seria justo.

Saskia sorriu.

"Por que você não deixe ela decidir "mamãe"? - ironizou a loira apontando para Hermione.

Niobe olhou ao redor, todas as guerreiras tinham parado para observar a situação.

"Vocês está me desafiando Saskia?- Perguntou Niobe fitando seus olhos verdes. -

Saskia riu alto.

"Então você é educada, Niobe. Esse é o seu nome não é? .. Enfim, geralmente desafio alguma das novas guerreiras para um duelo, adoro ser aplaudida quando derroto alguém. Ainda mais a quem tenha escolhido uma arma igual a minha. Foi muito ousadia de sua parte, sabia?

Brena empurrou Saskia para longe de Hermione.

"Ela só veio ontem! Você não seria tão covarde! Pretende vencer um duelo com alguém que está apenas começando? Por que você não desafia a mim!

Hermione pôs a mão no ombro de sua amiga acalmá-la. " Se acalme Brenda." Sussurrou Niobe. Seus olhos castanhos se mantinham calma e, segura. Deu alguns passos em direção a Saskia, e parou em sua frente. 

" Se você quer mesmo lutar com uma novata... - Niobe disse. Tudo bem eu aceito! Mas já sabe que se perder..., tomarei seu lugar.- " Vou adorar pegar seu lugar, "Cadela"- exclamou Niobe em pensamento.

Saskia riu alto.

"Sim, eu sei, mas isso nunca vai acontecer. Você..., olhou-a de cima a baixo- não é pário para mim! Ninguém aqui é! Talvez nos seus sonhos, "novata."


Hermione virou seu rosto para Brenda e sorriu. Sorriu tão diabolicamente que Brenda entendeu na hora o que a castanha queria. Ela derrotaria Saskia com certeza. E não se conteve, sorriu de volta olhando diretamente para a guerreira loira.


Foi um desprazer trabalhar com você Saskia!

-------------------------------------------------- ------------------------------
Draco estava na biblioteca lendo várias cartas que tinha recebido de Comensais da Morte. Tudo estava pronto para a revolução dos bichos que serria realizado. Não conseguia se concentrar. Deu um murro forte na mesa dura e se encostou na cadeira. Seus olhos estavam fixos no teto, luminoso e sombrio.


"Como é que você está se saindo, Granger?-perguntou em pensamento." " Desde que essa maldita sangue ruim entrou de novo em minha vida, que não tenho paz. Eu devia tê-la matado no momento que coloquei minhas mão nela. Essa imunda não me sai da cabeça. O pior que agora não tenho mais vontade de matá-la.


Maldita! Mil vezes maldita! Vou destruí-la por me fazer sentir essas coisas que não sei explicar. Com mil demônios! Eu a quero todo o tempo, perto de mim, debaixo dos meus olhos.


Draco não sabia exatamente, o que estava acontecendo. Ele queria humilhá-la a todo custo. Queria vê-la acabada, sofrendo e o servindo pelo resto da vida.


Desde que Hermione Granger havia sido comprada e vivia dentro das mesmas paredes que ele, havia se tornado uma obsessão. Ele não passava um único segundo sem pensar nela. Claro, isso foi devido ao seu ódio contra a castanha, ou então, estava ficando louco. "Ela precisava morrer." Na concepção de Draco se ela treinasse e enfrentasse Saskia, ela não teria chance alguma. Talvez até morresse ali. Mas esse sentimento mudou rapidamente para um vazio com esse pensamento. Esse sentimento foi tão perturbador, ele queria que tudo acabasse, ele estava sofrendo e sabia disso.


"Draco saiu de seus pensamentos e sorriu friamente. Talvez não tivesse que esperar tanto para isso." E se as coisas saíssem como ele planejou, Hermione não poderia abater Saskia, e ela sumiria de sua vida." Mas seu sorriso morreu na hora, quando pensou que não a teria mais por perto. Merlim! Que sentimentos contraditórios são esses?
Seus pensamento foram interrompidos por seu funcionário que gritou nos jardins com uma de suas guerreiras.


"Niobe aceitou o desafio!- falou o servo.

Draco se assustou e levantou-se bruscamente de sua cadeira. Não era hora. Ainda não. Por mais que custasse admitir a si mesmo. A queria por perto. Ela era dele. Só ele poderia dizer-lhe quando lutar.Ele queria que ela se tornasse uma assassina. Só assim a colocaria contra seus amigos. Ela não estava preparada para vencer. E, ele..., não estava preparado para perdê-la. E mesmo que Hermione não vencesse sua oponente, ele a manteria por perto. Sempre.


Draco saiu da biblioteca em direção aos jardins disposto a  impediri aquele duelo. Depois daria um jeito em Saskia pela sua ousadia.

O que não sabia, é que alguém sairia ferido hoje.E não seria Niobe. E ninguém sequer imaginaria a batalha que estaria por vir.

Draco Malfoy entrou no jardim e ficou estático diante da cena que estava na sua frente. Todas as guerreiras e servos estavam em volta das duas. Elas circulavam analisando os movimentos uma da outra. Elas estavam prontas para a luta.


Draco de onde estava, não podia deixar de observar a postura e a elegância com que Niobe movimentava a espada. Mas o que mais o surpreendeu, foi o giro que ela deu com à arma em sua mão. A espada fez uma volta completa em torno dos seus dedos, como se ela fizesse isso a anos. Ele franziu o cenho."Tinha alguma coisa errada ali."-


Hermione se movimentou para o centro direito, enquanto Saskia ia para o direito. Ambas com um sorriso no rosto.

O treinador correu para onde estava Draco.

-Sr.

"Eu posso explicar o que está acontecendo! -Saskia desafiou Niobe para um duelo, e ela aceitou. Ela é burra! Vai estragar tudo!

Draco permaneceu em silêncio. Ficou escondido nas sombras observando a cena. De repente, a situação não parecia tão terrível. Saskia certamente venceria Hermione, e ele queria estar presente quando a espada atravessou o corpo pequeno da castanha virgem. Há uns dias atrás a única coisa que eu queria era vê-la no chão, se contorcendo de dor. Talvez o treinador diria depois que ele vai levar um tempo para curar as feridas de seu corpo, só para vê-la sofrer. Por que não? Seu rosto permaneceu impassível, cheio de ódio. Pelo menos por um tempo para se livrar do peso de sua obsessão.


Mas Draco não ficou satisfeito com o pensamento novamente, mas mesmo assim não interferiu. "Talvez seria melhor que ela morresse."- pensou frio e indeciso.


- Você é muito corajosa! Ou burra demais!- falava Saskia enquanto se movimentava ao redor do círculo, com a espada acima de sua cabeça, sempre de olho em sua oponente.


E você fala demais!- deu mais uma vez um giro de 360º perfeito com sua espada. Tá na hora de lutar!
Não se empolgue tanto novata. Não vai durar nem mais que um minuto. Prometo derrubá-la com um golpe certeiro apenas. Não vai doer muito.- Sakia disse vitoriosa.


- Hermione apenas, deu um sorriso malicioso, seus olhos se transformaram, e uma alegria sem fim se apoderou dela. É como se fosse outra pessoa, mas sabia que essa personalidade adorava ser desafiada.


No momento todos voltaram seus olhos para o céu. O tempo fechou. E uma chuva inesperada veio. Hermione fechou os olhos e sorriu sentindo a chuva cair em seu rosto.


-É hora da diversão!


 


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.