FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Solidão


Fic: Ex-grifinória: A história de Gina Weasley


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: Muito obrigada pelos comentários Ana Slytherin e Jully Padfoot Malfoy! aqui vai a continuação! Fico muito feliz que tenham gostado =D




***


Solidão




Evitei todos pela semana que se seguiu. Eu ficava em meu quarto a maior parte do tempo, fingindo dormir quando alguém entrava e no tempo que restava, saia rápido da casa e me sentava ao longe, olhando para o nada.


Quase a mesma coisa do mês anterior, se não fossem duas diferenças básicas: a primeira era que agora eu não estava desesperada para que alguém me fizesse companhia, agora eu fugia disso deliberadamente. Segunda, eu não me sentia mais tão infeliz, já que com mamãe em casa, nossa casa realmente parecia um lar, e Rony, Harry e Hermione fizeram com que todos se animassem, contagiando de certa forma toda a atmosfera ao redor. Atmosfera que não atingia somente um recinto da casa, onde com a ajuda de remédios um garoto passava todo o tempo livre dormindo, fugindo da dor e da solidão, em um mundo de sonhos onde ele estava com aquele que tinha o acompanhado a vida toda: seu irmão gêmeo Fred.


Porque eu fugia da companhia das pessoas? Eu me perguntei um dia, enquanto assistia o pôr-do-sol, tão solitário e melancólico quanto eu, do alto do morro que ladeava minha casa. Eu passava boa parte do final das tardes ali, quando normalmente todos estavam tomando banho, se trocando ou arrumando a casa depois de um dia cheio. 


Estar ali me fez pensar em Jorge, como tudo o que ele desejava era se livrar daquela solidão que sentia desde a morte do irmão. Foi quando percebi que eu, ao contrário dele, fugia da companhia dos que mais amava, eu escolhia estar solitária, eu queria aquela solidão... E por quê? A resposta era indistinta na minha cabeça e eu não conseguia achar uma resposta na minha confusão de pensamentos, enquanto sentia meu peito se apertar e as lágrimas pressionarem minhas pálpebras fortemente fechadas. Eu me encolhi com mais força e abracei minhas pernas. Porque eu me sentia tão solitária? Porque eu queria isso?


Foi quando uma mão em meu ombro me fez abrir os olhos assustada e indefesa, deixando as lágrimas escondidas escorrerem de leve pelas bochechas.


-Gina, você está bem? – Era Rony que perguntava me olhando assustado.


Eu abri e fechei minha boca sem conseguir responder, por fim eu olhei-o zangada e voltei a olhar para a frente.


-Porque não estaria?! – Eu quase rosnei.


-Calma então senhora estresse! – Ele disse se afastando com as mãos erguidas – Sinto muito por me preocupar.


Aquilo me fez sentir uma raiva e frustração tão grande que as lágrimas voltaram aos meus olhos e quis gritar, um grito infernal que se estenderia até o lugar mais distante que podia imaginar: o final da minha dor. Em vez disso eu fechei meus olhos e cerrei os punhos, eu tinha aprendido a controlar minhas emoções, mas elas pareciam que tinham aprendido a me controlar também.


Senti algo e inesperadamente olhei para trás, onde vi uma cortina no alto da Toca se fechar, não com a rapidez suficiente para que eu não visse os olhos verdes atrás dela.


Eu não conseguia respirar, e ao mesmo tempo respirava com muita força e rápido demais, deitei devagar na grama sentindo que ia morrer. É por isso que eu fujo do convívio deles, eu pensei enquanto abraçava minhas pernas, sem expressão no rosto enquanto as lágrimas escorriam, Ficar com eles é mais solitário e dói mais do que ficar sozinha.


 


 


Continua...



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por vritupotter em 23/03/2020
Fortíssima essa última parte. Uma grande transformação sendo anunciada, ótimo capítulo.
Nota: 0

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Dih Potter em 12/09/2012

Ownt... mt fofo a Gina.. Tadinha dela.. mais está mt lindo

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por camilabh em 19/03/2011

D+++++!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por barbara aguiar azevedo em 14/03/2011

Caraaa, mtuuu bom!!! =))

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.