FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Lírios e Torta de Caramelo


Fic: Sinceramente ...Te Amo


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

– Nossa, eu nunca vi nada parecido em toda a minha vida! – disse o professor espantado - Sr. Potter sente-se com a Srta. Evans, por favor.


Um sorriso brilhou na face do maroto enquanto ele bagunçava os cabelos e Lily se voltou zangada para ele com um olhar “eu não sei o que você fez, mas eu vou descobrir e me vingar”.


 "Não é possível, quais eram as chances do Potter cair comigo?" "Eu sei haviam só mais dois sobrando alem de nós dois, e o Remo havia sido escolhido antes, isso não é justo". “Merlin por que faz isso comigo? Por acaso eu fiz algum churrasco no seu funeral com direito a um pagode ao vivo? Só pode ser!”


- O que vamos fazer minha ruivinha? – disse ele se aproximando tanto da garota que ela podia sentir sua respiração.


- Primeiro: E-eu não sou s-sua ruivinha - disse ela corando de raiva e com a respiração falha – segun...


- Você está enganada amada Lily – disse ele enquanto acariciava seu rosto - você é minha sim! – e sorriu ao dizer – Eu sei que você esta gostando de estar tão perto de um ser tão... Lindo, maravilhoso, gostoso... Enfim PERFEITO como eu– concluindo as ultimas palavras com seu sorriso “meus 32 dentes são totalmente perfeitos”.


- E segundo – disse já da cor de um pimentão “por que ele tem que ser tão egocêntrico?”


Ela tomou fôlego para continuar – Eu acho que devíamos sortear.


- Sortear o que?


- A poção, seu idiota!


- Ah, ta ótimo – respondeu ele estranhando a mudança de assunto – Eu faço ou você faz?


- Eu faço – disse ela – Não quero trapaças.


- Ok, você abre o livro e a pagina que cair nós faremos.


- Tudo bem então – disse ela enquanto fechava os olhos e abria o livro, na hora que parou na pagina ela não conseguia acreditar, obviamente o mundo estava conspirando contra ela.


- Qual é a poção que faremos? - disse Tiago curioso.


- Hmm, eu vou pegar outra  - disse ela “EU NÃO VOU FAZER A POÇÃO DO AMOR COM O POTTER! NEM MORTA.”


- Não, será essa! E me conte logo qual que você tirou... - Disse ele ainda mais curioso.


- Eu me recuso a dizer - falou ela cruzando os braços ”Meu deus que menino teimoso” pensou.


- Ah, vamos Lily, você não quer ficar sem nota em poções ou quer? - Disse ele fazendo um jogo inteligente.


- Oh meu Merlin, veja logo essa porcaria – disse enquanto empurrava o livro em direção ao maroto que o pegou sorridente, quando ele abriu a pagina seu sorriso alargou mais e ele murmurou “Obrigado meu adorado e idolatrado Merlin”.


- Então vamos começar logo? - falou ele enquanto Lily revirava os olhos e foi até o armário dos alunos pegar os ingredientes necessários.


- Pronto temos tudo o que precisamos, e Tiago uma graçinha e eu faço você tomar a poção do morto-vivo - disse ela irritada.


- Ok, minha princesa - disse ele - Me comportarei como um anjinho.


- Me preocupo seriamente em saber que tipo de anjo você é...


-O anjo mais puro e inocente que você já conheceu.


- Sei - retrucou ela ainda esperando que ele aprontasse algo.


O resto da aula foi tranqüila, Tiago se comportou perfeitamente como havia dito a Lilian, e sempre cortava algo que era necessário para poção. Quando ela finalmente acabou de dar uma ultima mexida, disse:


- Está pronta - enquanto sentava e via a fumaça da poção subir em espiral, como estava escrito no exemplar.


- Posso? - disse Tiago apontando para o liquido perolado.


- Pode sim – disse ela rindo – só que tem uma condição, você terá que me dizer o que você sentir, ta bom?


- Ta - Disse ele corando um pouco, ele chegou mais perto da poção e aspirou a fumaça, perolada...


- E ai? – Perguntou Lily enquanto ele voltava para sua cadeira.


- Hmm, o primeiro cheiro é de uma coisa bem gostosa – disse ele – bem, acho que é torta de caramelo, pelo menos cheira a.


- E o segundo?-perguntou ela, que estava cada vez mais curiosa.


- Ah, o segundo cheiro, não é um cheiro doce mais ainda assim, de uma coisa que eu amo e faço perfeitamente... voar.


- Você sentiu o cheiro de voar? - perguntou ela confusa.


- Não, bobinha, no que eu vôo?


- Numa vassoura?


- Sim - concordou ele.


- Você está me dizendo que sentiu cheiro de vassoura? - perguntou ela.


- Sim, mais precisamente da madeira do cabo.


- Hmm, então ta – disse ela simplesmente - E o terceiro aroma?


- Ah, o terceiro aroma- disse ele – Vamos dizer que é o cheiro que mais amo no mundo, o aroma mais perfeito uma combinação de leveza com o aroma de Lírios e, quem ou que tem esse cheiro, eu terei que pedir um favor antes para você...


- Pode falar – disse ela não conseguindo controlar a curiosidade.


- Eu quero que prometa que não vai gritar comigo, nem fazer qualquer tipo de chilique.


- Mas Tiago eu não entendo. O que isso tem a ver?


- Prometa, e depois eu te contarei.


- Mas Tiag...


- Prometa.


- Ta bom, eu prometo - disse ela irritada – Mais agora fale logo, da onde você sentiu esse maravilhoso aroma...


- Ok – disse ele levantando e se apoiando na parte de trás da cadeira dela – bem esse cheiro vem de uma linda ruivinha, muito estressada por sinal, mesmo assim eu a amo demais , sua pele é mais macia que pêssego, sua voz é muito doce e suave, uma certa ruiva que agora se encontra sentada na cadeira defronte à mim, a pessoa que mais amo no mundo - sussurrou ele  no ouvido dela , a cada palavra que ele dizia ela ficava mais arrepiada e corada.


Ele passou a mão por uma mecha de cabelo que estava caída no rosto corado da menina enquanto sentava em sua cadeira, eles estavam cada vez mais perto até que:


- Hum Hum, com licença Srta. Evans e Sr. Potter, qual é a poção dos Srs.?


- Ah... – disse Tiago vagamente – Ah, sim nossa poção... - terminou ele sorrindo marotamente, mas mesmo assim corando , enquanto Lily estava mais vermelha que seus cabelos.


- Err, bem nós fizemos um sorteio e acabou caindo na poção do amor, a Amortentia - ela falou ainda corada – e então resolvemos fazer esta mesma.


- Hmm, parece uma poção que só um casal apaixonado faria, não? - Disse Slughorn com um sorriso um tanto suspeito - Mas mesmo assim eu deveria saber pelo cheiro e também pela fumaça em espiral, pois bem a poção me parece perfeita, Srta. Evans poderia me dar uma amostra da poção para a nota? - terminou ele mais logo se lembrou de acrescentar - E ah, Lilian eu gostaria de trocar uma palavrinha com você.


- Tudo bem, professor - disse ela enquanto Slughorn começava se afastar.


- Lily?- disse Tiago meio apreensivo.


- Fale , Potter – disse ela.


- Hmm, bem é que eu queria que você tomasse cuidado - disse Tiago corando.


- Com o que exatamente? - perguntou ela curiosa.


- Err, sabe eu não gosto do modo que o Slughorn olha pra você, e - disse ele corando cada palavra mais – só me prometa que vai tomar cuidado - disse ele por fim mais vermelho que o cabelo da menina.


- Potter, deixe de bobagem, o prof. Slughorn é muito legal, você só ta assim por que ele não é um puxa saco, que te idolatra – disse ela secamente – E eu sei me cuidar ok?


- Ta, bem, mais tome cuidado – falou ele – por favor...


Ela percebeu que ele falava como se fosse uma suplica ”o que esta acontecendo com ele?” pensou ela, “ele parecia bem preocupado’, “Ai mais que bobeira... ele deveria estar preocupado em qualquer outra coisa! Como se eu não soubesse me cuidar sozinha “


- Claro Potter – disse ela por fim – eu vou tomar cuidado – disse ela enfatizando a ultima palavra.


- Bem , então vamos, acho que já bateu o sinal – disse ele sorrindo.


- O que te faz achar que já bateu o sinal? – perguntou ela.


- Talvez por que todo mundo tá saindo...? - disse ele meio sarcástico.


- Ah, é verdade – disse ela – Ta bom pode ir , eu vou falar com o Prof. , e desço depois.


- Não, eu te espero - disse ele convictamente.


-Potter, por q... - começou ela mais ele interrompeu.


- Eu não vou te deixar sozinha com aquele doido – disse ele sério.


- Ah Potter pare de bobeira e desça e que já vou – disse ela.


- Não vou sem você – disse ele.


- Vamos fazer assim você me espera, na porta enquanto eu falo com o professor e depois nós vamos para o almoço, pode ser? - disse ela.


- Ok – disse ele meio contrariado.


 - Então vá logo - falou ela empurrando ele para fora da sala.


- Espere só um minutinho, eu quero um beijinho pra compensar, por eu estar sendo muito obediente e cavalheiro - disse ele brincalhão.


- Poupe-me – disse ela corando - E agora vai logo, eu to indo lá ok?


- Ta bom – disse ele roubando um beijinho dela enquanto saia da sala rindo.


- Potter, eu ainda te mato - disse ela, mais ainda assim rindo, ela se dirigiu até a mesa onde o professor guardava o material e cantarolava uma musica.


- Hmm, professor Slughorn, você gostaria de falar comigo? - disse ela.


- Ah, sim, sim querida sente-se aqui – disse ele apontando para um banco - é bem o assunto é um tanto quanto delicado, mais eu serei direto, o que você e Sr.Potter tem? Os dois andam muito estranhos esses dias, primeiro vocês faltam  na maioria das minhas aulas esta semana, e pelo que sei e vi, vocês antes não conseguiam ficar no mesmo ambiente , mas agora estão se dando tão bem e se não me engano, estavam quase se beijando quando eu cheguei para ver qual a poção que vocês fizeram, Lilian você poderia me explicar esses fatos?


- Bem professor, eu acho que as pessoas mudam e nos também temos que mudar nosso modo de pensar, mas não deixarei que nada atrapalhe meu desempenho nas aulas – disse ela meio corada.


- Então está bem, minha querida, pode ir - finalizou ele.


Lily saiu da sala e  logo trombou com o Tiago pelo jeito ele tava tentando ouvir a conversa.


- E então o que ele falou para você? – disse ele meio preocupado.


“E agora“ pensou ela “Conto ou não conto?”


- Ah, nada demais – disse ela – Vamos comer agora, que eu estou com fome.


- Mas, me fala o que ele disse – contestou o maroto então Lily, pensou em um jeito de fazê-lo esquecer essa história, ela pegou a mão dele assim deixando Tiago com o braço em sua cintura enquanto ela tirava sua mão da dele. E então ele parou de choque.


- O que foi, Tiago? – disse ela meio confusa.


- Você... pôs... cintura... minha... mão... mas... – disse ele desconexo, mas ainda assim com um sorriso bobo no rosto.


- Não era você que vivia dizendo que eu era sua, e que eu tinha que me acostumar com isso, pois bem se não quiser eu posso ficar abraçada com outro qualquer, por exemplo, o Sirius ou até mesmo o Derek – disse ela provocativa.


- Eu nunca disse isso, e nem venha com essa história de Sirius muito menos Derek – disse ele emburrado e Lily sentiu o corpo dele estremecer de forma assustadora como se estivesse tentado à bater em alguém, mas estivesse se segurando, ela parou de andar e se virou para ele.


- Ei, eu estava brincando - disse ela num sussurro.


- Eu sei, mas é que pensar em você com  aquele idiota me dá nos nervos, eu te amo demais para te perder para um idiota - disse ele sussurrando mais baixo ainda, porem era possível ouvir uma ponta de magoa em sua voz. 


 - Relaxa, eu estou aqui com você não estou? - disse ela consoladora.


- Eu sei, mas... - começou ele.


- Shiiu - sussurrou ela logo em seguida o beijando – Às vezes você fala demais sabia?


- Bem, se toda vez que eu falar demais você me calar assim, eu acho que eu não vou parar de falar nunca sabia? - respondeu ele sorrindo.


- Bobo – disse ela revirando os olhos, e eles voltaram a caminhar até o salão principal.


---


Depois de jantarem todos subiram e foram para seus respectivos dormitórios, os únicos que sobraram foram Lily e Tiago sentados em uma das mesas do salão comunal, no que a menina falou:


- Tiago, eu vou subir, amanha eu vou acordar cedo.


- É verdade, eu vou te esperar aqui no salão comunal ta certo? - disse ele.


- Tudo bem, então boa noite – disse ela virando as costas.


- Ei – protestou ele – Eu quero um “boa noite” mais descente - disse ele fazendo cara de cervo abandonado.


- Ai Merlin, Potter deixa de ser carente vai – disse ela revirando os olhos mais ainda sim chegando mais perto do maroto e depositando um selinho nele – Boa noite, Tiago.


- Faltou o “eu te amo Tiago’’ – disse enquanto ela franzia o cenho – Mas mesmo assim, boa noite, minha deusa grega – disse ele, no que ela começou a subir á escada até que... Poft.

-----------------------------------------------------------------------------------------------


Olá amados leitores
Esse como podem ver foi o meu maior capituloo*---*
EE GENTEEE como eu fiquei histerica com os coments quase morri ( não se preocupem eu vou terminar a fic antes de morrer ) eu ameii todos os coments msmoo (é já deu para ver) só mais uma coisinhaa OBRIGADA para quem comentou

Certo então , acho que é só esperem que gostem ( e continuem comentandoo )


CRACK 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.