FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Estranho


Fic: Não é nada pessoal - dramione - posto essa semana sem falta


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 


-Isso é estranho.


 


Malfoy se virou incrédulo para trás não acreditando no que via: Hermione realmente estava lá o encarando com uma ingênua curiosidade:


 


-O que você está fazendo aqui? – o loiro perguntou acusador.


 


-Nossa,quanta simpatia – ela ironizou debochada – na verdade,podia te fazer a mesma pergunta.


 


-Eu tenho um motivo importante e você?Não devia estar em aula?


 


A garota encarou a grama pouca à vontade.


 


-Hum...Eu matei.


 


Malfoy esperou que ela desmentisse mas Hermione se calara e ele começou a rir descontrolado.


 


-Que foi? – perguntou ela confusa.


 


-E depois você vem me falar de estranho?


 


-Mas eu aposto que você também matou aula.


 


-É, mas eu não sou você.


 


Hermione ficou confusa.


 


-Como assim?


 


-Não sou a faço-tudo-certo-Granger ou tiro as melhores notas da escola.


 


Ela corou contra a vontade.


 


-Mas então,o que está fazendo?


 


-Ah,eu não vou quiser me seguir...bom,vai até ser melhor pra mim,ter uma companhia – ele se virou e começou a andar.


 


- Isso é tão estranho...


 


Hermione falava enquanto seguia Malfoy.


 


- Por quê? – Ele havia se virado com um sorriso que causou um efeito inesperado nela deixando-a momentaneamente sem fala – E então por que, Granger? - Ele perguntou de novo quase duvidando da sanidade mental da garota.


 


- Porque... Porque... Ué, porque você é o Malfoy.


 


O loiro ergueu a sobrancelha voltando a andar ainda encarando-a.


 


- Bem observado, sou Malfoy e você Granger, e daí ?


 


- Como assim "e daí?" - Ele riu e ela desviou o olhar com receio de uma segunda perda de fala.


 


- E daí Granger que eu sou eu e não o meu sobrenome.


 


Foi a vez ela rir.


 


- Sabe, não foi assim que você se comportou nos últimos 5 anos, daqui a pouco vou pensar que alguém anda usando poção polissuco se passando por você.


 


Ele sabia que essa hora ia chegar, que ela ia desconfiar dele mas era seu trabalho, sua missão ser o mais convincente possível.


 


- Talvez isso tenha acontecido porque você nunca me conheceu. De verdade – ele falou encarando-a com firmeza, mas algo naqueles olhos castanhos o incomodava e ele desviou.Talvez tivesse sido a inocência que viu neles ou a ideia de que ela nem tinha ideia de todo o plano e afinal,mesmo que tivesse praticado por meses tudo a sensação não era boa.


 


- E como seria te conhecer? – ela perguntou se aproximando fazendo com que o loiro se virasse e continuasse a andar.


 


- Malfoy! – ela o repreendeu o seguindo mas ele andava mais rápido como se estivesse fugindo – Malfoy!


 


- O que é, Granger? Por que está me chamando se já está tão clara sua intenção?


 


A garota franziu a testa, mas foi pega pelo medo: e se ele tivesse notado o estado que ela ficou quando ele sorriu ?


 


- Como assim minhas intenções? – sua voz continha raiva e seus olhos se estreitaram desconfiados.


 


- Está muito claro pra mim que você não quer me conhecer – ele sentiu uma leve pontada de dor ao dizer aquilo, mas preferiu ignorar


 


- Eu não disse isso, eu quero te conhecer – ela afirmou, mas logo desviou o olhar sem graça.


 


- Mas não deveria – ele disse baixo sem pensar e ela se ofendeu confusa.Na verdade Malfoy estava ainda mais confuso que ela,só não queria continuar tão próximo dizendo todas aquelas mentiras porque no final ele sabia como acabaria.Num futuro não tão distante ele teria que fazer a queima de arquivo e a encarando naquele mmento viu que não estaria preparado quando acontecesse.


 


- Por que não? - ela tocou em seu ombro e ele se retraiu.


 


Aquilo já era demais,ele não cogitou a possibilidade do plano ser tão mais complicado que ele mesmo pra ele estar perto dela,descobrindo informações e não ela estar tão perto demais. Intíma demais pra ele se concentrar no plano.E agora sentia até mesmo uma certa...seria culpa?Por estar usando-a daquela algum motivo ele não queria machuca-la mas não poderia ver a destruição da sua família ,não queria nem pensar no que aconteceria com a mãe caso ele momento tudo era confuso e turvo em sua cabeça,ele já não consegui separar os pensamentos lógicos e nada parecia fazer sentido.


 


Hermione,alheia a tudo que se passava na mente do garoto esperava impaciente a resposta.


 


-Porque não somos certos,não juntos. Por que não volta para o Potter e o Weasley ?


 


O tapa foi inesperado e furioso e Malfoy se pegou olhando surpreso pra ela enquanto colocava a mão no lado do rosto como que para confirmar o que recuperou a tempo de dizer:


 


-Bate em qualquer um que te diga isso ou estamos voltando ao terceiro ano? -ele provocou querendo causar mais raiva nela.


 


-Não,não faço isso com todo mundo mas trato de maneira diferenciada um Malfoy.Que é o que você sempre será.


 


Com essas palavras Hermione se voltou em direção ao castelo sem olhar para trás.


 


-/-


 


"Lucius,


 


 em relação ao plano,está se tornando mais difícil do que o planejado.Não há outra maneira de cumprir a maldita missão,outro meio de conseguir as informações?


 


                                                           Draco Malfoy   "


 


 


-/-


 


Com o rosto ainda quente de raiva e vergonha Hermione entrou no sala comunal se sentindo mais estranha que ,ela devia saber que isso aconteceria.Não se pode confiar num confiou e agora pagava o preço que pudesse pensar em qualquer outra coisa,viu Harry vindo em sua direção.


 


-Hermione,tem como eu falar com você agora?


 


-Harry ,olha,eu tive um dia péssimo então por favor será que não dava pra deixar essa conversa pra..


 


-Não!Você tem me evitado por toda a semana e eu não sei porque.


 


-Bom,também não é como se você tivesse me procurado..


 


Harry olhou pra ela e falou:


 


-A verdade é que o bilhete só me atingiu porque eu fiquei com ciúmes.


 


-Ciúmes? - perguntou ela sem entender.


 


-É,de você com o um momento achei que vocês estavam..bem,não importa.O que me irritou mais foi que eu não deveria ficar com ciúmes,eu sempre achei que eu gostava da Gina mesmo ela sendo tão..


 


-Gina -completou Hermione o riso cessou rapidamente quando ela percebeu a proximidade perigosa dos dois.


 


E foi quando só o que conseguia ouvir are a voz de Malfoy martelando em sua cabeça.O que deixaria o loiro com mais raiva se não fosse ve-la com Harry,seu rival desde sempre?Ainda assim,ela não queria usar o melhor amigo desse jeito.


 


Tais pensamentos desapareceram conforme ela ia lembrando daquela tarde.


 


"Você tem que parar de ficar sempre na defensiva comigo"


 


"As coisas tem ficados mais simples pra nós esse ano''


 


"...eu sou eu,não o meu sobrenome..."


 


"...porque você nunca tenha me conhecido.De verdade."


 


"Não juntos"


Mas também por que não?Afinal,ainda estava furiosa com Malfoy e com uma vontade doente de faze-lo ver que ele não a não sentiu nada nem raiva.É claro que essa ideia foi estragada pelo tapa que ela dera antes nele.E ainda assim,ela sabia que era errado usar Harry dessa maneira e brincar com os sentimentos fazia dela tão egoísta e calculista quanto nisso a deixava furiosa mas pensar em como ele brincou com ela deixou seu ego mais ferido e sem mais pensar ela o beijou.


A voz de Malfoy continuava a ecoar na cabeça de Hermione e tomada de uma raiva repentina,se entregou ao beijo do melhor amigo pensando na reação de Mlafoy ao saber daquilo.


 


N/A:Bom,aí está o capítulo inteiro completo.Gente,mil desculpas pelo final retardado de antes,o que eu tinha bebido?


 


Mas então,o próximo capítulo vai ter o nome "Consequências" e está quase pronto.Alguém que tinha pedido pra eu fazer a Hermione tendo um pesadelo vai ter o pedido realizado..


 


E estu aberta a sugestões e outras coisas,etc.Quero agradecer a claro,os coments e pedir pra quem leu e tal,poxa dá uma comentadinha rapidinha,só dizendo se gostu ou não.Porque os coments são os meus maiores incintivos,acho que de qualquer pessoa né.


 


beij000s


 


-


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Landa MS em 19/09/2011

to até imaginando a reação do Draco. Será quele vai ficar com ciúmes? vamos descobrir...

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.