FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. Declaração de amor


Fic: Os marotos e a poderosa S2


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 26: Declaração de amor


No dia do passeio a Hogsmeade, os casais foram juntos e como Nicky e Sirius não tinham com quem ir acabaram tendo que ir juntos.

- Pontas, você já percebeu que a Nicky e o Almofadinhas tão muito juntos ultimamente? – perguntou Remo.

- Já Aluado, até disse que eles deviam começar a namorar, mas eles se recusaram terminantemente. – disse Tiago.

- E depois o devagar sou eu. – disse Remo rindo.

- Elas tão demorando. – disse Pedro impaciente.

- Um dia você se acostuma Rabicho. – disse Remo (ele já estava acostumado, tanto a Nicky quanto a Ana sempre demoravam a se arrumar).

- As garotas já desceram? – perguntou Sirius que tinha acabado de descer do dormitório.

- Não. – disse Pedro impaciente.

Eles ficaram esperando um tempinho, até que finalmente as meninas desceram. Pedro e Remo deram um selinho em suas respectivas namoradas, Tiago deu o braço para Lílian como um verdadeiro cavalheiro e Sirius e Nicky simplesmente saíram do salão comunal juntos.

==========

- Você tá linda! – disse Tiago a Lílian quando os dois já estavam sozinhos, pois cada casal foi para um lado.

- Obrigada. – disse Lílian encabulada.

- Aonde você quer ir? – ele perguntou.

- Vamos dar uma volta por aí, depois a gente podia ir ao Três Vassouras, pode ser?

- Tudo que você quiser! – disse Tiago, e Lílian ficou ainda mais encabulada.

==========

- Vamos à Zonko’s? Eu tô querendo comprar umas coisinhas. – perguntou Sirius.

- Por mim tudo bem, mas depois a gente vai à Dedosdemel. Eu quero comprar uns doces. – disse Nicky.

- Ok. Então vamos! – disse Sirius sorrindo.

==========

- Tiago, você não precisa pagar tudo! – disse Lílian constrangida.

- Eu quero pagar, não me importo. Você merece isso e muito mais. – disse Tiago olhando nos olhos de Lílian.

- Tiago... – começou Lílian quando Tiago começou a aproximar o rosto do dela.

Mas ela não tinha forças, gostava daquele garoto e naquele passeio ele mostrou o quão apaixonado por ela estava. Então fechou os olhos, deixou que ele a beijasse e retribuiu o beijo.

- Eu te amo. – Tiago disse olhando nos olhos dela depois do beijo.

- Eu também te amo. – ela disse sem pensar, mas era exatamente isso o que sentia.

E eles se beijaram novamente.

==========

- Sabia que esses dois iam se entender. – disse Nicky parada na porta do Três Vassouras e sorrindo vendo Lílian e Tiago se beijando.

- É. Mas vamos entrar porque eu tô querendo comer alguma coisa. – disse Sirius sério.

==========

Sirius continuava sério, mesmo depois que chegaram ao salão comunal, e quando todos já tinham ido dormir, Nicky foi falar com ele.

- O quê que houve Sirius? Por que você ficou assim? – Nicky perguntou.

- Não foi nada. – ele disse.

- Eu já disse que se você não quer dizer eu não ligo, mas também não precisa mentir. – ela disse um pouco irritada.

- Desculpa. – ele disse sinceramente.

- Tudo bem. Mas você tem certeza que não quer me contar o que tá havendo?

- Eu... eu acho que tô... que tô gostando de uma garota, mas... ela não sabe. E quando eu vi o Tiago e a Lílian, fiquei pensando nela e que provavelmente eu nunca vou conseguir fazer isso com ela. – disse Sirius olhando para o chão.

- Sirius, se você quiser eu te ajudo. – disse Nicky impressionada (nunca pensou que ele pudesse se apaixonar e muito menos que ele contasse isso para ela).

- Acho que não vai ser possível. – ele disse ainda olhando para o chão.

- Por quê? – ela perguntou.

- Porque a garota é você. – ele disse olhando nos olhos dela.

Nicky ficou sem saber o que dizer. Aquilo era chocante, Sirius Black gostando dela. Era absurdo! Eles que antigamente viviam brigando...

- Me desculpa, eu não devia ter dito. – disse Sirius vendo a expressão de susto no roto de Nicky.

Ele fez menção de ir para o dormitório, mas ela segurou o braço dele e eles se olharam nos olhos.

- Sirius, eu não sei o que te dizer. Mas se isso for mesmo verdade eu só posso dizer que gosto muito de você, só que não sei se é mais que amizade. E que eu não quero deixar de ser sua amiga! – ela disse aquilo tudo olhando nos olhos do garoto.

- Você sempre vai ser minha amiga. – ele disse com a voz rouca.

Ela viu que os olhos dele começaram a se encher de água, então se levantou e o abraçou.

Ele amava aquela garota, sabia disso há muito tempo por isso tinha ficado estranho. Quando ela disse que não o odiava, ele se sentiu muito feliz, percebeu que talvez tivesse uma chance. Mas agora que ele finalmente disse, ficou sabendo que a garota provavelmente não o amava e sentiu que tinha perdido tudo. Então ele não agüentou e chorou nos braços da garota que amava.

Nicky se sentiu completamente impotente vendo o garoto chorando no seu ombro. Imaginava a dor que ele devia estar sentindo: gostar de uma garota que não o ama como ele gostaria, ou será que amava? Ela não tinha muita certeza. Sirius mexia com ela, mas ela não sabia se aquilo era amor, por isso não disse que não o amava, mas como não tinha certeza, também não lhe tirou todas as esperanças.

- Acho que é melhor você ir dormir. – ela disse carinhosamente secando as lágrimas de Sirius depois que ele se acalmou.

- Me desculpe. – ele sussurrou (ele nunca tinha chorado daquele jeito, muito menos na frente de uma garota).

- Não precisa pedir desculpa. Você só disse o que sentia e fez o que sentia. – ela disse sorrindo carinhosamente.

- Obrigado. – ele disse indo para o dormitório.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.