FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Oclumência


Fic: aAaA♥~~Sentimentos do CoraçãoaAaA♥~~


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

OIII POVAUUUUUUUUUUUUUUUUUUM
SOH PRA ESCLARECER, EU SOU INICIANTE POR ISSO PODEM ME CRITICAR A VONTADEEEEEEEEEEE XD
VLW TODOS PELOS COMENTS
PODEM DEIXAR ESSE CAP DA MAIOR DO Q O 5 E ESPERO Q GOSTEM DELE, MUITAS COISAS ESTÃO PARA ACONTECER A HARRY E SEUS AMIGOS POR ISSO CONTINUEM A LER A FIC, E NOM DEIXEM DE COMENTAR, NOM IMPORTA SE O COMENT FOR RUIM.
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
- ...Meninos acordem logo!! O almoço está pronto!!!!-Gritou a Sra.Weasley, Harry não ouviu continuou dormindo, somente Rony se levantou e foi trocar de roupa deixando o amigo descansando no quarto. Depois de ter se vestido ele desceu e acabou parando no quarto de Gina viu que ela estava conversando com Hermione então decidiu ficar ouvindo a conversa.
- ...Hermione você deveria contar pra ele. Não basta pedir ao Harry, você tem que conversar com ele. - Falava Gina, que parecia estar um pouco feliz mas Rony sabia que ela estava fingindo, conhecia a sua irmã.
- Eu sei Gina, mas...eu tenho medo de que ele goste de outra pessoa...- Soluçou Hermione que estava abraçando um ursinho que estava segurando um coração dizendo: Eu te amo.
- Ei...a porta ta meio aberta é melhor eu ir fecha-la. - Nesse instante Rony tentou sair correndo escada abaixo mas acabou levando um tombo na hora que começou a correr.
- Rony!!!! O quê você está fazendo por aqui!! Por acaso não foi você que abrira a porta para espiar a nossa conversa??- Disse Gina com um tom de sarcasmo na voz.
- Não, imagina!! Eu..eu só tava...tava indo chamar vocês para virem almoçar!! A mamãe está chamando.
- Sei...está bem Rony, diz pra mamãe que eu e a Mione já estamos indo.
- Está bem, tchau.
- Tchau...-assim que Rony descera Hermione e Gina começaram a falar até que Hermione soltou uma lagrima de seus olhos castanhos e apertava mais forte o ursinho, não sabia se queria comeR e ver a cara de Rony sem que pudesse chorar ou soluçar, agora talvez ele poderia saber o seu segreDo mais profundo.
- Sai dessa! Do jeito que ele é deve ter se esquecido do que foi dito aqui. E além disso, nós não usamos as palavras: RONY WEASLEY, apenas falamos ELE.
- Eu sei mas...e se ele achar que fosse outra pessoa?- Agora Hermione definitivamente estava chorando, estava quase estourando o ursinho de tanto abraçar.
- Como quem? O Vitor?
- É uma hipótese Gina. Você sabe como ELE é.
- Eu sei que ELE é um idiota total, mas será que ele acha mesmo isso? Francamente, você nunca mais falou do Vitor pra eles...ou falou?- Gina lançou um olhar sério a Hermione.
- Bem...não me lembro sabe Gina - Mentiu Hermione.
- Está bem Hermione...vamos logo descer, devem estar nos esperando para comer.
- Mas antes Gina, quero que você me conte uma coisa. – Hermione não estava mais com o olhar depressivo que tinha antes no seu rosto, agora estava tenso e sério.
- O que é Mione? – Gina ficou um pouco nervosa.
- O que houve com você está assim? Tão...triste??
- Hermione...não quero falar sobre isso agora...eu lhe prometo que irei falar depois do jantar.
- Está bem. Vamos descer, temos uma surpresa para você.
- E o que é?
- É surpresa!! – E as duas foram descendo as escadas quando Rony apareceu subindo as escadas.
- Oi Rony...não vai mais almoçar? – Brincou Gina.
- Vou sim, só me esqueci de uma certa coisa.
- Está bem, vai pegar a sua coisa.
- Tchau. – Depois que Rony sumiu, Gina e Hermione continuaram a conversar só que na cozinha esperando que todos cheguem para almoçar.
- Finalmente vocês chegaram!! Quase que íamos comer sem vocês. Harry, querido, sente-se ao lado de Rony. – Falou a Sra.Weasley, que estava trazendo a comida para a mesa.
- Gina, a sua surpresa chegou. – Cochichou Hermione para Gina apontando para Harry, mas quando Gina viu Harry ela se sentiu triste, solitária...morta.
- Que foi Gina? – Perguntou a Sra.Weasley
- Nada!!! É a fome!!! – Enquanto Gina mexia na comida sem menor interesse, ela desviou seu olhar para Harry, ao qual o mesmo, retribuiu o olhar, mas desviaram pois os dois coraram furiosamente de vergonha até que Gui resolveu falar.
- Meninos, hoje á tarde eu pedi para que Fred e Jorge venham aqui depois de resolverem algumas coisas na loja deles. Quando eles chegarem vocês podem nos ajudar com as coisas para o casamento? – Perguntou Gui para os jovens que estavam se saciando com a comida deliciosa da Sra.Weasley, menos Harry e Gina que pareciam um pouco perturbados
- Claro, mas que horas seria? Eu, Hermione e Harry queremos fazer umas coisas depois do almoço.
- Querrrrido, eerles nom prreecisaam arrudar. Nórrs e oos Gemmêos poddermos fazer isssso sozinhos. – Falou Fleur que ainda não estava acostumada com o Inglês Britânico, mas já tinha feito um bom progresso.
- Não se preocupe Fleur, nós podemos ajudar!! Pelo menos eu acho que posso. Que horas vai ser? – Perguntou Hermione animada, ela adorava a idéia de ver Gui e Fleur juntos, pois achava o casal a coisa mais linda do mundo.
- As 16:00, vocês vão ter bastante tempo para fazer as suas coisas.
- Mamãe me passa a salada de batatas. – Falou Gina, que estava ainda inconformada com o casamento, mas já aceitara a poucos a idéia.
- Ok, por mim tudo bem, adoraria ajudar vocês!!! – Falou Harry. Ele sabia que iria adorar, pois Gina provavelmente iria ajudar.
- Então tudo certo, eu e Fleur temos que resolver umas coisas no Beco Diagonal, e de lá a gente traz o Fred e o Jorge pra cá e chamamos vocês. Temos muita coisa para fazer, em uma semana! – Falou Gui que agora estava tentando se conter para não pegar os ossos da galinha gigante que a Sra.Weasley preparou.
- Bem, eu estou satisfeita mamãe. Pode me dar licença?
- Claro Gina. O que você vai fazer esta tarde?
- Eu? Vou ficar dormindo. To muiiiito cansada! As 16:00 vocês me chamam – Gina então subiu no seu quarto e o trancou, ninguém foi saber se ela estava realmente dormindo pois, todos confiavam nela.
- Bem eu também estou satisfeita. Irei escovar os meus dentes e depois irei espera-los no quintal. Com licença. – Então Hermione seguiu ao banheiro dos Weasleys e depois seguiu ao quintal esperar os seus amigos.
- Vamos Harry! – Chamou Rony.
- Já estou indo Rony. Obrigado pelo almoço Sra.Weasley, estava ótimo!
- Não foi nada, querido. Gui, Fleur, temos que ir ao beco ver o vestido de Fleur, se está pronto ou não.
- Vamos. – Então Gui, Fleur e a Sra.Weasley saíram deixando os 3 sozinhos.
- Vamos Rony.
- Vamos. – E os dois foram para o quintal aprenderem Oclumência. Hermione estava com uns 3 livros que poderiam substituir 10 livros grossos.
- Bem, agora vamos lá...
- Hei! Hermione, como você vai nos ensinar se você não sabe? – Perguntou Rony indignado.
- Quem disse que eu NÃO SEI Sr.Weasley? – Falou Hermione num tom de reprovação.
- Deixa pra lá...”professora” – Sussurrou Rony para Harry, que tentava se conter de risos.
- Bem vocês já devem saber a diferença entre Oclumência e Legismencia.
- O que é isso?
- Francamente Ron!!! Você não estuda? Oclumência é a habilidade de fechar a mente e a Legismencia é justamente o contrário, é a habilidade de...
- Retirar a memória e os sentimentos da mente de alguém. – Respondeu Harry friamente, pois se ele tivesse aprendido antes, ele poderia ter salvado Sirius do véu.
- Isso mesmo Harry. Bem, agora eu irei ensina-los a Oclumência. Primeiramente, eu quero que vocês fiquem que nem o Rony!
- O quê você está querendo dizer com isso? – Agora sim Ron estava com raiva.
- Estou querendo dizer para vocês ficarem com a mente limpa. SEM NADA! Por isso se concentrem. Primeiro você Rony, repele-me com a mente e você não precisará apelar para a varinha. Por isso esqueça as suas emoções. O restante você sabe fazer sozinho.
- Harry, não to gostando disso.
- Agora não preciso mais me vingar, a Hermione vai fazer isso. – E um sorriso malicioso veio no rosto de Harry, fazendo Rony ficar vermelho de raiva.
- Muito engraçado Harry.
- Muito bem, se não conseguir se concentrar de olhos abertos fique com eles fechados.
- Ok. Pode ir mais rápido Mione?
- Está bem, pronto ou não...um, dois e três! Legilimens!! – Rony sentira que não estava mais no quintal, estava num lugar totalmente branco até que uma imagem de uma pequena garotinha de 11 anos de cabelos cacheados e castanhos veio a sua frente, era a Mione, em seguida outras tantas imagens veio aos seus olhos, até que ele percebeu que estava de volta no quintal.
- O quê a minha imagem estava fazendo na sua cabeça Ron? – Perguntou Mione que parecia feliz com tal fato.
- Beeemm, bem é, é que...sei lá! Deve ser porquê eu sabia que você ia entrar na minha mente e, e, e você veio a minha cabeça por causa disso. – Tentou disfarça isso, mas Harry sabia que na verdade eram os sentimentos de Rony que não deixaram ele esquecer Mione.
- Bem, tudo bem então, mas tente esvaziar COMPLETAMENTE! Fique sem os seus sentimentos. Bem, agora vamos tentar com você Harry, quando achar que está pronto você me fala.
- Ok. – Harry fechou os olhos, tentou esvaziar a mente e retirar todos os seus sentimentos do seu corpo, tentou virar uma pessoa fria e sem coração. Passou uns 5 minutos, até que ele voltou e recomeçou a falar de novo. – Muito bem, estou pronto Mione.
- Está bem. Um, dois e três! Legilimens!!!! – Apenas uma imagem em branco apareceu para Harry, até que depois de uma fração de segundo, veio a imagem de Hermione e Rony mortos, como no seu sonho. E essa imagem foi se aproximando, mais e mais, e quando finalmente parou um vulto de capuz preto apareceu subitamente na imagem de Rony e Hermione mortos, até que Harry percebeu que estavam de volta ao quintal dos Weasleys.
- Harry. O que foi aquilo? – Perguntou Hermione assustada. Ela viu as imagens, estava na mente de Harry naquele momento.
- Acho que isso aconteceu por quê eu ainda não consegui tirar esse negócio do herdeiro da minha cabeça. Mas esse vulto de capuz...nunca apareceu tão perto nos meus sonhos. Eu acordei somente quando vi vocês mortos. E quando ele(a) matou Gina. – Falou Harry, estava suando frio e tremendo muito.
- Harry o quê aconteceu? Eu estou viajando aqui. – Perguntou Rony assustado.
- Quando eu entrei na mente dele, o herdeiro a invadiu ao mesmo tempo. Sinceramente, os poderes dele ou dela são incríveis.
- O que você quer dizer Mione? Qualquer um pode entrar na mente não é? Assim como Harry fez com Voldemort.
- Sim mas Harry é “ligado” ao Voldemort. Mas ao Herdeiro não. E precisa estabelecer um contato visual com o seu inimigo para poder entrar na mente dele. Não é possível acreditar nesse poder. Essa família desenvolveu feitiços poderosos demais.
- Está certo gente, vamos esquecer esse assunto? Para que nós não tenhamos mais problemas como esse temos que treinar. Lembram que Gui e Fleur chegam as 16:00?
Já são 14:00, se ainda continuarmos esse assunto não iremos conseguir nem treinar e muito menos aprender. – Falou Harry, ele estava muito ansioso para ajudar Gui e Fleur. Iria ficar perto de Gina, mesmo que ele não possa.
- Muito bem, vamos continuar então, vamos fazer assim. Três vezes o Rony e três vezes você Harry. – Falou Hermione.
- Por mim tudo bem, e você Rony?
- ... – Ele ficou quieto por uns momentos até que resolveu falar – arg, ta bom.
- Muito bem vamos lá, você primeiro Harry. Um, dois e TRÊS!! Legilimens!! – Novamente uma imagem branca veio aos olhos de Harry e Hermione, depois de uns 15 segundos apareceu uma imagem. A imagem da carta de Dumbledore e o seu rosto. E assim foi seguindo as imagens, todas as cartas que havia ganhado e as palavras: “NÃO VOLTE PARA GODRIC’S HOLLOW” e a frase: “ESPERO VELO UM DIA, DAQUI A MUITO TEMPO. EU ESPERO.” E ele e Mione voltaram ao quintal novamente.
- O quê era aquilo?
- A carta que eu recebi de Dumbledore. Calma!! Eu irei contar tudo a vocês e explicar. – Então ele falou tudo para Rony e Hermione, detalhe por detalhe. Os motivos que o levaram a voltar a Hogwarts e outras coisas.
- Então, se você voltasse para GH(n/a: Vamos fazer isso para não deixar muito cansativo ;D) provavelmente, você morreria? Pois Vo..vold..emort poderia deduzir que você iria para lá?
- Ai, francamente Rony! Não sei por quê você ainda tem esse medo do nome dele!
- Deixa de discussão vocês dois. E sim Rony, ele pediu para que eu não fosse por causa dessa possibilidade. Vamos tentar mais uma vez Mione, estou concentrado agora...erm...deixa pra lá, vocês podem me dar licença?
- Aonde você vai cara?
- Ao banheiro. Vocês podem ficar treinando enquanto eu vou. Aliás o nosso tempo é precioso, já são 15:35 e a qualquer momento eles podem chegar.
- Vai cara, não quero estar aqui quando você soltar os seus gases. – Brincou Rony.
- Muito engraçado Ron. Tchau. – E assim foi Harry ao seu encontro com o banheiro, deixando os dois sozinhos naquele lindo quintal, que era cheio de flores de todos os tipos e tinha uma passagem para uma floresta.
- Be..bem, podemos começar? – Gaguejou Mione, ela estava perto de Ron e sozinhos. Não podia deixar de estar nervosa, afinal, gostava dele.
- ...O quê? Ah! S..sim...me dê alguns segundos?
- Sim. – Então Ron fechou os olhos, tentou se concentrar e esvaziar a sua mente e os seus sentimentos, tentaste muito mas não conseguia com ela perto dele. Ela, com aqueles cabelos cacheados e castanhos, não eram mais altos como antes, eram sedosos e brilhantes, “muito bonitos para falar a verdade!” pensava Ron. Quando ele achou que estava preparado, ele abriu os olhos e fitou Mione.
- Acho que estou pronto. Pode ir.
- Cer..to. Um, dois e TRÊS! Legilimens!! – Ela entrou na cabeça de Ron, via uma imagem branca, passou uns 30 segundos e a mesma imagem branca estava na cabeça dele. Até que veio a imagem do quintal que eles estavam, mas era diferente. Hermione via ela mesma e Rony juntos, contemplando o pôr-do-sol juntos e abraçados. Até que percebeu que estava no quintal verdadeiro dos Weasleys. E que Rony ainda estava de olhos fechados.
- Ron...Ron...RONY WEASLEY ACORDA!!
- Hã...oquê? Harry não voltou ainda?
- N...n...não. – Agora Hermione estava chorando, seus olhos castanhos estavam soltando pequenas gotas de água que eram muito visíveis a Ron, pois era isso que ele fitava naquele momento.
- Por quê estás chorando?- Agora Rony estava mais perto de Hermione, estava a abraçando.
- Não...não é nada. É uma bobagem.
- Se é uma bobagem...você não teria motivo para chorar. – Agora os dois estavam cara a cara, juntos e sozinhos. Se aproximando cada vez mais, ao ponto de cada um poder ouvir a batida rápida de seus corações e sentir a respiração um do outro. Parecia que cada um já sabia o sentimento que cada um sentia um por outros por meio daquele olhar. Os dois já estavam entrelaçando os lábios, cada um esperava aquele dia a muito tempo, desde o primeiro olhar em Hogwa...
- CHEGAMOS!!! – Então duas pessoas iguais aparataram na frente de Mione e Ron. Eram Fred e Jorge.
- Woooh, parece que acabamos com o clima de uma futura Weasley, Jorge. – Brincou Fred, que estava com umas sacolas na mão.
- Parece que sim Fred, vamos vocês dois, vamos ajudar o Sr.Lobo e a Srta.Weasley Lôra. – Hermione soltou um riso abafado, mas Rony estava olhando para os dois com raiva. Até que Harry também chegou junto deles.
- Oiii gente, foi mal pela demora é que eu tive alguns problemas para usar o banheiro. Gina estava usando. Bem,vamos ajudar Fleur e Gui?
- Vamos Harry, eu e Mione já treinamos bastante oclumência hoje.
- É...vamos. – Então os 5 entraram na casa, até que alguém tocou a campainha.
- Nossa, quem será? A mamãe foi fazer algumas comprar e o papai não volta muito cedo... vocês chamaram alguém? – Perguntou Gui.
- Não. – Falaram os 5 em coral.
- ...Está bem, vou atender. – Então Gui foi ver quem estava na porta, perguntou mas ninguém respondeu, então ele pegou a varinha, poderia ser um comensal da morte, pois naqueles tempos tudo estava muito perigoso. Então ele abriu lentamente a porta até que ele viu duas pessoas de capuzes que estavam segurando uma pessoa que também estava de capuz, quando Gui apertou os olhos viu que duas deles tinham cabelos ruivos. Até que reconheceu quem era...
- PERCY! CARLINHOS!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.