FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. A Festa


Fic: O Segredo da Magia


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Após horas no salão e depois trancadas no quarto, o visual das mulheres estava impecável. Jane trajava um vestido longo de alças finas azul marinho com scarpins prata, bolero de mangas longas todo trabalhado com bordados pequenos, os cabelos curtos presos em um coque com um topete discreto modelado em gel, adornada com um conjunto de brincos e colar de safiras. Elizabeth trajava um tomara que caia longo e solto de seda pura e enrugada na cor verde oliva, tendo como único adorno um broche de ouro velho. Arrasadora, Jesse trajava um longuete drapeado com mangas tulipa e decote bem insinuante nas costas, a cor era vermelho vivo, cabelos soltos com cachos discretos nas pontas, sombra chumbo nos olhos e batom avermelhado, fechando com sandálias de cetim do mesmo tom do vestido e salto agulha. Melissa também tentara ousar um pouco e usava longuete de alças finas com plissados na frente amarelo, um cinto fininho prendia a cintura e como os sapatos de salto agulha e acessórios, era em ouro velho, o cabelo fechava o look em um estilo anos 50. Hermione trajava um vestido longuete na cor pêssego, os cabelos soltos com cachos definidos e um pequeno finizete de strass para prender uma mecha de lado, a maquiagem bem leve em tons pêssego e sandália salto agulha na cor bronze. Por fim, chutando a imagem de policial durona e rejeitando qualquer disfarce, Holly trajava um tubinho preto até os joelhos, o que com os sapatos peep-to de salto alto lhe rendiam um bom aumento de altura aparente, o vestido ainda possuía um generoso decote nas costas, brincos prata com diamantes e fechava com um robô de cavalo para festas, porém o cabelo passando propositalmente sobre as pontas das orelhas.


-Saudade de quando minha filha ia a festas como se fosse uma princesa da Disney. –George fala com um suspiro.


-Creio que todos compartilhamos os mesmos sentimentos. –Peter diz ao ver as mulheres chamarem a atenção de um garçom, que por pouco não se choca com uma mesa ainda vazia.


-Ao menos nessa festa só haverá amigos da família, que sabem que devem ficar longe. –Josh diz se pondo ao lado de Artemis, os braços cruzados revelando os músculos justos a manga.


-Pare de ameaça-lo Josh, Artemis não está interessado em Hermione. –Melissa diz ao se aproximar dos familiares. –A propósito, que bom que vieram. –Diz sorrindo para Butler, que apenas faz um gesto sutil com a cabeça em cumprimento, pelo canto dos olhos via Peter e George muito atentos a si.


-Está muito bonita Holly! Fez bem em não tentar se passar por uma criança. –Harry diz aprovador a elfa, que cora levemente.


-Hermione disse que seria desnecessário. –Holly diz também parecendo satisfeita com o resultado.


-As pessoas veem aquilo que desejam ver e, para a imensa maioria de trouxas que a virem, Holly não passará de uma mulher baixinha, talvez alguém que tenha pai ou mãe anão, entende? –Hermione explica e Harry assente, apesar de Artemis e Holly fazerem caretas, era inevitável associar anão a algo diferente de Palha.


-Vou me juntar a John, aproveitem a festa. –Jane diz se despedindo ao ver que mais convidados chegavam.


*****************************************************************


Artemis conversara com algumas pessoas interessantes que encontrara na festa, estava na verdade impressionado com o seleto grupo de amigos da família de Hermione, nem todos eram ricos, mas todos com mentes interessantes e ideias que poderiam gerar bons lucros em um empreendimento com o novo perfil dos negócios dos Fowl. Entretanto sua satisfação foi esquecida ao encontrar Butler e ver para onde este olhava.


-Vi que parecia muito animado com os convidados, parece que a festa está de fato divertida e leve como deveria ser. –Diz bem-humorado, os olhos perscrutadores observavam o movimento no salão, ignorando assim o mau humor de Artemis.


-Eu devia ter tomado um inibidor hormonal, talvez eu ainda consiga bons resultados. –Resmunga ignorando o guarda-costas, observando como Harry e Holly dançavam e conversavam.


-Deixe de bobagem, altura não é um fator tão importante assim. –Butler diz passando a observar Artemis e a direção em que olhava.


-Eu sou muito mais alto que ela, não apenas um pouco mais como ele. Imagine nós dois dançando e conversando, com ela pouco passando da minha cintura. –Diz amargo, muito em parte pelos sorrisos que Harry e Holly trocavam.


-Eu acho que você está exagerando, eles parecem apenas amigos. –Butler fala de modo sensato, mas Artemis bufa revirando os olhos, não era o tipo de reação que costumava ter, mas sentia seus hormônios fervilhando dentro de si como o adolescente que era, apesar de frequentemente esquecer-se deste fato.


-Creio que precise de aconselhamento de alguém especializado. –Conclui e se afasta de Butler, indo na direção de Josh, que estava cercado por quase dez garotas. –Com licença, posso ter um pouco de sua atenção? –Pergunta de modo formal a Josh, que fica intrigado e, por reflexo, procura Melissa e Hermione com os olhos, rapidamente as achando e ficando mais tranquilo.


-Parece que assuntos urgentes me aguardam, mas eu volto para vocês. –Diz ouvindo gemidos reprovadores das garotas, que discretamente fuzilavam Artemis com o olhar.


Os dois rapazes se afastam para um ponto menos movimentado, ficando ladeados por adultos que pareciam compenetrados em suas conversas e ignoravam a proximidade com os dois jovens.


-E então, que assunto urgente é esse? –Pergunta curioso.


-Preciso de alguém com seu perfil… é complicado para alguém na minha posição, mas é claro que pretendo pagar generosamente…


-Cara você não está tentando me chamar pra um programa, não é? Porque não sou nem um pouco gay e muito menos preciso de dinheiro. –Josh diz tentando conter o tom agressivo para não chamar atenção, mas passando claramente no olhar a ênfase de suas palavras.


-Não é nada disso! –Se defende sem jeito. –Preciso de conselhos, um professor, enfim, alguém que me ajude a me aproximar de Holly. –Explica olhando para o copo em sua mão, buscando no reflexo achar a posição da elfa.


-Ela é mesmo quente, mas desisti de tentar depois que Hermione teve uma conversinha comigo. –Diz divertido, fazendo com que Artemis lhe olhasse com desconfiança. –Mione comentou que você é afim dela, que sentiu alguma coisa mal resolvida entre vocês… deixa pra lá, eu ajudo numa boa.


-Eu gostaria de poder retribuir a ajuda. –Diz formal, tentando suprimir o fato de que seu interesse parecia muito claro para terceiros.


-Basta cuidar da Mione e da Mel e tudo certo. –Responde com um sorriso, achando Holly no salão. –Sabe, Harry é um cara muito legal e justamente esse jeito amigo dele é o que deixa as garotas caídas, exceto minha prima que é uma menina inocente e não enxerga essas coisas. Então, se eu fosse você, não deixava os dois ficarem tanto tempo sozinhos até ela estar na sua.


-A questão é como? Não posso ir até lá pedir uma dança, estou muito alto. –Resmunga observando Holly rir de algo que Harry dissera, escondendo seu rosto no peito dele.


-Muito alto? Estou vendo que termos um bocado de trabalho pela frente. –Diz em um suspiro, tudo que Artemis parecia ter de esperto para ciências e negócios, parecia ter de ingenuidade e inexperiência amorosa.


*****************************************************************


-Josh é um bom garoto e Artemis não me parece ser do tipo que faz arte. –Melissa diz ao se aproximar de Butler, que vigiava os dois com cautela.


-Eu sei, mas sou naturalmente preocupado. –Butler diz em tom quase formal, virando-se para vê-la ao seu lado.


-Estamos em uma festa, tudo corre bem, devia relaxar um pouco, talvez dançar. –Sugere insinuante e com olhos atentos e diretos.


-Se eu dançasse com você, só teria motivos para ficar mais preocupado. Não gosto de ter que lutar com pessoas que não merecem apanhar. –Diz observando que Peter estava conversando com um grupo de homens a poucos metros e sua atenção dividida entre os amigos e a irmã.


-Peter e papai já te ameaçaram? –Pergunta e o vê assentir. –Ok, concordo em sermos mais discretos, afinal não há porque criar problemas na festa de minha irmã.


-Não há a necessidade de discrição, já disse que não acontecerá. Sou muito mais velho que você, devia procurar um menino de sua idade. –Diz de forma mais dura, porém não houve traço de mágoa ou qualquer outro abalo no olhar da mulher a sua frente.


-Menina? Vi como olhou para minha sobrinha quando se cruzaram a caminho da mesa de bebidas. Não perdeu um movimento de seus quadris. De certo que não o recrimino, Jesse é uma mulher que chama atenção mesmo sem querer e poderia levar qualquer homem à loucura, a exceção de Harry, que parece ser inocente o suficiente para fugir de seu encanto sensual. –Pondera mostrando-se bastante à-vontade.


-Não sou um homem que pode se comprometer, meu trabalho exige disponibilidade, não tenho horários e estou sempre na mira de uma arma. –Mantém a defensiva, não mostrando o quanto ficara desconfortável por ser pego em um ato tão indiscreto.


-O que nos faz perfeitos! Imagine as situações:


“Querido, não poderei sair para jantar, acabei de receber um resultado importante e terei que ficar até mais tarde!”


“Querida, Arty precisa ir a um lugar, terei que desmarcar o encontro dessa noite. Nos vemos quando eu voltar ao país.”


-Ou a melhor de todas:


“Consegui uma folguinha, tem como me encontrar no lugar de sempre? Estou queimando de saudades.” –Butler engolira em seco com o olhar dirigido a ele durante a última “encenação”.


-Nunca ouviu falar que não se deve misturar vida pessoal e trabalho? –Pergunta tentando se manter firme.


-Como se você não amasse Artemis como a um filho. –Diz sorrindo de canto, não seria pega tão fácil. –Não importa que argumentos use, sei que é solteiro e que não é gay, portanto, pare de tentar bancar o cara frio e sem sentimentos, não será hoje, mas não tarda a noite em que estará em meus braços.


Antes que pudesse pensar em algo em que falar, Melissa já saía deixando Butler completamente zonzo, as mãos letais e geralmente firmes, tremiam enquanto um suor frio lhe umedecia a fronte.


Não importa o que se faça, esses gênios sempre têm uma resposta na ponta da língua! Já devia ter aprendido isso Butler, não pode vencê-la em seu jogo. –Pensa se recriminando, cada vez mais certo de que acabaria fazendo uma besteira como se fosse novamente um jovem que mal atingira duas décadas.


*****************************************************************


-Até quando vai teimar em ir pelo caminho errado? –Jane pergunta a filha, que mexia distraída uma pedra de gelo em seu refrigerante.


-Do que está falando? –Pergunta como se houvesse perdido o início da conversa.


-De como só para nos contrariar você se envolveu com o amigo errado. –Elizabeth diz como se fosse óbvio, apesar do tom carinhoso.


-Eu amo o Rony. –Diz já cansada de repetir aquilo.


-Como amigo, o problema é que você não vê isso. –Jane explica tentando ser paciente.


-Vocês é que preferem enxergar isso, porque têm uma preferência pelo Harry. Sei que Rony não é perfeito…


-Querida, se você amasse Rony como diz, não seria mais virgem. –Melissa diz ao se aproximar e ouvir a conversa, fazendo Hermione perder a fala e corar, enquanto as outras mulheres riem.


-De fato, amor e paixão fazem os hormônios ficarem em “fúria”. –Elizabeth diz em tom confidente. –Eu não consegui tirar as mãos do Peter… bom, não é tão diferente assim ainda hoje.


-Eu não preciso saber disso. –Hermione diz tentando acabar com aquele momento constrangedor.


-Precisa para entender. –Jane diz de modo sério. –Ronald quer que você seja algo que você não é, tem tentado mudá-la. Além disso, passam mais tempo brigados que juntos, não é uma relação saudável. Se houvessem ainda os momentos realmente bons e carregados de paixão, podíamos até entender, mas nem isso há!


-Hermione, você não é mais uma menininha. Talvez seja difícil ver essa transição porque ficaram muito tempo em lutas e perderam parte importante da adolescência. –Elizabeth completa também cuidadosa.


-Ver o Harry só prova isso. Olha como parece ter medo da Jesse. –Melissa diz em tom quase preocupado, enquanto apontava para onde Jesse “encurralava” Harry.


-Eu não acredito nisso! Já disse pra ela ficar longe. –Hermione resmunga já saindo de perto da mesa, deixando a mãe e as tias se entreolhando em dúvida quanto aquilo ser algo bom ou ruim.


*****************************************************************


-Do que você tem medo afinal? Não vou machucá-lo, não quero matá-lo. Porque não me dá ao menos uma chance, ao invés de comprar a visão da Hermione? Eu não gostar dela, não me faz um demônio, as pessoas podem se dar melhor com uns e pior com outros. –Jesse argumenta de modo gentil, o corpo bem próximo ao de Harry, que estava contra a parede.


-Eu não tenho nenhum interesse em você. Não gosto do seu jeito sarcástico e irônico, jamais me daria bem com alguém assim. É claro que a acho bonita, mas certamente não faz meu tipo…


-Não faço seu tipo? Hora, não me diga que é chegado em um peito cabeludo, porque isso não cola. –O interrompe sarcástica.


-Gosto de garotas delicadas, doces, amáveis, aliás, acho Hermione muito mais bonita que você. –Diz seriamente, olhando-a os olhos.


-Vou colocar isso na minha penseira! –Hermione diz sorridente, olhando vitoriosa para a prima, que a olha com desprezo. –Vem Harry, vamos dançar. –Diz o puxando para a pista, deixando Jesse ainda mais irritada.


A loira, porém não fez nada para evitar, apenas se afastou se encaminhando para o jardim para tentar se acalmar. Harry não disse nada, parecia sem jeito e, ao chegarem à pista, mal tocou a cintura de Hermione, mantendo certa distância.


-Não fique assim, está tudo bem. –Hermione diz de modo doce.


-Eu só não quero que você me interprete mal…


-Harry! –Hermione o interrompe rindo. –Aquilo foi fantástico ok? E eu jamais interpretaria mal, sei que é meu amigo.


-Eu não disse aquilo por ser seu amigo, estava sendo sincero. Mas certamente não tenho qualquer má intenção com você. Sabe o quanto respeito sua relação com Rony, apesar de achar que não é o melhor para vocês.


-Então também pensa assim. –Diz em um suspiro, abraçando-o. –Acha que não devemos continuar juntos?


-Já lhe aparei as lágrimas tantas vezes, já ouvi tantos lamentos de Rony, que não vejo como podem dar certo sem abrir mão de coisas importantes para vocês. Na verdade me parece que se mantêm juntos apenas por teimosia, para provar que podem fazer dar certo ou então para não correr o risco de terminar o namoro e assim a amizade. Mas acho que podem voltar a ser somente amigos e terem uma relação muito melhor do que tinham antes.


-Eu não sei se isso é possível, mas não há mais opções. Não posso me encontrar com Rony amanhã, nem ficar atendendo seus caprichos. Está terminado, não há como conciliar sem viver pela metade. –Admite tristemente.


-Sabe que para tudo que precisar pode contar comigo, não sabe? –Diz a abraçando mais forte, consolador.


-Claro que sei. –Concorda sorrindo, fazendo-o sorrir também.


-Posso ser egoísta? –Pergunta com um sorriso maroto.


-O quanto quiser.


-Estou feliz por te ter mais pra mim, saber que vamos passar mais tempo juntos. Quando você e Rony estão bem, quase não saímos.


-Isso porque você só quer saber da vida de solteiro. Se arranjasse uma namorada, sairíamos em casais. –Diz com uma pontada de crítica.


-Agora nós dois estamos solteiros.


-Dias jogando videogame, não é?


-Não esqueça os filmes com pizza! –Harry diz de modo sério, fazendo ambos rirem mais relaxados.


*****************************************************************


Hermione entra no banheiro passando por algumas convidadas da festa, depois entra em uma cabine pensando em como tudo estava realmente indo bem, deixando-a feliz por seus pais.


Do lado de fora um garçom colocara uma placa limitando o acesso ao local, uma faxineira entra para limpar uma poça de água que havia se formado sob uma das pias, então quando a última mulher sai, a faxineira deixa o esfregão no balde e vai até a porta, fazendo sinal para dois homens entrarem.


Hermione deixa a cabine e vai até a pia, lavava as mãos quando uma faxineira para ao seu lado, pigarreando para chamar sua atenção. Ainda com o sabonete nas mãos, Hermione ergue a cabeça para ver o que ela queria, quando da cabine atrás de si um homem surge acertando-lhe um feitiço nas costas.


Usando de seu reflexo, Hermione aproveita que fora lançada para frente para alcançar a varinha na cinta em sua perna, porém a velocidade do movimento com a  mão ensaboada fazem o objeto escorregar e cair, enquanto a auror era puxada para trás por outro homem.


-Melhor não tentar nada, Dra. O’Donnell. –A faxineira diz pegando um celular e discando. Havia um homem segurando os braços de Hermione para trás e outro apontando-lhe a varinha.


-O que querem comigo? Quem são vocês? –Hermione entra no papel, poderia ser uma ótima chance de conseguir vantagem na investigação.


-Estamos com ela. –A faxineira diz ao celular, ignorando a pergunta de Hermione. –Sim, estamos a caminho.


-Hora de dormir doutora. –O homem sussurra no ouvido de Hermione e o outro saca uma arma, atirando nela e a deixando inconsciente imediatamente.


-Vá tirar a placa e manter a vigilância. –A faxineira diz enquanto rapidamente pegava um tapete emborrachado dentro do balde e estendia no chão.


O bruxo que derrubara Hermione, segura-a nos braços e o outro se arruma no espelho, antes de sair do banheiro. A faxineira pegara uma carteira no bolso e o homem tocara o objeto com a mão que passava sob os joelhos de Hermione e após três segundos, ambos desapareceram deixando apenas o tapete no chão e o balde com o esfregão ao canto.


*****************************************************************


Harry ficara de encontrar Hermione em dez minutos na mesa de bebidas e outros dez já haviam passado após o horário combinado, o que fez Harry discretamente atravessar o salão observando ao redor para saber se as mulheres da família estavam a vista. Concluindo que nenhuma estava no banheiro com Hermione, faz um sinal para Holly e ambos se dirigem para uma varanda perto da pista de dança.


-O que houve? Parece preocupado. –Holly pergunta se apoiando na grade, de modo a ver o que acontecia no salão.


-Hermione marcou comigo e até agora não apareceu. –Diz abrindo a parte superior de seu relógio e apertando uns botões.


-O que está fazendo? –Pergunta curiosa.


-Dei uma pulseira que Hermione sempre usa, há um feitiço localizador na pedra. –Explica enquanto espera uma resposta do rastreador bruxo. –Na época em que entramos para o departamento de aurores não sabíamos se trabalharíamos juntos ou não, então decidi fazer isso.


-Não acha que ela poderia considerar invasão de privacidade? –Pergunta imaginando que Hermione não soubesse daquele rastreador.


-Acho que não. Na mesma época ela me deu uma carteira logo após a minha sumir misteriosamente. Provavelmente tivemos a mesma ideia. –Diz com um sorriso de canto.


-É o tipo de coisa que parceiros de fato acabam tomando o cuidado de fazer, mas geralmente com consentimento. –Holly diz atenta a tela do relógio e não gostando muito do que via. –Isso é fora da Inglaterra, não é?


-Sim. Veja, ela está no ( ), a caminho da França. –Fala preocupado, já entrando em alerta.


-Não podemos assustar os outros, então apenas me diga onde foi a última vez em que a viu. –Holly pede mantendo a calma e observando os procedimentos padrões.


-Ela tinha ido ao banheiro, se encontraria comigo na mesa de bebidas.


-Eu vou acionar Potrus, enquanto examino o banheiro. Podemos achar pistas importantes lá.


-Eu vou entrar em contato com o departamento. Vou precisar de autorização para agir na França. –Harry diz entredentes, odiava a burocracia que envolvia as ações policiais.


-O importante é não falar nada para ninguém agora, deixemos que pensem que tudo está bem. Não sabemos se ainda há espiões inimigos aqui. –Holly avisa e Harry assente.


*****************************************************************


N/A: Fic atualizada pelo número de comentários graças aos coments atrasados da Pâmela e da Swellen, então comentem para manter a fic no top das que serão atualizadas!


N/A²: Temos aí um movimento de casais, cada um tentando se dar bem, apesar da Mel parecer a única a realmente conseguir algo, teve até um climinha HH, que talvez já estejam se envolvendo um pouco mais. Porém o destaque foi para esse sequestro, o que será que acontecerá?


Lilly Rigotti: Hahahaha Gosto da família da Mione né rsrsrs. Queria um primo como o Josh? A Jesse até tentou atacar, mas Harry foi lá e mandou na lata que era mais a Mione rsrss o tipo de amigo que você adoraria ter, não é? Os tios da Mione a tratam super bem, mas o tio dela é muito ciumento, o avô também, os caras encararam o Butler!


Ana Rita: Oi, anda sumida dos comentários. Hermione não vê como ciúmes e sim cuidados com o amigo ¬¬, existe cego pra tudo nesse mundo não é? A família da Mione é muito engraçada, mas também tem seus momentos sérios e cheios de bons conselhos.


r.ad: Já teve momentinhos H² nesse capítulo, apesar de ainda estarem amiguinhos. O Josh é um primo muito legal mesmo, apesar de vez ou outra aprontar das suas rsrs.


Natascha: Os primos da Mione são umas figuras, principalmente o Josh. A mulheres se arrumara apenas um pouco para valorizar o que já tem, Jesse, Elizabeth e Melissa roubando a cena!


alylyzinha: Holly é uma ótima personagem e ainda tem muito o que mostrar. Hermione não podia deixar o trabalho, ainda mais sendo ele tão importante, envolvendo a segurança da sua tia, o pior é que ela tendo sido sequestrada tem um segundo bom motivo para não ir encontrar com Rony!


Punkeeslaw Potter: Nem reclame de jogos, agora com seu note você vai poder jogar muito! Você também não fale em pizza nos comentários, sou maluca por pizza! Harry colocou na discagem rápida do 1 a pessoa número pra ele, o Rony é o 2, os pais da Mione 3, Gina 4, pizzarias nos 5, 6 e 7 rsrsrsrs. Eles não são supercorajosos, mas certamente são espertos e inteligentes. A Mel fala de modo divertido e as vezes provocador, mas suas opiniões são bem pensadas e responsáveis. Mione tem a chave do AP do Harry, está na discagem rápida 1, dorme na casa dele as vezes… o que ta faltando? Falam que para uma Diabrete, a Opala Koboi é bem bonita. Nessa fic a Hermione terá ainda mais destaque intelectual porque tem o Artemis e a Melissa para instiga-la a ir cada vez mais fundo, mais ou menos o mesmo caso de Heroes. Você ainda gosta do Artemis? E já sabe porque o Povo das Fadas “gosta tanto” dos bruxos? E isso porque a Mel nessa fic nem pode acrescentar o Sirius na lista de exs dela né? Uma das coisas mais legais do Harry é que ele é aquele herói clássico, mas pode passar por qualquer cara normal, não é muito alto ou baixo, nem uma montanha de músculos e nem fica com cara de mau o tempo todo. Depois de todos esses capítulos, ainda acha o Harry tão maduro e adulto quanto naquele jantar diplomático onde conheceu Arty e Holly? Pra você qual casal atrapalhado se desenrola primeiro, H/H ou A/H? Harry as vezes é hiper fofo, agora imagina se ele falasse aquilo tudo para a Hermione e não para Holly (da Mione ser o Sol dele)? Eficiência é o sobrenome de Potrus rrsrsrs. O legal dessa fic é que pode virar um “filme” de comédia romântica, outras horas de ação e outras horas espionagem não é? Rsrsr Uma das maiores qualidades da Mel é isso de saber sempre se colocar, um momento como amiga, outro como tia, no seguinte um profissional séria e compenetrada, ela tá sempre no clima certo nas situações. As mulheres da família da Mione tão tentando dar um empurrãozinho, mas a coisa é complicada. O importante é que a família é amorosa, companheira e unida, está lá para dar todo o suporte que a Hermione precisar!


Swdezerbelles: Você de fato sempre gosta dos meus PO’s, mas qual seu favorito? Deixo até escolher um do sexo feminino e outro do masculino rsrsrs. A Mel tem o cúmulo do dedo podre, só ex que pisou feio na bola, mas sabe que lendo isso no seu comente lembrei de Tamiris? Rsrsrs Se você já estava com preguiça antes, imagine agora que já está para sair o livro 7 de Artemis Fowl! O Artemis é totalmente caído pela Holly, sem perigo de por ele e Hermione juntos em algum canto. Opala não é PO, apesar de achar que já te disse isso rsrsrs. Deixa um certo alguém ver você dizendo que com Harry casaria rsrsrsr! Mas vai dizer que o Rony não estava um pouco certo em tudo o que disse a Hermione? Pois é, toda aquela forma, todo aquele charme, aquele bom humor, ainda elegante e rico, nem precisava lutar judô né? Mas quem disse que ele não faz natação? Ele já ganhou campeonatos de natação, futebol, basquete e vôlei. Então você curtiu a Jesse, apesar da implicância com a Hermione?


hellen granger: Que bom que gostou, a Mel é uma das minhas PO’s favoritas! Eu estou tentando juntar ciência, ação e magia na fic, mas é meio complicadinho, espero que continue gostando. Você disse que gosta de HH, mas e de A/H, você gosta?


Lediane Werner: Ih, ainda vai demorar até rolar alguma coisinha! Mas continue na torcida, quem sabe não pinta um climinha.


leleu_mione: Estou tentando, mas é complicado. Muito pouco tempo livre por causa dos estudos e problemas.


rosana franco: Harry não está preocupado em sair com ninguém nesse momento, está bem tranquilão. O foco é sem dúvida esse caso que acaba de ganhar novos contornos, mas quem sabe assim a Mione não descobre algo dos planos de Opala.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nety_Potter em 07/05/2013

Ah não por favor não me disse que vc vai abandonar eu to viciada nessa fic!!!!! epriciso saber o que ira acontecer! Sera que a mione vai descobrir algo interessante com esse sequestro? sera  que o Harry vai se tocar que esse Egoismo na verdade é amor? serio eu  preciso saber!!!!! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Venatrix em 07/05/2013

POR FAVOR ATUALIZAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
EU AMO ESSA FIC!!!!!!! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por U. em 27/12/2011

Adorando

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.