FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Quadribol, futebol ou funk? II


Fic: Ferias no Brasil


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

AnA! –Muitississimo obrigada, deixa o link que eu leio, voto, comento…
Drika Granger- Tenho certeza que todos se vingaram do Diego..HshSh
Fran Potter Granger-Eh.. melhor que isso só Lily no quadribol...
MoOnNy CaTtY- Já fui na sua fic e to adorando…
carol cardilli – è eu imaginei bem engraçado só que não consegui passar.. :(, vou tentar mais da proxima
Julinha Potter-Infelizmente ele aprontou, e felizmente temos os marotos para dar um jeito.
BELA_BLACK –Não, eu não quero matar ninguém ... então ai foi o Capitulo
Bruh ternicelli-Eu sei como é, nenhumas das minhas amigas é fã como eu, no Maximo assistiram o fime 4 ´q o dan é um gatinho.. Há e deixa os links da suas fics pq eu não encontrei
Lilah_Potter- aAhhh, já li e espero ansiosa…
Mayana Sodré- Mais espere que um dia eu vou me vigar.....*HUHUHUH*
Vicky Prongs- Brigadim, engraçada? Que bom!


AGORA A NOSSA FICTION>>>>

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Funk, quadribol ou futebol. – parte II

(Contado por James) - negrito

Meu time era Lily, Sirius, Remo, Camila, Sabrina, Jorge, Pedro, Juba, Marcos, Ricardinho e eu. O time adversário era o do Diego, tinha três meninas e sete ‘meninos’ mal encarados.
Nem precisa dizer a minha surpresa, quando ao final do jogo (mesmo com a vitória do meu time), Diego propôs uma revanche, não no futebol, ele queria ir mais alto, queria jogar quadribol.
Eu logo lhes dei o meu melhor sorriso de vencedor, esse mesmo que vocês estão pensando, o nº 70! Quando a Lily viu minha animação me deu um beijinho e sussurrou no meu ouvido algo como “Você não tem jeito”. Até parece que ela não me conhece, já viu maroto ter jeito?

_E ai James, vai encarar? Já vou avisando, sou o melhor!
_Só se for agora! – pra azar dele, eu sou o melhor apanhador, o Sirius batedor e o Remo goleiro, só nos faltou o Peter que também é batedor, sabe, aquele baixinho gorducho tem uma força de pelo menos “dois James”.
O meu time foi preenchido por Lily (a quem cedi “sem pressões” ao meu posto de apanhador; tive que jogar como artilheiro. Mas sem problemas, sou bom em tudo), Camila era batedora e Juba artilheiro.
Mais uma vez não é preciso se esforçar para saber quem ganhou. 250 X 60 para o meu time, um pomo apanhado pela ruiva mais sexy de todos os tempos, defesas espetaculares feitas pelo meu amigo Remo, goles no gol de jeitos mais diversos por mim e pelo meu novo amigo o Juba [o apelido é estranho, se deve ao grande cabelo black power do negão (com todo o respeito), mas o cara é gente boa].


(Autora *sussurrando*)

Quando o time de James ganhou; Camila de cima da vassoura gritou um sonoro:

_FESTA!

Já estava escuro, por volta de sete ou oito da noite, quando os convidados já se encontravam dentro da casa. James e Sirius esperavam Camila e Lily a porta do quarto, e apesar da demora ficaram animados com o que viram.

Camila usava uma branca com uma renda na borda e uma “tomara que caia” branca bordada. (N/A: Não sei ai onde vocês moram, mas aqui em Minas, ou pelo menos na cidade que eu moro, chamam assim as blusas sem alça.). Já Lily vestia um vestido preto e curto, costa nua, era justo no busto, e solto no resto onde tinha um corte em “V” que vinha do quadril até a metade da coxa.

Os dois marotos ficaram boquiabertos. Sirius e James vestiam roupas quase idênticas; ambos vestiam calça preta, e camisa social com a manga dobrada até a metade, e com os três primeiros botões abertos. A blusa de sirius era totalmente preta, já a de James continha algumas listras brancas.(N/A: UI!)

(Contado por Remo) - italico

Não sei aonde aqueles marotos se meteram, e pra falar a verdade, nem quero saber. O que realmente me importa é a “lindeza” que está me esperando.Isso mesmo, Sabrina que me espere...
_Oi Rê... – ela finalmente saio do quarto, estava magnífica, usava um vestido branco, bem simples, mas, que lhe caia muito bem.
_Oi Sabrina. – eu disse igual a um galã de novela mexicana. – Você está maravilhosa. – disse no ouvido dela.

_Você também está bem “arrumadinho”. – sem querer me gabar, nem dá uma de James Potter ou Sirius Black; mas eu não estava “arrumadinho”, eu estava lindo, gato, gostoso...Entre outros atributos... (N/A: É Remo, vamos fingir que sete anos com James e Sirius não e afetaram... ## N/R: Ei! Posso continuar? ## N/A: Prossiga...)
Mas vamos esquecer, ela disse com carinho, e é isso que importa. Eu sorri marotamente e ela retribuiu, encostei-a na parede e lhe dei um beijo, ou melhor, um “amasso” ao estilo “maroto”...
_Você é linda, inteligente, meiga... Perfeita. – disse novamente em seu ouvido, enquanto minha mão passeava por suas costas.

_Você também... – ela disse em um suspiro...ela arranhou meu pescoço assim que minha ágil mão conseguiu entrar em sua blusa. Estava ficando cada vez mais quente e foi num desses “momentos” que eu parei de beijá-la e disse olhando no fundo de suas lindas perolas negras...
_Não quer me mostrar seu quarto? – ela sorriu, enquanto me puxava pela blusa (quase que totalmente aberta) para dentro do quarto.
Realmente não preciso entrar em detalhes sórdidos, mas uma coisa que quero ressaltar é que aquelas duas horas passadas ao lado daquela brasileirinha foram perfeitas...


(contado pela Autora)

*A porta do quarto é aberta bruscamente enquanto um moreno de olhos azuis ri maquiavelicamente.* (N/A: Uhhh, palavra difícil... que estranho um “n/a” em um “n/a”)
N/Sirius: Aham.. Você acha que me prender em um canil na minha forma animaga me deteria?
N/A: Imagina. Não fui eu.. *cara inocente*
N/S: Claro que não, foi a sua gêmea... *irônico*
N/A: Que bom que você conheceu a.. a... *vem à cabeça cobras e lagarto* Milú.
N/S: Se eu fosse você não dormiria a noite *ameaçadoramente*
N/A: por...quê? *morrendo de medo*
N/S: Não sei “coisas” acontecem durante a noite sabe... Cabelo rosa chiclete, cara borrada com marca texto permanente... uniforme desaparecido... O iakute acabar... Coisas que “acontecem”.
N/A: Você não seria capaz... Quero dizer, meu iakute, sabe... eles estão vivos...
N/S: Eles?
N/A: Os lactobacilos...
N/S: Não duvide de nada...
N/A: Que tal um capitulo, só você narrando...
N/S: Continue...
N/A: Um capitulo Bônus.
N/S: È.. Com carinho e dedicação eu um dia te perdôo. *Cara de cachorro que viu a bola ®*
[Contada (finalmente) pela autora]

Não muito longe da casa, Diego planejava uma coisa, uma coisa que deixaria um certo maroto nada feliz...
_E ai, trouxe o que eu pedi?
_Tá entregue. – disse um garoto mal encarado, enquanto entregava um pequeno pacote com três pequenos comprimidos...
_Esse é “do bom”?
_ Um só e o seu plano vai dar certo... Aliás, em quem você quer dá o “boa noite Cinderela”?
_Sabe Molambo, isso realmente não é dá sua conta. Tome o dinheiro e suma da minha frente... – o garoto sorriu, e saiu tão misteriosamente quanto entrou, num simples rodopio.- Lily,Lily... Hoje você é minha...

(Contada por Camila) - sublinhado

Achei muito estranho o meu irmão conversa com o Molambo, sabe, ele não presta! Mas vou descobrir...
_Oi maninho.

_Oi “Cami”. – ele disse secamente, seco demais pro meu gosto...
_O que é isso? – perguntei apontando para o pacote com três comprimidos brancos.

_Diversão. – ele disse com um olhar nada agradável, o seu rosto antes angelical, se transformou em algo que nunca havia visto. Foi ai que vi uma marca, uma marca estranha, uma caveira com língua de cobra estava tatuada em seu braço, no braço esquerdo.
_O que é isso? – perguntei mais uma vez, enquanto apontava para o branco dele muito nervosa. Ele puxou a manga e sussurrou algo com “uma tatuagem, nada demais” e saiu antes que eu pudesse perguntar algo mais.
Suspeito... Muito suspeito...


(Contado por Sirius TDBMP Black) - negrito
N/A: TDBP?
N/S: Tudo de bom e mais um pouco...
N/A: Humpf! Prossiga... *morrendo de medo*

Nós já estávamos na pista a um bom tempo, enquanto uma musica estranha tocava, era algo como:

“QUER FICAR SARADA?
QUER FICAR COM A PERNA GROSSA?
TEM QUE TER DISPOSIÇÃO
É A ÚLTIMA CHAMADA PRO VERÃO, HEIN!

ENTÃO DESCE, DESCE, DESCE GLAMUROSA
SOBE, SOBE, SOBE GLAMUROSA
DESCE, DESCE, DESCE GLAMUROSA
SOBE, SOBE, SOBE GLAMUROSA

DJ?
FAZ O SEGUINTE
SOLTA O SOM QUERO VER ELAS DANÇANDO ATÉ O CHÃO

CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, ATÉ O CHÃO
CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, NOSSA QUE LINDA!
CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, ATÉ O CHÃO
CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, CHÃO, QUE LINDA!”

O que mais me surpreendeu foi uma Lily “pra lá de Bagdá”, descendo até o chão, literalmente... Enquanto James dançava sensualmente ao lado da ruiva (N/S: ECA!), eles estavam num “vuco-vuco” no meio do salão
(N/S: ECA!! ECA !! ECA!! ## N/A: Santo...*ironica*), até que o estraga prazer do Diego *voz melosa* se aproximou oferecendo um refresco para Lily.
_Sirius! – Camila me chamou assustada.
_Que foi criatura?

_O Diego, vai aprontar... Acho que vai dar um“boa noite Cinderela” na Lily.
_Hã? – perguntei sem entender do meio, a metade do que ela havia me dito.
_Não tenho tempo de explicar, mais se ele oferecer algo para a Lily não podemos deixar ela beber.
_Olher. – disse apontando para Diego *voz melosa*, que oferecia um “suco” azul para Lily.

(*N/A.1: Sinto muito Black, mais essa cena, eu conto! – parte mais bagunçada que o resto da fic, então para tentar arrumar: Sirius _ Negrito, Lily _ Itálico, Tiago _ Sublinhado

*N/A.2: Sabe aqueles filmes em câmera lenta em que os personagens falam com uma voz grossa e fazem caretas... imaginem Sirius Black nessa “situation”)

Sirius correu em direção de Lily, com um dos braços esticado enquanto o outro empurrava as pessoas a sua frente, gritando e se enroscando em suas próprias pernas:

_NÃOOOOOOOO.

Sirius se atrapalhou, derramando todo o suco azul na roupa branca de Diego. Lily parou de dançar e ficou imóvel, com uma única e cruel duvida que abalava o seu viver:

”Ri ou ajudar” eis a questão.

“Panaca! Bem feito, que manda dar em cima da minha... Go Black, Go Black.... Quem são os melhores? Marotos! Quem são os bons? Marotos! Quem são os caras? Marotos” - pensava ele enquanto fazia uma dança esquisita em sua cabeça. (N/A: tipow: Mãos entrelaçadas rodando com se misturasse uma poção e pulando como um macaco)

”Até quando se atrapalha você é perfeito! CARA você é muito bom!”

(N/A: Fim da câmera lenta e volta de sirius Black, contando o capitulo
N/S: Correção. Sirius TDBMP Black
N/A: Desisto
N/S: Para o seu próprio bem... *ameaçador* )

_Seu idiota! – gritou o goiaba, todo sujo para minha pobre (porém perfeita) pessoa.
_Desculpe-me. – falei o mais falso que podia.Eu sei que sou bom!

_Como você pode? – perguntou Camila com os olhos marejados.
_Não enche pirralha! – ele a empurrou.

1ºerro: maltratar uma dama na minha frente, isso não se faz.

_Qual é idiota. – eu perguntei tomando as dores de Camila.

_Idiota é você, seu panaca metido a gostoso.

2ºerro: Xingar Sirius Black.

_Você pediu! – disse enquanto pulava em cima dele, socando-o com cada vez mais força; até que em poucos minutos, o salão estava um caos, era gente saindo pela janela, gente quebrando cadeira, mesa, vaso, som, tv, e tudo mais que encontravam pela frente.

_Para Almofadinhas. – disse Pontas me tirando de cima do banana que estava com o rosto totalmente deformado.
_Dá pra me explicar o que aconteceu? – agora era Lily que parecia assustada e brava ao mesmo tempo (N/A: Possível? ##N/Lily: Tudo é possível para Lily Evans! ##N/A: Essa nasceu pro James! ##N/James: É o que eu repito há *contando nos dedos* quatro anos... ##N/S: Posso continuar?## N/A: Prossiga...)
_Ele queria te dar um “boa noite Cinderela”. – quando Camila notou que ninguém havia entendido continuou a falar. – Ele queria dopar a Lily para... Sabe... *fez gestos com a mão*.
_Hã? – falamos juntos. (N/A: Inocentes... HSHSH)
_Transar com ela. – Lily ficou mais branca ainda, James ficou vermelho e cerrou os punhos, enquanto eu fiquei estático.
James deu uma olhada por todo o salão, e quando avistou Diego, não pensou duas vezes, pulou em cima dele, de uma maneira bem trouxa. A mesma que eu utilizara há alguns minutos.

_Seu des*******(Piiii), FdP (Piiii), você acaba de se fu**(Piii). Eu vou te matar... – James bateu nele até sua mão começar a sangrar e Lily começar a chorar gritando “para... isso não vale a pena”.Foi a melhor briga da minha vida, e posso me orgulhar de ter dado uma surra naquele imbecil.

(N/A: Já notou o seu talento para xingar uma pessoa Black? *ironia* ##N/S: na verdade já, acho que tenho futuro... ##N/A: Atoa!##N/S: Chata! ##N/A: Metido## N/S: Vingança é um prato que se come frio. ## N/A:Hã? *Sirius rapidamente joga a autora dentro do quarda-roupa, tranca a porta com chave e começa a ri como um louco* ##N/S: Gostou? ##N/A: Você me paga Blaaaaaaaaaack!)

(Contado por Remo Lupin) – itálico

Quando eu e minha morena saímos do quarto, ouvimos uma enorme barulheira vinda do andar de baixo, vi James surrar Diego e sem entender nada corri para perto de Camila que, assim como Lily, chorava.
_O que está acontecendo aqui? – perguntei ao mesmo tempo em que James parava de bater em Diego.

_Esse...esse... – James estava nervoso demais para completar a frase.
_Uma historia longa meu caro; muito longa. Mais acho melhor irmos embora, dentro de alguns minutos toda a policia bruxa e trouxa vai aparecer por aqui... – Sirius concluiu, no que eu aceite. Seria uma longa noite...
Eu dei um “tchau” e um beijo em Sabrina, sussurrei um “um dia agente se esbarra” e aparatei junto com meus amigos. Sirius beijou arduamente Camila, que apesar de tudo preferiu ficar e contar aos pais o que havia acontecido... James e Lily se abraçaram e logo depois aparataram... É, eu disse que essa fic seria complicada...


(contado por Black, já que a autora está temporariamente, hum, indisponível..HSHS) - negrito

Chegamos no hotel, já era de manhã. Aparatamos no quarto do James para não chamar a atenção...
_Lily, você está bem? – ele perguntou melosamente.
_Nã..Não. – ela disse em soluços.
_Acho melhor irmos. – disse num olhar cúmplice ao Aluado. Saímos e deixamos os pombinhos a sós...

(contado por Lily Evans) – itálico.

Eu estava com medo, triste e frágil. James me ofereceu seu ombro e eu aceitei, ficamos minutos, talvez horas naquele estado... Eu, ali parada e chorando.
_Calma meu amor eu estou aqui. Ainda bem que você já tinha aceitado minha proposta.- finalmente minha mente correu do acontecido e foi parar naquela manhã, onde antes, eu e James conversávamos:

(Flashback)

”_..né Lily? –James me perguntou, mas eu perdida em meus pensamentos não sabia o que responder. Sabe quando você fica a toa com seu gato na praia e viaja (principalmente quando mira aqueles olhinhos castanhos).
_É. – Ai,ai,ai, o que é que eu fiz?
_Sabia que você ia concordar! Então vamos daqui a uma semana! –Por Merlin, e agora? Eu não posso falar “Sabe o que James, eu não tava nem ai para o que você estava falando. Da pra repetir?”. James se levantou aos pulos e foi “pegar umas ondas”, foi assim que ele falou.
Olhei para Sirius que estava ao meu lado, morrendo de rir por sinal.
_Você sabe não é! – Ai que ele riu com vontade.”
(Fim)


_Sabe o que é James...Não me lembro do que você me disse hoje de manhã. – menti, nunca soube!
_Vamos para Minas Gerais “Uai”! – respirei aliviada.
_Então é isso.

_O que você pensou? – sorriu com o nº 38, o que eu adoro..
_Eu? – me fiz de ofendida. – Nada!

_A tá. – ele se levantou e quando ia saindo, eu o chamei.
_ James!

_Que foi?
_Fica....

(N/A: *autora finalmente arromba a porta do guarda-roupa* _Sirius Black! Você me paga seu “cafachorro”!
N/S: Calma, calminha... Autora boazinha...
N/A: Calma!? Você é um TAPADO!
N/S: Ai! Ela ta nervosa! O que você vai fazer? * disse levantando-se, e mostrando que é pelo menos 20 cm mais alto que a autora*
N/A: Você... você... é alto, mais... não é dois!*morrendo de medo*
N/S: Medo?
N/A: Claro que não! *fingi-se de corajosa enquanto morre de medo*
N/S: *Chega por trás da autora abraçando-a* Ohhh autorinha-inha-inha
N/A: Que piegas eh Black! Eu tenho namorado.. e ele é bem alto
N/S: Muito alto?*desconfiado*
N/A: 1,83m
N/S: Grande coisa eu tenho 1,75
N/A: Luta judô...
N/S: Bom.. Já que ele me parece ser uma boa pessoa, não vou mais implicar com você. *sorri marotamente e aparata*
N/A: Esse Black! Humpf, só me dá problemas...*suspira* Até parece que eu acredito....

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.