FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. O Arastão (Betado)


Fic: Ferias no Brasil


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Julinha Potter: ralmente espero que tenha gostado...

RaFael_MaRvoLo: tabem espero que o arrastão seja engraçado, pelo menos eu achei engraço quando escrevi...

BELA_BLACK: Muito obrigada, e se vcs continuarem comentando eu vo continuar postando...

Ana Clara Black : Que bom que vc gostou, espero q goste desse tambem.

Isabela Bichara: è realmente eu queria matar o Pedro, mais eu ainda pretendo fazer com que ele se 'acidente' muitas vezes.

carol_scaramussa : O sirius ainda vai aprontar muito... Alias já começou a aprontar...

Kiki Ravenclaw : Tabem achei melhor "o arrastão", e a Lily ainda vai corrigir muito o James.

AnA: Que bom que achou engraçado, espero que goste desse tabem...

BEIJOS A TODOS E MUITO OBRIGADO PELOS COMENTARIOS...
AGORA A NOSSA HISTORIA...


Photobucket - Video and Image Hosting

-----------------------------------------------------------------------------------------

CAPITULO 02
O Arrastão.
Depois de se hospedarem no Copacabana Palace, eles foram imediatamente para a praia...


(Estrelando Sirius Black, sublinhado)


.Puxa vida” Quanta mulher! Eu acho que vou ficar por aqui mesmo, quero dizer, não tenho família que me prenda, já terminei a escola e aqui me parece ser um lugar tranqüilo...

._Pontas, Pontas. Seu pai não podia ter escolhido lugar melhor! – acho que a Lily notou que eu estava falando das garotas, porque logo deu um chute no tornozelo do James, que rapidinho perdeu aquele sorriso insuportável dele. Eu acho que ele ri tanto que já virou costume sabe, no automático.

._Sirius você só pensa nisso? – falou mister Aluado, o bom moço de Hogwarts! Blééééé*vomitando*.
._Nisso o quê? – eu disse dando uma de inocente.

._Garotas!
_Quem disse que eu estava pensando nisso, você que tirou palavras da minha boca!
._Me desculpe santo Almofadinhas! - Remo Lupin irônico?! É, acho que já vi de tudo!
._Veja podemos nos sentar ali! – dessa vez foi a Lily que falou, ela usava um biquíni verde, estava com um branco, mas James não deixou, disse que ia ficar transparente, pena... Já o Pontas estava com uma sunga (Dããã). Claro que não prestei atenção, olha se eu vou prestar atenção em macho!Remo também mais este já é bem menos aparecido...
._Olha o que eu vejo. – disse olhando pra uma mulata que acabara de piscar pra mim, obvio! Inicialmente fiquei meio deslocado, sou muito branco, mais depois do sol fiquei ainda mais bonito, e eu que pensei que era impossível...

._Que tal pegarmos uma onda? – perguntou Pontas, não sei onde ele aprendeu, nem onde nós aprendemos, mais depois de algumas horas, muitos caldos e caixotes, já estávamos profissionais! Até o Aludo ‘soltou a franga’. No bom sentido, claro! Depois o Pontas ficou no mar, eu e Remos fomos atrás de duas garotas, uma louquinha de cabelo azul (que eu adorei), e o Remo de uma assim como ele; tímida...O aluado com essa carinha de bobo! Bobo só na cara e no andar!


(Autora =) )


Lily estava sozinha deitada na praia, enquanto James pegava ondas. De repente uma multidão começou a correr e Lily sem entender nada se levantou rapidamente.

._ARRASTÃO!!!!!!!! - gritou um pivete.
._Arra...O quê? - perguntou James enquanto saia do mar com a prancha na mão.
._ JAM....Socorro!!! - gritou Lily muito vermelha enquanto era arrastada por uma multidão.

James saiu correndo em busca de sua amada....

(Contado por Lily - italico)

Eu não entendi nada, num momento eu estava na praia no outro eu já não estava... cerca de 500 rapazes e raparigas, organizados em vários grupos, começaram a ‘varrer’ a praia, onde estavam milhares de pessoas, roubando e agredindo quem apanhavam pela frente. Foi tudo muito rápido, era um “vuco-vuco”, “um-pega-pra-lá-pega-pra-cá”, um povão gritando e OPS! Minha bolsa! Roubaram minha bolsa! Eu fiquei vermelha. Pára tudo! Pegaram-me no ombro, sabe quando te pegam de uma maneira super constrangedora, que sua bunda fica nas costas (cara) de outra pessoa? Isso fica muito mais constrangedor quando é com alguém que você não conhece!OPS! Roubaram minha canga! Meu relógio! Cacete! To só de biquíni! UFA! Finalmente pude respirar, um rapaz me colocou no chão e na mesma hora eu comecei a gritar.

._Seu idiota! Você é louco? O que era aquilo? Aqui ta todo mundo louco? Onde eu estou? Quem é você... – antes que eu pudesse perguntar mais alguma coisa ele me beijou. Era um moreno (dourado do sol), o cabelo era liso e um pouco grande, não muito; tinha um sorriso sincero e meio bobo, olhos negros e profundos, usava um bermudão que deixava todo o seu ‘porte atlético’ a mostra.
James me veio à cabeça, eu larguei o homem desconhecido. Será que eu sou louca? Beijei um desconhecido! Espera ai! Eu não beijei ninguém, ele me beijou..Oh my...To f****! Calma...foi só um incidente...


._Pensei que fosse estrangeira, não parece ser daqui, mas... pensando bem você tem sotaque – ele falou
._Sou inglesa, mais isso não te dá direito de me seqüestrar e.. e.. me beijar!

._Eu te salvei!
._Claro, eu acho que morreria com aquela praia maravilhosa! – disse irônica.

._Senhorita ‘inglesinha’, eu te salvei de ser arrastada pra cadeia ou coisa pior! Nunca ouviu falar de arrastão?
._Não!- eu disse friamente.

._Bem se vê, não está sentido falta de nada? – realmente eu tinha perdido tudo, roupa, celular, minha bolsa, meu relógio de ouro e não tinha a mínima idéia de onde estava....
._Minhas coisas...quero ir a policia!

._Hahaha – ele riu de mim? É, ele riu, que idiota!
._Do que você está rindo?

._Policia no Brasil, você não lê jornal? Não que não exista, mas pra esse ‘tipo’ de coisa não tem jeito! – ele disse meio triste...
._E agora? Estou pelada, perdida, com fome, com frio, fui roubada e nem sei onde meu namorado foi parar, nem os amigos imbecis dele! – Tirando o Remo claro!

._Posso te ajudar, se você me disser seu nome senhorita...
._Evans, Lílian Evans!

._Posso te chamar de Lily?
._Não.

._Tudo bem senhorita Lílian.
._Nem Lilían!

._Então vou te chamar de quê?
._Evans!

._Mas Evans é sobrenome...
._Justamente!Como vocês chamam os desconhecido...só falta dizer que é pelo primeiro nome!

._Claro. Alias, me chamo Diego. – que absurdo, eu também fiquei indignada com isso, já tinham me dito que o pessoal aqui era...como posso dizer “amigáveis demais. Mais aí já é além da conta!
._Tudo bem Diego...Mas pode me ajudar sim ou não?

._Posso!Primeiro nós estamos em frente à minha casa quer entrar?
._Bom..só se você me arrumar uma roupa.

._Vou te dar uma da minha irmã, ela é meio patizinha...Mas é legal!

Nós entramos, era uma mansão. Sabe aquelas de frente pro mar de costas pra favela (ele me mostrou...é triste).Ele me levou pro quarto da irmã dele (dá pra acreditar nesses brasileiros? E se eu fosse uma maluca?) abriu o guarda roupa e me mandou escolher. Fiquei com um pouco de vergonha, mais do jeito que estava não tinha tempo pra educação nem orgulho. Peguei um short jeans e uma bata rosa, a mais simples do luxuoso guarda-roupa.
Ele me levou pro andar superior, pro quarto dele, pediu pra empregada trazer dois sucos, me mandou experimentar um de manga. Nunca tinha tomado suco de manga, é uma delicia! Depois me mostrou o som super potente, eu gostei de tudo só que minha paciência já havia se esgotado.

._Sabe sem querer incomodar, mas já incomodando...tenho que ir pra casa, ou melhor, pro hotel!

._Há claro em que hotel você está se hospedando?
._Copacabana Palace!

._Beleza! Estamos perto é nessa mesma avenida, minha preciosa Avenida Atlântica, sabe..moro aqui desde que nasci...antes não tinha tanta violência era bem melhor...
._Apesar de tudo, gostei de você..só não comente o beijo. Tenho namorado!

._Desculpa ai! É que geralmente eu e minha turma gostamos de dar um ‘trato’ nas turistas bobas, mas obvio que você é bem inteligente! – eu realmente fiquei muito vermelha, achei que mais cara de pau que o James tinha... né que tem!
._De boa...Vamos!?

._Vamos, só que dessa vez vamos de carro, estamos na mesma avenida, só que até lá é longe e perigoso.

Entramos numa Ferrari vermelha, naturalmente ele fazia parte da pequena classe de brasileiros muito, muito ricos! Ele ligou o somzão do carro, era tudo tão surreal! Parei em frente ao hotel ele me deu o telefone, o celular, endereço, “MSN”, “ICQ”, e ainda me pediu pra adicionar ele num tal de “Orkut”. Eu disse que estava no quarto 25, maldita hora! E disse que quando quisesse poderia vir me visitar, ele falou que seria meu guia e dos meus ‘amigos’. Eu dei um tchau e com um sorriso saí do carro.


(Contada por James)


Eu estou desesperado a Lily já está desaparecida a três horas, e ela nem está com a varinha. Depois daquela bagunça ela desapareceu, encontrei o Sirius e Lupin num bar próximo a praia, não estavam lá na hora do tal arrastão. Já chamei a policia, mais me disseram que só posso dar queixa depois de 24 horas...Estou na frente do hotel, porque se a Lily voltar e eu não estiver aqui...mas e se ela não voltar? Não seja idiota James, ela é a super-Lily! Oooou o que aquilo? É a Lily saindo de um conversível com um garoto lá dentro! Calma James ela só..ela só...ela só está fazendo jus ao nome Pontas, que traíra...A Lily vai ter que se explicar! Olha a cara de boba dela, ainda não me viu mais quando eu falar com ela...

._James meu amor! – ela me abraçou, e o leão que mora em mim se acalmou um pouco...
._Lilian Evans! Onde você estava? Quem era aquele garoto? E que roupas são essas? .– eu estava furioso!Ela ia ter que arrumar uma boa, ótima desculpa.

._Eu..eu fui assaltada, depois arrastada por uma multidão...até que encontrei um pessoa que me ajudasse e você faz essa ceninha de ciúmes? Francamente... – minha Lily!

Assaltada e eu pensando mal dela! Que monstro eu sou?

._Me desculpe Lily eu – uma lagrima caiu do meu rosto – fiquei preocupado!

._James!– Ela chorou e me deu um beijo, ou melhor vários beijos.

Nós entramos no luxuoso hotel, chamei Sirius e Aluado que estavam procurando minha ruiva. Eles também estavam preocupados. Ficamos calados por um bom tempo assistindo CT (caixa trouxa), Lily falava que era Tv, mas eu acho CT mais coerente. Já passava de meia noite quando cada um foi dormi em seu respectivo quarto. Lily não me falou sobre o tal garoto, mas eu descobrirei mais cedo ou mais tarde!



(Finalmente Remo)


Eu estava chocado com tudo, Lily desaparecida, James calado, exceto Sirius que antes de entrar no quarto havia ficado com umas três garotas...
Eu encontrei uma lindinha, seu nome era Aline, ela era morena (como a maioria das brasileiras) tinha longos cabelos lisos, segundo o que ela me disse era descendente de índios, tinha vindo pro Rio há alguns anos para estudar. Sem duvida uma pessoa no mínimo interessante. Já Sirius ficou interessado em descobrir se era verdade que na tribo andavam todos pelados, mas a tribo dela já era “influenciada pelo homem branco há anos”, como ela mesmo disse. Aline cursava medicina na Federal do Rio, estava só de passagem, e se eu não tivesse derramado metade do meu coco na roupa dela, ela nem ao menos teria me notado...
Foi um dia divertidíssimo, tirando o sumiço da Lily, que segundo Pontas ainda tinha que ser averiguado...



(Autora, até que em fim...)

James acordou cedo e fez questão de levar o café da manhã para Lily. Inicialmente ela não gostou muito da intromissão já que estava só de roupas intimas, mas depois de se enrolar na toalha e James alegar que era a mesma coisa que vê-la de biquíni a ruiva assentiu em tomarem o café juntos no quarto. Sirius foi logo dar uma volta pelo hotel e Remo... “Remo foi passear pelo calçadão” (lê-se: encontrar com Aline que costumava fazer Cooper pela manhã).

No quarto, Lily acabara de se vestir e James a olhava profundamente...

._James?
._Ruiva?
._James!
._Ruiva!
._James Potter!
._Lilian Evans!
._Dá pra parar?
._Ta bom...Mas eu queria conversar...
._Sobre...
._Ontem.
._Nós já...
._Não nos ainda não conversamos. Quem era ELE?
._ELE?
._O cara do conversível.
._Ah! O do conversível. É o Diego.
. _Diego! Quanta intimidade Evans!
._Não seja infantil! Aqui as pessoas se chamam pelo primeiro nome...
._Não gostei dele...Muito atiradinho, não?
._Não! Ele apenas se ofereceu para nos mostrar a cidade e eu disse que tinha namorado.
._O mínimo!
._Por favor retire-se...
._Pode deixar, a garota do 3º andar ta dando em cima de mim desde que chegamos!
._Grosso!
_Chata!
._Infantil!

._Azeite de Dendê!
._Hã?
._E uma coisa ardida que eu comi no camarão! – ele sorriu, nº38, o que faz a Lily suspirar!
._Seu..seu.. – não teve tempo para terminar, James a envolveu nos braços, a derrubou na cama e lhe deu um ‘calliente’ beijo que durou longos minutos. – Pára Jam... – não terminou de falar, o maroto já estava sem camisa e ela com os três primeiro botões da blusa desabotoados.
._Tem certeza? – ele perguntou ofegante
._Não... – ela respondeu incerta do que acabara de falar


TOC,TOC (N/A: Batidas na porta, ridículo eu sei mais... quem será?)
....

N/A: Sinceramente fiquei sem idéias pro final desse capitulo, mais espero que tenham gostados, até que não ficou dos piores...Eu queria fazer ele mais engraçado..só que tipow.. ele foi uma introdução para os “rolos”' da minha amalucada fã fiction...
comentem.

N/B:
Eu estou num sábado, de noite, meus pais me expulsaram do sofá, eu to congelando de frio, o meu gato tem mais liberdade que eu tenho e coloquei aparelho fixo há dois dias. Não estou em condições de dar um N/B descente. Perdoem-me pela grosseria.
;*
E sejam pessoas bondosas e dêem comentários.
Beijos,
Adeus.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.