FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Capítulo 2: Merlin o que foi i


Fic: True Tears


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 2: Merlin o que foi isso?



 
    Não queria demorar-me para sentar-me na mesa da grifinória, pois estava ansiosa para saber o que o chapéu seletor iria nos contar. Todos os anos ele sempre tem uma mensagem importante para dizer seja ela de alegria ou tristeza. Sentei-me no centro da mesa e de cada lado meu sentaram Gina e Luna. Sim, havíamos a convencido a sentar conosco pelo menos hoje. Como todos os outros anos a palavra inicial seria feita pelo diretor.


     A professora Mcgonagall mesmo sendo diretora havia continuado com a ocupação de trazer os primeiranistas até o salão principal e chamar-lhes para a seleção das casas serem feitas. Ela parou diante de todos após deixar os alunos alinhados próximo ao banco e dirigiu-se a toda a escola. Ao falar sua voz fez todos os presentes se silenciarem.


- Boa noite á todos. Gostaria de dar as boas-vindas aos novos alunos e um bom regresso aos antigos. Lembrar e comunicar aos que não sabem o fato da floresta negra ser proibida a todos os alunos. E, sem mais delongas, vamos ouvir o chapéu seletor  - virou-se para os alunos novos e continuou -depois dele eu falarei os nomes. E vocês viram até aqui e se sentaram no banco.


   Um minuto de silêncio e os olhares atentos dos alunos novos fitando o banco no qual o chapéu se encontrava. Como sempre ao aparecer o rasgo do chapéu alguns se assustaram enquanto outros riam da situação.


 


 Mais um ano em Hogwarts começa,


Mas este será diferente e em paz.


Muitas surpresas aconteceram e


Casas se juntaram.


 


Alegrias e comemorações


Irão reinar e muitos corações


Irão conquistar.


 


A união das casas será este


Ano levada pelo amor e amizade.


Sendo respeitadas por cada uma.


 


A coragem pela grifinória.


A sabedoria pela corvinal.


A cumplicidade pela lufa-lufa


E a astúcia pela sonserina


Juntas levantando a bandeira da paz.


 


   Aplausos entusiasmados foram escutados por todo o salão. Assovios , risadinhas e comentários sussurrados pelo inesperado discurso. A professora sabendo que os burburinhos continuariam se adiantou e chamou os alunos sendo aos poucos selecionados e aceitos por suas casas. Por fim tudo decidido veio o discurso final.


- Antes de comermos queria dizer-lhes que os alunos do sétimo ano poderão escolher a casa na qual ficaram este período podendo assim mudar se assim desejar. Aproveitam a refeição.


  Eu e Gi olhamos para a Luna e deu-nos um sorriso que era resposta para a nossa pergunta muda. Olhei para o lado e Ron estava sorrindo levemente. Estranhei isto, mas decidi não me meter tenho um palpite só que por enquanto guardarei ele para mim. A refeição estava ótima como sempre e eu não pude perder o hábito.


-Ronald, come devagar. A comida não irá fugir.


    Disse isso bufando e arrancando risadas de quem estava por perto. Rony que tinha a boca cheia apenas ignorou minha fala e continuou comendo como se não o fizesse há anos. Limitei-me a balançar reprovadoramente a cabeça por seu comportamento e encontrei dois olhos esmeraldas me fitando.


    Corei um pouco olhando para baixo. O que será que o Harry tem? Eu hein. Fui retirada de meus pensamentos pela ruiva que me olhava preocupada de novo. Ri de sua expressão desconfiada e passei meus olhos pelo salão. Detive-me um pouco na mesa da sonserina onde Malfoy e Zabini conversavam sorrindo.


   Era estranho vê-lo sorrir sem ser aquele sarcástico. Com certeza Blásio Zabini era o único amigo de verdade dele. Tirei meus olhos e segui pelo salão. Chang olhava para a nossa mesa emburrada. Sorri lembrando-me do ataque de ciúmes dela pensando que eu e o Harry tivéssemos algo. Neste ano ainda acreditava estar apaixonada pelo Ron.


    Um sorriso escapou de meus lábios e eu ouvi alguém murmurar algo. Virei minha cabeça na direção do barulho e Mclaggen sorriu-me. Outra lembrança veio a minha cabeça a da festa do clube do Slug. Uma mão pousou sobre meu ombro e Harry olhava emburrado para o Córmaco. Desde o sexto ano ele começou a fazer isso.


   Puxei Harry pela mão e ele se sentou ao meu lado ainda encarando o outro. Bufei pela situação. Estava envergonhada e embaraçada. Qual era o problema do Harry? Sim, está pergunta estava me rondando desde que o vi me olhando daquele jeito no trem. Suspirei e coloquei minha cabeça sobre minhas mãos apoiadas no braço.


     Sem dar-me conta adormeci ali mesmo. Senti-me balançar levemente e abri os olhos assustada. Harry me carregava no colo até a sala comunal. Ao dar-me conta disso decidi fazer algo. Não era uma boa idéia ficar tão perto dele assim. Eu não sabia exatamente o quê, mas havia uma diferença de sentimentos entre nós.  E realmente não estava disposta a pensar nisso.



-Harry.-falei baixo.



-Nossa Mi, me deu um susto. -Falou ainda me segurando perto dele.



-Reparei, anda Harry me põe no chão.



   Ordenei-lhe ríspida, mas estava tão cansada que quase desabei no chão. Isto só não aconteceu por ele ter passado o braço em volta de minha cintura me impedindo de cair. Uma vez em silêncio e assim permanecemos até estarmos diante do retrato da mulher gorda.



- Travessuras doces.



Sussurrei para o retrato ao ver a cara de indagação do Harry sem saber a senha.



-Obrigado.-disse-me.



-Nada.



Passamos pela porta e ele segurou minha mão antes de deixar-me subir para o dormitório.
 


-Mi.-disse aproximando-se.



    Eu gelei por não esperar uma atitude dessas e não sabia como agir. Sem saber o que fazer pude sentir seus lábios sobre os meus por alguns segundos e depois desaparecer da minha vista sem dizer mais nada. Chocada com o que acontecera a única coisa que pensava era Merlin o que foi isso? Eu subi para o quarto e tomei um banho quente e relaxante. Pronta, joguei-me na cama e adormeci rapidamente.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.