FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

12. BÔNUS I - NC da Alex.


Fic: In Transition - Part Bônus, Explicações e Outras Viadagens


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: Tirem as crianças, os parentes, os idosos, os cardíacos, e todas as outras pessoas do recinto. A Alex veio e veio muito bem dotada q






Richard saiu pela porta. Alex encarou a mulher. Era loira, olhos claros e sobrancelhas delineadas, dando um ar de “sou-intelectual-mas-te-daria-de-quatro”. Os óculos eram de armação grossa e preta e o cabelo estava preso. Alex balançou a cabeça para sair do transe e andou até a imensa janela da sala ficando de costas para Corine.


 


 - Hum... voc-você gosta de Quadribol? – Alex tentou puxar assunto.


 


 - Não sou tão fã.


 


 - E o que faz trabalhando num-


 


Alex virou para encarar a mulher e a visão que teve a fez parar instantaneamente de falar. Corine havia aberto todos os botões da blusa branca que usava e estava sentada na ponta da mesa. Lançava um olhar penetrante à Alex que estava de queixo caído.


 


 - Você vai ficar parada? – Corine abriu as pernas deixando a mostra sua lingerie preta.


 


 - Você manda.


 


 


Alex se aproximou de Corine já deixando sua própria blusa no chão. Assim que se encostaram, a Batedora, com suas mãos ágeis, apertaram a lateral do corpo da outra, roubando-lhe um gemido que foi dado em sua boca, ao mesmo tempo em que se beijaram.


 


Normalmente Alex era mais delicada quando ficava com alguém, mas Corine, de jeito algum, pareceu querer que o fosse. A loira puxava-lhe os cabelos e arranhava suas costas de tempos em tempos.


 


- Me fode... – Corine mandou a centímetros da boca de Alex. - ...bem gostoso.


 


Isso foi uma espécie de start. Esquecendo completamente o pudor, Alex se apoiou de costas para mesa, depois de ter feito Corine descer. Pegou-a de costas, levantou sua saia e pôs sua mão no sexo excitado da mulher, sem retirar-lhe a calcinha.





Corine gemia alto, Alex constatou. Logo chamaria a atenção de alguém. Mas ou pararia de comer aquela mulher perfeita e perderia todo o clima procurando o lugar apropriado ou faria exatamente o que ela pedia entre os gemidos.





- Eu quero você dentro de mim... assim... ah... Não para!





- Você só vai gozar quando eu quiser. Tá me ouvindo?





Corine ignorou e rebolou na mão de Alex, roçando seu corpo no sexo da batedora, excitando-a ainda mais. Alex, com a mão esquerda, segurou o seio de Corine e parou de movimentar a mão que estava em seu sexo.





- Você ta me ouvindo?





- Só... – Respondeu desesperada. – Não para.





 


Alex sorriu antes de continuar. A loira de costas para si demonstrava tudo aquilo que adorava quando fazia sexo com alguém: estava no comando.


 


- Eu quero que você me coma de quatro!





- Que? – Alex não tinha entendido muito bem. Corine se soltou dela e se virou.





- Eu... – chegou perto. – Quero... – a beijou.– dar... – passou a língua em seus lábios. – de 4... – mordeu o lábio de Alex. - ...pra você.





Corine se soltou, pegou sua varinha e com vários feitiços trancou a porta, fechou as cortinas da enorme janela e conjurou uma pequena sacola preta.





- Vista isso. – foi uma ordem.





Alex estava confusa, abriu a sacola e sorriu.





- Ora, ora... Você é bem safada.





- Cale-se e vista.





A batedora obedeceu. Despiu suas roupas e vestiu uma espécie de cinta com um pênis de borracha.





- Rosa? – sorriu se sentindo meio ridícula com o acessório.





Corine havia de livrado das roupas também. Chegou até Alex e a encostou à mesa. Começou a beijá-la.. O Simples roçar de seu brinquedinho em seu sexo a deixava mais e mais excitada.





- Sim, rosa... – lambeu novamente os lábios de Alex. – E com 25 centímetros.





Alex pirou. Beijou furiosamente o pescoço de Corine, segurando-a pela cintura. Com um pouco de força, levantou uma perna da loira e com a mão direita encaixou seu ‘pau’ em sua entrada. Lentamente foi penetrando-a.





Completamente dentro, Corine abriu os olhos e fez a maior cara de safada que poderia fazer. Empurrou Alex para a mesa, de modo que ficasse por cima. Aquilo era insano, pensou Alex. Corine era rápida, sabia montar. Alternava os movimentos de vai e vem. Ás vezes simplesmente esfregava-se delirando com o contato.





Alex contou, a julgar pelos gemidos e paradas da companheira, que Corine havia gozado 3 vezes só por cima. Estava na hora de voltar ao controle. Retirou seu pau de dentro da loira e a fez ficar de quatro na mesa, como ela havia pedido desde o começo.


Caralho, eu to no céu.” – Alex pensou.


 


Com um pouco menos de delicadeza, a batedora penetrou a filha de seu chefe sem aviso. A essa altura, os cabelos de Corine estavam soltos e Alex os puxou. Não estava fazendo o menor esforço em ser delicada. O gemido de Corine triplicou de altura e desejou intimamente que ninguém precisasse usar a sala.





Alex investia, fazia movimentos rápidos. Seus joelhos, pensou, nunca mais seriam os mesmos. Corine rebolava e a morena segurava sua cintura. Estava mais rápido agora.





- Não para! – Corine precisou se morder pra não gritar.


 


Alex sorriu. Essa Addison precisava saber.


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.