FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

23. Capitulo 22


Fic: Farsas Draco e Mione finalmente cap 23


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Oláaa =)
Olha eu aqui de novo,depois de tanto tempo!!
Eu queria realmente pedir desculpa por ter abandonado a fic,mas passei por um ano atrapalhado e cheio de compromissos.Agora que este ano está acabando e eu espero anciosamente as minhas sonhadas férias espero poder continuar a fic.
Temo que este capitulo não ficou tão bom, mas estou recomeçando,sejam pacientes comigo:)
Me desculpem ,não vou ser mais tão desleixada quanto as postagens,prometo postar mais regurlamente,ta~vez todas as semanas e se conseguir, nas ferias, duas ou mais vezes por semana.
Obrigada por lerem a fic e não terem me abandonado!!!
Beijos da Pandora :)


____________________________________________________________________________________________________


O clima estava ameno,com poucas nuvens no céu,e um sol brilhante.Da pequena janela do trem,via-se a estrada serpenteando por um campo limpo de grama amarelada,mas arvores majestosas,ao longe a vista de algumas colinas emolduravam a paisagem.No vagão,havia 5 pessoas,um senhor gorducho de rosto redondo e uma careca brilhante,que teclava nervoso em um laptop,um rapaz ruivo de olhos verdes bastante atraente e uma garota de seus 15 anos,sedosos cabelos negros que lhe caiam pelas costas e pele dourada que insistia em puxar conversa e alguns elogios para um certo loiro.E obviamente,o casal mais comentado de Hogwarts:Draco Malfoy e Hermione Granger.
Os dois tinham uma performance impecável de casal apaixonado,ele a abraçava ,enquanto encostava-se na janela,de modo que a castanha ficasse entre seus braços e apoiada em uma de suas pernas,uma das mãos dele lhe faziam carinhos no braço,enquanto ela sorria e bagunçava carinhosamente os fios platinados de seu cabelo.O destino era uma vila trouxa,próxima a Orionland,aonde Draco mencionara ter uma propriedade e assuntos para resolver.Como todos ali eram trouxas,não havia a necessidade da dramatização de casal,mas curiosamente ambos a julgavam extremamente necessária naquele momento.
-...E então,como eu estava dizendo...adoro os seriados de TV,você gosta Draco?-Era a décima vez que a garotinha perguntava algo para Draco,sempre sorrindo e se inclinando.o loiro não entendia metade do que ela dizia,mas sempre sorria educadamente e as vezes murmurava algo que podia ser considerado alguma resposta.
-Eu prefiro os livros,são fascinantes -Era a primeira vez que o ruivo se manifestava e agora o fazia olhando diretamente para os olhos de Mione e sorrindo,aquilo de alguma forma fez o sangue nas veias de Draco esquentar,e a idéia de azarar alguém,agora lhe parecia muito,muito atraente.
-Eu concordo -Hermione disse sorridente.
-Tenho uma biblioteca enorme lá em casa, a Mione adora -Draco comentou mal-humorado-E não é a única coisa que você adora lá na nossa casa não é amor?-ele perguntou acido,o que fez a castanha corar de vergonha.
O ruivo apenas sorriu,mas não deixou por menos- Podem aparecer na minha casa quando quiserem,a biblioteca é realmente magnífica,uma das maiores do sul da Inglaterra.
Draco abriu a boca para retrucar,mas Hermione fora mais rápido- Obrigada,é uma grande gentileza.
A viagem não durou muito,e logo estavam desembarcando na estação da pacata vila.Ambos pegaram as malas e se dirigiram para uma praça em frente da estação.
-Podemos pegar uma daquelas coisas de metal trouxas que saem andando-o loiro sugeriu.
-Carros Draco- ela o corrigiu-venha,vamos pegar este taxi aqui- Ela o guiou até um carrinho pequeno,o loiro parecia desconfortável ali,mas ela ignorou isso.Logo os dois estavam em uma rua larga,com chalés belíssimos.
-É aqui -Draco murmurou em seu ouvido,enquanto carregava as malas para fora do carro e pagava ao taxi.
-Qual das casas?- A castanha perguntou admirada.
-Venha,vou te mostrar-ele indicou com a cabeça para que ela o seguisse e assim o fez.
Pararam em frente a um chalé encantador.A construção parecia antiga,mas era de longe a mais bela e elegante da rua.Possuía dois andares,mas uma área não tão grande.Um jardim verde e cheio de rosas de variados tipos e algumas orquídeas  cercava a casa,os portões eram de um ferro negro e bem moldado,fazendo lindos arranjos.As paredes eram de tijolinhos brancos delicados,janelas arredondadas de madeira pintada em verde e uma porta vermelha.o telhadinho dava um charme especial.Era um lugar bastante aconchegante e até mesmo romântico.
-Seja Bem vinda -ele sorriu e ela correspondeu.Os dois já estavam abrindo a porta quando uma voz melodiosa foi ouvida:
-Draquinho!Draquinho!Por que não me avisou antes que vinha?-uma garota gritava deslumbrada
Hermione rolou os olhos,porque o sonserino sempre causava aquele efeito em todas as garotas que viam?Seu pensamento rápido a fez logo virar-se para admirar o físico do rapaz a sua frente,que estava realmente deslumbrante usando roupas trouxas,jeans surrados e camiseta branca,um casaco na mão,mas achando a idéia no mínimo boba,resolveu reparar em quem era a deslumbrada da vez.
Era uma garotinha de seus 11 anos de idade,bastante alta,mas um pouco desengonçada,tinha olhinhos brilhantes e um sorriso encantador,pelas roupas e pelos brinquedos que carregava,era trouxa.Draco abriu um sorriso encantador para a garota,e a suspendeu no ar com ternura.
-Draco,podia ter me ligado!
-Meg,me desculpe ,estive ocupado-ele sorriu- Esta é minha noiva,Hermione.
-Uow! Espera ai!Alguém fisgou o coração de pedra o Draquinho!- Meg cantarolava feliz -Você deve ser mesmo especial!Uow!Temos que tomar um sorvete para comemorar!Você encontrou sua princesinha encantada Draquinho!!!
Hermione riu do jeito alegre da menina.
-Claro!Claro!
-Bom,Philip está me esperando lá em casa!Até mais Hermione!Até mais Draquinho,vamos ter que tomar o sorvete- e a garota foi embora.
Hermione sorriu vendo o jeito carinhoso que Draco tratava aquela garotinha,ele estava se mostrando uma pessoa tão diferente daquele menino mimado que ela conhecia
-Hum...essa é a Meg,ela mora por aqui perto,as vezes quando minha mãe queria se refugiar aqui me trazia, e eu sempre cuidava um pouco de Meg,a saúde dela é frágil e ela é tão solitária.Você vai gostar de conhecer ela,louca por livros como você - ele sorriu.
 Se antes Mione já tinha se encantado com o chalé,agora estava verdadeiramente deslumbrada.A decoração era impecável,e cheia de detalhes mimosos como lustres,quadros,esculturas,almofadas,tapetes,flores e cortinas.Havia uma calorosa lareira ao canto,mas tudo obedecia fielmente a decoração trouxa.
-É um lugar muito lindo Draco.
-Decoração de Narcisa -ele sorriu torto- acho tudo um pouco delicado,mas ela amava este lugar -A expressão mudara,para um misto de ironia,alegria e tristeza,Hermione já conhecia aquela mistura,aparecia toda vez que o loiro tocava nas lembranças da mãe.
-Uow!Qualquer um amaria este lugar!-ela tentou aliviar o clima- parece verdadeiramente um conto de fadas Draco!Digno de um filme da Disney!
-Um o que? Da onde?O que é?
-Ah...deixa para lá,um dia desses eu te explico!
-Tudo bem,venha,vou te mostrar o seu quarto –ele indicou as escadas com um aceno e começou a carregar as malas para o segundo andar.O quarto reservado para a garota era ao lado do de Malfoy,era uma suíte pequena e simples .A decoração variava entre vários tons de bege e rosa.Mas era bastante confortável e havia uma enorme cama de casal no centro.Draco colocou as malas dela sobre uma poltrona.
-Granger,Eu terei assuntos para resolver agora.Fique a vontade,pode tomar um banho,ou descansar da viagem.Tem comida na dispensa,se quiser dê uma volta por ai.Não há nada de interessante nessas terras,mas as pessoas costumam achar que este lugar é belo,ou algo do tipo.Não há perigo por aqui,mas tome cuidado de qualquer forma e evite aceitar algo de estranhos.Se eu não chegar até a meia noite não se preocupe,pode dormir tranqüila.Descanse,amanha faremos uma longa viagem.
A castanha riu do jeito preocupado do garoto.Por Merlin!Parecia que ela era uma criancinha de 5 anos da forma que ele falava.Era irônico demais que agora um Malfoy se preocupasse com a sangue ruim.Talvez,só talvez,uma ironia adorável.Voltou a rir,e viu Draco se afastando aos poucos,logo o som da porta batendo foi ouvido e ela jogou-se na cama fofa.
Draco murmurou irritado,na porta da casa,antes de aparatar” garota estranha,eu preocupado,e ela ri...”
Hermione resolveu tomar um banho e dar uma volta pelo local.A casa era muito linda,mas não se tinha muito a fazer sozinha.E um tempo em vilas trouxas iria lhe fazer bem.Vestiu um jeans qualquer,all star e um suéter vermelho e amarelo que ganhara de sua mãe no 5º ano.Ela lembrava-se do dia que a mãe chegara com o suéter,dizendo que não conseguiu resistir ao ver aquela combinação de cores.Aquele pensamento a entristeceu. Doía-lhe muito a falta dos pais e de seus amigos grifinorios.Tanta coisa podia ser diferente se não houvesse essa maldita guerra.Ela não precisaria ter mandando os pais desmemoriados para a Austrália numa tentativa de mantê-los seguros.Não,ela ainda estaria ao lado deles,vendo-os sorridentes.Se não fosse aquela guerra ela ainda teria Rony,ainda estaria perto de Harry.Não faria um acordo com o Malfoy em troca de informações.Não podia ter sido tudo diferente?Pelo menos agora ela tinha Draco ao seu lado,mas aquele pensamento parecia tão errado,tão deslocado,mas imensamente reconfortante.
Não havia mais como desistir,teria de ser forte e suportar tudo.Afinal,estava ali por suas escolhas,certas ou erradas,eram as suas escolhas.Tudo na tentativa de salvar Harry, de salvar Rony,de salvar o mundo bruxo,de salvar a tudo que amava.Uma lagrima rolou,e depois varias outras acompanharam o seu caminho,e como se fosse em  movimentos sincronizados o rosto da castanha foi lavado por diversas lagrimas num choro mudo.
Mas não havia tempo para chorar.Ela foi até a mala e agarrou um caderno,que continha todas as suas pesquisas de Horcruxes e sobre os comensais, que eram grandes e valiosas.Tinha trabalhado naquilo todas as noites desde que fora morar com Draco.Escondeu-o novamente dentro de suas roupas e saiu.
O lugar era mesmo lindo,com crianças brincando nas ruas,casinhas bonitas,arvores,jardins,parques.Parou para tomar um sorvete em uma sorveteria muito charmosa perto do parque central.Havia lá um rapaz de sua idade,olhos cinzentos,estatura media,sorriso largo,roupas negras, e cabelos loiros ,platinados,um pouco compridos,mas uma moldura perfeita para seu rosto pontudo.Ele lhe sorriu e ela correspondeu.Era realmente um rapaz atraente,diria até mais,era lindo,quase deslumbrante.Mas lhe faltava algo,que ela não sabia identificar.Talvez se não fosse tão sorridente,se fosse mais frio,tivesse uma postura arrogante...ela imaginava e riu da própria mente.E foi percebendo aos poucos o que faltava no garoto,ele era uma copia quase perfeita de Malfoy.Mas ele não era o Malfoy.
Por Merlin! O que estava acontecendo com ela?Desde quando ela pensava em Malfoy?Desde quando ela desejava tê-lo por perto?Desde quando ela se preocupava com ele?Desde quando ela gostava de seus beijos?Desde quando ela o achava bonito?Desde quando o ódio que sentira por ele havia desaparecido?Desaparecido não,havia se transformado,mas em que?Amor?...Não,não podia ser.Paixão?Talvez...não definitivamente não.Que idéia louca!Amizade?Tolerância?Mas ele ainda era o mesmo,não era?Será que era ela que havia mudado?por Morgana!Porque algumas coisas não podiam ser tão fáceis como palavras em livros?
Draco não apareceu antes da meia noite.Hermione não agüentou esperar por ele e dormiu antes,sob os olhares atentos de uma coruja negra.
No dia seguinte Draco fora o primeiro a acordar,mas não demorou muito para que Hermione também acordasse.Pegaram as malas e foram até a estação de trem,aproveitaram para tomar um suco e pão fresco por lá mesmo.Sem conversas.O silencio estava incomodando Hermione,mas a garota não resolveu mudar-lo ao perceber a fisionomia de Draco,parecia muito cansado,exausto.
Atravessaram uma das plataformas,como em King Cross e logo uma gigante locomotiva cinzenta apareceu.Escolheram uma cabine vazia e passaram metade da viagem em um silencio morno,até que a garota não se agüentou e puxou conversa.
-E então,fez o que tinha que fazer lá na vila trouxa?
-Tudo ocorreu como planejado.E você?se divertiu por lá?
-Sim.É um lugar lindíssimo Malfoy e muito alegre também.
-Talvez seja por isso que eu não goste tanto de lá-ele sorriu torto.
-Você precisa deixar de ser tão ranzinha Malfoy.
-vivem me dizendo isso,mas não entendendo o porque,sempre me achei tão alegre e espontâneo.- ele disse com ironia e logo os dois estavam rindo.Não demorou muito para que o loiro adormecesse,e caísse  sem querer no colo da castanha,e assim seguiram viajem até o destino principal.Orionland!
O sol estava se pondo sob centenas de pessoas e belíssimas construções.O alaranjado daquele céu sem estrelas parecia a moldura perfeita para aquela incrível imagem.Sem palavras,era assim que Hermione estava,procurando algo que se comparasse aquilo.Era mais do que podia imaginar.Luzes,tantas luzes,de variadas cores e formas,em grandes cartazes em movimento,em lâmpadas flutuantes,nos letreiros que se moviam e até mesmo luzinhas flutuantes.havia prédios e construções de todos os tipo,todas imponentes e chiques,um castelo maior e elegante,ao estilo medieval brilhava ao fundo.Tudo combinava,num bom gosto impar,era belíssimo.Todas as pessoas eram belas,sorridentes e vestiam-se muito bem.Não havia  desacordos e por mais coisas que a paisagem tinha,nada parecia exagerado.Era uma visão de perder o fôlego.Os dois seguiam em um taxi engraçado,com muitas luzes e voador.pela primeira vez na vida Hermione via artefatos mágicos muito curiosos:os tão falados tapetes voadores.
-Quero um daqueles!-ela exclamou com os olhos brilhando.
-Teremos muito tempo Granger-  Draco respondeu simples ,mas no fundo ria do entusiasmo infantil da garota,ela ficava tão linda sem a pose de sabe-tudo...
Para muitas pessoas Orionland era apenas uma fuga da realidade,o lugar aonde os sonhos se realizam,para outros era uma maneira fácil de ter grandes festas,e ainda tinha aqueles que achavam que era apenas um lugar de soluções para tudo.Para Draco nunca fora nenhuma dessas coisas,era seu refugio,parte da sua vida,aonde podia ser apenas ele mesmo e se sentir sozinho na multidão,de uma maneira boa.Ali os holofotes nunca estariam virados para eles,os holofotes já tinham ocupação fixa.Sentiu a brisa mexer com seus cabelos e não pode conter um quase sorriso e os olhos bem abertos.Amava aquele lugar!
Quando chegaram ao grande castelo que Mione vira,foram recebidos por um senhor simpático que os reconheceu como Sr e Sra. Malfoy.O choque daquelas palavras!Nenhum dos dois podia imaginar o efeito que aqueles nomes causariam,a idéia ainda era um pouco assustadora,estariam casados.
Hermione esperou no saguão Draco confirmar as reservas e quando o “noivo” chegou,ela perguntou  curiosa
-Que lugar é este Malfoy?
-Bom,O Castelo Orionland.Foi por ele que uma pequena vila surgiu e acabou se transformando nessa cidade Granger,é apenas um povoado de bruxos festeiros- ele sorriu torto como se tivesse alguma piadinha interior- Hoje em dia funciona como Hotel de Luxo,salões para festas,cassinos e até mesmo uma capela
-Capela?
-Exato,aonde nos casaremos.Está com o vestido na mala não é?Precisa de algo imprevisto?
-Não,não tudo bem.iremos para lá agora?Preciso me trocar então...
-Não,agora não,estou muito cansado na viagem e mal dormir esta noite.faremos o seguinte,vamos descansar e daqui a 3 horas nos encontramos no terraço está bem?E lá que nos casaremos –Hermione assentiu com a cabeça- Bom,seu quarto é o A367 e o meu é o B 410 –ele disse lendo um papelzinho e Hermione sentiu-se um pouco aliviada de ter o seu próprio quarto até que ele continuou- Obviamente que depois do casamento dividiremos a suíte nupcial –ele sorriu torto e todo o alivio da castanha se evaporou.
-Dividiremos a suíte?
-Claro Hermione,para par parecer tudo real,não pode haver furos e aqui temos muitas testemunhas.
Hum...tudo bem –ela murmurou nervosa,não sabia porque,mas dividir uma suíte com Malfoy não parecia uma boa idéia,mas pensando por outro lado....Não,era uma péssima idéia e ponto final.
-Quer que eu te acompanhe até seu quarto?- ele perguntou num tom mecânico e frio
-Não obrigada,nos vemos no casamento então
-É...nos vemos
-Eu vou ser a de Branco –Mione não resistiu aquela piadinha que vira varias vezes nos filmes de comedia romântica,mas saiu antes de ver se o loiro rira ou não.
O quarto de Hermione era grande e com uma vista belíssima da avenida principal,mas não seria o seu quarto até o fim da noite...Tentando afastar alguns pensamentos que não pareciam “certos” para a ocasião a garota resolveu tomar um banho demorado na grande banheira e se arrumar,afinal de contas ela seria a noiva.
O  vestido como previra caiu como uma luva,era de um tecido meio esvoaçante,leve,de bom caimento,era extremamente elegante, o decote era simples e arredondado,detalhado com algumas pequenos pingentes de cristal que davam um bom efeito,sem ser exagerado,mas as costas eram simplesmente perfeitas,um decote enorme que as deixavam nuas.Hermione prendeu parte do cabelo,agora com volume controlado e belos cachos nas pontas,com uma fita simples de veludo branco,maquiou-se bem com a ajuda de alguns artefatos mágicos e no final estava realmente deslumbrante.Havia ganhado um aspecto romântico e belo,ao mesmo tempo que o vestido valorizava seu corpo.Sentiu-se linda.
Draco já a esperava no terraço quando ela chegou lá.Precisou tomar um pouco de ar para encarar novamente o loiro.O seu aspecto cansado sumira,assim como o resto de barba e os cabelos rebeldes.Agora ele estava muito atraente com vestes de gala negras que contrastava com seus cabelos platinados minuciosamente penteados para traz acentuando a beleza de seu rosto.Havia uma pequena orquídea em sua mão.Estava perfeito.
-Bom,está preparada para ser a mais nova Malfoy?-ele sussurrou em seu pescoço –Você esta mesmo deslumbrante.
A castanha achou que tinha virado geléia na hora,mas se recompôs e deu apenas um sorrisinho desafiador.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 2

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mónika Black em 03/03/2012

OH MEU MERLIN!!!!!!!!!!!! EU QUERO MAIS....Começei a ler hoje a fic, e não resisti e acabei por ler até este cap... SIMPLESMENTE PERFEITO! escreves muito bem, estou adorar ler.
fico á espera do proximo cap! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Déborah Rogers Poynter Potter em 08/01/2012

OHHHHHHH QUE FOFO!!!!!!!!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.