FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

10. A Última Partida


Fic: In Transition - Part Bônus, Explicações e Outras Viadagens


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-- CAPÍTULO DEZ --


A Última Partida


 




- QUANDO EU DIGO PRA RECUAR, CLINT, VOCÊ RECUA! ISSO – agarrou freneticamente o brasão de capitã no uniforme – É O QUE ME GARANTE ESSE DIREITO!



    .





Quarenta e Cinco Minutos Antes..






140 a 130.




Os olhos de Guga encaravam o placar mais uma vez tentando pensar no que fazer. A atual estratégia obviamente não estava funcionando, pois depois de horas jogo, a partida ainda continuava difícil e apertada. Marcar gols era difícil e assim que elas conseguiam, logo depois o adversário o fazia também.




- Tempo! - ela pediu.




O capitão dos Thunders a encarou com um olhar que sorria como se ela tivesse feito exatamente o que ele precisava, e Guga respirou fundo enquanto as meninas do Harpias se aproximavam dela.






- Qual o plano? - perguntou Kate sendo a última a planar ao lado da capitã.




- Vamos mudar o foco. - começou ela seriamente. - Vamos dar cobertura à Hellen e tentar distrair o adversário, mas vamos manter o jogo. Não vamos nos preocupar em fazer gols.




- O quê? - exclamou Gina.




- Hellen tem que se focar em pegar o Pomo. Se o pegarmos com a pontuação atual, vencemos. Então é o seguinte, Alex, eu quero que você se foque nos Apanhadores, você protege Hellen e derruba o adversário, se puder. Addison, Amelie, Gina, eu quero vocês marcando os artilheiros. Se a Goles, chegar até eles, façam-nos perdê-la.




- Mas Guga... - começou Addison. - Isso é enrolar...




- Não. Isso é ganhar - exclamou Alex seriamente.




- Não podemos ganhar sem fazer gols. - resmungou Gina.




- Já temos gols suficientes pra ganhar.




- Se não nos concentrarmos em fazer mais gols e sim no adversário, logo não teremos. - continuou Gina.




- Você não está mais em Hogwarts, Gina. - disse Hellen calmamente.




- O quê? Escuta aqui, Hellen, agora não é hora de você vir com sua rixinha comigo, ok? Isso não é sobre a Guga ou a Alex. Vida pessoal e etc.




- É óbvio que não é, e eu te disse isso como colega de time, mas se você sequer considera ser... está na hora de começar a ter profissionalismo.




Gina abriu a boca para retrucar, mas Guga interveio:




- Já chega. - ela soou tão Capitã Jones que Gina não ousou nem sequer encará-la – Vamos voltar. Essa é a estratégia, mas vamos dar um tempo. Vamos esperar pra ver se os Thunders vão mudar alguma coisa também... esperem o sinal. Perguntas?




- Qual é o sinal?




- Quando eu derrubar o Capitão.




- Vocês ouviram a Capitã, vamos lá, Harpias!






As sete jogadoras voltaram a se espalhar pelo campo novamente e o jogo reiniciou. Como a Capitã havia ordenado, as garotas mantiveram o mesmo tipo de jogada de antes do intervalo, enquanto Guga estudava qual seria o melhor jogador a ser derrubado. Havia três opções: Joshua Davis, um dos artilheiros e também capitão, e Riley O'Malley, o batedor.




Joshua Davis seria um ótimo negócio, pois todo capitão é a fortaleza de um equipe, ou seja, uma equipe desestruturada é também uma equipe vulnerável, porém Joshua era capitão por um bom motivo: ele era bom, excepcionalmente bom e derrubá-lo daria um grande trabalho, o que poderia deixar um furo na proteção das artilheiras do Harpias, e fazer perder uma delas ou até mesmo revelar as intenções antes da hora.




Riley O'Malley não causaria grande abalo “emocional” na equipe, mas, por outro lado, deixaria Olivia Chappel, a outra batedora, um pouco desesperada, o que é uma abertura para erros. Vantagens: Harpias ficariam mais soltas, e seria mais fácil atrapalhar o adversário. Destavantagens: Como, diabos, se derruba um batedor com um balaço?




Guga tinha certeza absoluta que fizesse o que fizesse, não poderia ser a coisa errada, pois poderia causar um dano maior para o próprio time do que o benefício caso funcionasse. Ela, por fim, decidiu desestabilizar a equipe. Os olhos escuros da morena focaram-se no loiro e aparentemente extremamente habilidoso em desviar-se des balaços, Joshua Davis. Ela prendou a respiração e colocando toda a sua alma na jogada, acertou o jogador.




A capitã reprimiu um sorriso no canto dos lábios e virou-se para sua equipe, que ao sinal, havia mudado a estratégia. Todas estavam, de bom grado ou não, fazendo exatamente o que Guga coordenara e o Harpias começava a abrir uma sútil vantagem sobre o adversário.




Alex estava voando bem perto de Hellen e não pôde deixar de pensar o quão bonita a amiga ficava em ação, com aquele brilho de força no olhar. Hellen já vira o pomo e estava tentando alcançá-lo sem chamar muita atenção, enquanto a própria Alex a defendia dos balaços e Guga preocupava-se com o apanhador adversário.




Infelizmente o Pomo não cooperou, Hellen teve que fazer algumas “acrobacias” nada discretas, o que fez com que a narração do jogo imediatamente se voltasse para ela, acabando com seu plano de não chamar atenção, e poucos segundos depois o apanhador do Thundelarra Thunders tinha praticamente alcançado-a, mas ela ainda liderava por poucos centímetros.




Ela avançou, o Pomo muito próximo, ela podia ouvir a “voz” dele, as asinhas se batendo, e engoliu em seco ao antecipar a sensação de tê-lo entre as mãos. Embora os gritos das torcidas tenham se intensificado em absoluto, o mundo silenciou para ela. Os dedos se esticaram, os olhos se estreitaram, uma cocéga gostosa roçou a ponta de seus dedos... e então ela não viu mais nada.




Perto o suficiente, a artilheira Addison Clint freou a vassoura bruscamente. Os olhos azuis se arregalaram involuntariamente, os lábios se abriram num grito mudo, e ela ficou ali no meio do campo, paralisada de choque. No último minuto, tinha visto uma brecha, uma chance de gol... contrariara as ordens de Guga e avançara surpreendetemente para a Goles e então para o gol... e como precipitara-se, no calor do momento, não notou o balaço que vinha em sua direção... atingiu-a no ombro... fê-la perder o controle das mãos por um segundo... o segundo que bastara pra lançar a goles para frente... diretamente para Hellen Morgan, a apanhadora do Harpias de Holyhead.






- E THUNDELARRA THUNDERS SÃO OS NOVOS CAPEÕES MUNDIAIS!






… ela ouviu alguém dizer ...


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.