FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

27. Alerta


Fic: Harry Potter e o Segredo dos Black


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

- CAPÍTULO VINTE E SETE –Alerta


Aquela felicidade dos alunos da Grifinória contagiava a todos, e até os alunos da Corvinal e da Lufa-lufa se sentiram felizes. Apenas os alunos da Sonserina mantiveram a expressão de desdém característica da casa.


O tempo foi passando e quando eles viram já estavam no dia primeiro de Abril. Harry levantou-se e, junto com seus amigos, seguiu para o café da manhã. Para a surpresa geral Dumbledore ficou de pé e falou:

- Hoje teremos uma visita ao povoado mágico de Hogsmeade. Perdoem o aviso em cima da hora, mas só decidimos isto esta manhã.

Dumbledore foi interrompido pelo correio. Diversas corujas entraram pelas janelas do salão principal, e assim, o diretor resolveu sentar-se.

Logo depois do café os quatro amigos foram para o dormitório se trocar, e então ficaram conversando até que a hora do almoço chegou.

Depois do almoço os bruxos foram até Filch, que mais uma vez revisava as autorizações. E então, entraram numa carruagem rumo à Hogsmeade.


Logo que chegaram, puderam notar uma coisa: muitas pessoas se aglomeravam em frente à Gemialidades Weasley. Os três amigos foram até lá. Ninguém queria deixá-los passar. Foi quando Gina disse...

- Ai, não agüento mais! – e elevando a voz – Sou irmã dos donos, deixem-nos passar!!

De repente uma cabeça de cabelos ruivos ergueu-se do meio da multidão e eles puderam ver Fred.

- Gina! Rony! Harry! Mione! Que bom vê-los aqui!! Entre, entrem. – disse o garoto, dando passagem aos quatro.

Muitas pessoas olharam-nos com inveja. Dentro da Gemialidades Weasley, igualmente lotada, Harry perguntou:

- Porque estão, novamente, aqui?

- Ah, Harry, hoje é o nosso aniversário. – disse Jorge.

*N/A: De acordo com o site oficial da J. K. Rowling, os gêmeos fazem aniversário neste dia, que na Inglaterra é o Dia dos Inocentes (tudo a ver, né?).

E então eles ficaram a conversar e a comemorar até o fim do dia.


Logo entardeceu e eles voltaram à Hogwarts. Naquele dia os bruxos estavam exaustos, e decidiram dormir.


Harry acordou no meio da noite. Estava suado. Lembrava de resquícios do seu sonho. Voldemort estava nele. Malfoy também. No mesmo lugar. Mas como?

Pelo menos não sonhara por completo. Era como se Harry tivesse apenas visto flshes do acontecia. E isto significava algo bom: Harry estava dominando pelo menos um pouco da oclumência.

Depois de alguns minutos de reflexão, Harry adormeceu novamente.


A porta do dormitório masculino abriu com violência, e por esta passou uma garota de cabelo castanho-claro, com uma expressão apavorada no rosto.

- HARRY, RONY! – gritou Hermione, mas o estrondo que a porta fizera ao colidir com a parede no momento em que Hermione entrara pelo quarto já os havia acordado.

- QUE É?! – responderam os dois.

- Leiam isso! – e passou a eles um exemplar do Profeta Dominical.


FUGA EM MASSA DE AZKABAN ALARMA O MINISTÉRIO

Depois de ter declarado várias vezes que Você-Sabe-Quem não havia voltado, o Ministro teimou em afirmar possuir pleno apoio dos Dementadores.

Assim como Dumbledore havia previamente avisado o retorno do bruxo mais maligno de todos os tempos, Dumbledore avisou também ao Ministro que os Dementadores o trairiam e se juntariam a Você-Sabe-Quem.

E nas duas vezes Dumbledore provou estar certo: depois de assumir seu retorno em Junho passado no Ministério da Magia Você-Sabe-Quem foi à Azkaban e conseguiu apoio dos Dementadores, o que resultou na fuga de inúmeros presos de segurança máxima, entre eles:

* Lúcio Malfoy

* Rockwood

* Rodolfo Lestrange

* Macnair

* Avery

E outros mais.

E em mais um ponto Dumbledore provou estar correto: durante esta fuga assustadora em Azkaban, Héstia Jones, uma bruxa do Ministério que voava de vassoura por ali no momento da fuga, viu ninguém mais ninguém menos que Pedro Pettigrew, aquele que todos pensavam estar morto.

Este é o ponto final no caso Sirius Black, provando que o bruxo que passou doze anos em Azkaban foi pego por engano. No que mais o Ministério falhou?


- É, parece que o Profeta declarou guerra contra o Ministério. – disse Rony.

- Rony! – ralhou Hermione – Depois de ler uma notícia de suma importância como essa você tem coragem de dizer isso?

- Calma, Mione! Só tentei descontrair.

Harry, que até então estava calado, exclamou:

- Há casos em que não se pode descontrair. – e saiu dali com uma angústia presa no peito.


- Olha Mione! – disse Rony, depois de um certo tempo em que ficaram mirando a porta por onde Harry saiu.

- Que é? – disse a garota.

O bruxo então apontou para uma nota no fim da página. A garota leu em voz alta:


PAVOR NA COMUNIDADE BRUXA

Se a fuga em massa de Azkaban fosse nossa única má notícia seria uma ótima coisa. Mas não é. A comunidade mágica está cada dia mais apavorada agora que os ataques estão voltando cada vez mais perversos e freqüentes. Esta semana, uma família trouxa foi torturada até a loucura e está atualmente internada no St. Mungus na sessão de Danos Permanentes; dois bruxos do Ministério foram mortos durante uma missão e uma bruxa foi morta quando ia às compras. Por isso, temos um recado a dar: cuidado.


Hermione olhou Rony nos olhos e este retribuiu o olhar com a mesma intensidade.

Intensidade de quem já viu tragédia demais. Intensidade carregada de desespero, de mágoa, de tristeza. Carregada até de um certo pavor insano, alimentado continuamente. Uma intensidade de quem agora realmente entende que “há casos em que não se pode descontrair”.



(N/A: Eu sei que eu dmorei... eh que esse cap eh muito xato... mas eh necessário... Ah, e eu sei q tah curto... mas nao tm mta coisa pah botah... Ah, e na real eu adorei este final... Intensidade de quem já viu tragédia demais. Intensidade carregada de desespero, de mágoa, de tristeza. Carregada até de um certo pavor insano, alimentado continuamente. Uma intensidade de quem agora realmente entende que “há casos em que não se pode descontrair”. deu um toq meio down pah fic... bom, a partir do cap que vm (que eu spro que xegue logo, soh dpnd da minha criatividad e diponibilidad – mas esta semana tnho 3 trabs d hist, 1 d geo, 1 d fisik [saco, 5 trabs], tnho prova d mat, fisik, inglês... droga) começa a adrenalina d verdad. C eu dmorah muito a postah eu pelo menos digo o nome do cap nos comments... Ah, e eu qria pdir que quem for critikr critiq d maneira construtiva. E comentem, ok?! Vlw!!! Bjaumzaum, adoro vocês!!!! Bjux!!!!)

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.