FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Ala Hospitalar


Fic: Clandestinos no futuro


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

  Eles olharam em volta. Estavam em um corredor. Parecia um corredor de Hogwarts. Mas estava meio destruidos. Alguns retratos estavam quebrados e os cacos de vidro estavam no chão. Algumas paredes pareciam ter sangue. Algumas pedras que formavam o chão do corredor estavam rachadas. E a atmosfera dali era melancólica e triste.
- Estamos no tempo certo? - perguntou Lilian.
  Mas não tiveram tempo de responder. Um homem andava apressado pelo corredor. Ele usava veste remendadas e esfiapadas. Tinha cabelos meio castanhos meio loiros. Segurava um garotinho no colo. O garoto tinha cabelos azuis berrantes e olhos roxos.
  O homem parou ao lado de Sirius, Lily e Tiago.
- Aluado?! - perguntou Sirius.
- Sirius?! - perguntou Remo.
- Somos nós! - disse Almofadinhas.
- Mas...Como... Quando... Por que... Ãhn? - Remo dizia coisas sem nexo.
- Por que está tão confuso Remie? Somos só nós - disse Tiago.
- Bem, - disse Remo começando a disfarçar. (eles não podia saber que morreram, o que iriam pensar?) - Voces estão jovens! O que esperava que eu fizesse??
- Ah, desculpa Remo. Deve estar confuso né? Mas tudo bem. É que criamos um feitiço para viajar no tempo - explicou Lilian.
- Entendo. Pois bem, vejo que funcionou - disse Remo sorrindo, algo que nao fazia a muito tempo.
- E que é esse moleque? - perguntou Sirius sorrindo para o amigo.
- Ah, esse é Teddy Lupin, meu filho - disse Remo retribuindo o sorriso.
- Filho? - perguntaram Almofadinhas, Pontas e Lily em unissono.
- Sim, ele tem nove meses só. Ele é metamorfomago, por isso esses cabelos azuis, antes que perguntem - esclareçeu Remo.
- E quem é a mãe? Por que voce nao é metamorfomago - disse Lilian.
- É a Tonks Black Lupin - disse Remo.
- Voce se casou com a filha da minha prima Andromedra? - perguntou Sirius curioso.
- É. Então voces fizeram um feitiço para viajar no tempo? Por que?
- Queriamos ver o futuro - disse Lilian.
- Até voce Lilian? - perguntou Remo.
- Digamos que... Tiago me convenceu... - corou.
- Já entendi - disse Remo rindo.
  Passos rápidos ecoaram no corredor. Tres mulheres apareceram.
  Uma tinha cabelos loiros, usava brincos de beterraba e um amuleto estranho. Uma tinha cabelos ruivos flamejantes e olhos castanhos. E a última cabelos rosa berrantes e olhos azuis.
- Remo - disse Tonks.
- Ah, oi Tonks, que bom que voltaram - falou. Tonks pegou Teddy no colo. Olhou os três visitantes, chocada. Luna também tinha percebido os "visitantes", mas Gina queria saber outra coisa, entao nem notara.
- Remo - disse Gina preocupada - Teve noticias de Harry? Ele desapareceu faz tempo, eu sei, mas eu preciso ter noticias dele!
  Sirius, Lily e Tiago olhavam atentos tentando entender.
- Harry? - perguntou Tiago - Quem é Harry?
- Desculpe Gina, não tenho nenhuma noticia dele. Voce sabe que ele está ocupado demais - disse Remo.
- Ocupado com o que? - perguntou Sirius curioso.
- Ta bom, Remo. Obrigada, qualquer coisa me avise, preciso vê-lo - disse ela.
- Hello!!!! Quem é Harry? - perguntou Sirius sem paciencia.
- Ah, Harry é... - Remo ficou em duvida se contava ou não. 
  Gina parecia ter se tocado que tinha pessoas ali. Virou-se e perguntou não reparando quem eram.
- Voce não sabe quem é Harry Potter?! Pelas barbas de Mérlin! De que mundo voce veio? Tem bebes que a primeira palavra que falam é Harry - disse Gina.
  Então ela finalmente olhou os visitantes.
- Q-quem são voces? - perguntou achando estar louca.
- Sirius Black.
- Lilian Evans.
- Tiago Potter.
- T-tiago P-pot-tter? - gaguejou Gina. Virou-se para Remo - Ok. Remo, o que é isso?!
- O que tem demais em ele ser Tiago Potter? - perguntou Lilian curiosa.
- O que tem demais?! Ele é pai do Harry Potter, só isso! - ironizou Gina.
- Meu filho? - perguntou Tiago. - Quem é a mãe dele?
- Lilian Potter - respondeu Gina.
  Remo bateu na própria testa. Ele se esforçara para nao contar para eles sobre a guerra nem nada e Gina esta abrindo o bico.
- Eu sou casada com Tiago? E vou ter um filho com ele? - perguntou feliz.
- Sim - disse Gina - Agora me digam, como vieram parar aqui?
- Criamos um feitiço do tempo - explicou Lilian o que parecia pela milésima vez.
- A ta. - e ela desmaiou.
- Essa menina é louca? - perguntou Sirius.
- Remo - chamou Tonks docemente.
- Sim, Tonks?
- Vou ficar com o Teddy, vou até Neville ver como estão as coisas. Me acompanha Luna? - perguntou Tonks e elas foram conversando e andando para outro corredor.
- Tudo bem, vou levar Gina para a enfermaria - disse Remo. Ele começou a levitar o corpo e andar pelo corredor. Os amigos o seguiram. Lilian segurava a mão de Tiago.
- Por que ela desmaiou? - perguntou Sirius.
  Remo suspirou e parou de andar virando-se para os amigos.
  Mas antes dele falar, ouviram duas mulheres passando e chorando.
- Por que aquelas mulheres estavam chorando Remie? - perguntou Almofadinhas.
- Estamos no meio de uma guerra, Almofadinhas. Pessoas choram. Hogwarts esta servindo de abrigo para aqueles que necessitam. Ficam aqui todos que ainda confiam na memória de Dumbledore. Claro que alguns estão fora daqui, mas acreditam.
- Guerra?
- Memória de Dumbledore?
- Abrigo?
- Ei! Uma pergunta de cada vez - pediu Remo - Sim, uma guerra Lilian. Sim, memória de Dumbledore, ele morreu, Tiago. Sim, Sirius, uma abrigo. É necessário.
- Credo! - disse Lilian - E por que de toda essa guerra?
- Voldemort - disse Aluado.
- Ele esta vencendo?
- Esta empatado - disse Remo.
- Por que? Quem está derrotando Voldemort? - perguntou Tiago.
- Harry Potter - respondeu Remo.
- Meu filho está atrás de Voldemort? Por que? É suicida?
- Não, Pontas, porque ele é o único a poder fazer isso - disse Remo.
- Ta bem... - disse confuso.
- E por que ela desmaiou ao ver quem era o Tiago? - perguntou Lilian.
- Bem, não é fácil dizer isso mas... Voces três morreram - disse Remo - E já que voltaram aqui, é meio estranho. Por isso fiquei confuso no inicio.
- Nós... Morremos? - perguntou Lilian com lágrimas nos olhos.
- Muito nobres voces. Todos morreram por Harry - disse Remo.
  Tiago, Sirius e Lilian estavam chocados enquanto andavam para a enfermaria. Eu morri? era isso que pensavam.
- Madame Pomfrey? - chamou Remo.
  A enfermeira apareceu e colocou uma compressa de agua quente na cabeça de Gina.
- Prontinho, podem tirar quando ela acordar - disse gentilmente.
- E o Harry desapareceu a meses? Como sabe que nao está morto? -perguntou Sirius. Tiago e Lilian o fuzilaram com os olhos.
- Não está, Almofadinhas. Voldemort dominou o Ministério, imagine se ele não ia querer que o mundo soubesse como o "Poderoso Lord Voldemort derrotou o tolo Harry Potter".
- Não entendo, o que Harry tem de tão importante.
- Ele sobreviveu a Maldição da Morte lançada por Voldemort quando tinha só um aninho de idade.
  O queixo dos amigos ficou caido.
  Gina começou a despertar.
- Ai - disse colocando a mão na testa - Tive um sonho esquisito, Remo! Lilian, Tiago e Sirius estavam lá e...
  Olhou para eles.
- Ok, não era um sonho - concluiu.
- Não, Gina, eles viajaram mesmo no tempo - disse Aluado.
- Remo - disse Tonks entrando na enfermaria, agora de cabelos castanhos, Luna logo atrás - Neville me disse uma coisa boa.
- Meu deus Tonks! Voce é muito rapida - falou Sirius.
- Obrigada, primo. - disse Tonks sorrindo. O garotinho em seu colo agora tinha cabelos pretos.
- Qual a boa noticia, Tonks? - indagou Remo.
- Harry, Hermione e Rony estão vindo para cá - disse Tonks.
- Sério, Tonks! Ai! Que coisa ótima! Vou poder vê-lo! - disse Gina levantando da cama.
- Ainda não entendi por que voce quer tanto ver meu futuro filho - disse Tiago.
  Gina parou de sorrir na hora.
- É mesmo, por que voce quer ver Harry? - perguntou Sirius.
- Harry era meu namorado - respondeu simplesmente.
- Era? - perguntou Lilian cautelosa.
- É, era. Ele terminou comigo por causa da guerra - disse Gina com os olhos extremamente brilhantes.
- Ah, que coisa ruim - disse Lily triste.
  Duas pessoas entraram na Ala Hospitalar.
- Rony! Mione! - disse Gina e abraçou os dois muito forte - Eu senti tantas saudades! Mas onde está Harry?
- Ah, encontramos Neville no meio do caminho, e ele disse que tinha um Comensal em Hogsmead. Harry foi cuidar dele.
- Ah, tudo bem. Fico feliz que estejam a salvo... - começou a falar Gina, mas Tiago interrompeu.
- Como assim? Harry foi a Hogsmead e está a salvo? - perguntou incrédulo.
- Pelo jeito Tiago - comentou Luna pela primeira vez se manifestando - voce tem muito que aprender sobre o Harry. Um Comensal é brincadeira de criança para ele.
- Então ta... - disse chocado demais para continuar.
- Tiago? - perguntou Mione - Tiago Potter? Lilian Potter? Sirius Black?
- Nós mesmos - disse Sirius entediado. Sua morte era tao famosa assim?
- Já virei Potter? - brincou Lilian.
  Eles fizeram um breve resumo do que aconteceu para estarem ali, a viagem no tempo.
  Quando eles acabaram ficaram falando sobre como estava a guerra. Dizendo que estava terrivel, mas estaria pior se nao fosse Harry, Mione, Rony.
  Um homem de cabelos negros rebeldes, olhos extremamente verdes e oculos redondos entrou na enfermaria.
- Foi mal a demora gente - disse ofegando - Vou te contar, aquele lá tava disposto a me matar então - pegou mais ar - eu prendi ele naquele circulo de fogo que aprendi. Deve estar lá até agora berrando de dor, alguém vai prende-lo, ele não vai conseguir sair, só eu posso fazer o contra-feitiço.
  Gina correu até Harry e o abraçou pelo pescoço.
- Ah, Harry - disse chorando e soluçando - Fiquei tão preocupada esse tempo todo!
- Hei, calma, estou aqui nao estou? Vivo. Bem, alguns cortes, arranhões, cicatrizes, mas vivo - disse sorrindo.
  Sirius, Lilian e Tiago olhavam tudo. Remo, Rony, Hermione, Tonks e Luna sorriram ao ver o amigo bem.
  Ela largou Harry.
- Mas por que voltou a Hogwarts? Não estava atrás das Horcruxes? - perguntou ela.
- Então, eu tava né? Destruimos o medalhão, a taça, o anel Dumbledore destruiu, o diário destrui no meu segundo ano, a Nagini só podemos destruir quando encontrarmos Voldemort, o Voldemort obviamente é a sétima parte, e estamos procurando o diadema, suspeitamos estar aqui em Hogwarts - disse Harry.
- Que bom, falta pouco para derrotar Lord Titica Voldemort - falou Gina confiante.
- Da para voces não falarem esse nome? - perguntou Rony.
- Oh, não se preocupe Uon-Uon - falou Harry rindo - o homem malvado não vai te pegar.
- Ah, fala sério Harry - disse Rony prendendo o riso.
- Se bem que... A Mione pode te proteger muito bem certo? E voce aceitaria a ajuda dela de braços abertos - disse Harry rindo. Rony e Mione coraram.
  Harry ainda nao notara a presença do padrinho e dos pais.
- Harry Tiago Potter não ouse falar mais uma palavra - ameaçou Hermione.
  Harry colocou a mão na boca e fingiu medo.
- Oh, não! Não me diga que voce vai... Voce vai... Beijar Rony de novo?! - brincou rindo.
- Eles se beijaram?! - perguntou Gina. Até Remo riu.
- Voce é uma pessoa morta Harry - disse Rony.
  Harry parara de rir com o comentário.
- Foi... Só brincadeira - disse Rony.
- Rony, por favor, sem falar de mortos aqui. Já disse que é minha culpa, não jogue ela na minha cara - pediu Harry.
- Certo foi mal.
- E não é sua culpa que Voldemort torture as pessoas Harry - disse Mione.
- Ok, pensem assim. Para mim, a culpa é minha que as pessoas morram e sejam torturadas. Voce sabe bem disso - disse Harry sério.
- Sei Harry, nada ruim vai acontecer de novo - disse Mione tranquilizando o amigo.
- A é Remo - disse Harry virando-se para o que chamara - Encontramos alguns dementadores aqui nas proximidades.
- E lançaram o Patrono?
- Bem... - começou Rony envergonhado - Voce sabe como eu sou péssimo para feitiços, e o Patrono nunca foi o forte de Mione...
- Resumindo: Harrry salvou voces - disse Gina.
-  Bem... É - admitiu.
  Todos riram.
- Assim é melhor. Sinceramente faz tanto tempo que não rio de algo, que minha boca estava dormente - falou Harry.
- Apesar de eu nao gostar nada disso, já que Gina é minha irma, ela pode esquentar sua boca Harry - brincou.
- Ok, Rony - disse Harry sem se deixar abalar pelo comentario do amigo - Sinceramente, estou decepcionado com voce.
- Eu? O que isso tem haver com sua boca dormente? - perguntou confuso.
- Tudo ué! Voce não sabe tirar uma com os outros, Gina me dar um beijo seria bom para mim - sorriu - mas voce não gosta de ver isso, quem sai perdendo é voce.
- Sei, sei - disse Rony emburrado - Aproveita Harry, aproveita esse seu momento "relax".
- É mesmo um momento para eu descansar. Voce sabe como é ficar muitos meses com voces dois? - brincou.
- Não Harry, me diga como é - falou Hermione.
- Ah, cansativo. Aturar a briga de voces não é moleza. Ai depois daquele beijo eu tive que ficar aturando os olhares romanticos e os "eu te amo Mi ou eu te amo Ron". E isso não é nada facil se voce quer saber bem - disse Harry fazendo uma voz cansada que fez todos rirem.
- Harry - disse Remo - estou surpeso, não notou nada?
- Nada o que? - perguntou Harry virando-se para Remo.
  Ao lado dele, seus pais e Sirius sorriam.
  Ele colocou a mão na testa.
- Legal - disse Harry - ou eu to ficando louco ou é um daqueles meus sonhos BEM malucos.
- Desde quando voce tem sonhos malucos? - perguntou Rony.
- Ah, com muita frequencia sabe... Pera ai! Sirius Black? Tiago Potter? Lilian Potter? Devo estar perdendo a sanidade!
- Não Harry. Eles viajaram no tempo, vieram do passado - e Remo começou a explicar a mesma história pela milésima vez.
  Harry estava pálido no final.
- Bem, vamos deixar voces conversarem - disse Remo. Todos, exceto Lily, Sirius, Tiago e Harry marcharam para fora da enfermaria afim de deixá-los a sós.
  Harry virou-se para os pais e o padrinho.
- Pelo que eu vi, voce se parece muito com o Pontas - disse Sirius.
- Só... - disse Harry incapaz de falar - só nas minhas horas de bom humor.
- Isso acontece com muita frequencia espero - disse Lilian sorrindo.
- Não, não. Esses anos venho me concentrando em nao morrer. Voldemort tem uma obsseçao por me querer morto - disse Harry.
- Por que terminou com Gina? - perguntou Tiago.
  Harry sentiu raiva.
- Por causa da guerra - disse de um jeito petulante que os pegou de surpresa.
  A raiva de Harry devia-se ao fato de querer namorar Gina e nao poder.
- Por que estao nesse tempo? - perguntou rude.
- Queriamos ver como seria - disse Sirius.
- Bem, podem voltar para o de voces. Cada um em seu tempo, este é o certo. Não será necessário voces nessa guerra - falou Harry ainda rude.
- Não vamos voltar - disse Tiago, bravo que falasse assim com ele - agora que soubemos da guerra, queremos ajudar.
- Pois digo que nao será necessário a ajuda de voces. Além disso voces podem morrer. Se voces morrerem nesse tempo, não vou mais existir - disse Harry.
- Humpf. Como voce é egoista! E eu pensei ter orgulho de voce! Só ouv coisas boas de voce desde que cheguei aqui! Mas agora vejo que é nojento! Só pensa em si mesmo, é egoista! - cuspiu Tiago.
- Não sou egoista, sei que nao sou. Se quiser pensar assim, pois bem, pense. Agora, se me dão liçença tenho coisas para falar com Neville - disse Harry se retirando. Ele sempre tentava ficar calmo em situações de stress. Tinha como exemplo Alvo Dumbledore que até nas piores situações tinha calma na voz.
  A porta da enfermaria fechou.
- Que egoista! Meu filho é um egoista! Não quer a gente aqui! Só por que se morrermos ele não vai existir! Que egocentrico! Que covarde! - reclamou Tiago.
- Mas Tiago ele ainda é nosso filho! Quer voce queira ou quer nao queira - disse Lilian apreensiva.
- Meu filho? Ele não é meu filho! De jeito nenhum! ELE NÃO É MEU FILHO! - gritou Tiago.
  Remo, Rony, Mione, Gine, Tonks e Luna voltaram para a Ala Hospitalar após o grito. Tinham visto Harry passar apressado e cabisbaixo. Agora esse grito.
- Por que está gritando Tiago? - perguntou Remo.
- Porque aquele Harry é um egoista e covarde! Ele queria que voltassemos ao passado! Tudo por que se morrermos ele morre! Egoismo! Queremos e vamos ficar para ajudar!
  Gina tinha a raiva inflamando. Como ele ousa falar de Harry assim?
- Harry não é egoista e covarde! - berrou Gina para Tiago.
- É sim! E ele não é meu filho! - disse Tiago em resposta.
- Quer saber de egoismo? Tudo bem vou lhe contar. É egoismo terminar com alguém para a segurança dele ou dela? É egoismo ajudar os amigos nas horas que eles mais precisam? É egoismo fazer uma viagem cansativa de vários meses para salvar o mundo bruxo?
- Pode falar o que quiser, ainda acho que ele um covarde egoista.
- Silencio - disse Mione apontando a varinha para Tiago.
- Harry não é covarde - disse Rony veemente.
- Não é! - concordou Gina - Ele já derrotou varios dementadores no seu terceiro ano, lutou contra um basilisco e a lembrança de Voldemort no seu segundo ano, enfrentou Voldemort no seu primeiro ano, participou do Torneio Tribruxo em seu quarto, saiu vitorioso e ainda duelou com Voldemort, lutou contra vários Comensais em seu quinto anos, ajudou Dumbledore em uma missão no sexto além de ajudar quando Hogwarts foi invadida, e agora procura coisas para derrotar Voldemort! Me diga agora, ele é covarde?! - perguntou.
  Tiago não conseguia responder. Primeiro porque lhe lançaram um feitiço, segundo porque estava chocado.
  Como estivera errado quando falou do filho...
~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~**~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*~*

Genti! Espero que estejam gostando da fic! Não liguem para os erros que tiverem espalhados por ai!

Até a próxima!


Beijos, Annie!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Rutisa em 23/02/2012

So uma coisa que vi e que não deu pra não comentar...mais o primeiro nome da Tonks não é Tonks é Ninphadora....Só isso! 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.